1. Spirit Fanfics >
  2. Doce Pecado >
  3. Ótimo café da manhã!

História Doce Pecado - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Olha eu voltando de novo kkk
Esse capitulo é um pouco menor, espero o comentário de vocês!
Muito obrigada pelos favoritos!

Capítulo 29 - Ótimo café da manhã!


Fanfic / Fanfiction Doce Pecado - Capítulo 29 - Ótimo café da manhã!

POV Regina

Acordei no outro dia e flashes da noite passada vieram em minha mente, me senti excitada e feliz, olhei para o lado e encontrei apenas o lençol desarrumado e o lugar vazio, senti falta do calor do seu corpo junto ao meu, nunca fui de dormir com nenhuma SUB, sempre cuidei bem delas tanto antes quanto depois de uma cena, mais nenhuma teve o privilegio de dormir ao meu lado, mais uma das minhas regras que eu quebrava por ela, não conseguia entender o poder que ela tinha sobre meu corpo, minhas ações, resolvi não pensar nisso. De repente senti um medo, onde estaria Emma? Será que ela acordou e foi embora? Desistiu do meu contrato? Levantei apressada, fiz minha higiene e vesti uma roupa qualquer, desci pela casa a sua procura, imaginei que ela estaria na cozinha e fui direto pra lá, de longe já ouvi risadas que me deixaram curiosa, dentre elas reconheci uma como sendo a de Emma, me senti mais aliviada, no entanto, queria saber o que a estava fazendo rir o melhor quem, a cena que vi ao adentrar a cozinha me fez sentir um ódio tremendo, Emma estava sentada na mesa e uma das minhas funcionarias, uma moça nova, parecia ter a mesma idade que ela estava sentada ao seu lado, babando no corpo dela que estava tampado apenas por um fino hobby preto, bem parecido com o que eu usava na noite passada, elas falavam animadas sobre uma cantora que nem me dei ao trabalho de escutar o nome e a menina passava suas mãos pelo ombro dela, senti vontade de cortar suas mãos fora por tocar em algo que pertence a mim! A mais isso não ia ficar assim mesmo, entrei na cozinha dizendo:

-Não sabia que minhas funcionárias tinham tanto tempo de sobra!

Ambas se assustaram com a minha presença, a menina se levantou nervosa e vermelha dizendo:

-De...desculpe Dona Regina! Eu estava conversando com a Em sobre uma cantora que nós gostamos!

Em??? As coisas já chegaram a esse ponto? Fico ainda mais furiosa.

-Não quero saber, traga nosso café da manhã!

-Sim, sim senhora!

A menina se retirou e Emma ficou me olhando ainda perdida, me aproximei e sentei onde aquela funcionária insolente estava, acariciei sua coxa nua e disse:

-Bom dia! Vejo que acordou bem disposta!

-Bom dia Regina! Acordei há algum tempo, você estava em sono profundo e resolvi não te acordar.

-Pelo visto você não quis nem me acordar nem vestir uma roupa decente.

Emma ficou corada e já estava se levantando quando segurei em seu braço e disse:

-Não se preocupe, meu hobby ficou bem em você- observei que a menina estava voltando de novo para a cozinha e comentei- afinal eu rasguei sua roupa intima ontem na minha cozinha, algo que adorei e foi incrivelmente prazeroso!

Disse enquanto passava a língua sobre meus lábios, Emma ficou ainda mais corada e envergonhada, pisquei pra ela que se sentou novamente, a menina se engasgou com minha fala mais não quis comentar nada, aproveitei pra provoca-la dizendo:

-Como é mesmo seu nome?

-Lilith Page

-Ok, só queria saber se você não encontrou algumas peças intimas inutilizáveis  e um brinquedo na cozinha essa manhã, sabe, aquele brinquedo é meu favorito e tenho novos planos pra ele mais tarde.

A menina empalideceu e Emma ficou tão vermelha que cogitei a ideia dela passar mal, por dentro eu sorria vitoriosa, a menina colocou com dificuldades nosso café da manhã na mesa e respondeu sem olhar pra mim:

-Eu... bom.. eu...

-Você?

-Encontrei esses itens e já os coloquei em seu quarto.

-Muito obrigada, vou fazer bom uso dele mais tarde, não é Emma?

Emma não conseguiu dizer nada, me olhava surpresa com minha audácia, só conseguiu balançar a cabeça concordando, tomamos o café em silencio, ambas presas em nossos pensamentos,  ainda sentia raiva da cena que encontrei mais cedo na minha cozinha, ela era minha!! Ainda ia saber mais sobre essa minha funcionária, mais por agora eu quero brincar, Emma era um tentação, seu corpo me deixava excitada, tinha sempre mais vontade de fude-la, sabendo o efeito que meus toques tinham em seu corpo eu coloquei minha mão na sua coxa e comecei a alisar, Emma me olhou mais não disse nada.

-O que achou de ontem Emma?

-Eu...

Já podia observar sua respiração acelerar e seu corpo se arrepiar, alisava sua coxa e mordia meu lábio inferior, meus dedos iam até sua virilha e voltava arranhando de leve, Emma estava nua por baixo o que facilitou bastante.

-Abra mais suas pernas pra mim!

Emma me olhou surpresa e quando ia protestar eu alcancei seu clitóris e comecei a fazer círculos no mesmo, ela gemeu baixinho mordendo os lábios pra conter os gemidos.

-É uma ordem Emma!

No mesmo momento suas pernas se abriram me dando a passagem que precisava, cheguei mais perto e comecei a beijar seu pescoço, eu beijava mordia, sem deixar de acariciar seu clitóris que estava bem durinho. Emma jogava a cabeça pra trás e gemia bem baixinho, queria que ela gemesse bem gostoso para que aquela insolente ouvisse e soubesse que Emma já tem dona.

-Senta mais na ponta da cadeira Emma!

Pedi sussurrando enquanto mordia o lóbulo da sua orelha, Emma me olhou e pensou em reclamar, porém, calei sua boca com a minha, ela desistiu quando nossas línguas se encontraram, fez o que pedi e sem enrolação meti dois dedos na sua buceta encharcada, Emma gemeu arrastado entre o beijo, encerrei o beijo mordendo seu lábio inferior e pedi:

-Geme meu nome Emma!

Acelerei as estocadas e passei a meter forte e fundo e o mais rápido que consegui, Emma até tentava controlar seus gemidos mais era inútil, alcancei seu ponto G e passei a meter forte forçando-o.

-Re-gi-na!!!

Ouvir Emma gemer era maravilhoso, mais quando ela gemia meu nome era sobrenatural, me sentia tão excitada, por sorte eu estava com short de moletom,  coloquei minha mão por dentro e comecei a me masturbar junto com ela, olhei para o canto da cozinha e percebi que  a tal funcionaria estava estática olhando a cena, senti ainda mais vontade de fazê-la gemer alto, Emma não percebeu pois estava de olhos fechados, aumentei mais ainda a velocidade e a força.

-Ohhhh Reginaaaaahhh!!!

Pisquei pra funcionaria que ao perceber que eu tinha a notado saiu, sorri vitoriosa e me concentrei em dar prazer a ela e em me masturbar, eu já estava quase no meu ápice e Emma também.

-Ohh Porra Emma!!

-Ginaaa!!

-Vêm pra mim Emma!

No mesmo instante senti sua buceta apertar os meus dedos e seu corpo todo se arrepiar.

-Reginaaaaaaahhh!!!

Me perdi em meu próprio orgasmo melando meus dedos e gemendo seu nome de forma um pouco alta.

-Emmaaaahh!! Ohhh!!!

Depois que recuperamos um pouco retirei meus dedos de dentro dela e levei a minha boca saboreando seu gosto delicioso, a puxei para meu colo, dei um beijo lento e gostoso e disse:

-Ótimo café da manhã Emma, agora vamos conversar! 


Notas Finais


Regina com ciúmes? É isso mesmo? kkkkk
Aguardo os comentários.
Link do grupo:
https://chat.whatsapp.com/B6PwVW2odMXJZLQAq7tDZX


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...