História Doce Pecado - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Anna, Elsa, Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Sadomasoquismo, Swanqueen
Visualizações 98
Palavras 2.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Noite No Bar


Fanfic / Fanfiction Doce Pecado - Capítulo 6 - Noite No Bar

POV Emma

Chegamos no bar e escolhemos uma mesa sentamos eu Elsa e Ruby na minha frente, pedimos nossas bebidas, todas optamos por beber vodca, depois de um tempo o garçom trouxe nossas bebidas e pedimos também uns petiscos, já estávamos na terceira dose quando avistei uma morena linda em um terninho prata, que deixava à mostra seu sutiã aparentemente preto, com o batom vermelho sangue que era sua marca registrada, na hora minhas mãos soaram, minha boca secou, meu coração acelerou como louco, o pior era ter que disfarçar tudo que estava sentindo pra Elsa, tentei olhar pra outro lado, Ruby estava implicando com Elsa como sempre e ela só bebia e ficava xingando Ruby, sair com as duas era um terror, ficava ambas se xingando, nenhuma das duas se suportavam, do nada Ruby percebeu meus olhares e olhou também falando:

- Olha Emms, aquelas não são nossas professoras? Será que elas tem um caso?

Perguntou Ruby ignorando o que Elsa dizia, apenas respondi:

- Não sei Rubys, mais se tiverem são um puta casal.

Falei, mais por dentro estava destruída com essa possibilidade, Elsa ouviu meu comentário e disse:

- Quer dizer que você as acha bonita?

- Quem em sã consciência diria que são feias Elsa?

- Para de ciúmes besta, me deixa em paz um pouco.

Falei um pouco alterada, não aguentava mais essa pressão dela, ela só me olhou e resolveu beber, quando percebi as duas estavam vindo pro nosso lado, fiquei congelada no lugar, não sabia como fazer, quando chegaram no rumo de nossa mesa a ruiva foi a primeira a dizer algo:

- Oi meninas, boa noite.

Regina apenas olhou e acenou com a cabeça nos cumprimentando, acenamos de volta e Ruby disse:

- Oi Professora Mills.

Mills? Isso mesmo que ouvi? Elas são casadas? Fiquei chocada e triste com isso, até que a tal ruiva decidiu falar:

- Estamos fora da sala de aula me chama apenas de Zelena.

Disse sorrindo, tive que segurar pra não revirar os olhos, olhei pra Regina e parece que ela havia percebido minha inquietação, pois, estava sorrindo cínica, Zelena percebendo que Regina não iria falar nada disse:

-Essa sem tipo aqui é Regina Mills, minha irmã.

Todas rimos da forma como ela se dirigiu a irmã, menos Regina que bufou e revirou os olhos e Elsa que permaneceu calada, só observando. Irmã? Jura, nunca me senti tão aliviada na vida, até arrisquei um pequeno sorriso pra ruiva, fingi uma tosse pra Ruby que decidiu nos apresentar:

- Essas são Emma e Elsa a namorada dela eu sou a Ruby Lucas, prazer senhorita Mills.

- Prazer é meu senhorita Lucas.

Se Regina ficou surpresa em saber que eu tinha namorada? Ela não manifestou nenhuma emoção diferente, como sempre, elas se despediram e sentaram na mesa pouco atrás da nossa. Continuamos bebendo e comendo, não comentamos nada mais sobre elas, sabia que Elsa estava com raiva, mais não queria nem saber dela hoje, tudo que eu queria era observar Regina, mais estava de costas pra ela, então ficava difícil.

POV Regina

Quando chegamos no bar decidimos pegar uma mesa mais ao fundo, foi quando notei uma loira linda que eu conhecia bem junto com a morena que minha irmã está caidinha e outra loira, que identifiquei sendo a mesma da foto que vi nas redes sociais da Emma ontem, a mesa que Zel escolheu era perto da delas, quando estávamos passando Zel resolve parar e cumprimentar as meninas, eu apenas sorrio de leve e aceno com a cabeça, percebi os olhares de Emma pra mim e Zel, sabia que ela estava com ciúmes, lembrei que ela curtiu a foto que postei ontem junto com minha irmã, logo depois ela resolve nos apresentar e posso sentir como Emma ficou aliviada ao saber que éramos apenas irmãs.

A morena, que descobri chamar Ruby apresentou as demais meninas e como suspeitava a tal loira era namorada da Emma, me senti um pouco incomodada com isso, mais como sempre eu não iria demonstrar, Emma estava linda naquele vestido preto, tão menininha, queria descobrir como ela ficaria amarrada a minha cama, resolvi cortar meus pensamentos antes que eu me animasse novamente. Depois que Zel e eu sentamos fizemos nossos pedidos, optei por Whisky enquanto Zelena preferiu beber tequila, fiquei de frente pra mesa das meninas, poderia observar bem, percebo que Emma e a tal loira não pareciam estar muito bem, enquanto a tal Elsa tentava se aproximar mais a Emma só se esquivava, gostei disso. Saí dos meus pensamentos com Zel me chamando:

- Sis, dá pra você pelo menos disfarçar?

- Disfarçar o que Sis? Não estou fazendo nada.

- Me engana que eu gosto Regina Mills, sei que você está observando a mesa das meninas, mais precisamente a Emma.

- Que nada, ela namora Sis.

- É eu sei, mais parece que você não entendeu isso.

- Não estou fazendo nada Zel, sei que você queria estar observando à morena também.

Acabamos rindo, depois de terminar nossas bebidas fomos para pista de dança, como sempre chamávamos muita atenção por onde passávamos, começamos a dançar agarradinhas, quem olhava de longe achava que éramos um casal, começou a toca uma música sexy então Zelena e eu começamos a rebolar de forma provocante no ritmo da musica, olhei disfarçadamente à mesa da Emma e percebi seus olhares sob meu corpo e os olhares de Ruby em cima de Zelena, comentei isso no ouvido da minha irmã, que soltou uma gargalhada mais continuamos a dançar, Depois de umas três musicas estava cansada e com sede, fui ao bar e pedi uma dose de whisky e voltei a pista de dança.

POV Emma

Depois que elas sentaram passamos a conversar normalmente, pelo menos eu e Ruby, Elsa estava calada sem dizer nada, com a cara emburrada, não liguei muito, depois de um tempo percebi que as duas se levantarão e foram em direção à pista de dança que ficava na nossa frente, não consegui desviar o olhar do corpo de Regina, meu Deus essa mulher é perfeita, esse terninho caiu perfeitamente bem em seu corpo, a forma como ela dançava provocante me deixava louca, saio dos meus pensamentos com Elsa dizendo:

- Você podia pelo menos tentar disfarçar os olhares perto de sua namorada.

- Ai Elsa me erra, estou apenas olhando o povo dançar, não posso? Tenho que sair vendada de casa agora?

Ruby se levantou e foi em direção ao banheiro. Elsa me olhou possessa de raiva e continuou dizendo:

- O povo Emma? Você está olhando pra sua professora e nem tenta disfarçar.

- Quer saber Elsa? Estou mesmo, o que é bonito é pra se olhar, deixa de ser paranoica, não aguento mais sua obsessão besta, se não está satisfeita vá embora.

Elsa levantou da mesa furiosa e foi em direção à pista de dança, quando dei por mim e fui tentar evitar já era tarde demais Elsa havia derrubado bebida no terno da senhorita Mills, Regina olhou pra ela com tanto ódio que até eu tive medo, fiquei morrendo de vergonha, pedi desculpas a Regina arrastei Elsa, que saiu reclamando pra fora do bar, do lado de fora nós brigamos feio e mandei ela embora, coloquei ela dentro de um taxi e mandei que ela sumisse, fui em direção a pista de dança, precisava pedir ou pelo menos tentar pedir desculpas a Regina, ela não estava na pista de dança, vi que Ruby estava conversando com a irmã dela, fui até elas e perguntei onde ela estava, Zelena me falou que ela havia ido furiosa para o banheiro, fui em direção ao banheiro enfrentar a fera.

POV Regina

Após pegar minha dose de bebida no bar voltei a dançar com minha irmã e Ruby, estava dançando, rebolando conforme a música quando sinto alguém vir para o meu rumo e trombar em mim, achei que havia sido sem querer, mais não foi, era a loira sem sal namorada da Emma, ela olhou bem pra mim e jogou a bebida do seu copo em minha roupa, fiquei possessa de raiva e sem saber porque, a minha vontade era de ir pra cima dela e mostrar pra ela quem manda, mais antes que eu pudesse fazer alguma coisa Emma chegou pediu desculpas e saiu arrastando a doida da sua namorada, Zelena e Ruby que haviam visto o acontecido vieram conversar comigo, Zel disse:

- O que foi isso Sis?

- Isso foi à porra da namorada da Emma, aquela louca.

 - Porque ela fez isso Sis?

- Sei lá, nem cheguei perto delas, fiquei o tempo todo dançando com vocês.

Estava vermelha de raiva, se eu pudesse mataria aquele inseto loiro, até que Ruby decidiu entrar na conversa dizendo:

- A Elsa é doida, louca de ciúmes, com certeza ela deve ter percebido os olhares de Emma pra você e resolveu “descontar”, nem sei como Emma aguenta aquilo perto dela.

De certo modo fiquei feliz por saber que Emma estava olhando pra mim, mais ainda estava com bastante raiva.

- Com licença meninas, vou ao banheiro tentar tirar essa bebida da minha roupa, essa roupa foi uma fortuna, que ódio.

Falei e saí apressada para o banheiro, por sorte a bebida era branca e meu terno era prata, não ficou aparecendo muito, porém o cheiro estava horrível, quando estava acabando de me limpar vejo Emma entrar no banheiro, parecia nervosa, ela já foi logo dizendo:

- Me desculpa pela doida da minha namorada, senhorita Mills.

- Minha vontade é de arrebentar a cara dela. Porque ela fez isso Emma?

- Eu não sei, acho que ela ficou com ciúmes.

Percebi que Emma havia corado e abaixado à cabeça, fiquei feliz por ela ter sentido ciúmes, vou jogar um pouquinho com a Emma.

- Ciúmes? Porque ela sentiu ciúmes de mim senhorita Swan?

- Eu... Acho que...

Achei engraçada a forma como ela ficou vermelha e com vergonha.

- Acha que?

- Porra, que se foda, ela ficou com ciúmes porque eu não conseguia parar de te olhar dançando.

Emma jogou as palavras no ar e ficou vermelha, dei um sorriso vitorioso e cheguei perto dela, a empurrei pra dentro de uma cabine, tranquei a porta e me virei pra Emma, prensei-a na parede com força, do mesmo jeito que fiz a primeira vez que nos vimos, fiz com que meu joelho roçasse na sua intimidade, Emma não conseguiu segurar um gemido, que me arrepiou inteira, cheguei meus lábios perto de sua orelha e comecei a dar algumas mordidinhas e chupadinhas no lóbulo de sua orelha, senti Emma se arrepiando, estava totalmente entregue pra mim, nessa hora minha buceta já estava encharcada, forcei mais forte meu joelho em sua intimidade, enquanto continuava com minhas chupadas em sua orelha, até que sussurrei:

- Sabe qual a minha vontade Emma?

Ela nem consegui responder apenas negou com a cabeça, então continuei a falar enquanto roçava meu joelho em sua intimidade e Emma gemia baixinho.

- Minha vontade senhorita Swan é de fode-la aqui agora nesse banheiro, iria adorar ver você colocando um chifre naquela idiota da sua namorada comigo mais não gosto de dividir, quero você por inteiro ou de maneira nenhuma.

Disse me afastando, quando estava abrindo a porta vejo Emma me segurar e dizer:

- Por que você faz isso Mills? Excita-me e vai embora?

- Já disse que não sou convencional Emma, não vou foder você aqui agora pra amanhã você estar dividindo a cama com sua namoradinha, além disso, não sei se você tem os mesmo gostos que eu.

- Quais são seus gostos, senhorita Mills?

Ri debochada respondendo:

- Esse não é o melhor lugar pra isso Emma, decida sua vida depois volte a falar comigo.

- Merda senhorita Mills, odeio você me excitar e ir embora, você não pode fazer isso, você não tem esse direito.

Sorri debochada e voltei a prensa-la na parede com meu corpo, com meu joelho eu abri suas pernas, levei minha mão direita pra dentro do seu vestido, por cima de sua calcinha e pude sentir o quanto ela estava molhada, com minha mão esquerda puxei seu cabelo e levei sua cabeça pro lado, para que eu pudesse sussurrar em seu ouvido:

- Molhadinha Swan, que delicia- falei enquanto fazia pequenos círculos em seu clitóris ainda por cima da calcinha- você está prontinha pra ser fudida Emma, meu desejo é meter meus dedos bem fundo e forte em você até sentir você mole de tanto gozar- falei enquanto brincava com meu dedo na sua intimidade encharcada, cheguei sua calcinha para o lado e comecei a brincar com sua entradinha - mais já disse que não vou fazer isso enquanto você estiver namorando, quando você for minha eu irei realizar seu desejo e o meu, mais por enquanto você vai ter que se resolver sozinha e eu também, veja só o que você causa em mim.

Falei soltando seu cabelo e pegando sua mão direita e levando até minha intimidade pra que ela pudesse sentir o quanto estava molhada pra ela. Emma estava toda entregue, se não fosse minha consciência nem meus gostos eu foderia ela aqui mesmo, mais depois ambas podíamos nos arrepender, então decidi que esperaria, quando ela fosse minha SUB eu realizaria todos os meus desejos. Senti-a fazendo círculos sobre meu clitóris por cima da minha roupa e retirei sua mão antes que perdesse totalmente a cabeça então me afastei dela, retirei meu dedo de sua intimidade o qual levei até minha boca chupando e sentindo seu gosto, Emma seguia todos os meus movimentos com o olhar, senti ela se arrepiando e gemendo quando levei meu dedo a minha boca, abri a porta e pedi:

- Seu gosto é uma delicia Emma mais pode se retirar, por favor, preciso me aliviar se é que me entende.

Falei olhando pra minha intimidade, Emma respirou fundo, controlou um pouco sua respiração e saiu me deixando sozinha, precisava dar um tempo e me aliviar, caso contrário seria a atenção do bar, procurei controlar minha respiração, tranquei novamente a porta do banheiro e abaixei minha calça juntamente com minha calcinha preta, me lembrei de Emma toda entregue e molhada pra mim, comecei a me acariciar com os pensamentos do que aconteceu aqui e da vontade que sentia de ter Emma como minha SUB, pensei nas várias formas que poderia prender e fode-la, com esses pensamentos eu gozei até que me senti um pouco fraca, se não tiver logo essa menina nas minhas mãos eu vou enlouquecer, estou pior que esses adolescentes cheios de hormônios, resolvi sair do bar e achar Zelena para que pudéssemos ir embora.

POV Emma

Que inferno é essa mulher? Meu Deus, ela mexe com todos os meus sentidos, me faz sentir coisas que nunca pensei ser capaz, depois que saí do banheiro eu chamei Ruby pra irmos embora, ela estava sentada cheia de papinho com a irmã da Regina, nos despedimos e saímos, minha cabeça estava em Regina dentro do banheiro se aliviando, merda, como eu queria fazer isso por ela, só de imaginar ela se tocando meu corpo se arrepiava inteiro, Ruby queria saber o que aconteceu no banheiro, apenas disse que contaria depois, precisava urgente de um banho frio.

POV Regina

Quando saí do banheiro Zel já estava me procurando para irmos embora, ela queria saber de todo jeito o que aconteceu no banheiro porque nós demoramos bastante, apenas disse que contaria depois, precisava de um banho e dormir. Essa noite Zel resolveu dormir em seu quarto aqui no meu apartamento, o que foi um alivio, caso contrario ela iria ficar me infernizando até que eu contasse o que aconteceu, não estava com cabeça pra isso nesse momento, só queria dormir.

 

 

 


Notas Finais


Espero que gostem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...