1. Spirit Fanfics >
  2. Doce Suspiro >
  3. Lágrimas Escondidas

História Doce Suspiro - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem ♡.

Capítulo 1 - Lágrimas Escondidas


Fanfic / Fanfiction Doce Suspiro - Capítulo 1 - Lágrimas Escondidas

Temi *POV*

   Abro o meu lentamente enquanto sinto o aroma das flores. Sinceramente, eu odeio esse lugar, me sufoca.

  -Por quê? -Digo resmungando, percebendo que falhei mais uma vez e que isso é tão frustrante. "Eu só tinha que matar aquela desgraça cara".

   Saio do meu mundo e acordo para a realidade, percebo que ainda estou deitada na grama rodeada de flores amarelas. Me levanto da grama e olho ao meu redor vendo que já é de manhã. Enquanto observo só redor, sinto um cheiro familiar, então percebo que esse cheiro está vindo da minha mão, vejo que é da minha mão esquerda.

   -Como eu me machuquei? -Digo indo até um riacho do parque, assim que chego no riacho agacho-me para poder lavar a minha mão, ao tocar na água, sinto ela levando toda a minha frustração.

   -Moça, você está bem? -Perguntou um jovem moço, pegando na minha mão começando a limpa-lá com um lencinho.

   -Sorry? Eu não te dei o direito de pegar na minha mão. -Falei já quase dando um socão nele.

   -Me desculpe... Eu só queria ajudar...-Falou ele com cara de triste, tentando me fazer sentir pena e perdoa-lo. Ele continua a limpar a minha mão, com delicadeza para não me machucar mais.

   -Não precisa se desculpar, você só estava tentando me ajudar, eu que devo pedir desculpas. -Falo olhando nos olhos dele,"Ele é bonito, principalmente os olhos, mas eu sou bem mais bonita.". Reviro os olhos. Saio do meu mundo e percebo que ele ainda está segurando a minha mão, sinceramente isso nunca me aconteceu, tipo um garoto segurar a minha mão por tanto tempo. As únicas pessoas que deixo segurar a minha mão são as minhas amigas.

   Puxo a minha mão e me levanto, o moço faz o mesmo, continuamos a nos encaramos. Essa encarada tá me fazendo querer rir, dá um soco nele e dá um abraço? Com certeza não, eu não suporto abraços.

   -Bem... Você não perguntou, mas o meu nome é Yaya -Falou com um ar tímido, com a mão na cabeça bagunçando, Olhando direito pra ele, ele me lembra um modelo, só não sei qual.

   -Prazer, Yaya. -Comprimento ele o mais formal que consigo. -Eu sou a.... -Ele me interrompe antes mesmo de terminar a minha humilde apresentação.

   -Você é a Temi, uma modelo veterana, mesmo sendo jovem e também uma assassina de alto escalão. -Comentou todo impressionado.

   -É, eu sou maravilhosa mesmo e obrigada de novo. -Digo orgulhosa de mim.

   -Eu fico feliz em ter te ajudado e até mais Sra. Temi. -Disse indo para a outra parte do parque.

   Observo ele indo e percebo que tem alguém do meu lado. Me viro pra vê quem é e....

   -É o seu namorado? -Pergunta o imbecil do meu chefe. As vezes eu acho que ele gosta de mim, só acho mesmo porque o imbecil pega um monte de mulher e ainda sai impune só por ser "bonito".

   -Cala a boca. -Falo já querendo dá uma facada nele.

   -Haha quer uma carona? -Perguntou vendo a minha situação.

   -Se tu fizer alguma gracinha, eu jogo o carro contra a parede. -Digo com um sorriso inocente.


Notas Finais


Desculpa qualquer erro de ortografia ou/e gramática


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...