História Doce Vingança - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Jimin
Visualizações 16
Palavras 1.579
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Orange, Shoujo (Romântico), Survival, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Talvez eu tenha demorado MUITO pra postar esse cap '-'...

Oi meus bolinhos de arroz
Turu baum?

Capítulo 9 - O ódio vem da família


Fanfic / Fanfiction Doce Vingança - Capítulo 9 - O ódio vem da família

Não estava acreditando, era realmente o Jin ali...

"O que você quer conosco?" - respondo a mensagem

"Conosco não princesa, eu quero com você, não meta seu namoradinho nos nossos assunto"

"Fala logo o que você quer porra!"

"Você baby"

"Para de ser nojento e vamos logo ao assunto. Diz logo o que você quer para soltar meu tio"

"Ja disse princesa, quero você... ai, ai, mainha você é muito ingênua"

Taehyung...

"Kim Taehyung, novamente você com isso. Ainda não intendi o porquê você me quer"

"Vou te dizer as coisas que quero fazer com você"

"Prossiga"

"Quando te ter em minhas mãos, eu e meu amiguinho, vamos brincar muito com você, depois te torturar, e por fim, você morre"

"Ata, como se isso fosse possível"

Jm- amor, melhor a gente deixar isso pra depois, temos que ir atrás do Jin

Tento rastrear o celular. Pela localização do telefone eles estão em uma casa, não era muito longe, mas também não era tão perto

Mostro para Jimin que disse que sabe onde é o local.
Trocamos de roupa em fomos até o local

Estacionamos o carro um pouco longe da casa.

A casa tinha 2 andares e pelo visto uma sacada. A casa tem as paredes brancas e uns detalhes azuis escuras.

A rua era totalmente vazia, parecia abandonado, somente aquela casa ainda estava inteira

-nossa, o que aconteceu com esse lugar? 

Jm- é aqui onde aconteceu aquele massacre de 1997... Depois desse dia, as pessoas nunca mais de atreveram a por os pés nesse local

- ca-ra-lho, mano, meu cú trancou aqui

Jimin ri

Jm- vamos, precisamos achar o Jin

Chegamos perto da casa e ouvimos vários gritos e sons de algo quebrando

Corremos para dentro da casa, tentamos fazer o mínimo de barulho, mas a criatura maravilhosa chamada Park Jimin, resolveu cair e derrubar a porra de uma panela no chão

-porra amor! *cochicho*

Jm- desculpa

???- TEM ALGUÉM AÍ? 

- A CLARO, SOU O FANTASMA SR. DIAGONIUDO, TO AQUI NO BANHEIRO, VAI QUERER SUA ESCOVA DE DENTES E OS CREMES PRA CABELO?

Jm- amoor!

Escuto uma risada alta vindo do cômodo a nossa frente

Chuto a porta fazendo ela cair no chão. Pude ver Jin amarrado de costas, suas costas estavam todas marcadas por chicotes. Tae estava com o chicote na mão e um sorriso nojento no rosto

Tae- chegou maninha? *sorri*

- não ainda tô la em casa transando! Não ta me vendo aqui não porra?

Tae- olha aqui garota..

- o que?  Vai fazer o que Taehyung? Vai me bater? Abusar de mim? Me matar?  Saiba que eu fui bem treinada para acabar com pessoas nojentas que nem você!

Jn- (s/n)... Não.. 

Tae joga o chicote nas costas dele

Jimin vai pra cima dele mas é ferido pela porra do chicote

- você não é nada sem suas armas!

Vou pra perto dele, mas vou apenas andando, calma, nesses momentos precisamos de muita calma e paciência, qualquer movimento errado, pode ser o último

- eae maninho? Não vai me dizer que esta com medo de machucar uma dama? - o maior joga o chicote no chão e vem pra cima de mim

Desvio e dou um soco em seu estômago

- fraco de mais

Ele tenta um soco mas desvio pegando em seu braço e colocando em suas costas

- lento de mais

Tae- a-ah...

- idiota de mais. Como quer enfrentar alguém sem ao menos saber lutar

Tae- não preciso... aah.. saber lutar, eu tenho um truque.. JUNGKOOK!

- que?

Sinto uma respiração em meu ombro

Jk- sentiu Saudades baby? - suas mãos geladas passam pela minha cintura - pois eu senti

Sinto meu corpo ir ao chão

Meu corpo não me obedecia, eu estava parada tentando me mexer e sair dali, mas algo parecia me prender

Logo Jungkook também vai ao chão. Vejo Jimin com raiva

Jm- ja não basta tudo que você me fez? Agora vai tomar tudo de mim Jeon? Isso é inveja de mim caralho?

Jk- inveja?  Me poupe Park, fala sério neh? Por que teria inveja de alguém como você?  Fala sério neh

Jm- aé? Acabou com minha vida escolar, familiar e amorosa, várias e várias vezes, e ainda pegou tudo de mim!

Os dois começaram a brigar. E eu continuei paralisada. Jin estava jogado no chão, suas costas que antes estavam vermelhas, agora sangravam. Taehyung? Só dava risada enquanto estava jogado no chão

Tento me levantar mas nada...

Do nada algumas lembranças de quando EU ERA pequena...

O ódio me consumiu. Não sei da onde tirei tanta força, mas fui até Taehyung e comecei a bater e socar a cara dele

- desculpa por deformar seu rosto lindo... Seria uma pena ver ele todo cheio de hematomas e sangue não? - o desgraçado ainda sorri enquanto apanha, fala sério né...

Sinto minhas costas arderem, como se eu tivesse levado um choque

Tae- antes de tentar bater em mim novamente, veja se não estou com uma arma de choque.

Minha visão começa a ficar totalmente embaçada

*desmaia*

Park Jimin P.O.Vs


Quando  (s/n) desmaia, meu ódio só aumenta. Dou um último soco no Jungkook fazendo com que ele desmaie. Corro até Taehyung que sorria


Nojento


Vou pra cima dele, mas por causa da arma de choque paro


- realmente Taehyung, você não é nada sem suas armas. Vamos, largue a arma de choque e lute! Você não era o fodão?


Tae- ai Park, você ama brincar com fogo não é mesmo


-vamos Kim, me mata! Ah, mas eu só aceito ser morto por você, se você não usar armas. Então venha Kim!


Jn- JIMIN! PARE! VOCÊ NÃO SABE DO QUE ELE É CAPAZ!


Taehyung e eu começamos a brigar, óbvio que antes de tudo eu mesmo tirei a arma de choque dele, não sou tão trouxa ao ponto de deixa-lo com uma arma.


Kim SeokJin P.o.vs


Um tempo antes disso tudo


Estou prestes a sair da escola para poder ir para casa. Preciso avisar  (s/n) e Jimin que achei os tais caras que abusaram da minha sobrinha por anos.
Tenho certeza de que assim que eu terminar de dizer, ela vai querer ir até o local para mata-los, certeza que ela vai de decepcionar ao descobrir que eles são capangas do dono da boate onde minha irmã trabalhava... espero que ela não fique muito puta com isso, se não ela será capaz Até de matar os pais


Xxx- Tio, Kim SeokJin, um dos homens que mais odeio em toda minha vida. - me viro para ver o enviado pelo Satanás quer comigo


- Taehyung?  O que faz aqui?


Tae- vim terminar o que comecei a uns anos atrás... lembra da surra que te dei? Deveria ter te matado aquele dia


- você me pegou de surpresa, mas, não vou me render que nem aquele dia.


Tae- SeokJin, você ainda não sabe do que sou capaz... Seria uma pena ter que machucar esse deu corpinho bonito... Jungkook!


Um garoto evocado pelo demônio aparece atrás de mim com um pano na mão...


E nisso eu desmaiei.


(Vou resumir)
Adorei em um lugar estranho, estava sem minha blusa e estava amarrado jogado no chão. Vi taehyung com um chicote na mão, ele andou em minha direção e desferiu varias chicotadas em minhas costas. Naquele momento eu só não quero ver (s/n) ali, não queria que ela me visse naquele estado, poderia ser ela ali...


Tae- o que será que a Maninha vai achar de ver isso?


- n-não.. *chicotada* *grito*


Tae- ja era...


{...}


Tae- sabia que o que é belo tem de ser apreciado? - disse olhando meu corpo com luxúria no olhar


- o que.. Quer dizer com isso?


Tae- como você é lerdo Tio Jin...


Sinto os lábios do menor nos meus, tento de todas as formas me livrar dele, mas como minhas mãos estão amarradas não tive muito O que fazer, apenas aceitei o que estava rolando. Mas com muita dor, não só física como psicológica, meu próprio sobrinho estava quase abusando de mim...


{depois aconteceu tudo que vocês ja sabem}


Narradora P.O.Vs


Enquanto  (s/n) e Jungkook estavam desmaiados no chão, Jin estava tentando se livrar das cordas, Taehyung e Jimin brigavam como nunca


Socos, Chutes e vários outros eram distribuído pelos dois Jovens que ali lutavam.
Jimin já não aguentava mais, seu corpo doía, ele estava fraco, gastou muita energia lutando contra Jungkook, encontro Taehyung se divertia espancando o menor, "Jimin você fala de mais" disse Kim antes de usar sua arma de choque contra as costas do mais velho. Jimin não resistiu e foi ao chão, mas não desmaiou, apenas ficou imóvel. Para Jimin até respirar era um sacrifício.
Jin percebeu que era o único que podia salvar todos, mas ele não quer matar o sobrinho, mesmo ele merecendo queimar no fogo ardente do inferno, Jin é um bom rapaz. Então Seokjin, finalmente conseguiu soltar suas mãos daquela maltida corda. O rapaz se levantou, pegou o chicote que estava ao seu lado, e desferiu várias e várias chicotadas no mais novo. E com lágrimas nos olhos Ele disse "me perdoa" e deu uma última chicotada.
SeokJin pensou em mata-lo, mas seu coração não iria aguentar carregar a culpa de ter assassinado um membro de sua família, então apenas deixou alguns hematomas.
O maior pegou sua sobrinha e o namorado dela, e os carregou até o carro, e foi embora com lágrimas nos olhos e culpa...
  Mas mesmo com esses sentimentos, ainda sente ódio, ódio de tudo que ele fez...

Acho q o ódio... vem da família



Notas Finais


Bom, me desculpem pelos erros
Até o próximo
Bjus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...