1. Spirit Fanfics >
  2. Doceria Do Amor >
  3. Capítulo 3

História Doceria Do Amor - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Mais uma att tripla para vocês!💞📖

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Doceria Do Amor - Capítulo 3 - Capítulo 3

"Nunca desista,você pode estar perto de sua conquista."


Park Jimin


Estava ajudando Hanna a arrumar as mesas e limpar a bagunça na cozinha,já que só sobrou nos dois e Jung Hoseok estava resolvendo alguns problemas no escritório.

Depois de ajudar Jomes tirei o avental e o coloquei em seu devido lugar pegando minhas coisas colocando na bolsa assim levando a em meu ombro.

—Jomes já estou indo.—Avisei a garota enquanto andava até a porta pegando já maçaneta.

—Jimin já disse me chame apenas de Hanna.—A mesma fez bico fingindo de brava mais logo sorrindo.—Tome cuidado.

—Tomarei sim,avise a Hoseok que  amanhã estarei no horário certo.—Sorri e me curvei vendo a mesma assenti,me virei e sair do local seguindo para a minha casa eu ia a pé mesmo.

Eu tenho um carro mais gosto de caminhar mais depois daquele acontecimento tenho mais um motivo,gostaria de encontrar aquele lobo novamente já de pensar tudo se agita dentro de mim.

Ele tinha cheiro de menta e chocolate bem fraco.

Já estava passando em frente à floresta pode parecer que sou doido mais entrei na mesma vendo o local onde o encontrei olhei ao redor me sentando de baixo da árvore.

Até ouvir barulho de alguém vindo será que era o alfa?

Era ele mesmo o grande lobo branco estava vindo em minha direção não tirando os olhos de mim,se eu fizesse qualquer movimento ele perceberia.

—Você pode vim até mim novamente?...—Perguntei incerto vendo o se aproximar mais e mais até estar em minha frente quase subindo em cima de mim me fazendo ficar inclinado para trás.

Observei mais o alfa levando a mão até a cabeça dele começando a acariciar vendo o mesmo abaixar e lamber minha bochecha até chegar em minha boca lambendo.

Corei um pouco dando uma risada tímida então ele repetiu o mesmo ato.

—E-Ei aí não alfa.—Vi ele levantar as orelhas e se deitar em cima de mim.—Você pode...me acompanhar em uma caminhada por aqui até a minha casa?—Ele se levantou e balançou a cabeça sorri alegre então me levantei ficando ao lado dele.

Começamos a caminhar lado a lado ter ele tão perto assim me fazia me sentir bem e deixava meu lobo agitado mais que o normal.

Eu queria tanto perguntar algumas coisas para ele mas não poderia se ele se transmuta-se na minha frente seria para mim ser seu ômega então abaixei a cabeça,até sentir algo felupo em meu queixo era ele me fazendo levantar a cabeça.

—Porque ficou cabisbaixo derrepente?—Espera ele acabou de falar na forma de lobo?Ou eu estou ficando louco?—Não vai me responder?Tudo bem compreendo.

Me virei para ele com os olhos arregalados.

—Que foi?Eu só consigo falar com quem realmente merece.—Olhou para mim e indicou com a cabeça para continuarmos andar já que tínhamos parado.

—Então...eu não estou ficando louco?—Balançou a cabeça para os lados voltando a atenção para frente.

—Não!Você não está ficando louco anjo.—Me arrepiei com a voz grossa dele quando falou aquele nome se referindo a mim.—És muito belo para isso...

—A-Ah..obrigado alfa.—Apressei meus passos para acompanhar já que ele andava mais a frente deve ser porque tenho duas pernas e ele quatro patas,ou eu que sou lerdo.—Já que pode falar,porque não falou comigo naquele dia?

—Talvez a dor me impedia,ou talvez você não merecia escutar minha voz.—Olhou para cima ficando de apoio com as patas dianterias pegando uma fruta com a boca voltando a ficar a quatro patas no chão me estendendo com a boca a fruta.

—Fruta é essa?—Perguntei pegando a fruta escutando o mesmo disser que era cereja.—Parece gostoso...

—E é!Confie pode comer.—Empurrou a minha mão com o focinho então mordi sentindo aquele gosto doce.—E aí?Gostou?—Concordei com a cabeça fazendo o mesmo fazer o ato anterior pegando mais cerejas o que fez a árvore balançar e cair tudo na pelagem branca dele algumas deviam estar molhes pois sujaram.

—Meu Deus!Você está todo rosa!—Dei uma gargalhada ao ouvir ele rosnar e falar um palavrão enquanto balançava seus pelos não adiantando nada.—Não vai sair tão cedo,já estamos chegando em minha casa eu posso tentar tirar.

O mesmo bufou mais então respondeu:

—Tudo bem...porra' isso com certeza vai demorar para sair.—Começou a andar em passos pesados quebrando alguns galhos então comecei a seguir indo na frente quando parei ele parou também.

—Chegamos você pode esperar aqui?—Concordou com a cabeça—Vou buscar as coisas não demoro!

Destranquei a porta da varanda entrando em casa subindo as escadas rápido jogando a bolsa na cama e indo colocar outra roupa assim pegando os produtos logo descendo novamente pegando a escova.

Cheguei ao lado de fora vendo o mesmo tentando pegar uma borboleta com a boca até que ela pousou no focinho dele,ele logo sentou no chão com cuidado olhando para ela.

Peguei meu celular tirando uma foto dele.

—Vamos começar?—Ele virou para mim com cuidado se colocando de pé balançando a cabeça para cima fazendo a borboleta azul voar.

Me aproximei dele colocando as coisas no chão pegando a mangueira ligando começando a molhar a pelagem branca agora rosa.

—Caramba!Tá muito gelada.—Se afastou me fazendo rir assim puxar ele ou ao menos tentar tornando a molhar ele logo desligando a água pegando o shampoo começando a ensaboar o pelo fazendo com que as manchas saisem não completamente.

—Fique quieto!Se não,não vai sair.—Falei mais nada adiantou ele continuo se mexendo me fazendo ficar molhado e não conseguindo esfregar para sair as manchas.—Alfa...por favor pare quieto!

Ele olhou para mim ficando em modo de ataque balançando o rabo assim saiu correndo para o lago que tinha perto.

—Volta aqui!—Corri até ele.

Grande erro quando cheguei ele me puxou pela blusa fazendo eu entrar dentro do lago ficando ensopado.

—Não é só eu que tenho que tomar banho anjo.—Tinha deboche em sua voz assim ele começou a nadar pra lá e pra cá me levanto junto.

Demorou alguns segundos até eu conseguir puxar ele e começar a fazer o processo novamente assim tirando as manchas.

—Ufa...você da mais trabalho que um filhote.—Encarei ele que olhou para o fundo dos meus olhos começando a balançar seus pelos fazendo espirrar água em mim como estava tentando limpar meus olhos ele pulou em cima de mim começando a lamber minhas bochechas.

—Obrigado anjo por me banhar.—Lambeu minha boca duas vezes fazendo-me corar e apenas concordar com a cabeça.

—Você não falou teu nome,qual é? —Perguntei curioso.

—Me fale o seu.—Se deitou em cima de meu corpo continuando a lamber minha bochecha.

—Ah...Park Jimin.—Comecei a acariciar sua cabeça.

—Park Jimin...—Repetiu meu nome.—Me chame de Kookie.


Notas Finais


Espero que estejam gostando
Até a próxima att📖.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...