1. Spirit Fanfics >
  2. Doces mentiras >
  3. O que poderia dar de errado?

História Doces mentiras - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


É isso aí man
Boa leitura ^^

Capítulo 2 - O que poderia dar de errado?


Fanfic / Fanfiction Doces mentiras - Capítulo 2 - O que poderia dar de errado?

O ônibus parecia que iria desmontar a qualquer momento. A cada minuto, o veículo dava um tranco, fazendo Gideon quase bater a cabeça no teto e o obrigando a se segurar no assento cheio de chicletes mastigados e velhos. Ele se manteve firme enquanto tentava se animar, afinal, veria sua prima que não dava as caras a um tempo, mas estava meio impossível de se manter alegre nesse momento. Enquanto orava para que aquele pesadelo acabasse logo, o ônibus freou de maneira abrupta, o grisalho agradeceu por estar se segurando, se não teria batido bem feio no assento da frente. Mal esperou o motorista dizer que a parada era em Reverse Falls, até porque, ele era o único passageiro do ônibus, além disso, não conhecia outro lugar que tinha tantos pinheiros e o lugar de descida do ônibus dava numa estrada de terra abandonada, se bem que nunca tinha ido muito mais longe do que aquilo, porém preferia acreditar que esse lugar era único.

Desceu correndo as escadas e agradeceu o motorista, que deu partida em seguida, sujando seu boné de terra. Entretanto, não se abalou e continuou caminho para encontrar sua prima. O ponto de encontro era uma cabana, antiga morada dos Southeast, um investimento fracassado que acabou virando uma casa de férias, imitando aquelas chics, mas diferente dessas, a nossa tinha cheiro de peixe. Pensando pelo lado bom, é aconchegante.

Sai correndo animado, passando por diversas pessoas desconhecidas, tendo que pedir desculpas a cada segundo que esbarrava em alguém. Com o caminho gravado em sua mente, chega ao local desejado com mais rapidez do que havia pensado. Recuperando o fôlego, observa os arredores da fachada da casa, só que não encontrou nenhum sinal de Pacífica. Decidiu que iria esperar por ela sentado na escada, já que não tinha porque esperar em pé se estava cansado.

O pobre coitado mal acabou de sentar e foi atacado por uma galinha, em sua visão, assassina. Viu o animal voar tão rápido na sua cara que nem deu tempo de perceber que sua prima ria da sua cara, no momento só conseguia focar na galinha arranhando sua cara inteira.

_ Clucks, deixa o Gideon em paz -Dizia enquanto continuava a rir do primo, que estava com uma cara que iria explodir

_ Não pode mandar a galinha atacar os outros sua louca! -Gritava enquanto se lamentava mentalmente por tudo estar dando errado e o dia mal começou

_ Ela que pulou sozinha, acho que não era só eu que estava com saudades -Falou com um sorriso no rosto, logo depois dando um abraço sufocando Gideon, que o recebeu com carinho

Depois disso ele percebeu as roupas de Pacífica, usava o seu conhecido rabo de cabelo e roupas extremamente coloridas. Estava a mesma de sempre, ficou feliz por isso, não havia perdido tanto tempo assim.

_ Tá sorrindo que nem um bobo -Deu uns tapinhas fraco na cabeça dele em uma demonstração um pouco agressiva de carinho

_ Estou feliz por não ter perdido tanto tempo assim, você tá igualzinha! -Deu um outro sorriso e entrou na casa 

A prima saiu correndo e se pôs na frente do outro, levantando os braços o máximo que conseguia, o impedindo de avançar mais. 

_ Ei! Eu estou muito diferente, sou uma adolescente madura agora -Disse com uma cara de confiante e pondo as mãos em sua cintura, imitando um super-herói de desenho animado.

_ Eu sei, eu sei -Falou quase rindo da cara dela e para sua alegria, a mesma não percebeu 

Depois disso reinou um silêncio confortável. Calmamente levaram suas malas surradas até seus quartos e deitaram um pouco nas camas totalmente empoeiradas. O silêncio continuou até Pacífica finalmente falar.

_ Eu descobri que tem uma tenda misteriosa aqui na cidade, se corrermos ainda dá tempo de assistir um pouco -Ela disse se virando um pouquinho a cabeça para encarar Pines 

Não era novidade que seu primo gostava de mistérios e loucuras, mesmo sendo tímido e um pouco covarde agia como se pudesse acaba com todos os monstros com um só soco, adorava isso nele. Por isso quando descobriu essa tenda já pensou imediatamente nele, ver seu priminho feliz era sua prioridade no momento.

_ Sério? Vamos logo então, o que tem problema em se divertir um pouco? -Falou energético e já de pé

 


Notas Finais


Não ficou tão bom, mas tá aí


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...