História Doggy (Long-Imagine Jungkook - BTS) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Cachorro, Imagine, Jungkook, Liahspirit, Magia, Você
Visualizações 479
Palavras 2.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii Spirits! <3
Voltei para mais um capítulo! (Já era hora, né?)
Olha, eu acho que vocês vão surtar muito nesse capítulo, hein?
Então se preparem!

~~ Kisses!

Capítulo 8 - Rainy Night.


Fanfic / Fanfiction Doggy (Long-Imagine Jungkook - BTS) - Capítulo 8 - Rainy Night.

 

Capítulo 08 - Noite Chuvosa.

Durante alguns segundos, os três presentes na residência haviam ficado completamente estáticos por completo. Os maxilares de todos haviam travado de vez e por míseros segundos a garota teve a imensa vontade de gritar com Jungkook e o questionar do porquê ter feito sua gracianha logo naquele momento.

Por minutos intermináveis ambos ficaram em silêncio e Yoongi tentava de alguma forma raciocinar aquilo. Já havia piscado os olhos diversas vezes, encarou __________ e Jeon que mantinham uma cara desanimada.

— Por favor... — Indagou o de pele pálida, enquanto os dois ficaram com uma cara confusa e típica para aquela situação. — Por favor, me diz que eu estou dormindo... — Pediu, simplista. — É uma piada, não é?!

— Não, Yoongi-hyung. — A garota imediatamente puxou um pequeno conjunto de fios do cabelo do moreno, que resmungou, percebendo o olhar da mesma de reprovação.

— Olha, Yoon... é uma coisa meio... complicada. — Gesticulou com as mãos a morena.

— Cadê as câmeras? — Yoongi vasculhou o local com os olhos, enquanto a respiração da garota ficava cada vez mais descontrolada, e o coração batia á mil por hora. — É um sonho, não é?! — Deu um peteleco em sua própria nuca, e ela não aguentou mais.

— NÃO! Não é um sonho, não é brincadeira, é verdade! Jeon Jungkook é um cão! — Os olhos de Yoongi se esbugalharam pela segunda vez naquele dia.

— M-Mas c-como isso é possível? — Exclamou, com suas mãos trêmulas novamente.

— Yoongi, ainda não descobri totalmente como isso aconteceu, mas preciso que guarde isso em segredo, por favor. Jungkook depende disso. — Implorou ela sentindo os olhos marejando, enquanto o outro ainda estava processando tudo que acontecia.

— Mas o quê... — Ia protestar, porém ao encarar profundamente os olhos da mais nova, que revelava sua preocupação, ele apenas se deu por vencido de suas reclamações bobas e assentiu, tentando compreender um pouco de seu lado.

— Bom, é uma longa história... — Começou ela, sendo interrompida por Kook.

— Na verdade, não é longa.

— Bom, isso aconteceu por minha causa. — Iniciou ela.

-x-

As horas passaram rapidamente enquanto as diversas palavras saíam da boca de __________ relatando o ocorrido até aquele dia. Era a milésima vez em que as mãos de Yoongi continuaram á tremer e cansado daquilo, ele resolveu apenas concordar e deixar suas perguntas sem sentido para outra hora, não deixando de estar interessado no assunto.

Aquilo era inacreditável, um bracelete mágico que realizava desejos em pleno mundo real. E o melhor de tudo, é que ele podia realizar qualquer coisa. Pareciam até estar em algm tipo de filme ou fazerem parte de uma história de um livro. Cômico, não é? O mais velho até mesmo se questionou do porquê ela ter desejado uma coisa tão boba, porém conseguiu entender que mesmo sendo completamente diferentes, Jungkook e __________ tinham uma história e uma amizade muito valiosa.

— Que maneiro! — Exclamou quando a garota finalmente chegou ao fim de seu conto. Aquilo havia o deixado surpreso, de fato. __________ poderia realizar qualquer desejo. — Então, eu posso tentar?! — Tentou pegar o bracelete, observando a outra agarrar seu braço rapidamente.

— Yoongi, eu sei que parece emocionante e você quer testar e realizar seu desejo. Mas... eu... preciso do Jungkook... — Observou o outro ao seu lado. — É a primeira vez que consigo compreendê-lo e me divertir, o que não acontecia há anos. E se você realizar um desejo e acabar afetando o meu? — Yoon parou para pensar e mais uma vez, assentiu. Ele sabia o quão importante era poder compreender alguém que foi seu amigo por anos e lhe ajudou á passar por suas dificuldades. E além de tudo, o bracelete não era realmente seu naquele momento.

— Tudo bem. — Sorriu de lado, vendo a outra retribuir. — Te entendo.

— Obrigada, Yoonie. — Abraçou o garoto, que ficou um tanto surpreso, não sabendo como retribuir.

— __________, você vai ficar com ele pra sempre? — Aquela pergunta a deixou perplexa, fazendo-a se afastar.

— Eu não sei. Já pensei em levar para as autoridades mas... e se tirassem Kookie de mim? — Pegou na mão do mais novo, que apoiou sua cabeça em seu ombro. — Sei que pode ser egoísta, mas... isso foi o que eu sempre desejei por anos, e acredito que pode me ajudar nos meus problemas. Tendo um melhor amigo que me conheça bem, para eu poder me divertir e...

— Ei... ja entendi. — Riu baixo, fazendo-a parar de explicar e suspirar. — Mas, mais cedo ou mais tarde você vai ter que fazer alguma coisa.

— Eu sei, me deixe apenas... aproveitar, só um pouco. — Ele confirmou, indo pegar seu casaco que havia deixado para trás. — Yoon... — Se virou na direção que a voz da menina vinha, esperando ela falar o que queria consigo. — Promete não contar isso pra ninguém?

— Prometo. — deu seu sorriso gengival fazendo as bochechas da outra ruborizarem em questão de segundos. — Só vou fazer isso porquê te respeito e quero realizar um desejo mais tarde. — Brincou.

— E qual seria seu desejo? — Ela resolveu jogar o mesmo jogo, vendo o outro se aproximar e sussurrar em seu ouvido.

— Segredo. — Murmurou rindo da cara de tacho da outra, acenando para os dois presentes e se retirando da casa.

-x-

Após aquilo, _________ estava decidida que não poderia evitar mais. Jungkook realmente precisava de um banho.

Ah, e aquilo não seria fácil.

Jeon nunca observou ninguém tomar banho, não fazia ideia do quão diferente era e que teria que fazer por conta própria. Mas pelo menos de uma coisa ele estava ciente: de que aquilo deveria ser no banheiro.

Aquele banho foi uma longa história, tudo que precisam saber é que tudo acabou bem no final. Jungkook resmungava enquanto sua dona o ensinava os lugares qe deveria lavar e como lavar, o que nem preciso dizer que foi estranho, não é mesmo?

Por alguns segundos a vontade da garota era de cavar um buraco embaixo de si e se enfiar dentro. Nunca havia se sentido tão envergonhada em toda a sua vida. Mas ela sabia que tinha que parar de ser uma menininha frágil e nojenta e dar logo o banho em seu "menino-cão".

Jungkook por outro lado, achou aquilo muito estranho e novo. Uma coisa nova para um corpo novo. Porém, ele se divertiu. Ria das reações da menina ao mesmo tentar copiar os movimentos que ela fazia em seu próprio corpo como se estivesse se lavando. Aconteceram algumas guerrinhas de água provocadas pelo mais novo, mas posso lhe garantir que ninguém saiu "ferido" ou tendo alguma crise de risadas intermináveis.

Eles haviam terminado o divertido banho e logo depois, a garota deu uma toalha á Kook e deixou o mesmo se secando no cômodo, ouvindo o toque de seu celular vindo da sala.

— Alô? — Atendeu logo após ver o nome de sua mãe na tela.

Oi filha! — Exclamou a outra quase inaudível, pois haviam muitos sons de fundo que atrapalhavam sua voz de ser escutada. — Eu apenas te liguei para avisar que eu e seu pai não iremos dormir aí hoje á noite.

— Por quê, Omma? — Franziu o cenho a outra, fazendo uma careta ao ouvir um barulho alto do banheiro. — Kookie! — Disse aflita, observando Jungkook com a toalha enrolada na cintura e os cabelos com leves pingos de água escorrendo nas pontas, ah, para ela aquilo era uma visão extremamente linda.

De fato, uma das visões mais sexys que havia visto.

O quê houve filha? O Kookie está aprontando? — Perguntou a mais velha no outro lado da linha, fazendo-a ficar nervosa. — Se você quiser, eu posso ir pra casa e...

— N-Não Omma! Eu apenas o chamei porquê... — Ela olhou para o garoto, que mantinha um olhar temeroso. — Estamos brincando de pegar! — A frase saiu rapidamente de sua boca. — Não precisa se preocupar, apenas trabalhem. O Kookie vai me fazer companhia essa noite.

— Me perdoe por não ir para casa hoje, querida. Sei que recentemente passou por momentos um pouco... difíceis.

— Mãe, é o seu trabalho. Você está aí para isso. Não se preocupe comigo, eu vou ficar bem. Eu juro. — Reconfortou a outra enquanto sorria fraco.

— Ok. Não durma tarde pois amanhã você tem escola! — Alertou a mãe.

— Okay, pode deixar. Bom trabalho. Beijos! — Se despediram e ela logo desligou o celular, observando Jeon que a olhava esperando alguma reação. — Meus pais não vão dormir aqui hoje.

— MARATONA DO HOMEM DE FERRO! — Gritou o outro fazendo-a explodir em gargalhadas após o garoto correr em direção á TV, ligando-a com rapidez.

— Nananinanão! Vista suas roupas primeiro, Jungkook! — Ordenou risonha e o mesmo sorriu, correndo em direção ao seu quarto e vestindo-se rapidamente com uma calca folgada de moletom e uma blusa também folgada. — Vou fazer um lanche pra gente. — Foi em direção á cozinha ouvindo os gritos do mais novo por ausa de algumas cenas de ação, pois ele estava olhando um dos filmes originais.

Eles passaram o resto da tarde daquele jeito, comendo besteiras e vendo filmes. Ela reparava que Jeon a olhava de soslaio de vez em quando, o que a deixava nervosa. Tinha algo na sua cara? Uma coisa em seu cabelo?

Enfim, ela relevou. Logo a noite já era presente e alguns pingos de chuva caíram juntamente ao tempo fechado que estava lá fora. Após ela arrumar os materiais dela e de Kookie ambos fizeram suas higienes, Kookie retornou para sua forma animal e ambos foram para suas camas.

__________ ouvia o som dos relâmpagos violentos e clarões no céu, ela apenas tentou ignorar e fechou os olhos, depois de verificar Kookie que já dormia sereno.

"— JUNGKOOK! — O grito de __________ foi ouvido enquanto ela se via perdida procurando pelo menino-cão dentro de sua casa. — KOOKIE ME RESPONDE! — Esbravejou verificando os cômodos da casa, logo ouvindo um grito.

— NOONA! — Ela logo captou de onde vinha o enorme grito e foi em direção ao seu quarto, dando de cara com uma cena que a fez paralisar.

Uma mulher cuja face era deconhecida pela garota agarrava Jeon pelo pescoço de uma maneira não tão forte, os olhos do garoto de enchiam de água enquanto uma arma era apontada ao lado de sua cabeça.

— KOOK! — Ela imediatamente pôs ambas as mãos na boca, completamente aterrorizada enquanto o mais novo soluçava e se banhava em lágrimas. — SOLTA ELE! POR FAVOR! — Implorou, vendo a outra rir irônica e aproximar a revólver da cabeça de Jungkook. Por um momento _________ ficou mais desesperada e encarava a mulher loira, maquiada e de olhos puxados.

— Noona, o Kookie te ama. — Balbuciou com dificuldade, logo caindo no chão pela bala que atravessou sua cabeça, morto.

— NÃO!!!! — Ela caiu de joelhos observando o cadáver de Jeon pelo chão de seu quarto, derramando mais lágrimas ainda. — KOOKIE NÃO!

— Eu quero esse bracelete... — Ouviu um sussurro próximo ao seu ouvido e tudo ficou escuro repentinamente."

— KOOKIE! — Gritou a outra, acordando e logo sendo contaminada pelas lágrimas que vagavam pelo seu rosto, com os olhos vermelhos, inchados. Ela sabia que havia sido um pesadelo mas aquilo parecia tão real. A imagem de Jeon caído no chão com uma enorme poça de sangue á sua volta não saía de sua cabeça.

O cãozinho do outro lado do quarto, acordou assustado e ouvindo os choros da garota. Ele logo tratou de pegar o bracelete ao lado de sua caminha e encaixar em sua pata. Abriu o guard-roupa da garota e vestiu um dos pijamas que ela havia comprado para o mesmo, caso ele precisasse. Enquanto _________ chorava compulsivamente virada para o outro lado da cama.

— Noona? — O garoto exlamou um pouco baixo ja vestido, indo em direção á cama e se aconchegando ao lado de sua dona, abafado ao cobertor e a abraçando forte por trás. — Por quê está chorando?

— Jungkook... — A outra se virou, acariciando o rosto de Jeongguk e abraçando-o forte, voltando á chorar. — Me prometa que nunca vai me deixar, por favor. — Implorou, aos soluços, enquanto ele acariciava os fios de cabelo da mesma, tentando acalmá-la.

— É claro que prometo. — Ergueu o rosto de __________, limpando suas lágrimas com os polegares. — Nunca vou querer ficar longe de você. — Sorriu ladino, enquanto a outra fungava, ouvindo o estrondo de mais um trovão e um clarão no céu, abraçando-se ao mais novo. — Quer que eu durma aqui?

— Quero. — Apoiou sua cabeça na curvatura do pescoço do moreno, que ainda acariciava seus cabelos.

— Tudo bem, Noona. Eu estou aqui... — Sussurrou enquanto a mesma fechava os olhos lentamente, se acalmando aos poucos. E ali ela sentiu uma coisa que nunca ocorreu antes com ela. Era como se naquele momento, só existisse os dois na face da terra, e ela tinha que admitir, diante daquela situação ela só necessitava de uma pessoa, a que pudesse estar com ela ali, para sempre.

 

Jeon Jungkook era nada menos, do quê a chave para a sua vida.

 

Continua...


Notas Finais


Então?! Gostaram? Mereço flores? Tiros?
Eu só acho que esse sonho foi um sinal sabe... só acho hahaha!
Comentem aí suas opiniões e o quê acham que vai acontecer, isso me inspira á escrever mais pois sei que estão gostando!
É isso por hoje, um beijo da Liah, até!! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...