História Dois corações, um destino... - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Henrique & Juliano
Personagens Henrique, Juliano
Visualizações 141
Palavras 1.640
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu demoro, mas sempre volto...
Já preparem os corações pq daqui alguns capítulos os dramas vão começar, as tretas tb 😂

Capítulo 27 - Ela não me atende...


Fanfic / Fanfiction Dois corações, um destino... - Capítulo 27 - Ela não me atende...

—Como ela vai acreditar, se o filho da puta que filmou isso fez justamente nessa intenção, queria me queimar frente as câmera e conseguiu fazer pior, me queimou com a mulher da minha vida, com a minha esposa!

—Vamos embora!- falou meu irmão. —Já deu o que tinha que dar.- assenti derrotado e fui para o hotel.

Ao chegar no hotel, me tranquei no quarto, meu Deus, eu jamais trairia a minha esposa. As lágrimas caíam descontroladamente, meu coração doía, eu só queria estar perto dela, queria poder explicar o que aconteceu, ela precisava entender que aquele foi uma farsa, eu não beijei a mulher! Peguei o celular e liguei novamente, uma, duas, três... Nada! Ela não me atendia, caia na caixa postal. Me vi desesperado, desolado, eu me sentia injustiçado...

POV YASMIN

Desligo o telefone na hora, muitas eram as notificações que chegavam para mim. Todas com o bendito vídeo, meus olhos doíam só de ver aquela cena, foram menos de dez segundos mas o suficiente para eu reparar cada movimento. Eu não estava acreditando no que eu via, ela estava com a mão em sua coxa, ele não fez nada, não se moveu, ela ainda o beijou, foi rápido, mas beijou.

 A quanto tempo eles se conhecem? Será que é uma amante? Mas eu sempre fiz o que podia para estar ao lado do homem que eu amo, sempre lutei com unhas e dentes para ser a esposa que ele merece, eu sei que sou falha, que nem sempre consigo retribuir, mas, uma amante? É demais para mim! Eu sempre deixei claro que se ouvesse uma traição eu não o aceitaria mais, nunca pensei que ele fosse mesmo capaz de me trair, de me machucar dessa forma.

Será que foi um momento de raiva? Fraqueza? O que mais me dói é saber que eu confiei tanto, me doei... Não é possível que isso tenha acontecido devido o seu ciúmes, devido ao clipe com o Léo, agora eu entendia o porquê, todo esse ciúmes por medo de ser traído, de sentir o que eu estou sentindo agora. As lágrimas descem e eu não faço nem esforço para limpá-las, meu coração parece estar em caquinhos, meu estômago chega a embrulhar só de pensar em tudo o que aconteceu, eu só queria dormir, acabar com esse sofrimento, mas a toda vez que eu fechava os olhos a o vídeo vinha á minha cabeça. Meu celular não parava de tocar, Mohana, Marília, Maraísa, Maiara, Maria...

Até mesmo o Juliano ligou, Henrique ligava a todo tempo, eu não queria atender ninguém, não queria ouvir sobre esse assunto, não queria ter que desabafar, chorar, não queria que ninguém sentisse o que eu estava sentindo. Devastada. É assim que eu me sentia no momento, não me importei se os meus soluços incomodariam os vizinhos, muito menos se meu rosto iria amanhecer inchado, os olhos vermelhos. Não me importei, eu só deixei a dor amenizar, ou pelo menos pensei que se eu chorasse iria acontecer isso. Me despertei dos pensamentos quando a porta se abriu, vi a figura loira á minha frente.

—Vim o mais rápido possível!- Lore fechou a porta e correu até a cama.

—Você... Não precisava ter estragado sua noite!- falei.

—Não se preocupe com isso, depois me acerto com o Léo, aliás ele disse que me ligaria depois. Mas, de qualquer forma, o que me importa era saber se você estava bem. – ela disse me encarando. —Pelo visto, não!- disse me fazendo rir entre as lágrimas. —Homens a gente encontra em qualquer lugar, amiga não! Por isso vim correndo, minha prioridade é você!- ela sorriu e eu a abracei apertado, chorando enquanto ela me consolava. Só queria que esse pesadelo acabasse, que tudo isso não passasse de um engano, queria esquecer tudo mas era impossível!

(…)

POV HENRIQUE

Não consegui dormir, já perdi as contas de quantas garrafas eu já havia ingerido, em tantos anos eu nunca havia passado por isso. Tentei ligar para Yas o resto da noite, deixei mensagens, mandei áudios e nada. Ela simplesmente me ignorou e eu não a culpo, ela deve estar sofrendo e isso é o que mais me machuca, não consigo acreditar que nosso relacionamento tá chegando ao fim, ainda mais quando a culpa não é minha, eu não trai ela.

—HENRIQUEEEEEE!- Juliano berra e eu me levanto mas caio ao chão quando não consigo dar dois passos, eu estava realmente numa situação deplorável, não fico bêbado facilmente mas misturei algumas bebidas e isso com toda a certeza não me fez bem. Ele entrou no quarto e negou com a cabeça quando me viu. —Tá maluco, vei?

—Tô não, mas vou ficar!- falo embolado. —Nim, ela não quer me atender...

—Ela não está atendendo ninguém, Henrique!- ele disse me ajudando a ficar em pé, me levou até o banheiro e mexeu no chuveiro. Sua mão desceu para minha calça e eu o olhei incrédulo. —Cadê seu celular?

—Na cama!

—E sua carteira?

—Também...

—Ok!- foi o que ele disse após desabotoar minha calça e retirar ela.

—Qual foi, Nim, tá me estranhando? Eu sou casado, meu fi!

—Longe de mim querer você Henrique!- disse ele fazendo careta. —Eu tenho uma noiva e além do mais, olha bem para a minha cara e vê se eu tenho cara de quem curte incesto? Pelo amor de Deus!- me levou de cueca até o banheiro e ligou o chuveiro. —Cala a boca e entra debaixo desse chuveiro antes que eu meta a mão nessa sua fuça!

—Tá gelada, caralho!

—É para curar ressaca!- falou ele revirando os olhos. —Anda logo! Vou arrumar sua roupa e tu não muda a porra dessa temperatura...- assenti.


POV JULIANO

Ver o meu irmão naquele estado só me dava a certeza de que ele não havia beijado a mulher. Henrique é louco pela Yasmin, ele fica de quatro pela mulher que tem, sou totalmente testemunha disso, quando terminei com a Mohana, eu aproveitava todas que me davam mole, levava pro hotel e só despachava no dia seguinte, e quando Henrique brigava com Yas ele nem se quer olhava para outra. Eu ficava indignado quando via as mulheres com aqueles corpos esculturais se jogando em cima dele e ele nem se quer dava ideia, ele sempre foi fiel a sua namorada que agora é esposa...

Sei que Yasmin também é louca por ele, eles se encaixam perfeitamente. Ela confia nele, mas realmente, aquele vídeo põe a fidelidade dele em jogo, o ângulo escondia o que realmente aconteceu e sei que isso possa estar confundindo a cabeça dela, até eu ficaria louco se acontecesse isso com a Mohana... A equipe da Workshow está tentando ao máximo reverter essa repercussão, mas já viralizou, então fica difícil meu irmão de manifestar até que provem o contrário, tenho medo de que isso prejudique o meu irmão, tanto na vida profissional quanto na pessoal... As fãs estão indo a loucura, já estão procurando pela mulher e pelo que vi já encontraram, muitas já estão xingando ela de todos os nomes possíveis...

—Vem, Henrique!- entrego a toalha ao meu irmão e o ajudo a sair do banheiro, ele já estava melhor, o cheiro da bebida não era tão presente a não ser pelas garrafas jogadas ao chão.

—Ela não pode me deixar, Nim!- sussurrou deixando as lágrimas caírem. —Eu amo muito ela! – ele trocou a cueca molhada e em seguida vestiu uma seca. Pedi que ele esperasse enquanto eu ajeitava a cama e assim que terminei ele se sentou.

—Não bebe, Henrique. Se você beber é pior, você precisa estar sóbrio quando for conversar com ela.

—Ela não quer me ouvir, será que é o nosso fim?- disse ele quase sem voz e em seguida seus soluços ecoaram pelo local.

—Não pense pelo pior, irmão. Eu sei que você não ficou com ela, talvez eu tenha interpretado mal a situação mas eu tenho certeza da sua índole e sei que você não traiu ela. A verdade vai aparecer, não se preocupe!- falei o abraçando. —Toma esse remédio para a dor de cabeça! – o entreguei junto com a garrafinha de água e ele assentiu. —Dorme um pouco, vou mandar ajeitar o jatinho, se você quiser eu te levo até ela.

—Faria isso por mim?

—Com certeza, eu sei que vai te fazer bem e você precisa contar a ela o que realmente aconteceu, não esconda nenhum detalhe, nada.- pedi.

—Você tem razão!- sorriu. —Nim, pede o Emil para ligar para a Lore, se ele ligar ela vai atender, procure saber se a minha Yasmin está bem...

—Não se preocupe, vou procurar saber, agora descansa um pouco, você está muito mal!- ele assentiu. —Depois eu venho te chamar para comer alguma coisa e aí a gente vai, Ok?

—Ok!- saí da do quarto após ter a certeza de que não havia mais nenhuma bebida e que ele finalmente pegou no sono. Em seguida fui até o quarto do Emil e pedi que ele ligasse para a Lore. Ele colocou no viva voz e eu acompanhei a ligação.


Ligação on

—Alô!- disse Lore com a voz cansada.

—Oi Lore, bom dia! Desculpa incomodar, mas estamos preocupados com Yasminin, como ela está?- Emil perguntou.

—Ela dormiu faz uns quarenta minutos, passei a noite toda acordada ouvindo ela chorar. Coitada, ela realmente está muito machucada! Tive que dar um remédio para ela dormir.

—Eu imagino, Henrique também não está em boas condições!- suspirou. —Ele está mal!

—Ele não traiu ela, não é?

—Ele diz que não, mas é realmente difícil acreditar vendo aquele vídeo!

—Esse é o problema, cancelei o show de hoje, ela não está em condições de subir no palco!

—Vocês estão em Salvador ainda?

—Sim, vamos embora pela madrugada...

—Em qual hotel vocês estão?- ouvimos uma voz no fundo e percebemos que Yas havia acordado.

—Daqui a pouco te ligo!- avisou antes de encerrar a ligação.

Ligação off.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...