1. Spirit Fanfics >
  2. Dois Irmãos >
  3. O Jantar Parte 2

História Dois Irmãos - Capítulo 46


Escrita por:


Capítulo 46 - O Jantar Parte 2


-Christopher… -Digo após o nosso beijo.

-Desculpe Sophie, eu não devia, eu vou entender se você quiser ir embora.

-Não é isso. -Falo. -É que faz pouco que eu estava ficando com uma pessoa, e eu não sei se eu estou pronta para outra relação. 

-Sophie, calma, eu não estou te pedindo em casamento. -Brinca. -E não esquenta, pois eu só farei o que você quiser, e no seu tempo. Sempre.

Dou um leve sorriso e continuamos dançando. Sei lá, gostei da forma doce que ele estava me tratando, realmente Christopher parecia ser outra pessoa, só estava torcendo para essa mudança ser verdadeira, para que não fosse nenhum teatrinho dele, mas me parecia que era sincero, tomara que fosse.

Era cerca de 4h quando Chris e eu fomos embora. Ele havia pagado tudo pra mim, como um perfeito cavalheiro, e olha que não foi nada barato, todo nosso jantar deu mais de 3 mil reais, eu até quis ajudar, pois achei muito caro para ele pagar sozinho, mas Chris não deixou em hipótese alguma, até que achei bem bacana da parte dele, acho que ele realmente queria me mostrar um novo Christopher, e eu estava gostando de conhecê-lo.

-Muito obrigada por essa noite incrível. -Digo ao chegarmos em minha casa.

-Eu que agradeço pela ótima companhia. -Diz Christopher.

Dou um selinho nele, que se surpreende e entro em minha casa. Não sei porque eu havia beijado - o, foi mais forte que eu, não sei explicar o que aconteceu, só me deu vontade e eu o fiz.

Entro em casa e ao acender a luz da sala vejo meu pai sentado no sofá, isso me assusta um pouco, esperava que ele estivesse dormindo.

-Ai, pai, que susto! Quer me matar do coração?

-Não Sophie, você que quer me matar do coração, isso é horas de chegar?

-O senhor não me deu horário pra chegar.

-Como não? -Questiona papai. -Eu pedi pra você não chegar muito tarde.

-Mas pra mim isso não é tarde, o senhor devia ter sido mais específico. Bom, boa noite.

Tento sair de fininho, mas sou parada pelo meu pai.

-Como assim ´´boa noite´´? É a primeira vez que você sai para jantar com um garoto e você não vai me dizer nada de como foi?

-Ótimo. -Respondo. -Ele me levou para jantar em um restaurante super luxuoso e pagou tudo pra mim.

-Que bom! -Fala papai soando meio arrogante. -É assim que os garotos devem se portar. 

-Bom, e depois ficamos conversando, também dançamos um pouco, e então, viemos embora.

-Só isso?

-Só, ué. Bom, estou exausta, tô louca pra tirar esses sapatos, posso ir agora?

-Pode. -Me responde.

Vou para meu quarto, tiro meus sapatos e me jogo em minha cama, com um sorriso quase incontrolável. Eu não costumava sair à noite, e muito menos para jantar com um amigo, mas estava pensando seriamente em começar a fazer isso mais vezes, se papai deixar.

Troco minha roupa e deito para dormir, ou melhor, tento dormir, pois aquela noite incrível não saia da minha cabeça. Não conseguia esquecer o beijo que Christopher havia me dado, queria dizer que eu não gostei, que odiei o fato dele ter me beijado, mas isso não era verdade, infelizmente eu havia adorado.

Ao pegar no sono, acabo a noite toda sonhando com ele. Sonhei que estávamos juntos e muito apaixonados. 

Acordo meio assustada com o fato de ter sonhado com Christopher, não conseguia entender tudo o que eu estava sentindo.

Eu ainda pensava em Jake, e pensava bastante nele, porém infelizmente ele estava tão longe e eu não sabia quando ele retornaria e quando eu o veria novamente, já que Jacob não vinha quase para o Brasil.

E o Chris… Ah, ele estava me tratando tão bem, de um jeito tão fofo, estava contente em ser amiga dele.

Era cerca de 11h30 quando recebo uma mensagem de Christopher, que dizia ´´bom dia, princesa, que seu dia seja lindo e doce como você.´´, ai que iti malia! Mando dois emojis de carinha com os corações no lugar dos olhos. Segundos depois, ele me manda mais uma mensagem, que dizia ´´topa vir aqui em casa hoje à tarde?´´ Penso um pouco antes de responder, mas aceito, não tinha planos mesmo.

Almocei com papai, que estava meio quieto, parecia estar com a cabeça no mundo da lua.

-Está tudo bem? -Pergunto.

-Mais ou menos. -Responde. -Acrescentei um novo personagem no filme, e algumas cenas serão filmadas na casa dele, só que eu não tenho locação pra isso.

-Ué, por que não faz aqui em casa? -Pergunto. -Assim eu poderia ver as filmagens.

-Aqui? -Pergunta meio pensativo. -Até que pode ser. Obrigado pela dica, meu amor.

Papai saiu para trabalhar logo após o almoço. Eu terminei de me arrumar e depois fui para a casa do Christopher, como combinado.

-Oi. -Ele diz ao abrir a porta para mim.

-Oi. -Falo com um largo sorriso.

Chris estava muito gato, assim como na noite anterior, sei lá, ultimamente, ele estava sempre de cabelo com gel, camisa polo, super bem arrumado, não que isso me importasse, pois não me importava nada, mas essa mudança havia me surpreendido.

Chris me sorri. Fico olhando para ele com um imenso sorriso. Por que ultimamente ele estava tão fofinho assim? Ele nunca foi tão legal comigo antes.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...