História Dois lados - Capítulo 11


Postado
Categorias Bleach, Dragon Ball, Hunter x Hunter, Mortal Kombat, Naruto, Originais, Saint Seiya, The King of Fighters
Personagens Afrodite de Peixes, Aioros de Sagitário, Aizen Sousuke, Akamaru, Androide Nº 18, Andrômeda Negro, Angel, Anko Mitarashi, Asuma Sarutobi, Atena (Sasha), Athena Asamiya, Baraggan Louisenbairn, Bardock, Bazzard Black "Bazz-B", Benimaru Nikaido, Bi-Han (Noob Saibot), Bills, Billy Kane, Blue Mary, Bulma, Byakuya Kuchiki, Cell, Chichi, Choi Bounge, Chouji Akimichi, Choumei, Chris, Chrollo Lucilfer, Clark Still, Deidara, Ermac, Freeza, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Genryuusai Shigekuni Yamamoto, Gin Ichimaru, Gohan, Goku, Goku Black, Gon Freecss, Goro Daimon, Goten, Grimmjow Jaegerjaquez, Gyuuki, Hades, Hanabi Hyuuga, Hanatarou Yamada, Hanzo Hasashi (Scorpion), Hashirama Senju, Heidern, Hidan, Hinata Hyuuga, Hirako Shinji, Hiruzen Sarutobi, Hisoka, Hiyori, Hyoga de Cisne, Hypnos, Hyuuga Hiashi, Ichigo Kurosaki, Igniz, Ikkaku, Ikki de Fênix, Illumi Zoldyck, Indra Otsutsuki, Ino Yamanaka, Inojin Yamanaka, Iori Yagami, Isobu, Isshin Kurosaki, Itachi Uchiha, Izuru Kira, Jabu de Unicórnio, Jade, Jiraiya, Joe Higashi, Johnny Cage, K9999, Kabuto, Kaguya Ootsutsuki, Kakashi Hatake, Kakuzu, Kaname Tousen, Kankuro, Karin Kurosaki, Kenpachi Zaraki, Kensei Muguruma, Kiba Inuzuka, Kiki de Áries, Killer Bee, Killua Zoldyck, Kim Kaphwan, Kisame Hoshigaki, Kitana, Kokuou, Kon, Konan, Kula Diamond, Kurama (Kyuubi), Kurapika, Kurenai Yuuhi, Kuririn, Kusanagi, Kushina Uzumaki, Kyo Kusanagi, Leona Heidern, Leorio Paradinight, Liu Kang, Madara Uchiha, Maha Zoldyck, Mai Shiranui, Maito Gai, Majin Boo, Major Jackson "Jax" Briggs, Makoto Mizoguchi, Manda, Mascára da Morte de Câncer, Mashiro Kuna, Matatabi, Mature, Maxima, May Lee Jinjyu, Mayuri, Mei, Mestre Kame, Mestre Karin, Mikoto Uchiha, Mileena, Minato "Yondaime" Namikaze, Mr. Satan, Mu de Áries, Nagato, Nanao Ise, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Nelliel Tu Odelschwanck, Nemu Kurotsuchi (Nemuri Nanagou), Nnoitra Gilga, Obito Uchiha (Tobi), Oolong, Orihime Inoue, Orochi, Orochimaru, Pain, Personagens Originais, Piccolo, Poseidon, Raiden, Ralf Jones, Ramon, Rangiku Matsumoto, Renji Abarai, Retsu Unohana, Richard Meyer, Rikudou Sennin, Rin Tsubokura, Robert Garcia, Rock Lee, Rugal Bernstein, Rukia Kuchiki, Ryo Sakazaki, Ryuji Yamazaki, Sado Yasutora, Saga de Gêmeos, Sai, Saisyu Kusanagi, Sajin Komamura, Sakura Haruno, Saori Kido (Athena), Sasori, Sasuke Uchiha, Seiya de Pégaso, Senhor Kaioh (Kaioh do Norte), Shaka de Virgem, Shenlong, Shermie, Shihouin Yoruichi, Shikamaru Nara, Shingo Yabuki, Shino Aburame, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shisui Uchiha, Shukaku, Shun de Andrômeda, Shun de Virgem, Shunrei, Shunsui Kyouraku, Shuuhei Hisagi, Sie Kenson, Sindel, Soi Fong "Soifon", Son Gokuu, Sonya Blade, Szayelaporro Granz, Takuma Sakazaki, Tanya, Tatsuki Arisawa, Temari, TenTen Mitsashi, Terry Borgard (Wild Wolf), Thanatos, Tier Harribel, Tobirama Senju, Tomas Vrbada "Smoke", Toushirou Hitsugaya, Trunks, Tsunade Senju, Ukitake, Ulquiorra Schiffer, Urahara Kisuke, Uryuu Ishida, Vados, Vanessa, Vegeta, Videl, Whis, Yahiko, Yajirobi, Yamato, Yamcha, Yashiro, Yashiro Nanakase, Yondaime Kazekage, Yumichika, Yuri Sakazaki, Yuzu Kurosaki, Zangetsu, Zero, Zetsu
Tags Bleach, Dragon Ball, Hunter Vs Hunter, Kof, Mortal Kombat, Naruto, Sant Seya
Visualizações 21
Palavras 10.454
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Fala ai galera, aqui é o HashiramaMaster com mais um capitulo dessa fanfic louca, espero que gostem, tenham uma boa leitura e até as notas finais.

Capítulo 11 - A reunião


TOKYO JAPÃO

- Incrível como esses caras são fortes! - Disse Naruto que olhava Vegeta e Goku voando e se golpeando velozmente.

- É verdade, esses caras não são guerreiros comuns, eles são incrivelmente fortes! - Disse Minato tão impressionado quanto o filho.

- E ai, vocês querem treinar com a gente? - Goku parou de atacar a Vegeta e questionou aos dois loiros e acabou tomando um soco de Vegeta e fez uma cratera ao cair no chão.

- Kakaroto seu verme, foco no treino! - Vociferou Vegeta com um sorriso demoníaco.

- Aiai, minha cabeça! Ei Vegeta, essa não valeu, eu tava distraído.

- Vocês são incrivelmente poderosos, parece que nem se eu e Naruto lutássemos juntos contra um de vocês, não conseguiríamos vencer! - Minato disse com um sorriso sem graça.

- Isso não é verdade Minato! - Disse Kyoto que chegava por trás do grupo. - O Son Goku e o Senhor Vegeta, estão praticamente em seus ápices, vocês ainda não; por isso precisam treinar duro pra conseguirem chegar nos seus! - Kyoto disse sério e após isso ajeitou seus óculos.

- É SÉRIO DETEBAYO?! - Naruto exclamou feliz.

- É sim Naruto, agora por favor seja menos escandaloso! - Pediu Kyoto. - Minato, por favor, reuna todos os seus amigos e Son Goku, chame Piccolo e o Gohan, há alguém importante -pra você Naruto, vindo pra cá!

- "Sasuke!" - Naruto pensou com seus pelos arrepiados.

Todos estavam reunidos no grande salão imponente de Kyoto, o mesmo estava sentado em uma poltrona de estofado preto e os Shinobis e guerreiros estavam sentados nos sofás enormes espalhados pela grande sala. 

- Entre por favor Senhorita Xau! - Kyoto pediu com educação. As portas se abriram lentamente como em câmera lenta e Kakashi, Naruto e Sakura tiveram uma baita surpresa.

 

NO RIO DE JANEIRO

- Alô filho! 

- Alô mãe; o que houve pra você me ligar essa hora? - Rangel questionou intrigado. A mulher do outro lado da linha respirou fundo, segurando as lágrimas.

- Seu irmão Mário....

- O que tem o Mário mãe, diga logo! - Rangel pediu, pois estava preocupado.

- Ele foi sequestrado! - Disse a mulher de cabelos ruivos e olhos verdes .

- MERDA! - Rangel gritou desesperado.

- Calma meu filho! - Ela pediu sentindo a tensão do filho.

- Onde ele tava? 

- Em São Paulo, na casa do seu tio Valdecir.

- Não se preocupe mãe, eu juro pela minha vida que eu vou acha-lo! - Disse Rangel determinado.

- Não meu filho, dessa vez estamos lidando com algo sobrenatural, não foram pessoas comuns que capturaram ele, e sim espécies de ninjas com poderes misticos!

- "Então, estão tentando me afetar!" - Pensou Rangel com a cabeça a mil. 

- Uma garota que ele conheceu tinha uma espécie de poder estranho, ela se transforma em fera! - Disse a mãe de Rangel.

- Mãe, eu também não sou.....

- O que foi?

- Deixa pra lá, mas não se preocupe, eu vou resgatar o Mário! Vai ficar tudo bem, tenho que desligar; beijos!

- Beijos!

 

- Merda! O que eu farei?! - Exclamou Rangel ao nada. Ele ouviu batidas na porta. - Pode entrar!

- Parece que está com o equilíbrio alterado, Rangel! - Disse Thales sério. A luz acendeu com as palmas batidas pelo próprio, enquanto Rangel se recostou no espelho da cama.

- Acabei de saber que meu irmão foi sequestrado por caras com poderes sobrenaturais! - Rangel disse quase chorando e com um olhar raivoso.

- É, então é por isso que a Torre de Vigilância quer reunir os sete Guardiões novamente! - Disse Thales sentando numa cadeira de madeira pintada de amarelo. - Sabe Rangel, eu sei como está se sentindo, mas eu vou lhe pedir um favor, não se envolva agora, eu prometo que nós, os guardiões iremos achar seu irmão, caso você se envolva, pode ser proveitoso para Themus por os planos daquele maldito a quem ele serve em ação máxima; entende?

- Na verdade não, eu e .....

- Eles não estão aqui, eu os mandei fazer uma pequena missão de se divertirem um pouco com as namoradas, esposas ou sei lá o que, eles estejam se relacionando.

- MAS VOCÊ NÃO PODE DEIXAR EU DE FORA DISSO, E SE ELE MORRER; - Rangel exclamou com desespero. - eu nunca vou me perdoar!

- Quem disse que ele vai morrer; você realmente não conhece os sete guardiões, eu te levarei para o local, mas você tem que prometer que não se envolverá em qualquer tipo de batalha!

- Certo! Eu aceito!

 

 

LISBOA PORTUGAL

- KILUA! - Um garoto de cabelo preto espetado, gritava pelo nome de um amigo. Ele tem olhos castanhos, ele tem pele parda, usa uma jaqueta verde de gola vermelha, há uma linha vermelha no meio dela, por baixo há uma blusa também verde. Usa uma bermuda verde e uma bota verde estilosa que tem seu bico pintado de preto. Ele carrega uma espécie de vara de pescar.

- Calma Gon! - Disse um rapaz jovem, tinha a aparência um tanto culta. Sua pele é parda. Ele usa óculos com lentes redondas e pequenas um tanto escuras, seu cabelo é semelhante ao de Gon, mas um pouco mais curto. Ele usa paletó preto junto de uma calça da mesma cor, usa uma blusa branca por baixo do paletó e uma gravata verde, seus olhos são esverdeados. Ele carrega uma mala marrom nas costas. Usa sapatos pretos. - Não precisa gritar tanto assim!

- Dessa vez eu tenho que concordar com o Leório, Gon, vamos com calma! - Disse um rapaz de cabelo loiro liso, com várias pontas cobrindo sua testa. Sua pele é parda. Ele usa um colete azul de grande porte, o mesmo cobre parte das pernas e fica semelhante a uma saia. O colete é pintado de laranja, há um quadrado desenhado no meio dele. Seus olhos são castanhos, ele veste uma roupa azul clara por baixo do colete, na parte do pulso a cor azul fica bem mais intensa, assim também é no calcanhar, há uma espada que repousa em suas costas e correntes amarradas. Ele usa algo semelhante há uma sapatilha.

- Mas Kurapyka, Leório, nós estávamos todos juntos quando aquela esfera transparente nos puxou, porque ele não está conosco? - Gon questionou com um olhar triste.

- Você sabe como aquele idiota é brincalhão, daqui a pouco ele deve aparecer, vamos procurar em  silêncio e curtir a vista, afinal aqui é muito bonito! - Disse Leório ajeitando os óculos. O local ao qual estava era uma área de campo da bela Lisboa, haviam árvores e belos rios.

- Ei quem é idiota aqui em? - Um garoto de pele branca apareceu do nada em uma árvore na altura da cabeça de Leório, ele tem cabelo branco desgrenhado, bem bagunçados, a cor do cabelo é branco, ele tem olhos azuis, usa um casaco preto e uma calça da mesma cor e uma sandália preta com bastante abertura.

- Olha só, isso não me surpreende! - Disse Leório com os olhos pra baixo.

- Ah cala a boca seu quatro olhos! - Killua disse pulando com um salto da árvore. - Ei Gon, porque está com essa cara emburrada? - Killua questionou ao olhar para o amigo.

- Não acredito Killua, eu estava preocupado de verdade com você, e você estava zoando a gente, o Leório estava certo! - Disse Gon que se mostrou desapontado.

- Acontece que eu não fiz nenhuma brincadeira, eu acabei ficando longe de vocês, mas acabei sentindo suas presenças e resolvi segui-los! - Kiluua disse sério.

- Entendo, isso pra mim é bem plausível! - Disse Kurapyka com os braços cruzados e os olhos fechados.

- Mas.... eu tenho uma boa noticia oh esquentadinho! - Kiluua disse olhando para Leório que revirou os olhos. - Há um lugar escondido de luta livre, dizem que só os lutadores mais fortes de uma tal "Europa", talvez seja divertido!

- E vale quanto dinheiro? - Leório questionou com os olhos brilhando.

- Há idiotas nesse mundo que só pensam em dinheiro! - Disse Killua balançando a cabeça.

- Mas em que mais eu posso pensar, minhas bolsas de estudo não serão pagas sozinhas! - Vociferou Leório, levantando a pasta e fechando os punhos.

- Ei Leório, mas como você vai pagar pela bolsa se você não está no mundo que faz seu curso? - Kurapyka disse friamente, mas com uma pintada de sarcasmo.

- E você não disse que tinha ganhado uma bolsa de cem por cento? - Gon questionou desconfiado.

- Cala boca Gon; tá me complicando assim! - Disse Leório vermelho e mexendo com a palma da mão por trás do cabelo. 

- Quando temos que ir? - Kurapyka interrogou.

- Daqui há trinta minutos, temos que nos apressar,  ainda temos tempo de nos inscrever! - Killua girou velozmente nos calcanhares e sumiu como um raio, e assim foi seguido pelos outros três.

O percurso ia seguindo bem, até que Killua que estava a frente tropeçou em algo e bateu de cara no chão, Leório, Kurapyka e Gon perceberam e pularam antes que tropeçassem na armadilha que era uma corda de aço.

- Que merda é essa?! - Exclamou Killua.

- Ai estão vocês, estava a lhes esperar! - Disse um homem com o sotaque europeu. - Pensei que vocês seriam capazes de sair dessa armadilha! - Disse um rapaz de cabelo ruivo, curto penteado pro lado direito, seus olhos são verdes, ele usa uma blusa verde por baixo de um jaleco branco com desenhos de retângulos de cor laranja. Usa uma calça azul feita de ceda. Usa um sapato de couro marrom com uma corrente presa na parte de cima dele.

- Quem é você? - Leório questionou já em posição de luta.

- Meu nome é Luis Figo, sou um guardião desta terra, e protejo metade da Europa! - Disse o ruivo com um sorriso divertido.

- DO QUE ESTÁ RINDO IDIOTA?! - Leório gritou irritado.

- Desculpem, é que achei isso patético, vocês ainda estão muito fracos, pelo menos sabem usar o Nen? - Luis questionou ainda mantendo o sorriso que irritou a Leório.

- OLHA AQUI SEU....

- Calma Leório, deixa que eu respondo por nós, tudo bem? - Kurapyka tratou de acalmar o amigo.

- Certo então! - Disse Leório revirando os olhos.

- Nós sabemos usar sim, mas confesso que ainda temos muito a aprender; você sabe usar Nen? - Kurapyka perguntou.

- Talvez! - Luis disse com um sorriso despreocupado. Isso irritou de novo a Leório.

- COMO É QUE É?! VOCÊ TÁ BRINCANDO COM A GENTE?! - Leório iria pra cima com tudo do rapaz que parecia ter por voltas dos vinte anos. Os seus amigos o pararam o segurando

- Se vocês querem aprender mais e lutar por um bem maior, venham comigo; se não continuem com essas idéias inúteis de enriquecer e de lutar por diversão!

- Nós iremos! - Disse Gon, enquanto Kurapyka tentava amordaçar a Leório.

- Então me acompanhem, vamos para um lugar chamado Ilha da Madeira, um lugar sofrido que vai ensinar muitas coisas! - Ao dizer isso todos sentiram como se o vento os levasse, pois foram teleportados.

 

NO JAPÃO

- Teme? - Naruto sussurrou.

- E então Naruto, conseguiu ficar mais forte? - Sasuke perguntou olhando sério.

- Claro que sim Detabayo! - Naruto disse se levantando do sofá e pôs a mão no peito.

- Então eu quero ver o quão está forte! - Disse Sasuke, Xau pôs a mão no peito do moreno que foi impedido de ir até Naruto.

- Nessa sala é estreitamente proibido de haver lutas! - Disse Xau, Sasuke apenas abaixou a cabeça, acatando o que a mulher disse.

Sakura lentamente andou até o Uchiha, de um jeito bem tímido, o que deixou Sasuke bem irritado com aquela forma a qual a rosada agia ao está perto dele.

- Sakura! - Sasuke disse a olhando sério.

- Sasuke Kun! - Sakura disse corada e atônita ao mesmo tempo.

- Você continua com o mesmo jeito irritante de antes! - Sasuke disse de um jeito indiferente. Sakura iria chorar, mas sentiu uma mão em seu ombro.

- Você não conhece essa Sakura Sasuke, ela é muito diferente daquela garotinha que você protegia antes! - Disse Kakashi com uma postura firme.

- Entendo, mas ela ainda está longe de chegar no nível daqueles que eu prefiro que estejam na batalha ao meu lado! - Sasuke disse friamente. Ele deu as costas e ouviu a voz do melhor amigo lhe chamando.

- TEME! - Naruto disse mostrando certa irritação.

- O que foi? - Ele questionou sem olhar pra trás.

- Você ainda não aprendeu nada não é? - Naruto disse com os punhos fechados.

- Como assim? - Sasuke dessa vez girou nos calcanhares e mostrou seu incrível e poderoso Mangekyo Sharingan.

- Não é disso que estou falando seu bosta; ah quer saber deixa pra lá! - Naruto disse fechando a cara. assim como Sasuke, os dois viraram o rosto em sinal de aversão.

- Se já terminaram, eu quero apresentar uma amiga minha a todos vocês! - Kyoto disse estalando o pescoço. - Essa é Yunogono Xau! - Disse Kyoto com um sorriso de admiração pela morena.

- Ela é uma guardiã? - Hinata questionou interessada.

- Bem, ela não é bem uma guardiã, na verdade existem apenas sete guardiões, ela está acima de um guardião. Há um lugar chamado "Torre de Vigilância" ao qual pessoas chamadas de "Ungidas" ficam, ela é uma delas, só que ela é uma das poucas que tem permissão pra poder fazer missões como as que os Guardiões podem fazer! - Explicou Kyoto.

- É verdade, eu na verdade estou aqui pra fazer uma convocação, a torre quer que todos os Guardiões se reúnam no Brooklyn. - Ela disse séria. 

- Certo, todos os guardiões já foram avisados? - Kyoto questionou.

- Sim, se você quiser, pode levar cinco deles! - Disse Xau, alguns ficaram animados como Lee, outros perplexos como Hiashi.

- Eu vou levar o Naruto, o Sasuke, o Goku, a Sakura e o Vegeta! - Disse Kyoto com um sorriso debochado.

- Não acredito que vou ter que ir com o verme do Kakaroto.

- Ah você também gostou da ideia,não é Vegeta? - Goku disse com seu jeito divertido de sempre.

- CALE ESSA BOCA SEU IDIOTA, COMO PODERIA GOSTAR DE UMA IDEIA TÃO IDIOTA?! Sem ofenças Kyoto! - Disse Vegeta se desculpando.

- Não, está tudo bem, vamos, precisamos nos preparar pra ir a reunião! - Disse Kyoto tranquilamente.

 

ENQUANTO ISSO NOS EMIRADOS ÁRABES

- Então você vai tentar mata-lo? - Questionou o homem a qual dava ordens a Themus.

- Não senhor, meu Mestre! - Disse um homem que usa uma máscara prateada que cobre todo o seu rosto, a máscara tem um sorriso macabro. Seu cabelo é bagunçado de cor castanho escuro. Ele é bem alto e parece ser muito magro. Ele usa uma roupa de monge marrom, não usava o capuz usava o capuz e calçava sandálias pretas.

- Ter você como aliado foi ótimo! - Disse o líder girando nos calcanhares.

- Quando poderei saber seu nome, Mestre? - Questionou o mascarado.

- Quando chegar a hora! - Disse simplesmente e assim sumiu.

- Entendo!

 

ALGUMAS HORAS DEPOIS EM JERUSALÉM ISRAEL

Um homem com traços orientais, estava observando sozinho um templo muito bonito e enorme. Ele estava sem blusa, sua pele é parda, seu cabelo é liso e vai até sua nuca, há uma fita vermelha amarrada na sua testa. Seus olhos são negros, usa calça preta com uma tira vermelha que segurava a mesma, usa um bracelete prata, uma bota preta que pega de sua panturrilha. Seu olhar era confuso e mostrava-se inseguro e preocupado com uma coisa.

- O que foi Liu Kang? - Uma mulher de bela aparência apareceu por trás de si e o interrogou. Ela era um pouco mais baixa que Liu Kang, tem a pele branca. Seus olhos azuis, seu cabelo é longo e ondulado ela veste uma espécie de colete azul feminino com um decote, usa um tecido azul na cintura longo que chegaram com suas canelas que escondiam a parte da frente. Na parte de trás dava pra ver com mais clareza suas belas curvas perfeitas.. Ela usa uma bota sensual que pega suas coxas. Usa luvas que se fundem a um protetor de braços que não cobriam os ombros. Em sua cintura há dois leques repousados.

- Como nós viemos parar aqui? - Liu Kang questionou de forma retórica.

- Será que foi o Shao Kahn? - Ela formulou como se estivesse afirmando.

- Não, nem Shang Tsung ou qualquer outro inimigo teria poder pra isso, Kitana! - Disse Liu Kang sério.

De repente os dois ouviram uma grande explosão e um grito foi ouvido do local.

- O que foi isso? - Kitana questionou e correu pra próximo da fumaça. Ao chegar perto eles reconheceram duas figuras conhecidas.

- Jax! Sônia! - Disse Liu Kang que logo correu até os conhecidos junto de Kitana.

Jax é um homem de pele negra, é alto muito forte fisicamente, seus dois braços estão escondidos por braços que pareciam ser robóticos. Ele tem cabelo raspado, seus olhos são castanhos. Usa uma calça vermelha e uma bota prateada. Seu cinto parece ter alguns utensílios para o mesmo usar em batalha.

Sônia é uma bela mulher de pele parda, seu cabelo é loiro amarrado num rabo de cavalo, ela tem uma tira de pano preto amarrado na testa, seus olhos são verdes. Ela usa uma roupa de academia. Uma blusa que deixava seu abdômen a mostra e cobria uma pequena parte de seu pescoço, tem três cores, branca, verde e preta, usa uma calça legging da mesma cor que a blusa, aonde o verde é mais chamativo que as outras cores. Usa tênis esporte branco e em seus braços há um protetor preto um pouco abaixo do ombro. Ela usa luvas padrão de treinamento preta, e um cinto com várias pedras redondas de cor negra.

- Kitana! Liu Kang! - Sônia disse o nome dos amigos, mesmo em meio a fumaça.

- O que atacou vocês? - Liu Kang questionou preocupado.

- Foi um cara muito esquisito de mascara prateada, o cara parecia ser um demônio, pior do que o Shao Kahn! - Disse Jax sendo ajudado a se levantar por Liu Kang. 

- Eu vou procurar esse cara agora! - Liu Kang se prontificou, mas foi contido por Jax!

- Mano, se eu fosse você, eu não iria, esse cara é um lunático, ele estala os dedos e o local onde você está explode! - Disse Jax com os olhos arregalados.

- Não se preocupem, ele já foi embora! - Com a fumaça quase toda extinguida, eles ouviram a voz grossa e viram a sombra de uma silhueta.

- Quem é você? - Kitana questionou já ´pegando seu leques que são usadas como armas.

- Rum, acho que isso não é preciso! - Disse o homem que finalmente foi visto pelos amigos de forma integra. - Eu sou Isaac Brofloviski, sou um dos sete guardiões do planeta terra, e estou ao dispor de vocês sendo o servo que lhes mostrará o caminho que devem seguir aqui e depois disso o caminho de casa de todos vocês! - Disse o guardião que era bem alto, seu cabelo era penteado para o lado direito, ele veste uma túnica branca com um tecido azul que desce cobrindo seu trapézio e peito. Ele usa uma sandália no estilo do local de cor marrom. A sandália tinha três amarras na parte de cima, seus dedos ficam a mostra. Em seus dedos das mãos há vários anéis com pedras de brilhantes e diamantes muito bonitos.

- Eu não entendo, você tem a altura do cara que nos atacou! - Disse Jax desconfiado.

- Não me compare com um merda daquele, por favor! - Disse Isaac com um olhar de raiva.

- Ah, foi mal! - Disse Jax abaixando a cabeça.

- Eu estou disposto a mostrar a vocês um objetivo de salvar milhões de vidas nessa terra! - Disse Isaac.

- Eu acho que você não é forte o bastante pra poder nos ensinar alguma coisa! - Disse Jax sorrindo divertido. 

- Quer provar? - Isaac desafiou. 

Jax partiu pra cima do Guardião que se manteve parado e deu um sorriso, uma barreira de fogo parou na frente do homem e Jax teve que recuar bruscamente pra não bater de frente com a barreira. 

- Mas que po.... - Jax ia dizendo, quando cuspiu uma grande quantidade de sangue ao receber um soco muito forte de Isaac que apareceu na frente dele como um frash e o fez ficar encurvado.

- Eu sou o caminho pra vocês, então não me desa... Humm? - Ele girou nos calcanhares e desviou de duas esferas de fogo que iriam pegar no seu tornozelo. - Então você também quer a prova.

- Eu também quero! - Disse Sônia que uniu os punhos. - TOMA ESSA! - Uma energia amarela em forma de anéis unidos foi na direção de Isaac que sumiu e novamente como um frash golpeou tanto Liu Kang quanto Sônia, um chute na costela de Liu Kang que ficou desconcertado e com uma dor terrível e Sônia recebeu um gancho e ao cair ficou sem reação alguma perante ao Guardião.

- O que você é? - Kitana que não se envolveu na batalha.

- Eu já disse, eu sou o caminho de vocês para voltarem pra casa, o mundo precisa da ajuda de vocês para deter o mal que a atinge e vocês precisam de mim para guia-los. Assim todos ganharão! - Disse Isaac com um sorriso.

- Engraçado, quando você disse "ganharão", pareceu que você realmente vai ganhar algo muito valioso! - Disse Kitana séria, querendo arrancar uma resposta de Isaac.

- Não tente julgar ou até mesmo questionar um homem que é guiado por Deus, isso é um pecado grave que se procedido muitas vezes pode levar a morte! - Isaac disse como uma ameaça. Kitana engoliu em seco.

- Me desculpe! Eu não queria ofender! - Disse Kitana fazendo uma breve reverência.

- Não precisa fazer isso pra mim, faça pra Deus! - Isaac pegou o corpo de Jax e Sônia e os pôs nos ombros.

- EI! EI! ME LARGA MEU IRMÃO! - Gritou Jax com raiva.

- Tudo bem! - Isaac o largou e Jax caiu feio no chão.

- AHHHHH! MERDA! - Jax gritou de dor.

- Eu acho que esqueci de mencionar que quando golpeio alguém caso pegue em algum ponto vital,  o ser fica desprovido de se mexer, mas parece que você não quer ajuda pra se locomover, não é mesmo? - Ele disse com um sorriso sarcástico.

- Merda! - Disse Jax que tentava se mexer e não conseguia.

- Isso é uma perda de tempo, Junior! - Isaac disse e um rapaz de pele parda, de altura mediana e um pouco acima do peso surgiu ajoelhado.

- Sim Mestre Isaac! - Disse o garoto. Ele usava óculos, seus olhos são verdes, seu cabelo é ondulado, ele veste algo semelhante a Isaac só que as cores do tecido são azul e roxo e ao invés de anéis, o mesmo tinha um cordão de ouro muito grosso com uma pedra escarlate que chegava a cegar aquele que insistisse em olhar pro objeto.

- Carregue este homem, nós vamos para o templo.

- Mas Senhor, porque não usa o teletrans.....

- Cale-se seu tolo! Nós iremos andar pelo solo sagrado, entendeu?! - Advertiu Issac, Junior apenas balançou imediatamente a cabeça afirmando. Kitana pegou o corpo de Liu Kang que havia desmaiado após o ataque do Guardião.

- Ei você não vai me levar.... - Antes que Jax completasse a frase, ele recebeu um golpe na nuca e desmaiou.

- Me desculpe por isso Senhor! - Disse Junior, porém Jax já não podia escutar, já que o mesmo estava inconsciente.

Assim todos eles começaram a caminhada até o local dito por Isaac.

 

NA ÁFRICA DO SUL

- Descansar! - Essa foi uma ordem dada por Zomae, Ichigo e todos os seus amigos pararam, estavam muito suados e cansados, até mesmo Orihime treinou exaustivamente. - Muito bem, eu tenho uma noticia um tanto desagradável pra dar! - Todos o olharam apreensivos para o homem que mantinha seus olhos fechados. - Parece que o ataque dos malditos comandados por Themus e o mestre dele começou e o irmão do "Escolhido" foi raptado. Sendo assim, eu e os outros guardiões fomos chamados para uma reunião na "Casa Sagrada" na América e eu posso levar alguns de vocês! - Disse ele finalmente abrindo os olhos de cor áurea.

- E quem vai ir? - Urahara questionou abanando seu leque.

- Vamos ver! - Zomae olhou para cada um dos amigos de Ichigo e para o próximo. - Bem, Ichigo, Rukia, Chad, Uryu e .....Orihime! - Disse Zomae.

- Que critério você usou para escolher? - Yoruichi questionou interessada.

- Nenhum, eu apenas escolhi aleatoriamente.

- Ah sim! - Disse Yoruichi movimentando a cabeça positivamente.

- Se preparem aqueles que foram chamados, nós partiremos em três horas! - Disse Zomae girando nos calcanhares.

 

 

EM TATUÍ SP BRASIL

- Então foi você que estava com o Mário quando ele foi capturado? - Felipe questionou ao olhar a menina de cabelo loiro e olhos azuis; ela pôs a mão no cabelo e o retirou, revelando ser uma peruca, seu verdadeiro cabelo é branco e curto.

- Sim, fui eu porquê? - Ela respondeu e logo interrogou.

- O irmão dele é nosso é amigo! - Disse Elias sério.

- Então vocês conhecem o escolhido? - Ela questionou intrigada.

- Sim, mas como você sabe que o Lico é o escolhido? - Wendel questionou.

- Pera aí Lico? Acho que não estamos falando da mesma pessoa. - Lissana disse com um olhar cômico.

- O nome dele é Rangel, é que nós chamamos ele assim, desde quando a gente era pequeno! - Douglas disse um pouco envergonhado.

- Hahahaha! - A branca soltou uma gargalhada que deixou Douglas bolado.

- EI NÓS SOMOS AMIGOS DE INFÂNCIA TÁ?! - Douglas vociferou e fez bico para a menina.

- Não, me desculpem, eu só tô rindo da situação, imagina só, vocês estão numa missão, só que pra cumprir a missão vocês tem que chamar o verdadeiro nome da pessoa, ai quando fala o nome da criatura diz Lico, hahahahaha! - Disse Lissana gargalhando.

- É verdade galera vacilamo feio hahaha! - Wendel disse e recebeu um tapa na nuca de Felipe que quase caiu de cara no chão.

- Cala essa boca Wendel, e já chega disso! Como você sabe quem é o Lic, digo o Rangel? - Felipe disse se batendo. Lissana deu mais uma risada violenta e gostosa ao mesmo tempo. Ela foi se acalmando até se recompor.

- Então, eu conheci um tal de Paulo Rafael quando eu vim pra esse mundo, ele perguntou se eu queria ser treinada por ele, perguntei porque ele me treinaria, ele respondeu que era por "obrigação", então ele disse que "tudo bem" e foi embora. Os quatro amigos caíram pra trás com uma perna levantada.

- Aquele inútil do Paulo Rafael! - Douglas disse levantando o punho.

- Ele é realmente um imprestável! - Disse Wendel com os olhos pra baixo bem desanimado.

- Você pode vir conosco; pra nos ajudar numa missão de salvar a terra? - Elias questionou a olhando sério.

- Não dá, pelo menos não agora, estou procurando pela minha irmã e pelo meu amigo Natsu! - Disse ela com um olhar triste.

- Não se preocupe, eu garanto que você os achará com nossa ajuda! - Disse Felipe.

- Palavra de escoteiro! - Douglas disse e deu a mão pra menina apertar.

- Tudo bem então!

- Pronto, missão cumprida, vamos logo, o Kyoto já deve está saindo com o Lico! - Disse Elias que olhou para a menina que mais uma vez caiu na gargalhada. - Droga!

 

 

NA ILHA DA MADEIRA PORTUGAL

- E então, quando começaremos o tal treinamento; em oh espertão? - Questionou Leório com certa ironia.

- Bem, infelizmente não vai ser hoje, estou com compromisso! - Disse Luis coçando a cabeça.

- Eu sabia, ele é uma farsa. Vamos embora galera! - Disse Leório.

- Porém, irei leva-los para um lugar que talvez gostem, que tal? 

- Tá bom, nós concordamos! - Gon foi contundente.

- Pera ai Gon, desde quando você é o líder do nosso grupo em? - Leório questionou com os braços cruzados.

- Desculpa Leório, mas tenho que concordar com o Gon, nós temos que dá uma chance pro Senhor Figo! - Disse Kurapyka.

- Ah tá bom! - Disse Leório a contragosto.

- Escutem, não haverá tempo pra nos prepararmos! - Disse Luis se desculpando com as mãos.

- Eu ainda mato esse cara! - Disse Leório reclamando num sussurro.

 

 

 

PALÁCIO DO LÍDER

- Onde está o Orochimaru, Themus? - O líder questionou, pois sentiu a falta do Sennin após vir com Mário de sua missão.

- Ele anda destacado, mas parece que ele está com o Itachi! - Disse Themus deixando o líder menos preocupado.

- Ah sim, Themus estou ficando preocupado, até agora só conseguimos poucos aliados, a Akatsuki e uns monstros do mundo Z, me dê uma boa noticia.

- Bem, eu consegui achar um homem, bem mais precisamente um Shinigami chamado Sosuke Aizen e mais um exército de 10 poderosos seres chamados de "Espadas" e mais dois Shinigamis de sua confiança! - Themus disse sorrindo, mas logo mudou de expressão ao olhar de seu mestre.

- Porque eles não estão aqui ainda? - O líder questionou vociferando para Themus.

- Eles estão no continente africano Mestre, o Aizen não quer sair de lá, e  pra se aliar a nós ele quer falar com você Mestre! - Themus disse se tremendo.

- Certo, e quanto aqueles monstros malucos como o Majin boo que você disse que iria domar? - Perguntou o Líder.

- Não se preocupe meus homens estão cuidando disso! - Disse Themus um tanto suado.

- Acho bom, eu vou descansar um pouco!

 

 

FORA DO PALÁCIO

- O que está pretendendo Orochimaru? - Itachi interrogou.

- Estou abandonando isso aqui! - Disse Orochimaru sério.

- Eu não vou deixar você ir! - Disse Itachi sorrindo.

- O que você ganha com isso? - Orochimaru interrogou.

- Somente você e eu lembramos do que aconteceu conosco no nosso mundo, devemos buscar a verdade, não acha? - Itachi sugeriu.

- Entendo, mas acho que isso não vai rolar! - Disse Orochimaru que assim como Itachi percebeu a presença de Zetsu que observava tudo escondido na terra. - Eu vou roubar o seu corpo dessa vez Itachi, e agora vou me tornar tão forte que nem Naruto e Sasuke ou qualquer Kage poderá me parar! Estilo Vento Grande Destruição! - Vociferou Orochimaru e um vento extremamente forte destruiu uma grande parte da paisagem que ali estava e levou Itachi junto que parou usando o seu Susanoo Perfeito o que levou a Orochimaru arregalar os olhos.

- Aqueles olhos! - Disse Orochimaru disse passando a língua pelos lábios. - Logo serão meus! - Disse sorrindo.

- Ora,isso é o que nós vamos ver! - Itachi fez seu Susanoo estender uma espada, Orochimaru engoliu em seco e recuou alguns metros. Mordeu o dedo o sangrando e fez alguns selos de mão rapidamente. - Rashomom triplo! - Disse Orochimaru, logo três portões chineses com rostos horrorosos surgiram do chão.

- "Droga! Isso tem que parar logo, há pessoas inocentes neste local"! - Pensou Itachi preocupado. Uma grande quantidade de fogo saiu da espada do Susanoo e passou por todos os três portões invocados por Orochimaru foram inteiramente destruídos.

- Te peguei! - Disse Orochimaru por trás de Itachi, o mesmo esticou o pescoço e só não mordeu o pescoço do gênio Uchiha por causa de seu Susanoo.

- Nada que você usar vai funcionar! - Disse Itachi apontando para o seu par de Mangekyo Sharingan. - Não contra esses olhos.

- Merda! Como no passado, não consigo te vencer! - Disse Orochimaru sorrindo. Mas seu sorriso se desfez quando viu Itachi fechar o olho esquerdo e sangrar em seguida.

- Amaterassu! - Disse Itachi atacando a Orochimaru que vociferou de dor.

- KUSSOOOO! 

- Adeus Orochimaru! - Itachi girou nos calcanhares e foi embora assim como Zetsu que acompanhava a batalha.

huhumhum! Até mais Itachi! - Disse Orochimaru que estava bem longe. O mesmo usou um clone depois de ter usado o Rashomom defesa usada por Hashirama Senju, primeiro Hokage.

 

Itachi foi rápido até o palácio do líder. Ele adentrou o palácio e subiu os três lances de escadas, indo direto falar com Nagato, o líder da Akatsuki. Ele bateu na porta do quarto e ouviu um "pode entrar" e assim o fez.

- Nagato! - Itachi disse o nome do ruivo que fez que sim com a cabeça. - O Orochimaru está morto!

- Como é que é?! - Exclamou um Nagato confuso.

- Ele estava abanando a nossa organização, tentei convence-lo que não, mas ele me atcou, lutamos e eu o venci com meu Amaterassu!

- Merda! - Bradou de raiva Nagato. - Ele era um dos nossos melhores! - Disse Nagato, Zetsu apareceu do nada.

- Eu sou testemunha de Itachi, eu vi tudo Nagato! - Disse o humanoide de tamanho comum, preto de um lado e branco do outro.

- Certo! - Disse Nagato tentando se acalmar. - Bem, eu não sei se você já foI informado, mas você e outros escolhidos pelo Themus, terão uma missão de alto nível e risco! - Disse Nagato que ainda se recuperava da batalha contra Thales de Granel.

- Entendo, você não tem ideia de quem irá? 

- Pelo fato de ser uma missão tão perigosa, acho que o Kisame irá com você, uma dupla sem dúvida muito poderosa! - Disse Nagato voltando a se deitar. - Bem, isso é tudo, pode ir, Themus irá lhe dá os detalhes!

- Certo! - Itachi disse e girou nos calcanhares saindo do quarto, o mesmo fez Zetsu. Itachi desceu as escadas e adentrou na sala de Reunião. - Itachi, que bom te ver, estava lhe aguardando! - Disse Themus sorrindo.

- O Nagato San já me adiantou, quem vai comigo? - Itachi questionou.

- Kisame, Sasori e Deidara! - Disse Themus simplesmente. - O líder recebeu informações de uma pessoa de confiança dele, ele disse que haverá uma reunião na Torre de Vigilância em Brookyn nos Estados Unidos, vocês farão uma emboscada; no final da reunião vocês atacarão!

- Aonde diabos é esse lugar? - Kisame questionou curioso.

- Eu os levarei! - Disse Themus. Konan, como está o nosso convidado especial? 

- Está dormindo! - Konan respondeu séria.

- Isso é ótimo, está cada vez mais próximo! - Themus disse e riu malignamente.

 

Orochimaru usou um Shunshin no Jutsu, já estava bem longe da Capital do Japão, seu objetivo era ir até um chakra conhecido que estava há quase 100 km do mesmo. Orochimaru passava pelos carros da pista que pareciam tartarugas, em poucos minutos ele já tinha chegado no seu objetivo. 

Orochimaru parou num lugar muito bonito, que parecia está deserto, era um bosque aonde havia apenas uma pequena casa, ele andou lentamente até a casa, abriu a porta e encontrou quem estava procurando.

- Estava esperando pela sua chegada, Mestre Orochimaru! - Disse um rapaz jovem de cabelo branco, amarrado num rabo de cavalo curto, na parte de cima há duas franjas penteadas pro lado. Ele veste uma blusa branca por cima de um uniforme ninja de cor azul de gola alta, na cintura há um tecido branco que parecia ser desgastado pela tonalidade da cor. Ele usa uma luva azul que pega do antebraço, as pontas dos dedos ficam a mostra, sua calça azul do uniforme vai até seus tornozelos, ele usa uma sandália ninja preta.

- Ótimo Kabuto, porque nós temos muito trabalho a fazer! 

 

- Mario, você está com fome? - Konan questionou um Mário sério e com raiva.

- Estou sim, vocês tem pizza e sundae de morango ai? - Ele interrogou ainda sério.

- Eu nem sei o que é isso! - Disse a mulher de cabelo azulado. 

- Qual é o objetivo de terem me sequestrado? - Mario interrogou curioso.

- Eu não sei bem ao certo, mas envolve o seu irmão; o Mestre quer que alguma coisa muito ruim saia dele e destrua o mundo perverso de humanos pecadores! - Disse Konan séria.

- Você não parece ser má, porque está fazendo parte disso? 

- Eu acompanho dois grandes amigos, apesar de estarem focados em ajudar o Mestre, eles não estão felizes com isso, mas segundo o Mestre, só assim poderemos voltar para o nosso mundo! - Disse Konan um tanto triste.

- Entendo, escute Konan, esse cara não é confiável, ele está mentindo, o mundo não é composto só por pessoas más, mas também pessoas batalhadoras, sonhadoras e guerreiras que buscam fazer um mundo melhor, meu irmão é um desses caras, assim como meu outro que se chama Marciel, mas o chamo de Cecel, não só eles, mas como muitos outros querem a paz; já esse Themus quer destruir o planeta, só isso! ´- Mario fez um mini discurso, o coração de Konan estava dividido entre fazer o certo ou seguir seus amigos, Yahiko e Nagato.

- Por enquanto não posso fazer o que você diz, mas se isso é o realmente o certo, tenha fé e tudo se resolverá! - Konan disse já girando nos calcanhares e saindo.

 

 

UM DIA ANTES EM ATENAS GRÉCIA

- Gol! Porra! - Paulo Rafael comemorou depois te ter chutado e feito de cobertura em cima de Shun.

- Pow Shun, tá muito adiantado! - Régis reclamou.

- Desculpa galera! - Shun disse cabisbaixo.

- Não se preocupa Shun, na próxima você consegue defender! - Seya disse dando força para o amigo.

- Mas agora já tá 4x0 pros caras! - Disse Régis desanimado.

- AI RÉGIS! - Hugo que se encontrava do outro lado com o uniforme de goleiro do Flamengo gritou o nome do amigo. - VAI TER QUE PAGAR AQUELA GRANA! HAHAHA! 

- VOCÊS ESTÃO APOSTANDO DE NOVO SEUS IDIOTAS?! - Paulo Rafael gritou irado, mas de um jeito cômico.

- Ah, mas foi só dez mil chefe! - Disse Hugo engolindo em seco.

- Porque eu ainda me preocupo; vamos continuar! - Pediu Paulo Rafael.

O jogo recomeçou. Seya driblou um dos jogadores e percebeu que Ikki passava em velocidade, ele fez o lançamento, Ikki dominou a bola e cruzou na cabeça de Shiryu, e ele fez o gol!

- É! Até que enfim! - Seya comemorou, os cavaleiros foram comemorar todos juntos indo até Shun que se encontrava no gol com a blusa do Corinthians.

- Vamos time, vamos! - Paulo Rafael disse zangado. 

O jogo recomeçou, Paulo Rafael tabelou com um dos jogadores que driblou facilmente a Shiryu que tentou tirar a bola com um carrinho. Ele devolveu pra Paulo que girou com a bola dominada passando de um pé pro outro, tirando Seya e Ikki da jogada, Régis foi outro que tomou uma caneta do guardião que era um craque no esporte. Mas ao chegar em Hyoga, o mesmo como um Iceberg apenas pôs o pé na bola tirando a bola dele.

- Mas o que?! - Paulo Rafael disse desacreditado.

- Toma Shiryu! - Hyoga deu o passe e Shiryu esperto passou pra Seya que cruzou na área pra Ikii finalizar com uma bicicleta.

- QUE GOLAÇO! - Saori comemorou levantando o punho e pulando.

- Pronto já chega! - Disse Paulo Rafael com um olhar de quem não estava nem ai, o que era bem normal nele. - O que posso dizer vocês foram produtivos; eu gostei! - Paulo disse com um sorriso minimo. - Agora, eu quero ver o que vocês podem fazer, estão vendo esses dois caras com cara de pamonha! - Ele disse se referindo a Hugo e Régis.

- Sim:? - Todos responderam como se estivessem perguntando.

- Esses idiotas aqui, tem um poder de defesa muito forte, e um ataque não muito forte; eles juntos conseguem montar sozinhos o esquema de defesa perfeito, eles conseguem mover vidros com a mente é algo como uma telecinese estranha, vocês vão tentar chegar até a eles usando seus poderes de ataque e também irão se defender do ataque bosta deles, ok? - Paulo explicou, pegou sua cadeira de técnico preguiçoso para assistier.

- Mas e as pessoas em volta? - Shun questionou preocupado.

Bem, não se preocupe, eu fiz um campo de força aqui, nem Themus poderia entrar ou sair daqui! - Disse Paulo pegando um coco com canudo, um boné do Flamengo e um óculos escuro perfeito pra dia de praia. - Quero ver intensidade!

- "Mas que cara preguiçoso"! - Pensou Hyoga com um olhar desanimado para o guardião.

- Nobres Cavaleiros, eu tenho certeza que vocês darão o seu melhor e vão conseguir passar por mais essa missão! - Saori se aproximou e disse com um belo sorriso e animou a todos.

- POR ATENA! - Disseram todos os cavaleiros.

- Hugo e Régis, tudo pronto? - Paulo quem questionou.

- Sim, do jeito que a "Majestade" pediu! - Disseram os dois ao mesmo tempo.

- AH! VOCÊS VÃO MORRER DEPOIS DO TREINO ENTENDERAM?! - Exclamou um Paulo muito irritado, ele acabou entornando toda a água de coco nele mesmo. - Ah droga, isso foi caro, dois reais! 

 

- Então senhores, estão preparados? - Hugo questionou com os braços cruzados.

- Até mais que isso, Senhor! - Disse Ikki com um sorriso de lado, imitado pelos demais cavaleiros.

- Então vamos lá! - Disse Régis.

Os dois bateram palmas juntos e sumiram indo pra bem distante dos cavaleiros. De repente blocos amontoados surgiram do nada, colunas, muros e algo semelhante a escudos de clubes de futebol gigantescos estavam ali. Tudo era feito de plástico, mas não qualquer plástico.

- Escutem aqui Senhores Cavaleiros, nós podemos controlar o vidru não é base de um elemento, porque vidro é algo feito por mãos humanas, porém..... - Disse Hugo deixando o resto pra Régis.

- Tudo que está envolvido no vidro, ferro, plutônio, se tiver qualquer tipo de rocha ou qualquer outro componente pesado forte, pode ser usado por nós ao movermos o vidro! - Régis disse com um sorriso vitorioso.

- Ou seja, ... - Disse a dupla. - Podemos construir o quisermos! ATAQUEM!

- VAMOS MOSTRAR A ELES PESSOAL! - Seya disse determinado ao gritar. - POR ATENA!

- POR ATENA! - Disseram os outros.

- Corrente de Andrômeda! - Shun foi o primeiro a atacar e parte do bloco foi destruído, porém havia uma surpresa feita pela dupla.

- Ele foi o primeiro a cair! - Disse Hugo balançando a cabeça negativamente e rindo. 

Shun tomou um choque elétrico causado por uma outra habilidade da dupla. 

- O que foi isso?! - O esverdeado exclamou e caiu no chão pela dor.

- SHUN! - Ikki a perceber gritou pelo irmão.

- Continuem, não se preocupem comigo! - Disse Shun tentando se levantar, ele elevou seu cosmo e conseguiu se colocar de pé.

- Trovão Aurora! - Hyoga também atacou, mas seu ataque só conseguia deixar os blocos e as outras diversas compensações feitas por Hugo e Régis só ficavam mais forte. - Merda!

- Não se preocupem, nós iremos conseguir! - Cólera do Dragão! - Shiryu também atacou e fez com que vários blocos subissem porém eles além de não serem destruídos desceram na direção de Saori. SAORI! - Seya conseguiu chegar a tempo para protege-la.

- Me dê sua força Pégasus! Meteoro de Pégasus! - Seya acabou com todos os deixando em bilhões de pedaço, os fazendo ficar inofensíveis. Mas eram muitos, então Seya ficou bem desgastado por usar tanto cosmo em um único ataque.

- Agora é minha vez! Ave Fênix! - Ikki destruiu vários blocos e um escudo, mas não contava que no escudo havia papelão e álcool, assim as chamas poderosas de seu golpe e assim fez um imenso fogaréu que estava prestes a se espalhar por todo o local.

- Ah, já chega! - Disse Paulo se levantando de sua cadeira. - RAPAZES! - Ele pediu os olhando sério.

- JÁ ENTENDEMOS! - Eles uniram as mão as fechando, e depois abriram lentamente. Todo o vidro que tinha no local foi feito em pedaços e ao cair nas chamas abafou e assim a combustão perdeu foi desfeita, já que perdeu contado do ar.

- Pelo visto, vocês não aprenderam muita coisa com o lance do futebol! - Paulo Rafael disse com a cabeça baixa. 

- Co....como assim? - Shun perguntou, não entendendo o que disse o Guardião.

- Bem, eu percebi que todos vocês tem um potencial que se alcançado será difícil derrota-los, mas vocês que o trabalho em equipe tem que ser posto em primeiro lugar! - Disse Paulo Rafael suspirando no fim. - Você sobretudo Shun.... Você tem uma incrível habilidade com essa corrente de Andrômeda. Pense no que poderia fazer ficando a frente de seus amigos quando atacarem e destruírem todas aquelas panafernalhas produzidas por esses dois imbecis; algo que não seja atacar com a ponta da corrente diretamente!

- Entendi! - Shun disse movimentando positivamente a cabeça.

- E você Hyoga, no jogo você teve uma postura firme, e na maioria das vezes que eu tentei passar por você, você conseguiu roubar a bola de mim com facilidade e nem se quer me machucava, o que você acha de ficar em um lugar não seja a frente de seus amigos? - Paulo explicou.

- Certo! - Hyoga concordou.

- Shiryu meu filho, você bem, como posso dizer, no futebol você seria um maestro, você tem um talento, mas não é um excelente finalizador, entendeu, faça outra coisa menos finalizar, ok?

- Tá bom! - Shiryu deu um positivo com a mão.

- Ikki, gosto do seu jeito de liderar dentro de campo, você é um verdadeiro Capitão, mas acho que você precisa se comunicar mais nesse treinamento, voz ativa rapaz! - Disse paulo sendo um pouco mais firme com Ikki.

- Seya, se eu fosse escolher um centro avante para o Flamengo, não seria você, seria sem dúvida o Lewandowski do Bayern, mas enfim, você eu levaria pro Vasco, mas enfim no combate com certeza te deixaria na frente, seu pode até ser bom como defesa, mas como ataque é sem dúvida o melhor; então pense nisso e faça! - Falou Rafael bosejando no final.

- Tudo bem, eu vou me esforçar ainda mais! - Disse Seya determinado.

- Ah e você Senhorita Saori.... - Ele foi lentamente até a bela garota de cabelo roxo. - Por favor seja uma torcedora um pouco mais ativa não fanática como os torcedores Fenerbaçe ou Besikitas, mas sim cobradora como as torcidas do Real Madrid ou Barcelona que seja, enfim, torça, incentive mais e cobre mais ainda, mas sem querer mata-los; ok?

- Ah sim, claro, eu vou me empenhar nisso e vou usar meu cosmo se necessário! - Disse a mulher que levantou as mãos batendo palmas. - Ei rapazes dessa vez vocês vão conseguir! - Seu busto ficou um pouco a mostra e Paulo, Hugo e Régis tiveram um sangramento nasal.

- Chega dessa palhaçada e vamos mais uma vez! - Disse Paulo Rafael se recompondo.

- Aqui já está tudo pronto! - Disse Régis.

- E vocês? - Paulo questionou.

- Vamos nessa! - Disseram os cavaleiros animados.

- Acho que vocês não conseguirão de novo! - Hugo provocou os cavaleiros.

- Isso é o que vamos ver, vamos oferecer nossos corações nisso amigos, POR ATENA! - Dessa Ikki foi quem declarou.

- POR ATENA! - Os outros o imitaram.

- VAI LÁ SEYA! IKKI! SHIRYU! HYOGA! SHUN! EU ACREDITO EM VOCÊS! - Disse Saori passando aquela cosmo energia e também certa segurança para os rapazes irem tranquilos.

- SHUN! - Ikki gritou o nome do irmão que logo entendeu seu papel. Shun logo se concentrou e segurou firme a corrente.

- Corrente de Andrômeda! - Ao invés de a corrente ir num golpe direto, a mesma enrolou-se num dos blocos, Shun fez um movimentando puxando pra cima e conseguiu levantar como se não fosse nada, isso deixou Hugo e Régis desacreditados.

- O QUE?! - Os ajudantes do Guardião exclamaram.

- Minha vez, escutem, eu vou preparar pra vocês! - Disse Shiryu que foi de encontro ao bloco que Shun levantou. - Cólera do Dragão! - Shiryu conseguiu dosar a força no ataque de tal forma que ficou perfeito para Seya o destruir.

- Meteoro de Pégasus! - Seya destruiu o bloco e o que sobrou Hyoga conseguiu congelar os pedacinhos os tornando inúteis.

- AVANTE! - Ikki ordenou.

- EI, O CAVALEIRO DE FÊNIX SÓ VAI FICAR DANDO ORDEM?! - Exclamou Hugo querendo resposta.

- Você já vai ver se eu vou alguma coisa ou não! - Disse Ikki pra ele mesmo.

O processo foi repetido novamente e em poucos minutos, eles destruíram todos os blocos e escudos, sobrando apenas as muralhas.

- Escutem, temos que mudar de estratégia! - Disse Ikki parando e assim os outros também fizeram.

- É verdade, essas muralhas são grandes demais pra eu poder envolver! - Disse Shun um pouco frustrado.

- Não se frustre Shun, vocês confiam em vocês mesmos? - Ikki questionou olhando nos olhos de cada um.

- Sim! - Responderam todos.

- Não ouvi direito, RESPONDAM! 

- SIM! 

- Isso é a voz da determinação! - Ikki cerrou o punho direito o pondo a frente do corpo. - SEYA!

- CERTO! METEORO DE PÉGASUS! - Seya atacou com toda força, sobraram grandes pedaços.

- Sua vez Shiryu! - Ikki disse contagiando o companheiro de batalha.

- Cólera do Dragão! - Shiryu com seu golpe fez com que fosse quebrado em ainda mais pedaços.

- HYOGA! - Gritou Ikki o nome do amigo.

- Certo! - TROVÃO AURORA! - Hyoga congelou o resto.

- Shun, venha comigo! - Ikki disse e correu sendo seguido pelo irmão.

- Tá bem!

- Use a Defesa Circular e proteja-nos, nós vamos chegar até eles.

Ikki e Shun passaram  com pulos enormes pelas muralhas, Shun ia seguindo alerta para cumprir o que seu irmão pediu.

- Vocês são mesmo incríveis, chegaram até aqui! - Disse Régis com um sorriso discreto.

- Mas e agora, vocês acreditam mesmo que só vocês podem nos parar? - Hugo questionou sarcástico.

- VOCÊS NÃO FOCARAM NO TRABALHO EM EQUIPE DE NOVO! POR ISSO VÃO CAIR MAIS UMA VEZ! - A dupla gritou com os olhos arregalados.

- Agora Shun! - Pediu Ikki.

- Defesa Circular! - A corrente de Andrômeda girou em volta dos irmãos e Ikki sorriu fazendo os ajudantes de Paulo Rafael ficarem preocupados.

- GOLPE FANTASMA DE FÊNIX! - Dois socos bem fracos, um em cada foi o suficiente para caírem num dos golpes mais poderosos de todos.

 

- Mas o que?! As muralhas sumiram! - Disse Hyoga perplexo.

- Shun e Ikki conseguiram! - Disse Shiryu com um sorriso.

- Então o que estamos esperando, vamos até eles! - Seya disse e saiu correndo, sendo acompanhando pelos outros.

- Conseguimos pessoal! - Shun disse ao perceber a chegada dos companheiros.

Paulo Rafael ficou com raiva por está longe e ter que se movimentar pra ir até o local e decidiu usar o teletransporte, chegando instantaneamente no local.

- É vocês conseguiram, trabalharam bem em equipe! - Paulo Rafael disse e bocejou. - Ahn, esqueci de trazer a Senhorita Atena! 

- Não precisa Senhor Paulo , já estou aqui! - Disse que voou até eles.

- Você torceu bem, seria uma ótima torcedora do Flamengo! - Disse Paulo Rafael sorrindo.

- Não, sabe, acho que prefiro a outra camisa que tinha uma faixa branca com um barco e uma cruz! - Disse Saori com um uma grande gota na testa.

- Ahn, pra aquele time....., ah que seja, o que tá acontecendo com eles? - Paulo perguntou olhando estado de seus ajudantes que pareciam está com expressões de sofrimento em seus rostos.

- Eu usei meu "Golpe Fantasma de Fênix" neles, esse golpe os faz ver seu pior pesadelo, mas não se preocupe, já vai acabar!

- Ah deixa eles sofrerem um pouquinho! - Disse Paulo Rafael com uma tremenda cara de sono.

Logo que o Guardião disse os dois acordaram meio assustados e ofegantes.

- Então foi uma ilusão? - Questionou Régis.

- Foi sim, e parece que vocês foram humilhados! - Disse Paulo com deboche. - Queria saber qual é o maior medo de vocês?

- EU NÃO VOU DIZER! - Disseram os dois.

- Depois você me fala Ikki! - Disse Paulo girando nos calcanhares. - Antes que eu esqueça, nós, quer dizer quase todos nós iremos pra uma reunião convocada pela Torre de Vigilância, acho que ainda não falei dela pra vocês! Um de vocês não vai poder ir, eu vou fazer um sorteio aqui! - Paulo Rafael invocou um pequeno vidro com cinco pequenos pedaços de papéis. - Bem, quatro desses papéis estão escrito "Flamengo" e o outro está escrito "Inimigo/Vasco! Quem tirar o inimigo não vai, tudo bem?

- Tudo bem! - Disseram os cinco cavaleiros.

Os cinco cavaleiros retiraram seus papéis.

- Quem tirou o inimigo? - Paulo questionou.

- Fui eu! - Ikki respondeu.

- Sinto muito Ikki, mas infelizmente você não vai poder ir! - Disse Paulo levantando a mão, mostrando que não teve culpa de nada.

 

 

EM NOVA YORK ESTADOS UNIDOS

- Galera, vocês estão preparados para sair? - Kyle questionou a galera da Kof.

- Eu estou! - Disse Terry com sua vestimenta normal.

- EI SEU IDIOTA! PORQUÊ NÃO USOU O PALETÓ QUE EU DEIXEI PRA VOCÊ?! AONDE PENSA QUE VAI?! - Gritou um nervoso Kyle Marsh.

- Sei lá, eu não suporto ficar engomadinho que nem vocês estão ai! - Disse Terry simplesmente.

- Esse local é sagrado, portanto só vai se estiver com trajes adequados.

- Tudo bem, se isso te deixa feliz, eu me troco! - Disse Terry subindo os lances de escadas pra se trocar.

- Não liga pro Terry, ele sempre agi assim! - Disse Andy com as mãos no bolso da calça branca que o mesmo escolheu com o paletó da mesma cor. - Bem, pra ser sincero, você ia ter mais problemas se o Joe fosse, ele é muito louco! - Cochichou Andy.

- Espero que não esteja falando de mim, Bogard! - Disse Iori que estava de costas para Andy e Kyle. Seu paletó é preto. Kyle o olhou atônito de um jeito cômico.

- Não, eu não perderia meu tempo! - Disse Andy não dando muita importância.

- Acho bom, porque não gostaria de usar minhas garras para matar hoje! - Disse girando nos calcanhares mostrando assim o seu olhar desafiador.

- Iori, pare com isso! - Kyo disse sério, ele estava de paletó verde

- Rum, não pense que pode me dá ordens Kyo! - Iori disse com raiva, mas se acalmou e sentou num sofá.

- Daimon, cadê sua gravata? - Kyle questionou ao sentir falta no colarin da camisa.

- Não vou usar uma gravata borboleta, não me sinto confortável! - Disse o homenzarrão com seu paletó marron. 

- Toma essa! - Uma gravata surgiu na mão do guardião, era uma gravata normal de cor marron.

- Essa tá boa! - Daimom sorriu.

- E ai chefe, tá bom pra você? - Terry questionou chegando próximo de Kyle. Seu paletó era amarelo.

- Vamos logo então, e por favor tentem se comportar! - Pediu Kyle que usou o teletransporte.

 

JERUSALÉM ISRAEL

- Estão recuperados? - Isaac questionou olhando o quarteto que ele achou.

- Ainda está doendo muito o seu golpe! - Disse um Jax bastante emburrado.

- Agora, vocês vão se arrumar e irão comigo até uma reunião importantíssima e eu tenho que levar, talvez não você Jax, não está com uma cara muito boa pra sair! - Isaac disse com um tom brincalhão.

- Eu não posso ir mesmo, estou sentindo muita dor! - Disse Jax retorcendo o rosto.

- Eu já sabia, já sei quem é o fraco do grupo! - Isaac disse revirando os olhos.

- "Eu ainda mato esse cara!" - Jax pensou, mas riu pra disfarçar o que pensou.

- Vocês três! - O Guardião disse olhando para Sônia, Liu Kang e Kitana. - Subam e troquem-se, quanto a você Senhor "Fortão", o meu cunhado vai lhe fazer companhia, JUNIOR! 

- Estou aqui Isaac, quer dizer Mestre! - Disse Junior surgindo do nada.

- AI?! - Jax exclamou. Todos o olharam. - Quem pega a irmã de quem? - Questionou Jax com um sorriso malicioso.

- Junior, faça o favor de apagar esse cara, e só pra constar, eu sou casado com a irmã desse cidadão! - Disse Isaac sorrindo.

- Sua irmã é doida amigão! - Jax disse olhando para Junior que ensaiou um riso, mas olhou para o mestre e logo parou.

- Não diga isso da minha irmã, seu bobão! - Junior fingiu está zangado.

- Rum, isso que eu espero de você, meu cunhado! - Isaac disse pondo a mão no ombro de Junior.

- Claro, claro! 

 

 

QUEBRA DE TEMPO

BROOKLYN ESTADOS UNIDOS

Kyle por morar no país, foi o primeiro a chegar no lugar, apesar de todos poderem usar teletransporte. O lugar era lindo demais, havia um bosque dentro dos portões que os mesmos adentraram. Árvores de vários tipos de frutos, cada uma mais linda e maior que a outra. Havia mais a frente uma cachoeira do lado esquerdo ao passarem do grande bosque, havia um pouco mais longe dali, uma cascata muito bela que descia com violência. Eles viram muitos animais selvagens que pareciam ser tratados, mas o que deixava os da Kof embabacados, era que todos se davam bem, muitos animais agrupados e não havia nenhuma briga sequer. Até mesmo Iori Yagami estava surpreso com aquilo.

- Isso é lindo! - Disse Andy de boca aberta e babando, vendo pássaros de todas as cores que ele conhecia e também que não.

Mais a frente, eles começaram a ouvir barulho de máquinas trabalhando, eram tratores, plantadeiras,colhedeiras de grão, pulverizadores e etc..., e muitos materiais de primeira. 

- Onde está o lugar sagrado que você disse que nós veríamos? - Terry interrogou olhando o trabalho das pessoas que ali estavam, e muitas delas eram mulheres, todos sorriam, estavam felizes com o trabalho.

- Este é o lugar sagrado, está vendo essas pessoas? - O Guardião disse com um sorriso tranquilo.

- O que tem elas? - Iori perguntou interessado pela primeira vez.

- Muitas delas,antes eram más, mesquinhas, egocêntricas e violentas, as mesmas conheceram a verdade e mudaram de vida, decidiram vir pra cá, "A casa que deus abriga os seus"; para ajudar como voluntários! - Disse Kyle, Iori ficou sério e meditou ao ficar calado novamente.

Eles passaram despercebidos pelos trabalhadores, e pela lavoura, chegaram na parte aonde havia uma fazenda, viram vários gados. todos os animais em boa forma, bem tratados. Ao andarem mais um pouco, eles viram um grande portão de cor dourada, eles subiram cinco lances de escada e sem precisar que eles batessem, a porta se abriu sozinha.

- Senhor Mash! É um prazer te-lo aqui na casa que deus abriga os seus, entrem por favor! - Disse um homem de pele parda, careca, olhos negros. O mesmo vestia um paletó muito elegante, com bordas douradas, gravata dourada e um sapato social preto que chegava a cegar pelo brilho.

- Obrigado! - Kyle disse com um pequeno sorriso.

- Estes são Iori, Kyo, Daimon, Terry e Andy, eles nos ajudarão a enfrentar as forças maléficas! - Disse Kyle.

- Isso é ótimo, eu sinto um espirito forte em cada um deles! - Disse o homem com um sorriso discreto.

- Permita-me apresentar-me, eu me chamo Cardoso Menezes, sou um Ungido que faz parte da Torre de Vigilância, nós somos ministros que seguem os mandamentos do Soberano na terra, nós não lutamos como vocês u os Senhores Guardiões, mas servimos de intercâmbio entre vocês e a vontade divina! - Disse Cardoso.

- Então, vocês são tipo uma religião? - Terry questionou, Kyle queria mata-lo aquela altura.

- Não, digamos que sejamos apenas ministros escolhidos por Deus para que ele traga a luz para todos! - Explicou Cardoso.

- São quantos Ungidos? - Kyo perguntou curioso.

- Aqui temos mil! - Disse Cardoso, os da Kof ficaram abismados. - Nem todos precisam ficar direto na Torre, alguns fazem outro tipo de serviço como a Senhorita Xau!

Eles sentiram presenças poderosas se aproximando e assim todos os outros seis guardiões apareceram usando seus teletransportes junto aos seus convidados. Todos se cumprimentaram, e assim subiram até a sala da reunião. Uma sala gigantesca com várias cadeiras super confortáveis com estofado de cor preta. No local haviam apenas mais três pessoas além dos Guardiões e seus convidados. Uma mulher de cabelo vermelho e olhos verdes, a mesma usa um vestido dourado com detalhes pretos, ela usa brincos prateados com uma pedra verde esmeralda. 

No meio, sentado ao lado da mulher numa espécie de trono azul, havia um homem de pele negra, seu cabelo é arrepiado, seus olhos são castanhos claro. Ele usa um paletó azul e camisa vermelha, há uma tatuagem em seu pescoço, um dragão com asas de cor verde e olhos azuis.

Do lado direito, havia um homem de cabelo loiro e longo, bem penteado e liso como os de Andy. Seus olhos são azuis, ele está constantemente sorrindo de boca fechada, veste um terno branco com detalhes azuis, no bolso da direita há uma flor azul com uma caneta dourada do lado. O mesmo tem uma cicatriz na boca no lado direito cruzando seu lábio.

- Primeiramente muito prazer, nós somos os três Ungidos mais antigos da terra. - Disse o homem de pele escura que parecia ser o líder. - Eu sou José Barreto, brasileiro de Espirito Santo.

- Eu sou Katarina Kosn, norte americana de Sacramento Califórnia! - Disse a mulher.

- Eu sou John Rick, croata de Zagreb! - Disse o loiro.

- Vamos começar a reunião que discutirá como faremos pra proteger esse mundo! 

 

Continua......

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Tá ai meus amigos, um abraço a todos e até breve!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...