1. Spirit Fanfics >
  2. Doki Doki Fairy Dance >
  3. Estranho estrangeiro

História Doki Doki Fairy Dance - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Começando o setimo capitulo, e no momento que estou escrevendo tem exatos 31 views na spirit, e tomara que entre um zero depois desse 31 ●﹏●

Capítulo 7 - Estranho estrangeiro


17:30

Sayori P.O.V

Ja estou conversando com o Joshua a alguns minutos, até que ele é legal, apesar da aparencia fisica meio medonha... Bom o importante é o interior não é?
- E você é daqui do Japão mesmo Sayori?
- Sim, e você, não parece ser daqui
- Eu sou da America...
- Estados unidos!? Digo empolgada, sempre quis conhecer outros paizes
- Na verdade América do Sul, sou do Brasil
- M-mas palido desse jeito!?
- Ah, agora todo brasileiro tem que ser moreno e bombado? Kkk
- Não é isso, só é meio estranho. Na verdade ele é bem estranho, não só um pouco
- Mas mudando de assunto, do que você gosta Sayori?
- Poemas eu acho, sou vice presidente do clube de literatura da escola!! Digo com imponência, mesmo sabendo que a Monika leva o clube nas costas
- Uau!! Isso é incrivel demais
- E você senhor Joshua? Do que você gosta?
- Nada tão sofisticado quanto um clube escolar, até porque de onde eu venho, o unico clube disponivel é o trafico hahahaaa. Mas respondendo, eu gosto de RPG Dungeons and Dragons
- Hahahahahahahahahaa, nerd!!!
- Serio isso? Vai julgar mesmo? Ele disse isso meio bravo, acho que não deveria ter gargalhado tanto...
- Sim, eu gosto de D&D
- Desculpe Joshua, não quis te ofender
- Tudo bem... Mas por que você esta aqui?
- Ah, eu sabia que essa pergunta viria, mas tudo bem... Eu tenho uma depressão profunda a anos, e a unica coisa que me mantinha sã era meu pai, mas ele foi morto por um desgraçado de merda, e pra piorar, esse desgraçado é pai da minha amiga de clube.
- Uau, bem maduro da sua parte continuar amiga dela.
- Bom, eu não gosto de falar dos outros, mas esse merda batia na filha dele, ela até me ajudou a por ele na cadeia
- Ah, isso é bom...
- E você Joshua?
- Eu vim morar no Japão para fugir de uma tragédia, eu perdi meu melhor amigo, e meus dois irmãos. Eles foram assassinados por um estuprador. O que me conforta é saber que eles não foram estuprados, ja que meu melhor amigo viu o sequestro e tentou impedir, mas foi baleado, e para não ter testemunhas, ele matou meus irmãos e fugiu.
- Sinto muito... Realmente é bem pesado isso, acho que a doutora Anne tinha razão.
O tempo passa e a doutora nos chama para voltarmos aos quartos, e nos liberou para tomar um banho finalmente.

18:30

Joshua P.O.V

Finalmente vou poder me banhar direito. Mas só tem um pequeno problema, eu ainda não entendo muito bem a escrita japonesa, algumas letras me confundem ja que praticamente só aprendi a ler em letras ocidentais. Vou tentando achar os banheiros pelas placas mas ta dificil. Achei... Eu acho
Abro a porta e entro devagar, antes de entrar gritei para ver se tinha alguém
-Ola!!
- Aahhhhh. Isso foi um grito feminino, acho melhor me retirar
- Desculpe!!
- Joshua? Escuto essa voz antes de conseguir sair, me viro e acabo vendo Sayori... APENAS DE TOALHA!? ...

Em outro lugar. Natsuki P.O.V

Finalmente acabamos de escrever o poema para Sayori. E Yuri e eu lemos o poema uma da outra

" Nuvens vão embora

Sempre conhecemos suas nuvens
Sempre tentamos sopra-las para longe
Mas hoje mais do que nunca elas se tornaram tempestades
Mas vamos soprar mais do que qualquer lobo
Mais do que poseidon com seus ventos marinhos
Com tudo que temos
Pois somos a literatura gigante." (poema de Natsuki)

" Um salto para lua

Um grande salto
Foi o que você me prometeu dar
Seu grande salto a lua resultou na queda em seu lado negro
Alí você se viu em maior fim
Seu pior inicio
Seu ponto de pouso havia sumido
Mas isso não é um fim
Apenas um inicio diferente para sua jornada rumo ao estranho mundo." (poema de Yuri)

- Eae amor, o que você achou? Diz Yuri bem apreensiva
- Ta otimo tracinha!!
Um lindo sorriso corado aparece em seu rosto
- E o meu poema amor?
- Ta otimo tambem, adorei a metafora da nuvem
- Eu tambem adorei sua metafora da lua, tem alguma inspiração secreta nele?
- Hummmm talvez não secreta, mas teve sim, dark side of the moon da banda Pink Floyd
- Uau eu não tinha percebido!! Você é um gênio Yuri!!
- O-obrigada Nat
Descemos do quarto dela e decidimos tomar um chá, eu pergunto a ela se tem ingredientes para fazer cupcake e ela ja começa a pega-los na dispensa começamos a preparar os cupcakes, eu faço a massa e ela bate o glassê, até porque ela é mais forte que eu, logo vai ficar pronto mais rapido, o que dá tempo dela fazer o chá. Com tudo pronto levamos os cupcakes para sala e o chá tambem, ela tem um lindo conjunto de chá, todo desenhado a mão com fadas dançando em volta de uma linda cerejeira.
- Esse conjunto é lindo Yuri
- Obrigado Natsuki, foi minha mãe que fez
- O QUE!!! digo pasma, ele tem um aspecto de antiguidade rara
- S-serio Natzinha, minha mãe faz esses trabalhos a mão nas ferias, enquanto ela faz os conjuntos de chá, eu faço minhas...
Ela corta o que disse tapando a boca
- N-nada, eu ajudo nos conjuntos...
- Mentira, o que você faz Yurizinha. Digo de forma meiga pra ver se ela amolece
- P-promete não me odiar?
- Sim
- Eu faço arte em facas, eu amo facas
- Que legal amor!! Digo empolgada, mas isso me preocupa um pouco, apesar de não ter visto nada hoje, as vezes ela aparece com uns cortes no braço.
- Mas você deveria tomar cuidado para não se cortar amor, ja ví você com uns machucados.
- T-ta meu amor
Ela se aproxima para me dar um beijo, eu retribuo o beijo passando a mão pelo seu pescoço
- MAS O QUE DIABOS TA ACONTECENDO AQUI!
...

FIM... POR ENQUANTO



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...