1. Spirit Fanfics >
  2. Dominador (Imagine Ian Somerhalder) >
  3. Revelation Part. 1

História Dominador (Imagine Ian Somerhalder) - Capítulo 30


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii gente chegueiiii, quero pedir desculpas pelos erros na verdade tô fazendo a fic nesses dias pelo Cell, até o meu computador novo chegar (pois o primeiro deu pt) maisss espero que gostem e me digam o que acharam desse cap 🔥🔥 gente tô planejando muita coisa viuuu segura o cori ai🧡🧡😜😁

Capítulo 30 - Revelation Part. 1


Fanfic / Fanfiction Dominador (Imagine Ian Somerhalder) - Capítulo 30 - Revelation Part. 1

Vou com Jack em direção do quarto.

— Bruna? Fala assustada

— hummmm, Meu Deus Ana não sabe bater, não a corda Ian ele está de ressaca do porre de ontem!

— IAANNNNN????? Grito de raiva e ao mesmo tempo de angústia ....

................................................

— Meu Deus isso não tá acontecendo! Falo nervosa, olhando pra esses dois sem vergonhas

— Por favor, o que há de estranho nisso? Eu sou mulher dele e ele é meu marido! Ela fala me deixando mais furiosa

— Sua vaca, não perde a oportunidade não é? E você Ian acorda seu cretino! Pulo em cima dele batendo nele até o mesmo acordar

— Ana, o que tá acontecendo? Ele fala muito fora de si

— Olha isso, você tá bêbado !

Ele mal consegue falar!

— Querido, relaxe! Ela pega no braço dele ,

—An...Ana! Ele tenta se levantar mais o mesmo esta super estranho,esta muito chapado

— Ana vamos! Jack pega em meu braço me afastando de Ian

— escuta seu namoradinho Ana, você não ver que tá sobrando? Ela sorri

— Cala a boca! Só estando bêbado mesmo pra ficar com você!

— Enquanto você estava com seu paizinho eu e ele fazíamos a festa, ele nem lembrava que você existia! Quer saber? Eu avisei que você seria apenas um passatempo!

— Quer saber Bruaca, vocês se merecem!

Pego minha mochila que está sobre um cantinho e saio...Saio apressada de lá

— Me leva embora daqui Jack, me leva pra bem longe! Falo com o peito apertado eu quero chorar, mais eu não vou! Entro no carro

— Tudo bem! Jack me olha preocupado...

(...)

— Ana você tá bem? Ele pergunta devido ao meu silêncio!

— Eu estou bem! Falo dura

— Eu sei que não tá!

....

— Pode se abrir comigo

— Eu não tô bem...Meus olhos escorrem poucas lágrimas — Tento me fazer de durona, mais na verdade é que tá doendo Jack, é horrível. Eu pensei que ele me amava, e na primeira oportunidade que ele tem, dorme com outra!

— Ana, aquela mulher é casada com ele? Ele me olha pensativo

— É uma longa história! Eu não quero mais ve-lo nunca mais, ele já me fez sofrer o bastante, eu estou dando um basta agora. Limpo as lágrimas

Jack me olha e depois muda sua atenção para frente — Você quer ir pra onde?

— Eu quero ir pra casa! Vou tomar um banho e vou pra escola. Limpo as lágrimas que insistem em querer cair

...

Chegamos na minha casa e me despeço de Jack

— Promete que vai ficar bem? Ele fala pegando em meu rosto!

— Vou sim Jack, não se preocupe . Tento sorri

Ele saiu e eu entro acabada, triste, com raiva tudo ao mesmo tempo, minha vontade é de voltar lá e bater nos dois e tambem me atirar nos braços daquele safado! Eu estou tão confusa, acho que dessa vez é diferente

Tomo um banho rápido, e pego meu uniforme escolar! Ajeito meus livros!

Saio pra fora e dou de cara com Judy e David indo pra escola! Eu olho pra ela e a mesma também, viro meu rosto pra outro lugar!

David fica nos observando nessa briga de gato e rato

Apresso o caminhar e chego primeiro na escola!

— Oi Ana, que pena que você não  vai ser mais líder de torcida! Emma me encontra no começo da escola

— Oi Emma eu queria falar com você...Eu queria falar na verdade que eu quero entrar de novo no grupo das líderes de torcidas da escola.

Ela sorri — Isso Ana que bom que não está mais sobre o controle daquele psicopata

Olho pra ela fixamente — O que sabe de mim e de...

— Sei o bastante pra adverti-la que isso não terminará bem! Ela aperta suas mãos

— Porque tem tanto ódio dele? Pergunto curiosa

— Você já sabe do caso da Jéssica, eu não preciso falar mais nada! Ela era minha melhor amiga Ana, e de uma pessoa alegre ela se tornou uma garota triste e submissa, sem falar que a maluca da mulher dele era outra psicótica! Ela fala com raiva, teve uma noite depois que Jessica morreu, eu senti tanto ódio, eu pichei as janelas de vidro da casa deles toda!

— Você gostava muito dela! Mais o que tinha entre nós acabou ! Eu não quero mais ver ele nunca mais. Encruzo os braços

— Jessica disse a mesma coisa e não deu nenhuma semana e ela já estava nos braços dele outra vez. Ana ele é um psicopata manipulador ele ta acostumado com isso , ele já fez isso com tantas outras e só Deus sabe como isso terminou, com Jessica foi trágico e com você? É bom que tenha terminado mesmo!

Me assusto com o que ela diz

— ele a mulher dele se merecem, eu garanto comigo é de verdade!

— Espero que consiga! Ela me olha torto

Penso por um instante, talvez se eu falasse pra Emma sobre o diário ela me ajudasse a recupera-lo! Mais ainda acho cedo. O sinal toca logo e todos entram na sala

Sento sobre minha cadeira...Judy está sentada logo atrás de mim e seu irmão David, olho pra trás e logo desvio o olhar!

— Olha turma estou no lugar do professor Ian ele não pode vir hoje então estou do lugar dele!

Rum sei bem o que foi que aconteceu!!!

POV.IAN

Abro os olhos com dificuldade, sinto minha cabeça doer

— Droga o que houve aqui? Falo pressionando os olhos devido a dor que sinto

— que bom que acordou xuxu! Pensei que ia dormir até a noite!

Me assusto — Bruna o que? O que aconteceu? Eu não tô entendendo

— Normal né, depois que você bebeu não conseguiu mas parar!

— Espera...Eu não bebi Bruna eu lembro que você me deu apenas uma taça , você me dopou foi isso? Falo sério com ela

— Dopar? De onde tirou isso? Tá assistindo muito filme querido! Ela rir

— Eu jamais teria algo com você!

— Jura? Bom é uma pena, mais Ana não pensa assim! Ela fala olhando suas unhas com um jeito de quem quer me dizer algo

— Do que você tá falando? Estranho

— Imagina que no meio da nossa brincadeira a infeliz chegou aqui e acabou com nosso clima!

Fico nervoso

— Meu Deus! Bruna sua maluca, você fez isso de propósito, claro como fui cair nessa?

Levanto pegando minha roupas

— Ian quero que fique comigo.

Ela me abraça por trás mais eu a empurro em cima da cama

— Escuta quando eu voltar não quero que esteja mais aqui ouviu? Eu não quero que você esteja mais aqui!!! Falo vestindo a roupa e saindo apressado logo em seguida

Mais que droga  o que está se passando na cabeça de Ana nesse minuto? Vou pra casa dela espera ela lá, pois com certeza ela foi pra escola! Ela deve estar furiosa

POV....

—Oi, e as novidades?

— Ele foi atrás dela como sempre, mais dessa vez ela não vai perdoar ele assim tão fácil

— Tomara, eu não quero que isso aconteça será muito ruim pra nois. Quanto ao lance de filho fique tranquila foi alarme falso

— Que Boa notícia parece que tudo está se endireitando

— !Vou continuar seguindo os passos dela, ela não vai me escapar! Mais e você qual será seu próximo ataque?

— Pode deixar, eu tô planejando uma coisa que se for verdade, Ana estará nas minhas mãos pra sempre, ela vai comer o pão que eu amassar... 

Ela rir

(...)

POV.ANA

— Oi Ana! Ouço David falar comigo

— Oi David eaí? Falo enquanto como meu lanche

— Eu vi você aqui sozinha aí resolvi falar com você

— , Olha David eu gosto de você mais quero evitar sua irmã!

— Eu entendo, e acho que você não deveria confiar mas nela, eu não aprovei o que ela fez, mais queria que tudo o que eu te disse fique entre nós ! David faz cara feia

— Você é diferente dela, obrigada por ser meu amigo! Pego na mão dela

— Eu queria te convidar pra qualquer dia a gente sair pra comer uma pizza, sei lá! Ela fala sem jeito

— David você é legal, um rapaz bonito , deve tá cheio de meninas atrás de você, mais eu não curto muito rapazes da minha idade se é que me entende! Sorrio sem jeito

— Você prefere homens da idade do Ian não é? Ele fala sério

— O que disse David? Falo não acreditando que até isso a Judy falou

— Me desculpe Ana eu não queria dizer isso

—Olha David, acho melhor você ir, eu quero ficar um pouco sozinha tá bom!

Ele me olha um pouco e pega sua bandeja com o lanche e sai

— Judy cretina como eu pude me enganar tanto assim! Ian, Judy, dois que eu preciso riscar da minha vida

De repente para minha surpresa Judy aparece

— Ana , quero que saiba que você está me julgando precipitadamente, e pra provar, vou ajudar você a encontrar o diário !

Sorrio debochada — Não tem mais o que falar de mim pra Bruna não é ? Por mim vai continuar assim viu, não quero saber mais da sua ajuda, eu confiei em você e você me traiu!

— Quantas vezes vou dizer que não fui?

— Por mim nenhuma vez mais e tchau....

Saio deixando ela falar sozinha

Quando a segunda aula começou fui a primeira a entrar,  converso com Yasmin mais meu pensamento não sai de Ian, não a credito que ele estava se divertindo enquanto eu estava com meu pai no hospital, eu preciso esquecer Ian, mais é como a Emma falou não será nada fácil, é por isso que eu tenho que arrumar outro namorado! Isso essa é a saída eu tenho que conhecer alguém legal!

(Namorar outro?Ana não é tão fácil você ama ele sua trouxa)

( Não você não ama ele, ele só foi o primeiro cara que você namorou)

.....

Enquanto tenho uma discussão com meus pensamentos a aula finalmente termina

— Ei Ana, você foi aceita no grupo no próximo jogo se você puder já pode ficar na torcida com a gente! Emma fala empolgada

— Tudo bem, precisamos treinar né, me avisa quando tive treino tá?

— Tudo bem a gente se vê! Ela acena e sai

Arrumo minhas coisas enquanto Judy está arrumando as delas também. Entre nos está esse clima chato se eu pudesse mudava de escola. Pego meus materiais e pressiono contra o peito saindo da sala

Caminho calmamente pelas calçadas até chegar no quarteirão da minha casa! Vou me arrumar e vou buscar meu pai no hospital, estou tão feliz! Pelo menos algo bom na minha vida

Abro a porta e entro! Subo as escadas entro no meu quarto e coloco minhas coisas em cima da cama, de repente sinto umas mãos passarem pela minha cintura! Me arrepio e me assusto

Viro assustada — Minha pequena, como senti sua falta parece um ano Ana! Ele sussurra pra mim

Me afasto dele — O que pensa que está fazendo?

— Eu vim me explicar Ana tudo não passou de um mal entendido...

Ele tenta se explicar mais não vou cair mais nessa

— Não tente me enganar eu não vou mais cair nas suas explicações Ian, eu não quero mais cair em seus papos! Viro de costas

— Não aconteceu nada entre eu e Bruna ela me dopou !!! Sua voz sai forte

— Não é gritando que eu vou acreditar em você! Eu fiquei com tanta vontade de... De te matar Ian eu peguei vocês dois pelados na cama, que....Que Nojo! Por favor eu não quero chorar vá embora

Ele me abraça por trás

— Ana você é especial , não é como as outras, eu sinto necessidade de estar com você! Bruna ela armou isso pra você pensar que eu tenho algo com ela mais é de você que...Que eu gosto

Novamente me saio dele — Você gosta do meu corpo, e isso é fácil de encontrar vai em uma das suas saidinhas, ou então dorme de novo com a Bruna

Ele pega em meu braço com força chegando a me machucar — Para com isso Ana, quero que deixe de bobagem quero que acredite em mim

Ele me joga esse olhar de dominador toda vez que ele quer me obrigar a fazer o que ele quer

— Você tá me machucando, solta meu braço!

Nos olhamos ... Ele me solta colocando a mão na cintura enquanto a outra desliza sobre seus cabelos

— O que eu preciso fazer pra você acreditar em mim?

— Nada, simplesmente, me deixar em paz e me permitir que eu siga com minha vida, você já me fez sofrer muito, eu que não aceito mais passar por isso! Por favor vá em embora! Abro a porta do quarto

— Ana não faz isso comigo! Não faz isso com você! Você precisa de mim! Ele pega em meu rosto com suas mãos encostando o seu contra o meu

— Estou fazendo isso por mim, eu preciso me afastar! Vá embora vai....

— Não acabou tá ouvindo, isso não acabou, a gente ainda não acabou essa conversa! Só acaba quando eu disser que acabou!!! Ele muda rapidamente pra um dominador novamente

— Acabamos sim... Eu disse que acabou! Empurro ele

Ele me empurra contra a parede me pressionando contra a mesma, ele me olha com seus olhos azuis irresistível

— Você me pertence Ana, eu sou seu dominador você é minha , entendeu!? Ele me beija rápido a força

Tento afasta-lo mais ele me beija com força sinto seu corpo encostar no meu , seu corpo forte e seu cheiro que eu sinto tanta falta impregna em minha roupa... Seu beijo tão quente e tão irresistível quase me faz ter um orgasmo, sinto uma excitação no corpo, estou quase cedendo 

— Não, não, NÃO!!! Me saio dele, e acabo dando um tapa nele

— Oww Ana voce me deixou excitado agora? Ele tenta se aproxima beijando meu pescoço e mordendo o mesmo, me deixando molhada

— Ian respeite minha decisão por favor saia daqui sai!!!! Perdo a paciência

— Eu vou, mais eu sempre vou voltar.

Ele me olha mais uma vez e sai...

Respiro forte! Sinto meus olhos arderem, me abaixo me encolhendo, eu mandei ele ir embora, mais meu pensamento esta dizendo outra coisa

(Ian, não vai, Iannn me possua, eu quero ser sua , quero dormir com você, quero transar de novo com você, nem que você seja casado e nem que tenha dormido com aquela vadia, eu perdoou)

— Não, não, Ian não vai me dominar, não! Eu sou mais forte, eu sou mais forte....

They fell in love one summer

Eles se apaixonaram em um verão

A little too wild for each other

Um pouco selvagens demais um para o outro

Shiny 'til it wasn't

Foi brilhante, até não ser mais

Feels good 'til it doesn't

Parecia certo, até não parecer mais

It was her first real lover

Foi o seu primeiro grande amor

His too 'til he had another

Dele também, até ele encontrar outra

Oh, God, when she found out

Oh, Deus, quando ela descobriu

Trust levels went way down

Os níveis de confiança despencaram...

Não posso me abater não agora que meu pai vai voltar pra casa....

POV. BRUNA

Me arrumo... Coloco um vestido vermelho fatal, deixo meus cabelos soltos, passo um batom vermelho bem cheguei...

Pego as chaves do carro E saio...

Depois de algumas horinhas chego no meu destino

Entro no hospital

— Com licença eu vim ver um paciente que está aqui, o nome dele é George Young

— Claro senhorita venha comigo!

Sigo a enfermeira

— Aqui é o quarto dele ! Ela abre a porta e eu entro

Vejo ele deitado sobre a cama parece que dorme

— Olá George lembra de mim? Ou devo dizer...Maridinho!

Ele abre os olhos e me olha assustado...


Notas Finais


E aí o que acharam????? 🧡🧡🧡 aaaadoro e amuuuu vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...