História Doncel - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokio Hotel
Personagens Bill Kaulitz, Georg Listing, Gustav Schäfer, Personagens Originais, Tom Kaulitz
Tags Gravidez Masculina, Homossexualidade, Kaulitzcest, Yaoi
Visualizações 74
Palavras 1.645
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Caramba, quero agradecer pelos comentários fofos que recebi no ultimo cap, e para agradecer mais um capítulo.
ps: Imaginem o Bill e Tom na imagem
ps2: na hora da cerimonia coloquem essa musica: https://www.youtube.com/watch?v=QgaTQ5-XfMM

Capítulo 6 - Casamento


Fanfic / Fanfiction Doncel - Capítulo 6 - Casamento

Os três meses de se passaram rapidamente para Bill e Tom. O casal estava se conhecendo melhor, claro que a ideia do Tom de presentear o mais o novo com livros de medicina ajudou e muito na boa convivência, e mesmo que Bill não queira admitir ele estava se apaixonando aos poucos pelo varão. A natureza bondosa e até mesmo delicada do homem estava o encantando e claro que a aura forte do mesmo se fazia presente, mas nunca com Bill.

 Com Bill o varão sempre foi delicado e gentil, sempre o elogiando sua beleza e o mimando com livros e mais livros, claro que Tom sempre encontrava meios de presentear o menor com flores, sempre com marca texto de flores secas e prensadas, deixando que o seu perfume se emaranhasse no meio das folhas brancas.

Mas hoje Tom não iria levar um livro para o seu amado, hoje ele iria até o alfaiate pois amanhã será o seu casamento, no meio do inverno, assim como seus pais.

################################################################

Bill estava em cima de um banquinho enquanto o doncel costureiro ajustava os últimos detalhes do vestido.

Seu vestido era branco, com véu que chegava até o chão, a saia do vestido era rodado com detalhes em renda meio prateado, com mangas curtas e colo exposto.

__Só mais um minuto querido, já estou finalizando- Disse o costureiro enquanto ajustava pequenos detalhes na cintura-  Prontinho, Acabamos!- Disse o senhor enquanto se colocava de pé.

__Muito bem, obrigado por nos atender Caio. - Disse seu PA’, enquanto olhava Bill se desfazer do seu vestido de (noiva) com a ajuda de Luani a sua dama de companhia- Vamos Bill, temos muita coisa ainda para fazer.

__Que isso, Desejo-lhe sorte Bill- Disse Caio enquanto  dobrava o vestido nos braços.

__Obrigado Caio. – Disse Bill seguindo seu PA’

 

PA’ e filho e Nani saíram pelo centro de Berlim até a joalheria Cartier Joias para pegar a tiara, o colar e os brincos que Bill usaria durante a cerimonia.

__Eu estou tão feliz por você meu filho.- Disse Simon enquanto esboçava um lindo sorriso para o filho.- É um dia muito especial Bill, e pelo que tudo indica seu casamento será feliz meu filho, então alegre-se!

Bill esboçou u leve sorriso, mais por obrigação do que a felicidade real.

__Ora querido não faça essa cara, Tom é perdido de amores por você- Disse Luani enquanto dava o braço para o menor- Eu sei que a ideia de casamento não lhe agrada Bill, mas tente ser feliz, tente amar seu prometido.- disse Nani retardando seus passos para deixar que Simon fosse na frente das prateleiras olhar as tiaras que estavam expostas.

__Sabe o que não me agrada Nani? É que não tenho o livre arbítrio de escolher com quem devo me casar, não digo que Tom não é ótimo, ele é incrível e tem se mostrado muito sensível com os presentes que me traz. Mas ainda me sinto triste por ser forçado a me casar e não é só isso, devo ter filhos aos 19 anos e não depois disso! Porque a sociedade tem que ser assim?

__Ora Bill, eu sei que se sente triste com toda a situação, que você presa pela sua liberdade de escolha, mas infelizmente é a lei querido, e mesmo que isso mude algum dia, teríamos que ter anos de luta por direitos, e infelizmente não estamos nem no primeiro. Então levante  a sua cabeça e vá buscar a sua felicidade.

##############################################################

Tom estava radiante enquanto o alfaiate ajustava pequenos detalhes no seu smoking.

_Alguém está realmente feliz hoje.- Disse o Alfaiate.

__E quem não estaria? Irei me casar amanhã, e posso lhe garantir eu amo meu prometido e farei de tudo para que ele me ame de volta.

__É claro que sim meu rapaz. Mas lembre-se amor e respeito sempre andam de mãos dadas... Bom terminamos, amanhã as 7 eu mando entregar em sua mansão.

__Muito obrigado por tudo Jean.- Disse Tom enquanto retirava o smoking- Bom devo ir, tenho que passar na relojoaria e meu pai quer conversar comigo. Até mais...

Tom se retirou da loja e logo foi para a relojoaria retirar um belo Rolex de ouro branco que ele usaria durante a cerimonia. #

 

Logo o dia seguinte amanheceu e todos estavam eufóricos com os acontecimentos do dia.

__Vamos Bill! Não temos tempo para preguiça matutina hoje- Disse Simon entrando abruptamente no quarto do moreninho.

__Humm?- Disse Bill abrindo um olho meio sonolento- PA’ são 8 da manhã, o casamento é só 19:00... Eu posso dormir mais um pouco- E com isso o jovem se virou e cobriu sua cabeça.

__Nada disso! Anda temos muito o que fazer, você tem que fazer as massagens, o banho com rosas, os ritos... ANDA!- Disse o PA’ retirando o cobertor de cima do filho- DIRETO PARA O BANHEIRO!

Sabendo que tinha perdido Bill se levantou e foi correndo para o banheiro para se lavar.

E assim começou o dia do Bill, ele mal teve tempo de tomar o café da manhã e já estava sendo direcionado para o quarto onde receberia uma massagem com óleo de lavanda.

Bill entrou em seu quarto onde estava o seu PA’ com vidro lilás em suas mãos, uma jovem castanha onde ele descobriu que seu nome era Bianca e Nani.

__Tire a roupa Bill- Orientou Simon.

 

Bill retirou seu vestido e já estava se deitando quando foi segurado pela mão de seda de seu PA’

__Toda a roupa, querido.

__Devo ficar NÚ?!- Indagou o jovem doncel ganhando um leve acenar como resposta- Mas PA’?!

__Bill é tradição, não questione e obedeça.- Disse Simon se levantando para tirar a cueca do menor.

__Tá eu tiro!-Disse Bill contrariado

Bill retirou sua cueca e logo se deitou com a coluna para cima completamente vermelho.

__Não precisa ter vergonha rapaz.- Disse Nani com um tom brincalhão na voz.

__Humm.

 

Sem dizer mais uma palavra decidiram começar a massagem, Bill tinha que admitir mesmo envergonhado da sua nudez ele estava relaxando com as mãos habilidosas da mulher.  Passou-se 30 minutos e Bill estava completamente adormecido na cama, mas seu sono logo foi embora quando sentiu as mãos da moça indo para as suas nádegas.

__Espera o que você está fazendo?!- Bill disse se levantando rapidamente.

__É apenas o procedimento senhor.- Disse a jovem timidamente.

__Procedimento é o caralho!

__Bill olhe os modos!- Disse Simon e Nani ao mesmo tempo.

Respirando fundo Simon se levantou da poltrona onde estava e foi até a cama do menor.

__Bill não questione o que será feito para a sua preparação, ok? Eu passei por isso, assim como seu avó, e seu bisavó. É tradição querido, e nada pode ser feito a respeito disso ok?- Disse enquanto acariciava o rosto do filho.

__Não questionar?! Como não irei questionar?!!! É O MEU CORPO QUE ESTÁ SENDO TOCADO DESTA FORMA, E SABE-SE LÁ DE QUE OUTRA FORMA SERÁ TOCADO HOJE! FODA-SE SE É TRADIÇÃO. EU NÃO ACEITO ISSO!!!- Disse Bill se levantando e dirigindo para o banheiro.

__BILL VOLTE IMEDIANTAMENTE!!!- Disse Simon indo até o banheiro, mas Bill já tinha fechado a porta.- Que droga menino!

__Senhor, talvez algumas partes deva ser desconsiderados... Afinal o jovem senhor Kaulitz não aceitará- Disse Nani se levantando e indo conversar com Simon.

__Nada disso Luani! Já está na hora dele aprender!- Disse Simon sentindo a frustração.

__Senhor seja razoável. Ele continuará dificultando as coisas...

__Está certo. Você tem razão Nani... Ok Bill, saia para continuarmos com os ritos querido.

 

Depois de muita persuasão Bill saiu do banheiro só para ver seu PA’ estendo um roupão branco para que ele usasse, os três saíram do quarto  e foram em direção ao jardim onde uma grande e imponente árvore se encontrava.

__Sente-se Bill- Pediu Simon.

 Já sentados e devidamente confortáveis o Doncel mais velho assim como a dama de companhia começaram a entoar um cantigo antigo, sem saber o que fazer Bill fechou os olhos e pode sentir o pulsar da terra em sua pele.

__Infelizmente Bill eu não pude ensinar sobre o segredo da família, mas eu peço proteção da Deusa para você meu filho, e também um dos meus presentes será os grimorios quem vem passando de geração a geração, eu espero que  com eles você possa aprender a magia da natureza.- Disse Simon e voltou a entoar o cantigo antigo.

####################################################################

 

 

E logo após o almoço Bill foi levado para quarto onde ele foi lavado com água de rosas, seu corpo foi perfumado e seu cabelo arrumado.

Ele estava quase pronto, só faltava vestir o vestido que tinha chego às 10 da manhã.

__Pronto, só falta o vestido e as sandálias- Disse Simon já arrumado.

Simon ajudou Bill vestir o vestido, colocar as joias e ajustar a coroa com o véu.

__Está lindo querido.- Disse Simon com os olhos cheios de lagrimas.- Bom devemos ir, ou seu pai vai brigar conosco.

################################################################

 

O fim de tarde estava esplêndido, o sol estava todo alaranjado, o vento apesar de frio não estragava em nada o aconchego que o jardim da casa dos Trümper . O jardim estava todo decorado com arranjos de flores brancas com pequenos galhos saindo, as cadeiras almofadadas estavam revestidas com um pano branco de seda formando um belo desenhado, o tapete todo branco estava cheio de pétalas de rosas brancas, vermelhas e amarelas .

Assim que Bill entrou os músicos começaram a tocar a musica de entrada, e como magica começou a nevar, nada que incomodasse os convidados, mas era como se os Deuses quisessem dar um presente embelezando ainda mais aquele casamento.

No momento que Tom pois os olhos em seu amado que vinha de braços dados com seu pai, Tom perdeu o folego, Bill estava divino com aquele vestido, seu cabelo preto amarrado em um coque frouxo, seus lábios delineados com um leve batom carmesim, Tom estava literalmente perdendo o seu ar.


Notas Finais


vestido de noiva do Bill: https://br.pinterest.com/pin/515662226067686940/

A roupa do Tom é o que está na foto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...