História Don't ask me to come back. - Gizzy. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Dustin Henderson, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax"
Tags Fillie, Gizzy, Stranger Things, Stranger Things 3
Visualizações 5
Palavras 602
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo 4.


Seattle, Lizzy.

Fiquei o resto da aula de Literatura desconfortável, o tal de Matarazzo não parava de me encarar, é claro que eu não dava bola. Fingia que nem reparava em seus olhares, mas na verdade eu notava sim!!

Fui salva pelo toque. A primeira coisa que fiz foi pegar minha bolsa, despejar meu laptop lá dentro e procurar abrigo fora da sala. Acabei esquecendo que não esperei Lilia, e precisava tomar conta dela hoje. Voltei para trás e fiquei aguardando ela sair da sala. Ela é lerda mesmo.. mais quando está de ressaca.

Matarazzo saí da sala, com fones em seus ouvidos, com a música praticamente nas alturas.. nem dando conta que eu estava na sua frente. 

Esse menino tem algum problema. Ele me irrita. Não só pelo facto de ele ter beijado Fisher.. mas, sei lá o jeito "tó nem aí" dele.

- Você estava com fogo no cú em Lizzy, nem esperou. O que deu em você hoje? - Lilia forçou a barra.

- Estou com fome.. e queria ir no refeitório, voltei para te pegar, não voltei? - Começamos a andar pelos corredores. Montes de gente saindo de diversas salas. 

- Nem vou comentar! - Lilia simplesmente revirou os olhos e calou a boca até chegarmos no refeitório.

- Vou pegar uma rosquinha e um cappuccino, e vou pegar outro café para você! - Ela me interrompeu antes de eu ir até á bancada.

- Não, café não por favor. Você sabe que eu odeio café. - Ela inclinou sua cabeça para trás se conectando com deus. 🙄

- Então vou pegar uma água, mas você vai tomar o remédio de ressaca. - Sorri.

Me dirigi á banca, a fila estava como sempre grande. Eu sou rica, mas não sou vip para passar á frente de toda essa gente.. E nem quero.

- Olha gente, a Wolfhard. - Chegou Fisher com suas cadelas.

- Oi Sofia, como vai? Soube que ontem na sua festa houve um quase estupro.. - ironizei.

- Sério Sofs? - perguntaram as cadelas dela.

- É, e sabem o que mais? A Sofia é a estupradora. Engoliu o menino bem na minha frente. - Ironia novamente.

- Você é rídicula garota, deixa de ser cínica.. - Fisher ficou desconfortável.

- Ah, cínica!! Você conhece bem essa palavra não?! Porque você é uma!- Aí chegou Lilia colocando a mão no meio de nossa espaço.

- Não vale a pena Liz. - Lilia simplesmente empurrou as cadelas dela e a Sofia para trás.

- É, não vale a pena mesmo. 

                            🖇

- Sério? A Fisher engoliu um garoto na sua frente.. pobre coitado em. - Amber e Lilia riram.

- Ele é bem bonito até, Amb. A Lizzy se apaixonou!! - Corei.

- Não ligue Amb, ela ainda não está lúcida.. - e Amber riu.

- Agora sério, como ele é..? - Amber perguntou com curiosidade.

- Já irá ver.. - Disse Lilia, se virando na cadeira, vendo o mesmo chegar no refeitório.

- Não, pode! Como.. a Fisher conseguiu tocar nele. Ele é tão lindo para essa bruxa. Ele é um deus grego e ela é.. o Diabo. Com suas espinhas no rosto.- Amber voltou a o olhar de cima a baixo.

Fiquei desconfortável, não fiz contacto visual com Matarazzo, nem comentei nada que elas estavam comentando. Sim, é verdade.. o cara parece um deus. Mas pelo amor de deus, a Fisher anda em cima dele. E ele é o oposto de mim.. ele é reservado, ele é um rockeiro completo. E diria que ele é da classe média.. nunca iria acontecer. Nem que porcos voassem. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...