História Don't Fall in Love for Me - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO
Personagens Christopher Vélez, Erick Brian Colón, Joel Pimentel, Personagens Originais, Richard Camacho, Zabdiel De Jesús
Visualizações 29
Palavras 838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Noite Inesquecível


Fanfic / Fanfiction Don't Fall in Love for Me - Capítulo 3 - Noite Inesquecível

As horas passaram rápido e em um piscar de olhos eu estava no meu quarto escutando música e me arrumando para sair com o Joel, estava quase pronta quando escutei o barulho da porta abrindo.

— Filha ? Cheguei. — minha mãe gritou dp andar de baixo

— Oi, to aqui no quarto. — respondi

Minha mãe subiu as escadas e entrou no meu quarto parando e sorrindo ao me olhar.

— Aonde vai tão bonita assim? — ela perguntou e por uns instantes eu a encarei e sorri

— A senhora tinha razão, eu tenho que viver e que tenho ser feliz — Eu a abracei enquanto ela se levantava e começava a dançar comigo.

Assim que a música parou de tocar a campainha tocou, e minha mãe me segurou


— Calma, você vai sair com quem ?

— Esqueci de te falar, é o menino aqui do lado, o Joel.

— Qual deles?

Gargalhei. Óbvio que minha mãe não sabia quem era quem. Peguei o celular rápido e mostrei uma foto dele.

— Ahh, ele é bonitinho. — ela riu maldosa

— Sim, e ele me trata muito bem, mas agora eu tenho que ir, beijo. — falei rindo

Desci as escadas correndo e abri a porta. Assim que olhei para fora o vi, mas não foi tão agradável quanto pensei que seria. Ele tinha levado os meninos.

Confesso que fiquei triste, eu esperava que fôssemos apenas nós dois, como um encontro, mas não, ele trouxe os amigos.

Os amigos foram em um carro, com o Rich dirigindo. Enquanto o Chris, Joel e eu fomos em outro.


O Joel foi dirigindo enquanto eu e o Chris fomos no fundo.

— Ei, não devia falar nada, mas vocês são fofos — Sussurrou o Chris— Ele não para de falar o quão linda você é e o quanto ele tá se apaixonando por você.

Eu fiquei sem graça, mas me senti muito bem e comecei a rir de vergonha.

— Obrigado Chris, você é um fofo.

— Opa, o que os dois estão rindo e falando tanto ai atrás? — O Joel olhou sério pelo retrovisor.

— Nada Joel, só estamos conversando.

— Entendi, enfim, acabamos de chegar.


Assim que o Christopher saiu do carro ele estendeu a mão para me ajudar. Não foi difícil perceber que ele simplesmente seria a melhor companhia da noite.

Nós começamos a andar procurando o que comer, já que o Zabdiel estava com fome. Depois de andarmos muito e encontrarmos tudo, chegou a hora de dividir as cadeiras para assistirmos o filme.

— O Richard fica com o Zab. O Erick com Chris e eu com a Jess. — Joel falou

— A gente vai se sentar perto do Chris ? — perguntei baixinho.

— Sim, todos estarão lado a lado. — Ele respondeu com um tom de quem não gostou nada da pergunta

Nos sentamos e assistimos o filme. O Joel foi um cavalheiro. Ele segurou minha mão, fez carrinho nela, mas não tentou nada de mais. Ele respeitava meu momento.

— Sem duvidas esse foi o melhor dia que eu já tive — Abracei o Joel e logo em seguida o Chris quando saímos da sala

— Dessa vez o Chris vai dirigindo. — Joel falou ríspido

Eu sabia que tinha algo de errado, ele parecia estar com ciúme do Christopher.


Ele se sentou no fundo do carro nós estavamos nos olhando e rindo falando sobre nosso passeio.

Nós ficamos brincando até voltarmos para casa conversando. Quando chegamos ele saiu do carro segurando minha mão e me puxando para seus braços.

— Você está muito linda — Joel sussurrou no meu ouvido.

— Obrigada — Falei meio sem jeito.

— Desculpe não ter te dado muita atenção, ou até mesmo demorado para te dizer isso. Te dizer o quão linda você está e é.

— Relaxa, eu adorei a noite de hoje — Me despedi dando um beijo em sua bochecha — Até amanhã vizinho

— Até amanhã vizinha.

Assim que entrei eu olhei pelo canto da cortina e o vi pulando de alegria pelo quintal. Eu ri e achei fofo, porque ele realmente gostava de mim, mas eu tinha pouco tempo de vida, não poderia fazê-lo feliz por muito tempo. Mas com certeza tentaria ser feliz com ele. Ao menos uma vez.

— Como foi a noite filha?

— Foi ótima, ele é um fofo. — sorri boba

— Espero que vocês deem certo se isso te fizer feliz, eu gosto tanto de ver esse sorriso em seu rosto — Ela me abraçou.

— Digo o mesmo de te ver assim, alegre.

Subi para meu quarto, peguei minha roupa, tomei um banho e deitei.


Na minha mente só se passavam os sorrisos e os carinhos do Joel. Eu estava realmente me apaixonando?

"Eu só queria que você tivesse sido 100% minha essa noite." J.P

Li aquela mensagem e algo estranho aconteceu comigo. Não conseguia entender do que ele estava falando.

"O que quer dizer com isso" J.E

"Não quero bancar o idiota, mas não gostei do jeito que você e o Chris estavam. Parecia que ele importava mais que eu" J.P

"Foi você quem o chamou Joel. Você quem me chamou para um encontro e levou seus amigos." J.E


Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...