História Don't Leave Me - Taegi - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, Monsta X
Personagens Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Taegi, Taehyung!bottom, Vga, Vsuga, Yoongi!top, Yoontae
Visualizações 417
Palavras 768
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, FemmeSlash, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá anjinhos! É a primeira vez que posto uma fanfic aqui no spirit então espero que gostem e aproveitem bem a leitura *-*

Capítulo 1 - Recaídas


Fanfic / Fanfiction Don't Leave Me - Taegi - Capítulo 1 - Recaídas

Já era a quarta vez naquela tarde que Taehyung caía tentando fazer a mesma trajetória. De novo ele não conseguiu, por que estava errando? Ele já devia conhecer bem o caminho que ia da porta de entrada da casa até o sofá, mas qual o motivo de ser tão difícil? Eram apenas alguns passos...   

Seu hyung foi correndo até ele e o ajudou a se levantar e a se sentar logo percebendo o choro do menor. 

 -Tae eu sei que é difícil, mas você precisa aprender... Não pode ser fraco e desistir. - Disse Jin se sentando ao lado de Taehyung e o abraçando. - Você vai conseguir. 

 Ah Jin, sempre sabia as palavras certas para fazer seu garoto sorrir, mas dessa vez o efeito foi reverso. Taehyung chorou ainda mais dizendo: 

-Não hyung... Eu sou um inútil, um completo inútil. Não consigo nem mesmo dar alguns passos sem cair... 

 -A casa é nova, realmente é complicado você não está acostumado com ela mas vai aprender. - Jin afagou os cabelos do menor que secou suas lágrimas e se levantou tentando caminhar. - Quer ajuda? 

 -Sim, preciso ir pro meu quarto. Quero ficar sozinho. 

 E assim foi feito, Jin queria ajudar seu garoto mas não iria violar a privacidade do mesmo. Sabia que ele se irritava quando percebia que não estava sozinho quando queria aquilo e como ele sempre percebia Jin apenas o deixou no quarto e saiu. 

 "Você é um inútil Taehyung, não consegue nem andar. Não serve pra nada só para dar trabalho pras pessoas, é um encosto na vida dos seus pais e do seu hyung", pensava ele. 

 Depois de muito tempo pensando em como era inútil para tudo e todos Taehyung ouviu a porta de seu quarto e se sentou em sua cama. 

 -Hyung? Jin hyung é você? - Perguntou secando as lágrimas que desciam incansavelmente por seu rosto. 

 Sentiu alguém sentar ao seu lado em sua cama e logo ouviu sua voz, a voz doce que era inconfundível dizendo: 

 -Não meu amor, Seokjin foi almoçar.

-Omma... - Falou Taehyung chorando mais. - Sou um inútil omma. 

 -Seokjin me contou sobre sua crise... Meu bem, você não é um inútil muito pelo contrário. Faz todos a sua volta sorrirem, é especial na vida de todos. 

 Taehyung não entendia porquê, a muito tempo não tinha uma crise tão forte como agora. "Por quê?" era a única coisa que ele se perguntava enquanto colocava pra fora toda sua tristeza desabafando com sua omma: 

-Como omma? Me diz como? Como eu posso fazer todos sorrirem? Eu nem sei como é um sorriso, nunca vi um... Como posso fazer as pessoas terem algo que eu nem mesmo sei o que é? - Estava praticamente gritando, o que preocupava a senhora Kim. A muito tempo Taehyung não chorava tanto como agora, estava com os olhos inchados, era algo de partir o coração de qualquer um que visse o menino. Talvez fosse pela casa nova, sim, com certeza era. Taehyung ainda não tinha se acostumado com os novos corredores, cômodos, móveis em lugares diferentes. E tudo isso o machucava, não sabia andar em um ambiente completamente estranho para ele. - Omma quero ficar sozinho por favor, desculpe. 

 -Te amo. - Beijou a testa do filho ouvindo ele sussurrar que também a amava e saiu do quarto fechando devagar a porta, ciente de que mais tarde Taehyung iria estar com os olhos ainda mais inchados e vermelhos e seu rosto estaria todo cheio de lágrimas. 

 

 ♠♠♠


 Jin estava demorando mais do que o normal em seu horário de almoço, enquanto o esperava senhora Kim andava de uma lado para o outro na sala com seu coração se partindo ao meio já que seu filho chorava tão alto que ela conseguia escutar mesmo ele em seu quarto e ela na sala. 

 Kim Haneul, tão forte e batalhadora, sempre fez de tudo para proteger seu filho com unhas e dentes desde que ele era um bebê até o momento em que ele tinha 23 anos de idade, Taehyung sempre seria um menino. 

 -Seokjin por que demorou tanto? - Perguntou Haneul preocupada e um pouco desesperada assim que viu Jin entrar em casa fechando a porta atrás si. 

 -Tive uns problemas no caminho, o que houve? Aconteceu algo com Taehyung? 

 -Eu não sei mais o que fazer com ele. - E naquele momento, Haneul se permitiu chorar enquanto recebia um abraço carinhoso de Seokjin. - Eu quero que ele tenha uma vida normal mas desde que mudamos pra essa casa tudo que ele faz é chorar... Eu só quero ver meu filho feliz outra vez.


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim, e que tenham ficado com uma pontada de curiosidade sobre o que acontece na vida do Taehyung. Sei que ficou meio pequeno mas o segundo capítulo pretendo fazer maior. Obrigado por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...