1. Spirit Fanfics >
  2. Dont leave me >
  3. Cap. XII

História Dont leave me - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Cap. XII


O moreno agora encontrava-se sentado no meio da cama, que não era sua, emburrado.

Hyukjae : Até quando vais ficar com essa cara?

Donghae : É a única que eu tenho (revirou os olhos) 

Hyukjae : Hae, eu…

Donghae : Senhor Lee Donghae! (corrigiu-o)

Hyukjae : Donghae, eu só quero cuidar de ti e do nosso bebé 

Donghae : Nós não precisamos de cuidados 

Hyukjae : Estás a ser infantil (respirou fundo buscando paciência) Essa criança irá depender de nós! Não podemos ter este tipo de comportamento ao redor dela 

Donghae : Eu só quero ir para o meu lotf e ficar em paz

Hyukjae : Não te posso deixar sozinho nessa condição  (apontou para o pé pousado em cima de uma almofada) 

Donghae : É apenas uma entorse, feita por tua culpa!

Hyukjae : Por isso mesmo, deixa-me cuidar de ti 

Donghae : Eu não quero!

Hyukjae : Mas eu sim!

Donghae : Não!

Hyukjae : Sim!

Donghae : Nã… (a palavra morreu dentro da boca quando sentiu os lábios de Hyukjae a serem pressionados contra os seus)

Hyukjae : Eu amo-te e irei estar ao teu lado (confessou olhando nos olhos do outro)

 

 Era a primeira vez que Hyukjae afirmava os seus sentimentos perante Donghae.

Donghae : Tens que amar é o teu namorado

Hyukjae : Eu não tenho namorado

Donghae : Tens sim! Eu vi-te todos os dias a encontrares te no apartamento dele

Hyukjae : Andava-me a espiar? (perguntou risonho)

Donghae : Não!

Hyukjae : Claro que não (riu)

Donghae : Eu não andava

Hyukjae : Eu acredito em ti (sorriu)

 

O ex-fotógrafo fuzilou o outro vendo este ainda rir de si, sentiu algo gelado na sua zona dorida e deixou escapar um gemido de dor quando sentiu o gelo fazer contacto na pele.

 A campainha foi ouvida, o dono do lugar levantou-se da cama e dirigiu-se até a porta, mas logo o seu sorriso morreu. 

XXX : Hyuk! (abraçou e beijou-o)

Hyukjae : SiYang, o que fazes aqui?

SiYang : Vim ver o meu namorado (entrou sem ser convidado)

Hyukjae : Não é boa altura (coçou a nuca nervoso) 

SiYang : Está tudo bem?

Hyukjae : SiYang…

 

 Eunhyuk encarava tanto a porta do quarto como a figura à sua frente sem saber o que fazer, quando tinha a sua resposta, Donghae saiu do seu quarto apenas com uma blusa sua vestida em que tapava até ao meio das coxas. 

SiYang : O que está acontecendo aqui?

Donghae : Não sabia que tínhamos visitas (encostou-se sexy na parede) E acho que é bastante óbvio o que está acontecer aqui (soltou um sorrisinho malicioso)

SiYang : O que fazer na cama do meu namorado?

Hyukjae : Dong… 

 

 Ele nem conseguia processar uma única palavra, Donghae estava extremamente sensual a sua frente, piscou os olhos várias vezes, mas por alguma razão desconhecida nada saia.

SiYang : Estou à espera de uma resposta! (gritou) Limpa a baba Hyukjae!

Donghae : Volto a dizer, a resposta é muito óbvia

SiYang : Eu não acredito! 

Donghae : Eu se fosse a ti, ia me embora 

 

 O outro mirou novamente o barman mas este continuava sem dizer nada e apenas encarava Donghae como uma presa. SiYang mordeu o lábio choroso então virou as costas para sair. 

SiYang : Façam bom proveito

Donghae : Tchau tchau (acenou cínico)

 

A porta foi batida com força e isso fez com que Eunhyuk despertasse daquele trânsito. 

Hyukjae : O quê…?

Donghae : Podias ter arranjado melhor  (sentou-se no sofá enquanto massageava o tornozelo dolorido)

Hyukjae : Ficas-te com ciúmes? (perguntou risonho)

Donghae : Estás louco?!

Hyukjae : Dá-me uma razão para teres vindo assim?

Donghae : Estava com calor (o maior encarou-o) Sim, as minhas hormonas calorentas vieram ao de cima 

Hyukjae : Príncipe não precisas de ficar com ciúmes

Donghae : Eu não estou com ciúmes!

 

 Eunhyuk aproximou-se sentando ao lado e roçou os lábios provocador.

Hyukjae : Estás morto de ciúmes 

 

O moreno abriu a porta para protestar mas logo foi impedido pela união de bocas mais uma vez, porém desta vez Hyukjae fez-o deitar no sofá colocando os braços na lateral do corpo do outro para que não escapasse.

Donghae : Afasta-te!

Hyukjae : Empurra-me e eu saio

Donghae : E vou mesmo

Hyukjae : Estou a espera

 

 Donghae observou o rosto afiado do barman, contudo sendo traidor as suas palavras, perdeu-se mais uma vez na luxúria que havia entre eles os dois.  Eunhyuk puxou-o para o seu colo e começou a despir a blusa que este tinha deixando este nu para o seu espanto.

Hyukjae : Sem nada por baixo

Donghae : Como disse inicialmente, tinha calor 

 

 O mais velho assentiu como se acreditasse e voltou a beijá-lo sedento de saudades e malícia.

 

 Um pouco mais tarde, Eunhyuk estava deitado na sua cama com Donghae enroscado em si, estavam cobertos por edredons devido ao frio lá fora, fazia cafuné nos fios de cabelo do parceiro, quando deixou uma mão descer até ao ventre do outro e pela primeira vez sentiu o seu bebé por inteiro. Percebeu que pelo volume que a barriga apresentava já estava nos 4 meses quase indo para os 5, ele estava desejoso de começar a participar na gravidez e na vida do seu filho.

 Quanto mais acariciava, mais Donghae aproximava-se de si e isso arrancou um sorriso gomoso dele. Só faltava aquele maldito divorcio ser assinado para começar a ter o seu “feliz para sempre” com Donghae. 

Uma música começou a tocar e mais do que pressa Hyukjae desligou o seu alarme antes que acordasse o outro, verificou as horas e bufou vendo que era estava na hora de sair para ir trabalhar. Levantou-se com cuidado e foi se higienizar-se para ir trabalhar, antes de sair depositou um beijo na testa do menor e anotou um recado para quando este acordasse alimentar-se.

Chegou no restaurante, vestiu a sua farda calmamente, no entanto observou SiYang entrar na área de vestimentas.

Hyukjae : Podemos falar?

SiYang : Acho que não será necessário, a cena no teu apartamento disse tudo

Hyukjae : SiYang…

SiYang : Foste amante de Donghae durante anos e agora que ele está separado corre para os teus braços 

Hyukjae : Eu amo-o e vamos ter um filho juntos 

SiYang : E ele ama-te? Ou só espera ter aquela criança para depois te largar e voltar para o marido rico

Hyukjae : Não fales de coisas que não sabes

SiYang : Ele está habituado a luxos que nunca lhe poderás dar (dito isso saiu para ir trabalhar)

 

  Aquela frase ficou na mente de Hyukjae a noite inteira. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...