História Don't Let Me Down. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Hentai, Jimyoon, Minimini, Romance, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 74
Palavras 867
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello.
poseh copnsegui mandar o capitulo hoje.
Nao tenho muitas coisas a dizer. obrigada por favoritarem e ate as notas finais.

Capítulo 3 - Jung Haseok: Mama.


Fanfic / Fanfiction Don't Let Me Down. - Capítulo 3 - Jung Haseok: Mama.

J-Hope: Mama.

“Mama, você ne fez perceber o mundo.”

Abandonado...Eu fui abandonado aos meus 10 anos de idade pela minha mãe, em um parque de diversões, ela deixou um bilhete para mim no bolso da minha jaqueta antes de sumir. Nunca esqueci o dia mais triste e doloroso de minha vida.

 [ 13 anos atrás.]

- Mamãe olha aquele homem em cima do elefante! – disse apontando para o animal um pouco longe de onde estávamos.

 

- Que legal filho, olha lá. – ela apontou em direção ao homem que cuspia fogo para cima. – Aquele homem é perigoso!

Ela falou rindo, e eu também ri.

- Filho, guarda esse envelope no seu bolso para mim. – ela disse me entregando m envelope, e eu fiz o que ela pediu. – Que tal se nós brincássemos de esconde-esconde?

Minha mãe sugeriu um pouco animada e triste. Eu não entendi na hora o por que de ela estar com aquele humor naquele dia.

 

-Ok! – concordei.

 

-Ok, você vai começar a procurar. Você vai cobrir seus olhos com suas mãos e eu vou me esconder, aqui por perto, quando eu disser, Já, você vai me procurar, mas somente quando eu der o sinal, okay? – ela disse com um sorriso, mas eu havia percebido em seu olhar que ela estava aborrecida. – Conte até 10, okay, sem pressa.

 

-Tá bem. Vou começar a contar. – disse cobrindo meus olhos com as mãos. – 1...2...3...4...5... – Eu contava bem calmo, sem preocupações, pensando onde minha mãe havia se escondido. - ...6...7...8...9...10! Lá vou eu mamãe!

Estranhei que ela não havia dado o sinal, mas fui a sua procura mesmo assim.

Eu a procurei em todos os lugares do parque, mas nunca a encontrei. Quando desisti de procura – lá sentei no mesmo banco onde eu estava com ela, e comecei a chorar, eu soluçava “mamãe”.

Minutos depois eu havia notado que as pessoas haviam sumido. Provavelmente todas as famílias já haviam ido embora.

Uma das funcionarias do parque apareceu e disse que o parque estava fechando, ela me acompanhou até a saída e se despediu com um sorriso doce. Eu comecei a caminhar sem rumo pelas ruas.

Casa!

Talvez ela esteja em casa. Comecei a correr para minha casa, na esperança que ela estivesse lá, faltava pouco para chegar ao meu destino.

Quando finalmente cheguei em casa, tentei abrir a porta de casa, mas a mesma estava trancada.

Encostei na porta escorreguei até sentar no chão.

Abracei meus joelhos e comecei a chorar. Por que ela havia me abandonado? O que eu fiz de errado? Ela me odeia?

Essas perguntas martelavam em minha cabeça, com força, me fazendo chorar mais ainda.

Quando coloquei as mãos no bolso, senti o envelope que ela havia me dado antes de sumir.

Olhei para aquele envelope, virei-o e vi que tinha algo escrito : “ Para Jung Haseok”.

Hesitei em abri-lo no começo, mas em um ato de curiosidade, e dor, o abri com pressa.

No envelope tinha, um bilhete, as chaves de casa, um cartão de vale alimentação, vale transporte, vale roupas e calçados.

Na carta dizia:

“ Hobi, me desculpe pelo o que eu fui obrigada a fazer, talvez um dia você entendera, estou te deixando algumas coisas para sobreviver, de vez em quando meus pais iram lhe visitar para ver se você esta bem.

Eu te amo muito,muito,muito Hobi!”

 

Mesmo,nunca, entendendo o motivo pelo qual a levou me abandonar sempre a amei, nunca consegui odia-la.

Mesmo que no começo tenha sido difícil a ausência dela, consegui me acustumar, um pouquinho, sem ela, tive muita ajuda do meu melhor amigo Yoongi.

Ele sempre vinha aqui em casa, e com o tempo fiz novos amigos que me ajudaram também a superar a ausência de minha mãe, eles sempre foram bem leais a mim, sempre que eu precisei todos me ajudaram e em troca eu tentava ao máximo fazê-los sorrir.

Para ajudar também a superar a ausência de minha mãe eu entrei em uma academia de dança, onde eu colocava todos os meus sentimentos de acordo com o ritmo e a letra da musica, dançar era minha paixão, já participei de varias competições de dança, onde algumas eu ganhei, e outras eu perdi, mas nunca me abalei com a derrota, afinal isso faz parte do nosso cotidiano.

O que me deixava meio triste nas competições era que minha mãe não estava lá para me ver, gritar meu nome e sentir orgulho de mim. Mas como sempre meus amigos estavam lá, eles gritavam “Vai Hobi!” ou “ Ele é nosso amigo!” eu adorava quando eles gritavam: “ J-HOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOPE!” o Yoongi faz isso frequentemente.

Há um tempo, percebi que Jimin sentia algo há mais que amizade por Suga, mas como ele gosta da Rosé acho que nunca percebeu os sentimentos do Jimin por ele. Tenho um pouco de pena do ChimChim, seu amor, ainda, não é correspondido pelo Suga é tão belo, o jeito como ele o olha, e s parece que ele se sente tão bem e seguro ao lado do Suga, e secretamente, eu estou tentando o ajudar com isso. Estou pensando em contar ao ChimChim sobre meu plano, mas só seu eu lembrar.

Espero poder ajuda – lo do mesmo jeito que ele me ajuda.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
BJOS DE NUTELLA DA MIH-CHANY (^3^)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...