História Don't Let Me Down. - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Drama, Hentai, Jimyoon, Minimini, Romance, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 23
Palavras 1.639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello!
Gente sério! Desculpa o atraso, aconteceu algumas coisas e precisei ficar longe daqui.
Mas cá estou eu e com mais um capítulo. Espero que gostem.

BOA LEITURA

Capítulo 36 - Por você.


Há coisas, que nem todos sabem que fazemos.

Já fiz muitas coisas por um garoto que eu amava mas o mesmo nunca notará.

Então eu desisti de tentar ser notado por ele.

Eu sempre gostei de ensina-lo a dançar. Fazíamos isso juntos. E o jeito como ele movimentava o corpo deixava-me louco de amor. Parece estranho, mas eu me sentia assim.

Já fazia uma semana desde a briga entre o Suga e Jungkook. Parece que eles voltaram a se entender. E o namoro entre Jungkook e Jimin terminou.

Suga Hyung disse que estava feliz. Pois agora ele teria a sua segunda chance com Jimin. Eu estava feliz por ele, eu não vejo a hora de eles namorarem, casarem e tiverem filho enfim eu serei Titio!

Quero dizer! Eles serão felizes. É isso que importa. Mas eu quero ser padrinho de um dos filhos deles.

- Oi Hobi Hyung. - Disse Jimin ao entrar na sala de dança. – Queria falar comigo?

- Sim. – sorri para ele. Ele sentou-se em minha frente. – Então Jimin, soube que você e o Jungkook terminaram. – ele assentiu. Não notei tristeza em seu semblante. - Vai dar uma segunda chance ao Suga Hyung?

Ele abaixou a cabeça por alguns instantes.

- Eu não sei Hyung...Ele nem é gay e você sabe disso. – ele continuava de cabeça baixa. Suspirei cansado, não estava na cara não!? Suga era mais gay que eu!

Mentira,eu sei, mas porra não tava na cara o quanto ele ama o Jimin?

Talvez seu medo de não ser correspondido de novo o impeça de ir até o Suga.

Mas estava mais que na hora de eles se resolverem. E é agora que Jung Hoseok entra!

Tree!Two!One!

Action!

- Você não sabe o tamanho do amor do Suga por você, Jimin. – falei sorrindo ao lembrar do que eu vi depois de todos esses anos. Eu não era cego. Certo dia, eu falei ao Hyung sobre isso, e o mesmo me revelará algo que, 1%, eu já desconfiava.

- Não confunda as coisas Hobi. Amizade é uma coisa, amor...É totalmente diferente. Entende? – ele disse parecendo um pouco triste. Ele não queria se iludir de novo. Mas ele estava cego.

- Infelizmente eu entendo Jiminie. Mas o que eu quero dizer é que por você, Suga não fez muitas coisas.

O silêncio se instalou ali. Jimin abriu a boca algumas vezes com a intenção de falar algo. Mas nada saiu, nem palavras nem sons.

- N-não? Isso é r-ruim? Hobi o que ele não fez? – parecia chateado consigo mesmo. Eu ri do modo como ele se sentiu preocupado, mais uma vez, com o Hyung.

- Não Jimin. Isso é até que bom. E sabe por que? - questionei-o. O mesmo negou com a cabeça. – Por você ele se dedicou tanto nos estudos, eu mesmo o questionei sobre isso. Era estranho, quando eu conheci ele, o Hyung dizia que não tinha interesse em ter um futuro brilhante ou estudar, mas depois que ele te conheceu, o “nerd fofinho” como me referia a você antes, ele começou a dedicar-se mais. Certa vez lhe perguntei sobre isso, e ele dissera-me que queria te impressionar. – sorri ao lembrar daqueles dias que ele me chamava para estudar em sua casa, para eu ajudar em assuntos e matérias que o mesmo tinha dificuldades. – E eu sei que ele conseguiu.

Jimin corou e ao mesmo tempo sorriu envergonhado. Eu achei fofo sua atitude.

- M-Mas por que ele namorou a Rosé então? Isso não faz sentido para mim Hobi Hyung. – ele perguntou, seu sorriso se desfez no mesmo instante.

- Essa parte é meio complicada. – suspirei. – Você sabe que a relação dele com o pai dele não é uma das melhores não é? – ele assentiu. – Pois então, faz anos que o Suga Hyung descobriu sua sexualidade. E sim, ele é gay. Mas ele sabia que o pai dele seria contra isso, e para evitar brigas ele se escondeu, nem mesmo a mãe dele sabe. O senhor Min sempre foi muito preconceituoso, e certa vez ele dissera a mim e ao Hyung que a pior desonra que nós poderíamos dar aos nossos pais é dizer que somos Gays. Quando nós dois descobrimos nossa sexualidade, nós prometemos esconder isso de todos. Mas quando ele estava com você, eu via, o quanto esse medo sumia. E eu fiquei feliz por vocês. Um cuidaria do outro. E com certeza se amariam. Esse é o real motivo pelo qual ele namorou a Rosé;medo. Mas quando ele te perdeu, wow, ele ficou mal. Muito mal mesmo! Nós brigamos feio pela primeira vez. Ele estava fora de si. E a bebida não ajudou muito. Ele poderia sim ter se perdido naquele dia mas quando eu disse que ele poderia concertar o que ela havia feito a você, ele se levantou e esteve lutando para te reconquistar Jimin!

Ele sorriu com aquilo, uma lágrima solitária cair sob sua bochecha. Eu a limpei.

- Sabe as festas que os amigos do Namjoon davam? – ele assentiu. – O Suga nunca foi na maioria, exceto por duas.

- Quais?

- Uma festa de aniversário do Jackson, aquela que o Moni bebeu até não lembrar o próprio nome e que resultou naquele cabelo ridículo verde e o corte mal feito, lembra? – ele assentiu. Ri com a lembrança de um Seokjin revoltado com o Moni por não tê-lo ouvido sobre os exageros no álcool. – Pois é, o Hyung não ficou muito naquela festa, no outro dia eu lhe questionei sobre, e o mesmo dissera que festa nenhuma teria graça sem a sua presença . – ele sorriu ao ouvir aquilo, e corou um pouco. Achei-o fofo. – E sabe aquela festa que o Ji-Young dera? Então, ele quase ficou até o final, mas bebeu um pouco de mais e começou a ver coisas, ou melhor, começou a ver você Jimin em outros caras. E acredite, se não fosse por mim, ele teria ficado com um cara naquele dia pensando ser você.

Jimin ficou quieto por alguns segundos antes de voltar a falar.

- E-Eu...Não sei o que dizer.

- Então não diga, apenas me ouça. – falei tomando o fôlego. E ele olhou-me atentamente. – Eu sei que você tem medo de dar ao Suga Hyung uma segunda chance para não se iludir novamente, mas está mais que na hora de você enxergar o quanto o Hyung te ama. Jimin, o Yoongi encontrou o melhor dele em você! Você é tudo para ele! Eu sei que ele subiria o monte Everest por você. Atravessaria o oceano para vê-lo feliz. Quebraria os muros mais altos deste mundo por você. Então não diga que ele não te ama. Você não sabe o quão grande e intenso é o amor dele por você. Por você e só por você!

Seus olhos se encheram de lágrimas, um sorriso brotou em seus lábios carnudos. Ele começou a secar as lágrimas soluçando baixinho.

- Hobi... – ele abraçou-me apertado. -Obrigado. Obrigado por me dizer isso. E-Era o que eu p-precisava.

- Uh!? Precisava?

- S-Sim. Você e-esta certo sobre eu ter esse receio. – soluçou. – Mas você não sabe o quanto eu preciso dele. Sua ausência nesses últimos dois meses tem me matado tanto. A saudade do corpo quente do Yoongi tornou-se insuportável, Hobi. – ele separou o abraço. – Eu ainda o amo. Não importa quantas vezes eu negasse a vocês ou até para mim mesmo, eu o amo intensamente e perdidamente.

- Eu sei Jimin. E é por isso que eu falei tudo isso. – sorri para ele. – Agora, - falei me levantando. – Temos que ir.

- Hum? Para onde?

- Ah é! Era para eu ter te avisado que nós vamos ao cinema hoje. – falei rindo sem graça por ter esquecido disso.

- Nós quem? – ele disse, já, de pé.

- Nós sete. – sorri. – Não esqueça, você tem sentar ao lado do Hyung.

Ele sorriu envergonhado com aquilo.

- Aish! Não fale essas coisas Hobi. – ele continuou sorrindo. – Eu fico sem graça.

- Eu sei, é fofo ver você assim por causa do Suga. – abracei seus ombros e guiei-o para a saída daquela sala para irmos para o cinema. Digamos que estávamos um pouco atrasadnhos. Nada de mais.

O caminho até o cinema era curto, não foi necessário pegarmos táxi ou ônibus.

Quando estávamos quase próximos ao cinema, avistamos nossos amigos.

Errei na contagem. Não eram mais apenas sete. E sim oito. Euisoo também estava incluído em nosso grupo agora.

Eles nos cumprimentaram com um “oi”, algo que surpreendeu a todos nós, foi quando Jimin, simplesmente, foi até o Suga e o abraçou. Claro que ele estranhou e ficou surpreso com aquilo de início mas logo o retribui.

Era visível o nível daquele abraço.

Era repleto de saudade, paixão, era verdadeiro acima de tudo.

Eu vi quando Jimin enterrou sua cara no pescoço do Suga, e o Hyung fizera o mesmo.

Eram tão românticos um com o outro.

Eu e os outros nos entreolhamos e sorrimos. Tudo estava voltando aos eixos.

Suga Hyung não tinha mais medo de se esconder. E estava determinado a seguir sua vida ao lado de quem ama, mesmo que isto custe um olhar de reprovação por parte de seu pai.

E Jimin iria superar aquele medo de não ser correspondido novamente. Ele amará o Hyung na mesma intensidade que o Hyung o ama. Eles seriam sim felizes e agora, assim eu espero, não tinha mais nada que impedisse esse união.

O felizes para sempre deles estava apenas começando.

Diferente do meu, que parará no tempo e não andassse mais.

Ah se ele soubesse o quanto meu coração acelerou-se por ele.

Eu não posso dizer que apagar todas as memórias que tenho com ele sejam possíveis, afinal, eu o vejo todo dia.


Mas de uma coisa eu tenho certeza.

Meus batimentos cardíacos aceleram, pelo menos um pouco, quando te vejo Jungkook.

Acho que ainda te amo.




Notas Finais


Espero que esteja do agrado de vocês.
Até o próximo capítulo.
Beijinhos de Nutella da Mih.
😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...