História Don't Panic - Capítulo 43


Escrita por: ~

Visualizações 74
Palavras 2.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 43 - Tanta coisa


Fanfic / Fanfiction Don't Panic - Capítulo 43 - Tanta coisa




06:18 pm - Seul, Casa de Joy.




Seulgi chegou cedo pois odiava atrasos. Mas ficar sentada encarando Joy definitivamente não era algo que estava nos planos dela.

As duas estavam desconfortáveis, mas ainda era cedo e Naeun provavelmente estava a caminho.

Seulgi resolveu ignorar os olhares de Joy e como fazia nos velhos tempos se jogou no sofá da casa da antiga amiga e com o controle remoto procurava algo de interessante na tv.

Já Joy estava mais ocupada em observar Seulgi, ela está diferente. Mais magra e com marcas estranhas pelo corpo.

Joy estava prestes a perguntar o que estava acontecendo com a antiga amiga quando a campainha tocou.

-Até que enfim essa garota chegou.

Resmungou Seulgi e Joy foi abrir a porta.

-Annyeong Joy-ah!

Cumprimenta Naeun com um sorriso tímido.

-Annyeong Naeun. Entra, vamos logo começar.






No hospital.


Yeri acorda após quase não 4 horas inconsciente naquele lugar.

Preocupada por não saber o que aconteceu a garota tenta levantar rapidamente e foi impedida por aquela maldita dor na barriga.

-Aí.. O que aconteceu?

Choramingou baixinho.

-Você e o Baek hyung comeram veneno e vieram para o hospital.

Yeri se assusta ao ver Sehun sentado ao lado da cama.

Como ela não tinha visto ele ali?

-Oppa.. Como ele está?

Pergunta preocupada com Baek.

-Vocês passaram por algo como desintoxicação alimentar, precisam de repouso. Baek está lá fora caminhando.

Sehun respondeu sem saber ao certo onde Baek estava.

-E a unnie?

-Suho hyung e Wendy noona precisam sair. Mas não se preocupe, eu estou aqui.

Yeri sorriu em agradecimento e se ajeitou na cama.

-Oppa você pode pegar um pouco de água?

Sehun assente e vai até a jarra com água que se encontrava em cima da cômoda.

Baekhyun já estava desesperado por todas aquelas malditas dores na barriga.

-Eu vou morrer?

Perguntou para o nada.

Baek estava no jardim do hospital, como já era noite estava pouco movimentado.

Baek se encontrava sentado em um banquinho de frente para uma roseira mal cuidada.

-Você também está doente.

Disse tocando em uma das rosas murchas.

-Elas estão assim há meses.

Baek se surpreende ao ver aquele garoto ao seu lado.

Antes que pudesse dizer qualquer coisa o garoto tratou de se apresentar.

-Park Chanyeol.

Baek notou o jaleco e o crachá que Chanyeol usava.

-Eu sou Baekhyun, Byun Baekhyun.

Chanyeol sorriu e apertou a mão do garoto.

-Sou residente aqui.

-Você parece jovem para esta estagiando.

Disse Baek sem perceber e Chanyeol riu da cara que o mais novo fez.

-Ainda estou no primeiro ano de medicina, meu pai insistiu para eu vi estagiar aqui.

Explicou.

-E você Byun?

Baek revirou os olhos por ter sido chamado pelo sobrenome.

-Me chame apenas de Baek por favor.

-Ok, Baek.

-Chanyeol também é um nome muito longo.. Doutor Chany.

Chanyeol riu do apelido.

-Ainda não respondeu a minha pergunta.

Baek suspira fundo antes de falar.

-Eu sou uma pessoa normal que comi veneno sem querer.

-Você é algo como suicida ou coisa assim?

-SEM QUERER. Eu pensei que eram docinhos.

Disse envergonhado.

-Você é uma criança Baek.

Provoca o garoto que faz bico.

-Então essas são as músicas que você disse?

Pergunta Naeun ouvindo-as.

-Sim, a segundo é minha preferida.

Seulgi sai do sofá e senta no chão ao lado de Naeun e pega um de seus fones.

-Eu amo a Katy Perrie!

Diz Seulgi já dançando ao ritmo da música.

-Ela é sua cara mesmo.

Comenta Naeun.

-Nós precisamos ensaiar.

Comenta Joy e as outras duas concordam.

Depois de várias horas seguidas ensaiando, Seulgi mais ria e mexia no celular do que ensaiava. Enquanto Naeun e Joy pensam na coreografia que usariam.

-Eu preciso ir agora.

Naeun nota que já era tarde e Joy faz bico quando ela diz que precisa ir.

-Verdade vamos logo.

Disse Seulgi pegando suas coisas que estão espalhadas pelo chão.

Após se despedirem de Joy as outras duas saíram juntas.

-Já são 21:00 horas..

Disse Naeun notando que a rua estava vazia.

Seulgi guardou o celular no bolso e disse para Naeun fazer o mesmo.

-Seulgi..

Naeun sussurrou e Seulgi notou três homens do outro lado da rua.

-Eu 'tô com medo.

Diz Naeun e Seulgi pega no braço dela trazendo-a para perto de si.

-Fica calma e vem comigo.

As duas entram em um beco estranho. Naeun se agarra em Seulgi e nota a calma da garota.

-Espera aqui.

Diz Seulgi e Naeun assente.

Naeun observa aquele lugar estranho. Era uma rua que levava para periferia, um lugar perigoso. Deduziu Naeun e viu Seulgi bater na porta de uma casinha de madeira caindo aos pedaços. Logo um homem gordo de mais ou menos meia idade saiu da casa.

Seulgi conversou alguns minutos com ele e depois voltou para onde estava Naeun.

-Quem ele é?

-Um conhecido.

Respondeu dando de ombros.

-Vamos?

As duas voltam pelo beco por onde passaram e Naeun nota que os três homens já não estavam do outro lado da rua.

-Pronto.

Diz Seulgi quando chegam em frente ao prédio de Naeun.

-Seulgi..

A olha com preocupação.

-Sim?

-Cuidado.

Seulgi sorrir e assente.

Naeun entrou ainda preocupada com Seulgi e pensando em tudo que havia acontecido e quando chega no seu andar se surpreende ao ver Taemin parado em frente à porta da sua casa.

-Onde você estava até essa hora?

Pergunta sem muita paciência.

-Ensaiando com a Joy-ah e a Seulgi.

-Naeun eu não quero te ver com a Seulgi.

Diz começando a ficar nervoso.

-Porque?

-Porque Seulgi é envolvida com gente da pesada Naeun. Meu Deus! Aquela garota é usuária de drogas Naeun.

Diz Taemin andando de um lado para o outro no corredor.

Naeun fica surpresa com o que acabou de saber e se aproxima do namorado.

E depois de juntar os fatos chegou a conclusão de que aquele gordo que viu com Seulgi provavelmente era uma dessas pessoas más que a garota conhece.

Naeun teve seu pensamento cortado quando viu aquela mala ao lado de Taemin.

-E essa mala?

Naeun ver a expressão do namorado mudar de irritação para animação.

Taemin abre um sorriso largo.

-Eu vou me mudar para o dormitório com os outros garotos. Nosso grupo vai debutar em breve.

-Boa sorte oppa.

Diz sem muito animo e Taemin percebeu isso.

-Mas não vai mudar, eu vou continuar estando sempre aqui por você.

Garantiu e abraçou a namorada.

Kai encontra o casal no corredor.

-Que melação toda essa hora da noite.

Diz rindo.

Taemin faz uma careta.

-Você não podia ter passado discretamente e não atrapalhado?

Pergunta Taemin nervoso.

Kai riu.

-É tão fácil te deixar nervoso.

Kai viu Naeun encolhida nos braços do namorado e logo entendeu o que era aquilo.

-Você está indo não é?

Taemin assente.

-Boa sorte cara.

Taemin sorrir em agradecimento e abraça Naeun ainda mais forte.

Kai saiu deixando o casal a sós.

-A gente ainda vai se ver na escola e nós finais de semana.

Naeun sorriu triste.

-O-ok.

O celular de Taemin tocou. O carro que o levaria já havia chegado.

Naeun entrou em casa e só então se permitiu chorar.

Kai estava na sala esperando Naeun entrar.

-Ele foi..

Disse num fio de voz e começou a chorar.

-Você precisa ser paciente ok? Esse é o sonho do Taemin. Desde criança era isso que ele queria. Mas nós sabemos que ele te ama e..

Naeun chorou ainda mais e Kai ficou preocupado. Krystal ouviu quando Naeun entrou e ao ver a irmã chorar foi até lá.

-Não chora meu amor..

Disse abraçando Naeun.

-Unnie..

-Calma.

Deu um beijinho na cabeça dela.

-Vamos apoiar o Taemin e tudo ficará bem.

Disse Krystal.



                 {.....}




Irene acordou cedo e cheia de disposição. E tratou de preparar um café da manhã bem reforçado para o irmão.

Aproveitou que ainda era cedo e levou uma sopa bem reforçada para Baek que havia tido alta do hospital naquela manhã.

Irene entregou a sopa para Suho que era o único acordado as 6 da manhã.

Voltando para o apartamento do irmão Irene fica surpresa ao encontrar Eric e uma garota sentados no sofá.

-Bom dia irmã.

Eric sorria largo.

Irene ver que os dois estão de mãos dadas e olha com desconfiança para ambos.

-Essa é a Solar. -Diz Eric nervoso.-Minha esposa.

-Annyeong.

Diz a garota se curvando.

Irene pisca rápido enquanto se pergunta se não ouviu errado.

-Você não me disse que era casado.

Diz Irene ainda tentando fechar a boca que havia caído.

-E eu não era. Mas quando vi a Solar pela primeira vez eu descobri o que era o amor.

Diz usando um tom paixonado.

Irene senta no sofá em frente ao casal.

-Tudo começou ontem a tarde. Depois de conhecer o seu namorado, o Taehyung eu tive aquela reunião com o japoneses. Quando eu ia saindo do restaurante eu a vi.

-Ontem?

Irene estava incrédula com aquela história sem pé nem cabeça.

A tal Solar assente sorrindo.

-Foi amor a primeira vista. Ele veio até a mim e nós tomamos um café. Descobrimos que somos perfeitos um para o outro.

Solar falava sem conter sua empolgação.

-Caminhamos no parque e decidimos nos casar as margens do rio Han.

Completou Eric.

-Isso só pode ser uma pegadinha.

Diz Irene sem aceitar aquela história.

Como seu irmão TÃO RESPONSÁVEL e racional havia feito tal barbaridade de casar com uma estranha.

-Você não fez isso oppa..

Irene parou de falar quando viu uma garota ruiva invadir o apartamento.

Foi tudo muito rápido, uma hora ela estava na porta e na outra em cima do sofá batendo em Solar.

-Sua irresponsável! Como foi se casar com um estranho? SOLAR O QUE DIABOS TU TEM NA CABEÇA!

A ruiva batia em Solar por sua irresponsabilidade e Irene gritaria de poder fazer o mesmo com Eric. Esse vendo sua "esposa" apanhar da ruiva foi tentar defender a garota, mas acabou apanhando também.

Hye Hwasa era colega de quarto de Solar. As duas vieram do interior para fazer faculdade em Seul.

-Você só tem 19 anos sua diaba irresponsável.

Hwasa gritava nervosa.

-A gente se ama e você não pode fazer mais nada unnie.

A ruiva desvia sua atenção para Eric.

-Você vai mesmo querer essa garota? Ela não sabe fazer absolutamente nada. Tem 19 anos e a mentalidade de 7. A única coisa que ela sabe fazer é se meter em confusão. VOCÊ VAI MESMO QUERER ELA?

Eric assentiu assustado.

Irene saiu de casa traumatizada e ainda incrédula chega a escola pensando na confusão que rolava em sua casa.

-Irene!

Viu Wendy correr até si.

-Você não parece muito bem.

Comenta Irene ao ver o desânimo da amiga.

E Wendy suspira cansada.

Irene logo deduziu que deveria ser por conta da treta com o veneno e a cobra de Kyungsoo.

Wendy sai com um pretexto de que precisava falar com Suho e Irene também sai em procura de Sehun.

Wendy só queria ficar sozinha mesmo.

Estava cansada de sempre parecer idiota perto de Kyungsoo, era impossível agradar aquele garoto.

Joy ver Wendy sozinha e não resisti e vai falar com ela.

-Unnie..

Wendy ver Joy parada na sua frente, mas não disse nada.

-Eu posso?

Perguntou se poderia sentar e Wendy deu espaço para ela sentar.

-Me perdoa Wendy.

Disse cabisbaixa.

Wendy a olhou sem entender bem o porquê daquelas desculpas.

-Eu te deixei e..

-Não adianta se desculpar se não vai mudar as ações.

Joy sentiu toda a mágoa de Wendy em apenas uma frase.

-Eu vou mudar. Eu quero mudar. Eu não quero ficar mais longe de vocês.

Wendy sabia que Joy estava sendo sincera, mas algo dentro de si estava quebrado e nem mesmo se tivesse Joy de volta aquilo poderia voltar a ser como antes.

-Yeri sofreu muito por sua causa Joy, ela até entendeu quando a Seulgi se afastou porque convenhamos que nossa convivência nunca foi boa, mas você.. Você nos deixou quando mais precisávamos de você. Nós éramos as melhores amigas do mundo e você nos deixou.

E Wendy chorou.

Joy fez o mesmo.

-Unnie perdão..

-Peça perdão para Yeri a melhor amiga que você abandonou sem da nenhuma explicação. Peça perdão a Irene que mesmo sendo apenas um ano mais velha que você foi sua mãe. Você não tem que pedi perdão para mim e sim para essas duas pessoas. Você não sabe como foi ruim Joy, você não sabe!

Gritou. Wendy disse tudo o que estava engasgado e Joy abraçou a sua unnie. Coisa que sentia vontade de fazer há muito tempo.

-Eu te amo unnie.. Amo a Yeri, amo a Irene unnie, amo até mesmo a Seulgi e não quero mais pensar nesse amor como algo errado. Não importa o que a Irene fez eu continuo amando ela unnie. Eu chorei quando subi que ela iria embora e chorei ainda mais quando vi que nós vamos nos separar.

Wendy retribuiu ao abraço da ruiva.

-Irene me prometeu que ia trazer Você e Seulgi de volta, você já está aqui Joy.



                           {.....}


Irene encontra Sehun desanimado na frente da escola.

-Será que hojr é segunda-feira para todo mundo 'tá desanimado assim?

Pergunta bem humorada.

-Hoje é sexta-feira noona.

Diz o Oh.

-O que aconteceu para o meu bebê está com essa carinha, hein?

Pergunta abraçando o garoto.

-Você quer suco de maçã?

Muda de assunto e Irene decidir não insistir.

-Maçã verde por favor.

Na lanchonete em frente à escola..

Tzuyu reclamava sobre o admirador secreto nunca mais ter dado sinal de vida.

-Você acha que ele desistiu de mim?

Pergunta a Sungjae que desde que sentou naquela mesa ouvia Tzuyu reclamar.

-Claro que não. Ele logo vai voltar não se preocupe.

Diz devorando seu sanduíche de Bacon.

-Sungjae!

Sungjae e Tzuyu olham para Ilhoon que aos plantos entra na lanchonete gritando pelo amigo.

-Hyung o que aconteceu?

-Bomi ela.. Ela me deixou.

-Como assim?

Sungjae pergunta surpreso.

-Ela terminou um namoro de 3 anos sem nenhum motivo.


Notas Finais


Chanyeol chegou :33
Vocês acharam mesmo que eu não ia trazer a Solar pro Ericzinho? Vai ter yonddong/Soleric siiiim!
Hwasa (MINHA UTT LINDA E MARAVILHOSA) chegando com estilo também hehehe..
HooMi acabou mesmo?
Poxa Bomi..
Reza a lenda que Taemin foi para o porão da SM e só saíra de lá para o debut
Joy e Wendy se reconciliando *-*
Ta quase lá..
Seulgi e seus amigos da pesada.
Ainda tô chorando aqui com o Ilhoon.
Algum comentário?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...