História Don't Say You Love Me - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony, Halsey, Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais
Tags Camren, Drama, Lausey, Separação, Traição, Violencia
Visualizações 249
Palavras 649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Ficção, Hentai, LGBT, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores💙


Boa Leitura 🌙

Capítulo 4 - Terceiro Capítulo


New York,19hrs15min 

Lauren

Cheguei em casa com minha filha nos braços.Ela estava agitada então assim que entramos em casa,ela pulou do meu colo e saiu correndo pela casa com sua boneca nos braços.Me sentei no sofá e liguei a televisão,procurei algum canal bom porém não encontrava nada que me distraia.Tudo o que me passava na cabeça era apenas a Ashley implorando por ajuda e comecei a pensar em um homem asqueroso sendo violento com ela e marcando sua pele e por algum motivo eu senti um enjôo e uma sensação de raiva apertar meu coração com força.

Ouvi a campainha e me perguntei quem era o idiota que ia na casa dos outros a essa hora da noite.Tirei meu blazer e joguei em cima do sofá ao lado dos meus tênis esportivos brancos.Fui até a porta e suspirei antes de abri-la e me surpreendi ao ver Camila ali.

-O que você está fazendo aqui?-Pergunto com a sobrancelha arqueada.

-Não vai me convidar para entrar?

-O que você quer?-Ignoro sua pergunta e tranco meu maxilar.

-Eu vim ver minha filha!

-Você tem seus horários e dias que foram decretados pelo juiz lá atrás quando nos divorciamos e eu tenho certeza que a segunda feira a noite não está inclusa.-Falo friamente.

-Lauren, por favor.Me deixe entrar!

Respirei fundo.Camila era teimosa e provavelmente ficaria ali a noite toda como a última vez.Dei espaço para ela que entrou com um sorriso enorme no rosto.Fechei a porta e me virei para ela.

-A gente tem que conversar,Lauren.Somos adultas e temos uma filha juntas.

-Você não pensou nisso quando transou com o meu MELHOR AMIGO.-Sinto a raiva subir no meu peito.

-Se você tentasse esquecer isso,podemos virar a página e seguir em frente.-Diz com um sorriso doce no rosto que quase me fez vomitar.

-Esquecer isso?Fomos casadas por três anos!TRÊS ANOS!Não foram meses ou semanas,foram anos!Sua vaca.

-Não me trata assim.Eu não suporto isso!-Seus olhos se encheram de lágrimas. 

-Você merece isso pela humilhação que me fez passar.

-Me diz que não sente falta da gente...-Disse enquanto se aproximava e levantava a mão para tocar meu rosto.-Diz que não sente minha falta,que não sente falta da nossa casa!

-Não.Quando eu penso que fui feita de otária por você,eu sinto alívio de estar longe de você.-Digo segurando seu pulso antes dela me tocar e falo com grande frieza.

-Essa não é a minha Lauren!O que aconteceu com a minha Lauren boa? 

-Você matou ela,Karla.


09hrs29min


Cheguei na empresa e deixei meu carro na minha vaga.Peguei o elevador e fui até o último andar.Sai do elevador e andei tranquilamente até a mesa da Dinah. 

-Boa dia,Jane.-Me sento na poltrona em sua frente.

-Bom dia,Jauregui.O que aconteceu de tão desesperador para a linda se sentar na minha humilde poltrona?

-Idiota.-Dou risada.-A Camila foi no meu apartamento ontem.

-Ah meu senhor.Essa mulher é persistente,credo.O que você disse?

-Falei apenas o que ela merecia ouvir.Eu estou cansada dela e de seu falso arrependimento.-Reviro os olhos.

-Espero que você tenha arrasado com ela.-Disse sorrindo malvada.

-E arrasei.-Dou uma piscadela.-Alguma novidade? 

-Allyson aceitou fazer a festa.Porém ela quer que você vá de qualquer forma.

-ODEIO ISSO!

-Para de gritar minha filha.Você tá histérica?Precisa mesmo transar.-Ela ri.

-Calada.Estou estressada e odeio essas formalidades.

-Me diz então porque caralhos você ainda é advogada?

-Eu gosto de meter os outros na cadeia.Gosto de arrancar dinheiro e gosto de provar quem está errado.Eu gosto de tudo isso mas odeio essas festas e odeio saber que serei obrigada a ficar na presença do Bieber.-Desabafei.

-Sou sua melhor amiga há muito tempo e você nunca,nunca me disse o real motivo para ter tanto ódio do Justin Bieber.

-Eu já disse que ele roubou minha namorada.

-Alexa não era tudo isso para isso tudo.Uma garota não é motivo disso.Eu sei que tem mais e eu quero saber!

-Não...Não...Não tem mais nada.-Digo atrapalhada e me levantando quase correndo para a minha sala.

Meu passado era cheio de lembranças horríveis das quais eu preferia guardar somente para mim.Falar daquilo só ia trazer as dores que eu tanto lutei para guardar no mais fundo do meu peito...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...