História Don't you believe me? - Park Jimin - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jeon Jungkook, Jung Hoseok, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Park Jimin
Visualizações 45
Palavras 750
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 01 - Amazing new world


Fanfic / Fanfiction Don't you believe me? - Park Jimin - Capítulo 2 - 01 - Amazing new world

Embarquei totalmente segura de mim. Sonhava com a faculdade de Direito há tempos. Sempre me imaginava em tribunais e fóruns, acusando pessoas como meu pai fazia quando era vivo.

Papai sempre foi um exemplo para mim, em todos os sentidos. Quando podia, deixava mamãe levar-me aos tribunais para vê-lo exercendo sua tão amada advocacia. Acusava com pose e certeza da vitória, argumentos imbatíveis. 

Lembro-me que ele me dizia que dentro de um caso nunca havia apenas uma forma de julgar. A resposta para toda e qualquer acusação é "depende". Me ensinou que dentro do "depende" estavam os pontos de vista da encantadora promotoria, mas havia o fascinante rebate da defesa. 

Com o tempo, passei a perceber que mais que acusar, defender é uma arte. A promotoria perdeu todo seu fascínio quando a defesa me foi apresentada. Seguindo o mesmo caminho de meu pai, mas em uma direção oposta e diferente, me encontrei.

                 *              *              *               *

 

O martelar de um salto batendo contra o chão nunca foi tão alto, ou ao menos me parecera tão alto. Ao chegar na frente daquela empresa, me senti novamente no primeiro dia da faculdade. 

Era um prédio enorme. A clássica fachada com os muros cobertos de madeira envernizada e o magnífico jardim, super bem cuidado. As placas pretas com letras douradas eram várias logo abaixo do enorme nome da empresa em posição de destaque. Entre milhares de advogados, um nome se destacava: Park Jimin, meu chefe.

Respirei fundo, levantei a cabeça e entrei um tanto quanto nervosa na empresa. De roupas sociais e um par de scarpins pretos, andei em direção à recepção.

- Boa tarde. - cumprimentei a secretária com uma breve reverência.

- Boa tarde, senhorita. Como posso ajudá-la?

- Sou (S/N), a nova estagiária da empresa. Cheguei hoje na cidade e na empresa, pode me dar algumas orientações?  Na minha entrevista de emprego, pediram-me para falar contigo.

- Oh, claro. Seja bem-vinda! - sorriu - Bom, suas coisas já estão aqui e sua sala também já está pronta. Pegue; seu crachá, seu tablet e sua credencial. - estendeu-me - Venha, sua sala fica no 4º andar da empresa. Lá, você encontrará seu notebook e todas as coisas necessárias, além de um e-book com todos os casos baixados. 

- Oh, ok. Obrigada. - agradeci.

Pessoas e mais pessoas perambulavam pelo longo corredor daquele andar da empresa. Milhares de portas com os nomes em placas pretas e letras douradas, idênticas às da fachada.

A cada passo, aqueles corredores esbanjavam mais e mais luxo e era impossível não notar. Um grande lustre de cristal se destacava ao final do corredor, junto à sofás e poltronas visivelmente confortáveis e feitos planejadamente. Ao motar minha curiosidade, a simpática secretária logo explicou:

- Lá ficam aparadores com revistas, café e bolachas para quem trabalha no andar, como você. Digamos que esse seja o principal corredor da empresa toda, já que o 2º e 3º andar não passam de arquivos de casos antigos e em andamento. - explicou - O 5º andar possui uma enorme biblioteca com livros variados de Direito e numa sala, as conquistas da empresa em cronograma.

- E os últimos dois andares? 

- No 6º andar, ficam as salas de reunião, com uma lousa enorme que organiza o cronograma de agendamento pra elas. Lá também ficam as salas de mais advogados da empresa, aqueles que contribuem na fama da empresa e mantêm o seu nível. No último andar ficam aqueles que fazem parte da diretoria e parte administrativa da empresa. E claro, sala dos chefes. O Sr. Park e o seu filho, Park Jimin, têm suas salas lá.

- Desculpe, mas Park Jimin não comanda a empresa? - perguntei duvidosa.

- Tecnicamente. Afinal, seu nome é do destaque entre vários na fachada. Seu pai ainda trabalha aqui, mas Jimin já assumiu o comando de tudo.

*          *         *           * 

Sentada no confortável cadeira de rodinhas e com uma vista privilegiada na enorme janela de vidro, lá estava eu em minha sala. 

O orgulho que senti ao ver meu nome na porta de minha sala foi tanto que me contive para não surtar de felicidade. Recebi junto às coisas na sala o controle do portão do estacionamento e as chaves das salas de arquivo.

Ao que percebi,no 4º andar ficam salas de advogados novos na empresa. Conforme subiam de cargo, mudavam de andar. Meus pensamentos foram interrompidos por batidas na porta.

- Srta. (S/N) - fez uma breve reverência - Sou Park Jimin, muito prazer.

 

 

 


Notas Finais


Hello hello, seus lindos!
Primeiro capítulo de DYBM!!!
Deem muito amor a essa linda historinha.
Ajudem na divulgação, compartilhem e não esqueçam de comentar!
Bjkas da unnie <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...