História Dope - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Anjos, Bts, Criaturas Misticas, Demonios, Dope, Dragões, Jikook, Kookmin, Lobos, Menage A Trois, Mistério, Namjin, Policial, Sugamonjin, Taeseok, Trheesome, Vampiros, Vhope, Yaoi, Yoonamjin, Yoonjin
Visualizações 1.996
Palavras 630
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gosteim <3

te amo vcs

e fico mt feliz com os elogios

Capítulo 52 - Osib. (50)


Fanfic / Fanfiction Dope - Capítulo 52 - Osib. (50)

☀ ☀ ☀ Jung Hoseok Ponto De Vista ☀ ☀ ☀


Quando o crepúsculo caiu sobre Busan



Eu fui liberado mais cedo que os outros pois não precisavam mais de meus serviços no momento e então passei pela saída vendo Jimin vidrado no seu computador, que obviamente tinha as câmeras e ele deveria estar atento. Vou até o balcão e me apoio no mesmo sorrindo.

- Eu já vou ir, tchau Jiminnie!

- Tchau. -
Responde seco sem sequer me olhar, ultimamente nós temos nos afastado muito e eu não consigo me lembrar desde quando até que olho para as câmeras e me lembro do ocorrido no elevador, será que o Jimin tem preconceito? Não faz sentido...

Fecho a cara e então penso no que poderia ter acontecido mas nada vem em minha cabeça. - ... Até a manhã. - Me viro e então vou em direção a porta da frente, iria deixar minha moto na DCB, queria caminhar um pouco pois o crepúsculo estava lindo.

Senti o olhar de Jimin sobre  mim enquanto saia pela porta e fui caminhando pelas ruas de Busan, era uma cidade muito bonita porém muito estranha, comecei a pensar em Jimine e o porquê daquele ódio gratuito até que lembrei de mais cedo  da briga daquela hipócrita da irmã da Sana e do Jimin.

"Jungkook não é o seu noivo, ele ama outra pessoa!"

" Quem, a Sana? Digamos que ela está meio morta demais. Alguma outra garota? Náh, não creio nisso... Talvez seja... Você? Cai na real Park Jimin, o Jungkook é hétero... E bota hétero nisso hein! Se ele tentar alguma coisa com um menino é por puro interesse comercial... Seu pateta! "


Meu sangue ferveu só de pensar, ai que me caiu a ficha, Jimin sempre gostou do Jungkook e eu havia me esquecido pois o mesmo disse que iria esquecer o mais novo de vez e então achei que os sentimentos tinham passado, me sinto um monstro mas a culpa não foi minha se o Jeon me agarrou no elevador... Eu me desculparia com Jimin amanhã, agora estava pensando em quem estava falando a verdade, Hyun ou Jungkook, dizem que bêbados nunca mentem mas não sei se posso acreditar nela, se for verdade eu juro que eu mato Jeon Jungkook.
Cheguei a uma praça onde havia uma ponte que dava vista para o rio, caminhei até lá lentamente e ao chegar apoiei os braços sobre a grade da ponte e comecei a olhar o pôr do sol que era muito lindo e o sol refletia na água cristalina, o céu estava de múltiplas cores e muito bonito, a brisa batia em meu rosto enquanto levava meu cabelo ao ar e minhas... lágrimas? Eu comecei a lembrar de Taehyung e de tudo que o Jin falou, porquê ele não me contou, tudo bem que nunca fomos um com a cara do outro mas, sei lá, achei que tinha algo mais entre a gente e então lembrei das últimas palavras que disse antes de Yoongi atirar em sim. " Eu te amo Hoseok " e o barulho do tiro logo em seguida via na minha mente... Devia ser só por impulso para ter alguma chance com Yoongi e tentar se desculpar, quando Seok disse que ele era da família dos Kimungs  e então lembrei do que o Zyoon me disse, "Boseung" e liguei todos os pontos, "UNG" no nome e ele era da família real, Taehyung era o rei dos vampiros! Mas o que ele queria comigo? Minha cabeça está confusa, só sei que nunca mais em toda a minha existência quero vê-lo na minha vida... Coloquei a cabeça entre os braços ainda encostados na grade e comecei a chorar alto até que sinto uma mão em meu ombro.

- Não chore...


Notas Finais


Será( eu amo essa palavra) que a teoria do Hobi está correta?

Quem é essa pessoa ai?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...