História Dormitory Messenger - MiTzu. - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jeongyeon, Jihyo, Mina, Momo, Nayeon, Sana, Tzuyu
Tags Chaeyoung, Dahyun, Dubchaeng, Jeongyeon, Jihyo, Jitzu, Michaeng, Mina, Mitzu, Momo, Nahyo, Namo, Nayeon, Nojambros, saida, Sana, Satzu, Twice, Tzuyu
Visualizações 31
Palavras 601
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - - dia de má sorte.


Fanfic / Fanfiction Dormitory Messenger - MiTzu. - Capítulo 8 - - dia de má sorte.

- Merda. - Tzuyu gemeu irritada quando bateu o pé no batente da porta logo quando ia sair do quarto, voltou dois passos e encarou seu pé. Estava vermelho mas nada demais.

Continuou andando.

É, talvez aquele não fosse o dia de Tzuyu.

De longe.

Dahyun vinha correndo pelo corredor, tropeçou no tapete do banheiro e caiu com tudo em cima da maknae e logo atrás vinha uma Chaeyoung irritada. Mas sua expressão suavizou e começou a rir das duas no chão.

- Machucou?- Dahyun perguntou ajudando Chou a se levantar.

- Tudo de boa, unnie.- Garantiu com um sorriso mesmo que sentisse uma pequena dor no cotovelo por ter caído e se apoiado no mesmo. Mas como disse, estava tudo bem.

Foi até a cozinha e procurou pelo sucrilhos que comia todos os dias. Havia acabado.

Teria que comer o que suas unnies geralmente comiam. E só tinha sobrado um pouco da comida nojenta de Sana, que estava em uma dieta muito maluca porém que a fazia comer um monte. Impressionante.

- Dia, Tzu. - Momo cumprimentou a maknae com um beijo na testa da mesma.

- Bom dia, Momo-unnie.

Hirai começou a preparar um ovo frito, atraindo a atenção de Chou que mastigava lentamente um pedaço de pão integral.

- Quer um?

- Quero!

A japonesa virou o ovo no ar estilo cozinheira fodona e quando foi colocar no prato da amiga, tropeçou no próprio pé. Porém não caiu, claro, até porque Tzuyu segurou a mais velha pela cintura pra não cair.

- Epa..- Sorriu amarelo.

- UNNIE!- Uma Chaeyoung animada plantou na cozinha assustando a Momo que bateu lentamente a frigideira no pulso de Tzuyu.

- PUTA QUE PARIU.

Chaeyoung e Dahyun eram a dupla que traziam azar para Chou Tzuyu, ou só era uma coincidência elas estarem por perto quando a maknae se ferrava?

- MEU PAI AMADO, DESCULPA TZU!- Colocou a frigideira de lado e observou a região avermelhada da mais nova.- Tem que passar uma pomada, a Nayeon deve ter.

- Nayeon-unnie é uma farmácia ambulante, é?- Brincou Son roubando o ovo da frigideira e comendo, recebendo um olhar ameaçador de Tzuyu mas foi ignorado.

A taiwanesa se arrastou até o quarto maior aonde dormia Nayeon e as outras membros, abriu a porta vendo que a Im estava largada na cama enquanto mexia no celular de ponta cabeça.

- Nay-unnie?- Chamou a atenção da coreana que a olhou.- Momo-unnie me queimou, tem pomada aí?

- Te queimou?- Perguntou confusa e Chou levantou o pulso, mostrando a região avermelhada.- Eita porra, queimou mesmo.

- Cadê a bendita pomada, unnie?

- Eu só te dou com uma condição.

- Fala.

- Admita que sou uma unnie incrível e que se você não fosse apaixonada pela Mina, você gostaria de me namorar.- Tzuyu deu risada achando engraçado, mas percebeu que era sério.

- Espera, é sério!?

- Sim, Tzu.

Tzuyu ficou em silêncio por alguns segundos, tentava criar coragem pra falar aquilo.

- Ok, unnie se eu não gostasse da Mina-unnie e se você também não tivesse namorada, eu amaria ter você como namorada mesmo achando que eu fosse te matar depois de dois meses de relacionamento. E também você é a melhor unnie do mundo.

Nayeon sorriu e se levantou.

- Agora posso usar isso contra você. O quê a Jihyo ia achar em saber que você me prefere do que ela?- Perguntou balançando o celular no rosto da maknae que arregalou os olhos.

- Você gravou isso?!

- Óbvio, que outra oportunidade eu teria para ouvir você dizer o que disse? Não sou burra, Chou Tzuyu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...