História Dose Dupla - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Amor, Aventura, Comedia, Filhos, Naruto, Sasusaku
Visualizações 286
Palavras 674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora

Boa leitura

Capítulo 25 - Fase do aborrecimento


Autora

Sakura afastou Sasuke que a encarava.

- Porque ainda tenta se afastar de mim?

- Sasuke, não é certo. Não ainda! poxa eu acabei de conhecer você para valer, além do mais é o pai dos meus filhos, é um pouco demais para mim.

- Estou aqui para te ajudar sabe disso - levou a mão acariciando a de Sakura.

- Sasuke as coisas não são tão simples, tenho que voltar essa semana para os Estados Unidos. Fora que eu deixei eles vim só para tal evento e no que deu, essa festa toda - suspirou fundo - Eles ainda estão em aula e não posso simplesmente deixá-los à toa.

- Não é assim, você trabalha lá em qual ramo? - Sakura sorriu sem graça lembrando da demissão.

- Bem em nada ultimamente, fui demitida, mais sou bióloga.

- Legal, posso arrumar algo para você aqui em Konoha, no ginasial que tal.

- Obrigada. Sério, porém convencer Saito e Sarada será algo bem complicado - falou deitando na cama olhando o teto. - Não sabe como podem ser cabeças duras.

- Sei, se for que nem você - Sasuke falou olhando fundo os olhos verdes de Sakura que sorria.

- Bom ganhou um ponto.

...

Saiki se encontrava sentado no gramado emburrado, Inojin e Mitsuki sentaram ao lado do amigo enquanto Lee conversava com Sarada.

- Vamos nos animar, ficaremos pouco tempo aqui no Japão.

- Podemos ir no centro, comprar algumas coisas - Inojin falou vendo o amigo o encarar.

- Quero voltar para casa -Falou abaixando a cabeça sobre a perna. Sarada se aproximou do irmão se ajoelhando.

- Porque tá assim?

- Eu só quero voltar para casa tá legal.

- Não é só isso, você está estragando tudo seu chato.- empurrou o irmão. Saiki ergueu o olhar revisando a empurrado no gramado e Sarada pulou em cima dele o batendo.

- Eu vou te bater sua pirralha.

- PAREM - Mitsuki e Lee tentavam apartar os dois enquanto Inojin assistia, Tenten que antes conversava com Itachi correu segurando os dois.

- Parem já com isso, estão que nem dois animais - falou seria.

- Eu vou pedir para ficar com a vovó chyio não quero ficar nem mais um segundo nesse país. - levantou o menino mal humorado indo para dentro da casa.

- Ele tá pior que antes - Sarada falou sentada deixando as lágrimas descerem - Isso tudo é ciúmes da mamãe. - concluiu se sentando ao lado de Inojin.

O adolescente subiu as escadas correndo abriu a porta do quarto onde sua mãe estava e parou ao ver ela e Sasuke aos beijos, Sakura ao ouvir a porta parou o que fazia vendo o filho ali.

- Saiki.

- Quando vamos embora?

- O que te deu?

- Nada, só quero ir para longe e de preferência que eu fique com minha avó.

- Estamos na casa da sua avó e melhor próximo a duas - Sakura falou ao filho que encarava Sasuke com os olhos raivosos.

- Quero ver minha avó Chyio. - Sakura levantou olhando Saiki e se aproximou.

- O que deu em você?

- Eu? A senhora desde que chegou não desgruda desse aí - apontou para Sasuke.

- Ele é seu pai então o respeite. - Saiki encarou Sasuke.

- Então que ele ganhe o meu respeito, eu não farei mais show nenhum para ele.

- Eu só quero minha casa - reclamou saindo dali.

- Ele irá melhorar logo - falou pensativa mais para si do que para Sasuke.

...

Sarada seguiu o irmão o vendo num canto chorando.

- O que tá havendo?

-Me deixa - limpou o rosto.

- Não deixo, você é meu irmão - o puxou pelo braço vendo o rosto dele vermelho.

- Mamãe vai nos abandonar por causa daquele homem.

-Não vai, ele é nosso pai. Pensa na oportunidade finalmente conhecer nosso pai e viver com ele e mamãe.

- Eu não quero isso,não quero a família dele e nem nada que o envolva -Itachi passava pelo local quando ouviu a conversa e sabia que era sua hora de ajudar em alguma coisa.

-Desculpe me intrometer mais podemos conversar? - sorriu vendo o olhar surpreso de Sarada e o duvidoso de Saiki.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...