1. Spirit Fanfics >
  2. Double Obsession >
  3. EP.19 T.1 - Visita inesperada

História Double Obsession - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


No episódio anterior:

Konstantin retorna a casa de Carolyn e almoçam juntos, Eve recebe uma encomenda, abre a caixa e vê pingos de sangue e ao desenrolar o pano vê a sua faca cheia de sangue. Percebe que o sangue está bem líquido e que uma pessoa foi morta a pouco tempo, vai a ABIN e mostra para Gustavo. Villanelle vai a delegacia e faz um acordo com o delegado para ela ser policial, rende um bêbado tentando roubar um carro e depois aposta um racha de moto com um homem.

Leia agora o episódio de hoje.

Capítulo 19 - EP.19 T.1 - Visita inesperada


Fanfic / Fanfiction Double Obsession - Capítulo 19 - EP.19 T.1 - Visita inesperada

Villanelle acaba ganhando o racha, param em frente a praça e o adversário a elogia:

- Parabéns, você é muito boa nisso.

- Não preciso que me elogie, eu sei que sou muito boa no que faço.

- Você tem certeza de que é da polícia?

- Sim.

- Eu não imaginaria que uma policial faria um racha comigo... Nem em sonho.

- Chega de enrolação e passa a chave da sua moto para cá - Entrega a chave para ela.

- Eu perdi uma coisa muito importante, isso vai ter revanche.

- Se tiver, eu vou te detonar de novo.

- Você... Quer... - Começa a gaguejar - Você aceita a sair comigo a noite?

- Vem cá, deixa eu te falar uma coisa - Se aproxima dela - Você é um gato, mas eu já sou de outro... Na verdade, de outra.

- Você é lésbica? - Não totalmente, mas já me relacionei com vários homens, agora estou focada é nela.

- Vocês namoram?

- Ainda não - Ele passa a mão em seu cabelo - Mas eu vou fazer de tudo pra ter ela - Se afasta.

- Passa pelo menos o seu número de telefone para a gente se comunicar, caso ela não te queira, você tem a mim.

- Ela vai me querer sim... Mas vou passar meu contato - Passa o número do telefone para ele.

- Não tive nem tempo de dizer meu nome... É Higor.

- O meu é Villanelle.

- Lindo igual a pessoa.

- Para de ficar me cantando.

- Ok, até mais...

- Antes de ir, você poderia levar a moto que era sua até um lugar para mim?

- Onde seria?

- Você vai saber, só me siga - Coloca o capacete e sobe na moto.

- Aceita fazer um racha até lá?

- Pode ser... Mas não vou devolver a moto.

- Ok, então onde vamos?

- Até uma vendedora de motos.

- Você vai vender a minha moto?

- Sem perguntas e vamos logo.

- Ok.

Enquanto isso na ABIN, Gustavo decide dar uma carona para Eve até sua casa e ela agradece:

- Obrigada por me trazer até aqui.

- De nada, é meu caminho de casa.

- Até outro dia, não sei que dia vou retornar a ABIN.

- Até... - Eve sai do carro e entra em sua casa.

Villanelle chega na vendedora de motos primeiro de que Higor.

- Você é muito lerdo.

- É porque eu deixo você ganhar.

- Você me deixou ganhar da primeira vez?

- Sim.

- Você fica aqui fora e espera eu resolver tudo lá dentro - Villanelle entra no lugar e fala com a recepcionista - Eu queria saber se vocês comprariam aquela moto que está lá fora?

- Bom, ela parece estar em perfeito estado. Vou chamar o gerente, ele vai decidir - Vai até a sala do gerente e o chama até a recepção.

- Então você quer vender a moto? - Diz o gerente.

- Sim, preciso descolar uma grana.

- Posso inspecionar a moto?

- Sim.

O gerente vê a moto e avalia que está em bom estado.

- Posso lhe pagar uma boa grana... Mas porque uma policial iria vender uma moto?

- Essa moto é do meu namorado - Olha para Higor - Eu estava em uma patrulha pela cidade e ele quando me ligou falando que ia vender a moto, eu decidi vir com ele.

- Está bem, você aceita cheque?

- Sim. - Venha até meu escritório - Ele e Villanelle dão um passo e ele estranha o Higor não vir com eles - Você não vem Higor? - Ele olha para Villanelle.

- Vem meu amor, vamos fazer um ótimo negócio.

- Ok - Diz Higor.

Vão até a sala do gerente. O gerente assina o cheque e entrega para Villanelle, ela acha a quantia baixa pela moto. Mas, saberá usar bem o dinheiro para fazer a reforma que precisa em seu apartamento.

- Voltem sempre que precisar - Diz o gerente com um sorriso em sua face.

Saem da sala, na rua Higor pergunta a Villanelle:

- Você poderia me dar uma carona até minha casa? Já que somos namorados.

- Mas é claro - Ele fica alegre - Que não vou te levar.

- Por favor, minha casa é perto daqui.

- Se é perto, então vá a pé - Coloca o capacete e sobe na moto.

- Ok, já vi que você é bem difícil.

- Supera "baby" - Acelera a moto e vai embora.

Higor fica ali vendo Villanelle desaparecer com a moto.

"Que gata, eu ainda vou conquistar você"

Villanelle acaba parando em uma lojinha para comprar uma garrafa d'água, na rua ao beber a água toda da garrafa, ela vai jogar fora. Depois de joga-la no lixo, percebe que tem umas gotas de sangue ao decorrer de um corredor atrás da loja.

Segue as gotas de sangue e vê um saco de lixo preto, ela fica curiosa e desembrulha. Acaba achando um corpo de uma mulher toda ensanguentada, ela chama algumas viaturas para o local e inclusive a ABIN.

Depois dos policiais e representantes da ABIN chegar no local, peritos tentam achar rastros. Gustavo tem uma conversa com Villanelle:

- Eu ainda não entendi oque está fazendo com esse uniforme.

- Estou trabalhando.

- E para que?

- Pelo mesmo motivo que todos trabalham.

- Pode ser mais objetiva?

- Eu quero dinheiro para fazer uma reforma no meu apartamento, já que você não me dá dinheiro suficiente.

- Não tenho culpa que você gastou o dinheiro com roupas.

- Roupas de grife.

- Oque seja... Vou ligar para Eve e dizer oque ouve aqui - Pega o telefone e liga para Eve - Alô Eve.

- Oi Gustavo, aconteceu alguma coisa?

- Sim, acho que vamos ter que nos encontrar mais rapidamente. Acabamos de encontrar um corpo de uma mulher morta, possível ser o sangue dessa moça que você recebeu.

- Onde acharam o corpo?

- A Villanelle a encontrou perto de uma loja aqui no centro.

- Villanelle?

- Sim. 

- Como que ela achou o corpo?

- Bom... Primeiramente ela tá trabalhando para a polícia.

- Que!?

- Isso mesmo.

- Deve tá aprontando alguma coisa.

- Diz ela que é para reformar seu apartamento.

- Ela quer transformar aquilo no luxo - Alguém bate na porta de Eve - Eu vou desligar, depois eu entro em contato.

- Ok, te vejo amanhã.

- Amanhã eu vou na ABIN, logo cedo - Desliga o telefone e vai abrir a porta.

Ao abrir a porta acaba vendo Niko, o seu ex-marido. Eles trocam olhares e Eve acaba ficando sem palavras.

- Oi Eve.

- A... Oi, não estava esperando você aqui.

- Posso entrar?

- Claro que pode, entre.

Eles entram e vão para sala, Niko quer ter uma conversa com Eve.


Notas Finais


#RUMOA1KDEVIZUALIZACAO

Falta pouco para atingir a minha meta de 1k, muito obrigado!

A surpresa de hoje era essa, e aí gostaram!? Espero que sim, agora a fanfic terá algumas intrigas por Eve se aproximar de seu ex-marido e Villanelle ficar com ciúmes.

Todos os finais de semana (sábado e domingo) terá capítulo, agora de segunda a sexta. Não terá capítulos todo o decorrer desses dias...

QUALQUER ERRO DE DIGITAÇÃO ME INFORMEM POR FAVOR.

Atenciosamente:

Kauan.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...