História Double Way - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Drama, Original
Visualizações 5
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Mais um capítulo,espero que gostem!

Capítulo 2 - Gêmeas?


Fanfic / Fanfiction Double Way - Capítulo 2 - Gêmeas?

Eduardo

Já tinha decidido sair de lá,mas as dançarinas começaram a dançar,até uma delas entrar enrolada em uma cobra,fiquei fascinado com aquele espetáculo,ela dançava sensualmente,mas assim que me aproximei ela se virou,a olhei incrédulo,me aproximei ainda mais
-Daniela!
Ela ficou pouco tempo dançando e saiu pela porta de trás
Fui atrás dela,a vi entrando em uma porta e entrei também
-Daniela! -A surpreendi
-Oi,quem é você e o que faz aqui?Se é pela dívida,eu irei pagar,só me dá uns dias
-Dívida,não!Eu,é que achei você parecida com alguém que eu conheço
-Há,sei,essa cantada é nova
-Não é sério,como você se chama?
-Manuela,mas me chamam de Mal e com quem me confundiu?
-Com a minha esposa,vocês são iguais
-Há tá,eu acredito,mas pode sair agora -Não conseguia parar de olhar pra ela
-Oi,amor -disse um cara entrando -Quem é?
-Ele já está indo embora,não está?
Sai dali,ainda perplexo com aquilo...


 
-Quem era aquele cara? -perguntou Kaleb DJ e "Amigo" da Mal
-Não sei,pensei que fosse um dos cobradores do Rato,mas não,ele disse que me confundiu com a esposa dele pode?
-Pra mim isso só foi uma desculpa
-Também fiquei desconfiada,fica de olho pra mim
-Eu disse que era perigoso se meter com essa gente Mal
-Nem é tanto assim,eu juro,só comprei pra consumo,mas eu vou pagar,fazer o que se ainda não me pagaram aqui -disse ela arrumando os cabelos -Agora eu vou pra minha casa
-Que eu nunca tive a chance de conhecer
-Sabe que eu gosto de manter minha privacidade quanto a isso
-Sei -disse ele a beijando -A gente se vê amanhã?
-Sim,claro,eu faço show a noite,amanhã ainda vou substituir a Verônica
-Eu falei fora daqui
-Quem sabe? -disse ela saindo

Eduardo chegou em casa e subiu direto para o quarto,a porta estava trancada,ele bateu
-Amor abre a porta,Daniela
-Já vai,calma,o que?! -disse ela abrindo a porta de roupão e com a toalha no cabelo
-Estava tomando banho a essa hora?
-Não,estava dormindo
-Assim?
-É,depois do banho estava morrendo de sono que acabei dormindo
-E porque a porta estava trancada?
-Pra ninguém incomodar,aliás esse seu jantar foi até tarde hein -disse ela sentando na cama
-Na verdade,depois do jantar acompanhei o Carlos em um lugar
-Há
-Me responde uma coisa,por acaso você tem uma irmã gêmea?
Ela o olhou séria
-Que brincadeira é essa,não sei como ficou sabendo disso,mas é uma crueldade falar disso
-O que?!Como assim?Eu só perguntei porque vi hoje uma mulher que era igual a você
-Impossível,eu tive uma irmã gêmea,minha mãe a levou,mas ela morreu meses depois
-Nunca me contou isso?
-Nunca contei a ninguém,eu mal me lembro dela,só flashes,eu era muito nova quando minha mãe foi embora e nos abandonou
-E como soube que ela morreu?
-Meu pai me disse
-Seu pai,ele só disse?!Qual era o nome dela?
-Porque isso agora?!Não gosto de falar disso,o nome dela era Manuela,mas que diferença isso faz
Ele ficou perplexo com a revelação
-O que foi?
-É o nome dessa mulher que eu conheci
-Para com isso,não brinca com essas coisas
-Tem alguma coisa que era dela?
-Tá a fim de ir até a casa do meu pai?
-A essa hora?Tá se você quer?
-Eu vou me vestir então
Minutos depois eles foram até a casa do pai de Daniela,ela pegou um album que estava guardado dentro de um armário antigo
-Meu pai escondeu ele aí,mas eu sempre soube -disse ela entregando a ele,lá tinha fotos das duas irmãs e também da mãe delas
-Tem fotos aí até deles juntos,o que é raro
-Porque sua mãe foi embora,você sabe?
-Meu pai dizia que ela não gostava da gente e foi por causa da falta de cuidados dela que a minha irmã morreu,ele queria trazer ela de volta,mas aquela mulher
-Sua mãe
-Ela não me quis,porque eu precisaria gostar dela se ela me abandonou
-Essa mulher que eu vi,é sua irmã,talvez seu pai tenha mentido que ela morreu
-Não,eu já vi o túmulo dela,ele sempre ia lá
-Então a sua mãe mentiu e talvez aquele túmulo esteja até vazio
-Porque tem tanta certeza?
-Eu a vi e confundi ela com você
-E onde viu essa mulher?
Ele hesitou um pouco a responder
-Em uma boate
-Foi a uma boate?!
-Disse que fui acompanhar o Carlos
-E ele também a viu?
-Não,ele foi embora antes com uma mulher
-E você ficou lá?
-Eu já estava indo embora
-E essa mulher também estava nessa boate?
-É...ela é dançarina de lá
-Uma dançarina de boate -Ela riu -Tirou alguma foto dela pelo menos?
-Não,não
-Sabe o que eu acho,que você me ama tanto que já está me vendo em todos os lugares
-Que engraçadinha,é sério,vamos até lá amanhã
-Eu!Em uma boate?nem pensar,eu não vou nem nas nossas boates
-Eu sei,mas não quer conhecer ela?
-Eu não sei,não quero me iludir com essa sua teoria,eu sempre acreditei que ela tinha morrido e estava bem com isso,agora
-Ela tá viva
-E se não for,se for aqueles casos de pessoas que se parecem muito,mas não tem nenhum parentesco,acontece muito isso com artistas
-Ela não só se parece com você,ela é igual a você
-Chega!Vamos pra casa
-Vai desistir?
-Consegue uma foto,só aí eu vou acreditar,em nem pense em pegar uma minha pra me enganar
-Acha mesmo que estou tentando te enganar?
Ela só levantou os olhos,eles voltaram pra casa,ela subiu rapidamente,ele foi atrás dela
-Desculpa,eu não sabia da gravidade dessa história
-Se isso for verdade,me enganaram a vida toda
-Seu pai sempre foi muito reservado,não tinha visto nenhuma foto da sua mãe até hoje
-Ele era sim,acha que mentiria pra mim?Tanto desse jeito,de ver o túmulo dela
-Eu não sei
-Nunca teve curiosidade de saber da sua mãe?
-Não,provavelmente ela já está morta,meu pai disse que ela tinha problemas com drogas e que tinha alguns transtornos mentais
-Tipo o que?
-Bipolaridade,alucinações
-Deve ter sido por causa das drogas,mas realmente não se lembra de nada?
-Uns breves flashes,dela cantando pra gente,passeando de carro,essas coisas,eu só tinha 4 anos,talvez 5 nem sei,mas vamos esquecer esse assunto por enquanto
-Tá,tem razão,é melhor irmos dormir agora -disse ele dando um selinho nela
Eles trocaram de roupa e foram dormir...


Notas Finais


Muitas novidades vindo por aí....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...