História Doutor Blood - Imagine Suho (EXO) - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Visualizações 635
Palavras 2.453
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei 😍😍😍😍😍

Boa leitura amores ❤❤

Capítulo 36 - O amor sempre vence


Fanfic / Fanfiction Doutor Blood - Imagine Suho (EXO) - Capítulo 36 - O amor sempre vence

Suho parou de me beijar e me olhou...

Você está mesmo falando a verdade? Não está brincando comigo?

- Carinho, nunca falei tão sério em toda minha vida...

Ele me abraçou novamente...

- Carinho, quero fazer amor com você...

- Nem precisa falar duas vezes...

Levantei meus braços e ele tirou a minha blusa, desabotoei a camisa dele e a joguei no chão, ele me pegou no colo e nos beijamos com amor, com desejo, com paixão...

Suho me deitou na cama e ficou por cima de mim, ele mordia a minha barriga, meus seios, meu pescoço, minha boca, que saudades eu estava se senti-lo me tocando, ele foi até meu ouvido e sussurrou...

- Amor, hoje você vai saber o que é transar com um vampiro...

- Estou louca por isso...

- Está pronta mesmo?

- Se transforma pra mim...

Seus olhos ficaram vermelhos, sei olhar era totalmente safado...

- Como você é lindo... Passei os dedos em seus lábios

Ele desceu a boca até os meus seios e puxou os biquinhos com seus dentes, eu estava apenas de calcinha, ele a rasgou e jogou no chão, Suho segurou meus dois pés e me fez virar na cama me deixando de barriga para baixo, ele começou a morder minhas costas...

Suho arou e se levantou, quando verei o rosto para trás, vi ele tirando as últimas peças de roupa que estava em seu corpo...

- Vira para frente... Ele falou com uma voz grossa

Virei, ouvi o barulho do seu cinto e em seguida o senti em minha pele, ele estava com o cinto dobrado nas mãos, segundos depois de receber a primeira cintada recebi outra, e mais uma vez, e mais outra vez, senti a pele arder, meu corpo se contraia de acordo com as cintadas que recebia, ele puxou meu cabelo para trás...

- Está doendo? Ele perguntou baixinho

- Não, me bate mais...

- Você não deveria ter dito isso...

Ele me deu outra cintada com mais força, minha pele ardeu muito...

- Fica de joelhos e abre a boca...

Obedeci, Suho enrolou meus cabelos em sua mãos...

- Agora me chupa...

Abocanhei seu membro e comecei a chupa-lo, ele segurava meus cabelos controlando a velocidade que eu o chupava, o engolia ate onde aguentava, ele estava com os olhos fechados sentido o calor da minha boca em sua pele...

- Ohhhhhh amor, você é tão gostosa...

Eu passava a língua na ponta do seu membro em movimentos circulares, ele segurou meu rosto e começou um vai e vem em minha boca que foi se intensificando, depois de algum tempo naquela posição ele me levantou e me jogou na cama, abriu minhas pernas e começou a me dar prazer, sua língua quente tocando meu sexo fazia meu corpo se contrair, ele me chupava com tanta vontade com tanto desejo, eu segurava o lençol da cama e gemia, gemia com tesão...

- AHHHHHH CARINHO, ISSO, AHHHHH ME CHUPA...

Os movimentos da sua língua se intensificaram, ele variava entre chupadas e lambidas, senti o calor da sua boca subindo em meu corpo e parou na minha boca, ele começou a sugar minha língua, eu segurava em seus cabelos enquanto sua língua quente se enrolava na minha, ele se deitou na cama...

- Amor quero você em cima de mim...

Passei a língua em seu membro e o masturbei deixando ainda mais ereto do que já estava, passei as pernas por cima dele, ele posicionou seu pau e eu me sentei, comecei a cavalgar, eu rebolava com vontade, ia para frente e para trás, ele puxava meus lábios e meus seios com seus dentes, depois começou a suga-los variando entre o esquerdo e o direito, Suho me abraçou e começou a me penetrar com força, passei meus braços em volta do seu pescoço tentando me equilibrar, ele me estocava com tanta vontade que perdi o equilíbrio, ele sorria maliciosamente...

- Não precisa se preocupar, você não vai cair amor, hoje ó saio de dentro de você quando gozarmos...

Sorri, não conseguia falar nada...

- Fica de quatro... Ele pediu

Me virei, ele deu um tapa tão forte em minha bunda que com certeza ficaria a marca da sua mão...

- Ai... Falei baixinho

- Doeu? Ele me deu outro tão forte quanto o primeiro

Ele puxou meus cabelos e penetrou, em seguida os soltou e segurou meus dois braços para trás, me fazendo ficar totalmente a mercê dele, apoiei minha cabeça na cama, ele me penetrava cada vez com mais força e velocidade, ainda com os braços para trás ele segurou minhas duas mãos com uma mão só, e com a outra ele me batia sem piedade...

- Ahhhhhhhh carinho você é tão gostoso...

- Você que é uma delícia...

Ele saiu de dentro de mim, eu me virei, ele me puxou pelo braço e me pegou no colo, colocou seu membro em mim novamente, me encostou na parede e começou a me estocar, suas estocadas foram ficando cada vez mais gostosas, ele fazia meu corpo descer e subir, meu sexo molhado engolindo o dele estava me levando a loucura, eu gemia alto, seus olhos ainda não tinham voltado ao normal, Suho me colocou no chão e pegou a minha calcinha que estava resgada...

- Junta suas mãos...

- Porque? Perguntei

- Shhh, fica quietinha e me obedeça... Ele falou colocando o dedo em minha boca

Suho amarrou minhas mãos, segurou meus cabelos e me levau até a cama, ele pegou os travesseiros colocou um em cima do outro e me mandou deitar com barriga em cima deles para minha bunda ficar arrebitada, ele me olhava passando a língua pelos lábios, me deitei em cima dos travesseiros, Suho ficou por cima de mim colocando meu cabelo de lado e começou a morder minha orelha, passou a língua em meu pescoço e o chupou...

Ele me penetrou e passou seu braço por baixo da minha cintura me puxando ainda mais para cima fazendo minha bunda ficar ainda mais levantada, eu estava sendo penetrada com movimentos calmos e delicados, então ele parou e tirou o braço que estava por baixo de mim, apoiou os dois braços na cama, olhei para suas mãos e tinham garras ao invés de unhas, virei meu rosto para olha-lo e seus olhos estavam ainda mais vermelhos, suas presas estavam para fora, ele começou a me estocar com força, suas garras passavam pelo lençol o rasgando, a cada estocada que eu recebia meu corpo ia para frente com precisão , Suho segurou minhas mãos e pressionou seu corpo ainda mais no meu para me impedir de sair de baixo dele, ele se transformou em um predador e eu virei sua presa, seus movimentos foram ficando ainda mais violentos, até a cama começou a bater na parede, ele gemia ao meu ouvido e eu sentia suas estocadas cada vez mais fundo, o prazer que ele me dava me fazia delirar, comecei a gozar...

- AHHHHHHHH CARINHO AHHHHHHH

Ele continuava me penetrando no mesmo ritmo, segurou meus cabelos e os puxou para trás fazendo minha cabeça ir junto, ele não reduzia a velocidade pelo contrário era cada vez mais intensa, depois de alguns minutos com aquela selvageria toda senti seu líquido quente dentro de mim...

- OHHHHHHH AMOR, QUE SAUDADES QUE ESTAVA DE VOCÊ...

Sua respiração estava bem ofegante, ele ficou deitado por cima de mim durante alguns segundos, se levantou e mordeu minha bunda com força...

- Ai... Falei alto não esperava aquela mordida

Me virei na cama, estava bem cansada, ele desamarrou minhas mãos e se deitou ao meu lado...

- Achei que essa parede fosse vir abaixo... Falei ofegante

- Minha vontade era fazer isso, mas seus vizinhos iriam vir aqui ver o que estava acontecendo...

Nós dois sorrimos, peguei a garrafinha de água e bebi, parecia que eu tinha corrido uma maratona, me deitei em seu peito...

- Carinho eu te amo...

- Também te amo meu amor...

Nos beijamos e ele me abraçou...

(...)

NARRAÇÃO SUHO

A olhava dormindo, eu vim aqui com a intenção de dizer adeus pois não esperava que ela fosse me aceitar como eu sou, ela me viu totalmente transformado em vampiro e não se assustou, pelo contrario disse que eu era lindo e se entregou a mim sem medo, eu não acreditava que isso estava mesmo acontecendo...

(...)

DIA SEGUINTE

NARRAÇÃO S/N

Abri os olhos, o Suho estava do meu lado dormindo, meu corpo estava todo dolorido e meu quarto uma bagunça, nossas roupas estavam espalhadas pelo chão, escovei os dentes e desci para fazer o café, mas minha mãe já estava acordada...

- Bom dia mãe, está fazendo o que aqui?

- Essa casa também é minha amor...

Sorri...

- Não quis dormir na casa do JoonJae ontem porque você tinha ficado aqui sozinha, mas pelo estado que seu quarto se encontra, vejo que sua noite foi boa demais...

- Aigoo mãe...

- Eu não fiz nada demais, só fui no seu quarto ver se estava tudo bem, mas do jeito que você estava dormindo abraçada o Junmyeon...

- Aish mãe...

Ela começou a sorrir...

- Você se preocupa demais comigo... Falei

- É lógico, você é minha única filha, acha que eu não devo ter excesso de proteção?

- Na verdade eu acho...

- Isso nunca vai acontecer...

O Suho veio até a cozinha...

- Bom dia senhora...

- Bom dia, sentem-se vamos tomar café...

Nós dois nos sentamos...

- Desculpas ter dormido aqui sem te falar nada... Suho falou

- Não se preocupa com isso, você é sempre bem vindo... Minha mãe sorriu

Suho olhou seu celular, ele tinha recebido uma mensagem da sua mãe...

- Amor, minha mãe quer almoçar lá em casa hoje, e é para você ir... Ele falou

- Claro, eu vou sim... O beijei

- A senhora também está convidada...

- Será um prazer almoçar na casa do meu genro... Minha mãe falou

Ele sorriu, não conseguiu esconder a satisfação de ter ouvido minha mãe o chamando de genro, terminamos de tomar café, ele saiu disse que mais tarde nos pegaria...

- Então finalmente vou conhecer melhor seu namorado?

- Parece que sim...

- Que bom, queria conhecer os amigos bonitos do Junmyoen que a Yoojin tanto fala...

- Ela fala deles?

- E como, ela me disse que eles são muito bonitos, e também quero ver quem é esse diretor Baek que você gosta tanto...

- Você vai ver, ele é um amor de pessoa, na verdade todos são...

(...)

Fui para o quarto me arrumar, quando entrei estava todo arrumado...

- O carinho arrumou, que lindo... Pensei

Tomei banho me vesti e fui para sala esperar minha mãe que se arrumava, estava conversando com a Yoojin por mensagem...

- Amiga o Lay convidou eu e o Luhan para ir almoçar lá na casa dele...

- Meu carinho também chamou minha mãe e eu...

- O Luhan não parava de falar que queria conhecer o Lay, então achamos essa uma ótima oportunidade...

- Já estou até vendo a implicância do Lulu com o Lay...

- Eu nem me importo, quando foi que eu liguei para o que Luhan fala? S/N o Lay chegou te vejo lá...

- Até daqui a pouco...

Minha mãe veio até a sala...

- Então, estou bem apresentável?

- Está linda mãe, mas não sei pra que essa arrumação toda...

- Se os amigos do Junmyoen for tão lindos como a Yoojin disse, quero causar uma boa impressão...

- Hum, se você continuar com isso vou ligar para o JoonJae e falar como você está querendo causar uma boa impressão para os amigos gatos do meu namorado... Falei sorrindo

- Você já está se bandeando para o lado dele é?

Suho me avisou que tinha chegado...

- O carinho chegou, vamos?

- Vamos...

Saimos de casa, ele abriu a porta do carro para nós duas entrarmos, entramos e ele também...

(...)

Já tinha alguns minutos que estávamos dentro do carro a caminho da casa dele...

- Vocês moram bem longe da cidade né? Minha mãe falou

- O Baekhyun quis a casa quase dentro da mata, todos nós gostamos da natureza e de ficar mais afastados dessa loucura da cidade... Suho falou

- Concordo com vocês, não existe coisa melhor que a tranquilidade...

Alguns minutos depois chegamos, o Lay também tinha acabado de chegar com a Yoojin e o Luhan...

- Princesa que saudade... Luhan falou me abraçando

Ouvi o Suho suspirando...

- Oi tia, estava com saudade suas ttambém... Ele abraçou minha mãe

- Tia deixa eu te apresentar, esse é o Lay meu namorado, amorzinho essa é a mãe da S/N que é como se fosse minha segunda mãe...

- É um prazer conhecê-la senhora...

- O prazer é todo meu, você duas têm muito bom gosto, seus namorados são muito lindos...

Suho e Lay sorriram...

- Nem tanto assim, eu sou mais bonito que os dois... Luhan falou

- Só nos seus sonhos... Suho falou

Os dois se olharam...

- Vamos entrar... Lay falou

Entramos todos...

- Essa é minha mãe, mãe essa é a mãe da S/N... Suho as apresentou

- É um prazer conhecê-la, você tem uma filha muito linda...

- Igualmente, seu filho é muito bonito...

Suho e eu sorrimos sem graça...

- Mãe esses são os melhores amigos do carinho, Sehun, Xiumin, e o Chen...

- Um prazer conhecer todos vocês... Ela falou

- O prazer é todo nosso... Chen falou

- Está faltando o Baek, cadê ele? Perguntei

- Ele saiu, mas já deve está voltando... Xiumin falou

(...)

Estava conversando com o Suho, Sehun e Xiumin quando o Luhan se aproximou...

- Princesa quero te perguntar algo vai ser rápido... Ele saiu me puxando

- Princesa? Xiumin perguntou

- Tenho um ódio de ouvi-lo chamando ela assim, mas a S/N disse que os dois são como irmãos...

- A S/N está ficando cheia de irmãos, acho que eu também vou querer ser irmãozinho dela... Sehun falou

Suho o olhou com raiva...

- O que foi Lulu? Perguntei

- Me fala sua opinião verdadeira sobre o Lay, você acha que ele vale alguma coisa?

- Eu gosto dele...

- De verdade ou vvocê está falando isso só porque Yoojin é sua amiga?

- É sério, ele é bem legal...

- Então vou implicar um pouco menos com ele...

- A Yoojin gosta dele de verdade, para de ser chato...

- Mas eu não fui muito com a cara dele e nem com a cara do seu namorado...

- Pode parar com isso! Falei

Baek finalmente chegou, fui apresentar minha mãe para ele...

- Mãe esse é o Baek, Baek essa é minha mãe...

Os dois se olharam...


Notas Finais


😍😍😍😍❤😍❤❤😍❤😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...