História Doutor Blood - Imagine Suho (EXO) - Capítulo 68


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Byun Baek-hyun (Baekhyun), Do Kyung-soo (D.O), Huang Zitao (Tao), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun), Park Chan-yeol (Chanyeol), Personagens Originais, Wu Yifan (Kris Wu), Zhang Yixing (Lay)
Visualizações 743
Palavras 3.711
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura meus amores 😍😍

Capítulo 68 - Recordação do passado


Fanfic / Fanfiction Doutor Blood - Imagine Suho (EXO) - Capítulo 68 - Recordação do passado

 - Era a nojenta da Luizy?

- Era sim Yoojin...

- Essa cobra queria o que? Dar o bote no Junmyeon?

- Com toda certeza, e ainda teve o cinismo de me pedir desculpas, e dando uma de boazinha...

- Muito nojenta...

- Vamos na Roda Gigante? Sehun gritou

- Vamos... Xiumin falou

Suho segurou minha mão e saiu me puxando...

- Carinho...

- Hum...

- Tenho medo de altura...

- Sério?

Consenti com a cabeça, ele fez bico...

- Vai com os outros, eu te espero aqui... Falei

- Queira ir com você...

- Prefiro ficar em terra firme... Sorri

- Vamos Suho e S/N... Sehun falou

- Eu não vou... Falei

- Aigoo porque?

- Porque ela tem medo de altura... Baek falou

- E como vocêbsabe disso? Eu que sou o namorado dela acabei de descobrir... Suho falou

- Eu a ouvi falando...

Suho cerrou os olhos...

- Vão, eu vou ficar aqui... Falei

- Já volto... Suho me beijou e saiu com o outros

Eles entraram na roda gigante, só o Baek que ficou...

- Você também tem medo de altura? Perguntei

- Não. Só prefiro ficar aqui com você, vamos em alguma coisa que você goste..m

- Vou esperar meu carinho...

- Ele te encontra só pelo o seu cheiro, vamos...

Baek segurou minha mão, paramos em frente o carrossel...

- Quer ir? Ele perguntou

- Eu quero... Sorri

Nós dois subimos nos cavalinhos, ficamos um ao lado do outro...

- Me dá sua mão... Ele falou

Segurei na mão dele, ficamos rodando naquele carrossel de mãos dadas, e por um momento senti como seu tivesse ao lado do meu pai, isso era algo que eu sempre quis fazer com ele mas nunca pude...

(...)

Descemos, eu o abracei...

- Obrigada por ser tão bom comigo... Falei

- Você merece isso e muito mais, Espero que tenha gostado disso, foi como você imaginou?

- Como eu imaginei? Perguntei

- Você tinha dito que sempre quis fazer isso com seu pai, mas como ele faleceu...

- Como você sabe? Eu nunca mencionei nada disso antes...

Ele ficou em silêncio...

- Baek você me conheceu quando eu comecei a trabalhar no hospital ou já me conhecia antes disso?

- Para ser sincero eu já tinha te visto quando você ainda era criança...

- Quando foi isso? Perguntei

Suho vinha em nossa direção...

- Onde vocês estavam? Ele perguntou

- Estávamos no carrossel... Falei

- Se você tivesse falado, eu teria ido com você amor...

- Você queria ir na roda gigante, está tudo bem...

- Eu vou comprar algo para comer, vocês querem alguma coisa? Baek perguntou

- Eu não, obrigada... Falei

- Nem eu... Suho falou

Baek saiu...

(...)

Suho estava conversando comigo mas meus pensamentos estavam longe, não parava de pensar onde o Baek tinha me conhecido...

- Não foi amor? Amor? Amor?

Suho tocou meu braço me fazendo voltar a realidade...

- O que carinho?

- Você está tão pensativa, o que foi?

- Baekinho disse que me conheceu quando eu era criança, só não consigo imaginar onde...

- Eu também te conheci quando você era criança...

A olhei surpresa...

- Lembra da história que eu te contei que no dia que me transformei em vampiro eu tinha conhecido um senhor e que ele estava com sua filha?

- Lembro...

- Era o seu pai, e você era a garotinha impulsiva que eu peguei no colo e cantei...

- Dsde o dia que eu te vi, sempre tive a impressão que te conhecia, só não me lembrava de onde... Passei minha mão em seu rosto... Seus olhos, eu me lembro deles...

Ele sorriu...

- Eu acho que o Baek deve ter te conhecido nesse dia também é a única explicação lógica...

- Pode ser, afinal ele também estava naquela floresta...

Ele consentiu com a cabeça...

- Desde de quando você sabe que era eu a garotinha? Perguntei

- Desde o dia que vi sua foto de quando você ainda era pequena...

- Carinho, no dia que você se transformou também aconteceu algo estranho comigo...

- O que?

- Foi nesse dia que o meu pai morreu...

- É sério?

- É, vou te contar, mas eu não me lembro das coisas muito bem...

- Estou ouvindo...

- Era final de semana e meu pai foi fazer algo que ele sempre fazia, que era pescar, minha mãe não queira que eu fosse com ele, mas mesmo assim ele me levou...

Suspirei e continuei...

- Me lembro de ter dormindo no colo de um rapaz, e agora descobri que era você...

Ele sorriu...

- Meu pai estava pescando e do nada ele começou arrumar as coisas para ir embora, ele me pegou no colo e saiu correndo...

- Porque ele saiu correndo?

- Eu não sei, entramos no carro, ele me colocou no banco de trás e passou o cinto em mim, quando estávamos saindo da floresta ele virou o volante bruscamente para o lado e acabamos caindo em um penhasco... Comecei a chorar... Eu me lembro que o meu pai estava todo machucado, ele me olhou chorando, então senti duas mãos me puxando para fora do carro, olhei para o meu pai e ele disse que me amava...

Suho me abraçou...

- Não chora, quem te tirou de dentro do carro?

- Foi um homem, mas eu não me lembro quem era, depois disso eu não vi mais o meu pai, esse homem me levou com ele, e paramos em lugar na floresta onde tinha mais três pessoas...

- Você sabe quem eram essas três pessoas?

- Não, só me lembro que tinha alguém sentando no chão e sua blusa estava toda suja de sangue, até perguntei se ele estava machucado, me lembro também que o meu braço estava cortado e tinha muito sangue...

- Eu estou chocado, que perigo você passou, tão pequena e no meio desses loucos, você se lembra de mais alguma coisa?

- Sim, de uma casa grande, estava chovendo e trovejando demais, eu estava no colo de alguém que eu não sei quem era, ele estava me dando mamadeira e tinha uma menina gritando, falando para ele me tirar do seu colo e pegar ela...

- Aigoo, que história maluca, o que mais você se lembra?

- Os trovões estavam me assustando eu chorava por causa disso, tinha algumas pessoas perto de mim, e tinha um que ficava fazendo graça tentando me fazer parar de chorar...

- Ele conseguiu te fazer parar de chorar?

- Sim, eu fui até ele e me deitei em seu colo, e depois disso só me lembro de está nos braços da minha mãe...

- Eu nem sei o que te dizer de tudo isso, você não se lembra de como voltou para sua mãe?

- Disso eu não lembro...

- Sua mãe deve ter ficado desesperada...

- Não tenha dúvidas disso, eu queria saber o que aconteceu nesse dia, saber quem me tirou de dentro do carro, quem estava machucado sentado no chão, que casa era aquela, quem me deu mamadeira, quem me fez parar de chorar...

Suspirei, ele segurou minha mão...

- Talvez um dia você tenha todas essas resposta, até lá vamos nos divertir, afinal estamos em um parque de diversões...

- Você está certo, vamos nos divertir...

- Vamos tirar uma foto..

Ele pegou o celular beijou minha bochecha e tirou a foto...

- Essa foto vai ser o papel de parede do meu celular... Ele falou

- Vou fazer o mesmo...

Peguei meu celular, beijei o rosto do Suho, bati a foto e coloquei de papel parede...

(...)

Passamos o dia todo naquele parque, foi um dia maravilhoso, Suho me deixou em casa e foi para a dele...

- Boa noite... Falei ao entrar

Minha mãe e o JoonJae estavam na sala...

- Boa noite filha...

- Boa noite querida, o Kai não estava com você?

- Estava, ele disse que daqui a pouco vem pra casa...

- Está com fome?

- Não mãe, vou tomar banho e vou ir dormir na casa do meu carinho...

Ela consentiu com a cabeça...

(...)

Tomei banho, me arrumei, peguei meu uniforme coloquei na bolsa, Suho chegou para me buscar e saí com ele...

(...)

Todos estavam na sala, Kai também estava lá...

- S/N o Baek acabou de trazer pizza vem comer...bSehun falou

- Só chama a S/N? E eu? Suho perguntou

- Você foi bem chato comigo hoje, então não estou falando com você... Sehun falou

- Vocês dois se amam muito... Sorri

- Eu não amo Sehun...

- E nem eu amo o Suho...

- Sei... Me sentei ao lado do Baek e do Suho

- S/N você já decidiu em qual área vai se especializar?

- Chen eu quero ser pediatra...

- Ótima escolha... Baek falou

- E você Kai, já decidiu?

- Já, vou ser ginecologista...

- Aigoo... Suho falou

- O que foi Junmyeon?

- Tantas áreas você vai se especialixar logo ginecologista?

- Sim, e minha irmãzinha vai ser minha primeira paciente...

Baek deu um tapa na cabeça dele, Suho se levantou e foi em sua direção, Xiumin e Chen entraram na frente...

- Deixa o Suho dá um soco nele gente, ele merece... Sehun falou

- Kai faz especialização em cardiologia, essa área é fascinante, eu amo ser cardiologista... Chen falou

- Ah não, cardiologia vai me dá muito trabalho, quero uma área mais fácil...

- Então faz Neurologia, você vai se gostar muito... Xiumin falou

- Pior ainda, se for para ser neurologista, prefiro fazer cirurgia geral igual o Baek e o Junmyeon...

Suho sorriu...

- Qual é a graça Junmyeon?

- Kai você é tão preguiçoso como residente, imagina ser cirurgião...

- Acho que eu não consigo ser um cirurgião?

- Tenho certeza que não...

- Quer saber, não vou mais querer ser ginecologista, vou ser cirurgião... Kai falou

- Boa sorte, você vai precisar...

Kai olhou feio para o Suho que piscou pra ele...

- Lay eu não sei o que você é? Qual é sua área? Kai perguntou

- Oftalmologia, Kai você me levou uns exames semana passada, você nem viu do que se tratava?

Kai sorriu e negou com a cabeça...

- E ele ainda quer ser cirurgião, coitado dos seus pacientes... Suho falou sorrindo

Suho ficou de implicância com o Kai até terminamos de comer, subi para o quarto e ele veio atrás...

- Estou tão cansada... bocejei

- Não gostei nada da gracinha do seu irmão... Suho falou sério

- Aigoo meu carinho lindo, ele é brincalhão, não...

- Ah eu ligo sim, não teve nada de brincadeira ali, “minha irmãzinha vai ser minha primeira paciente”... Suho o imitou

- Não posso ser a primeira paciente dele? Perguntei só para ver sua reação

- Vai pra você ver, eu arranco a cabeça dele fora...

- Ele é meu irmãozinho, não fala assim..

- S/N você pa...

O silenciei com um beijo...

- Para de ser ciumento...

- Não sou ciumento...

- É sim... Me troquei e deitei, ele se deitou ao meu lado

- Eu só sou um pouquinho ciumento... Ele falou

- Só um pouquinho?

Ele consentiu com a cabeça, o abracei...

- Não sei porque tanto ciúmes, eu só tenho olhos para você...

- Só para mim? Ele perguntou manhoso

- Só para você... O beijei e ele me abraçou

- Você é só minha...

- Não quero de nenhum outro...

Ele sorriu, dormimos abraçados...

(...)

DIA SEGUINTE

Acordei primeiro que o Suho, tomei banho, me arrumei e desci, Baek e Chen já estavam acordados...

- Bom dia...

- Bom dia S/N... Eles falaram juntos

- Baek eu já sei como você me conheceu quando eu era criança...

Ele ficou muito sério...

- Você me viu na floresta no dia que o meu carinho se transformou não foi?

Ele respirou aliviado...

- Você está bem Baek? Chen perguntou

- Estou, você está certa, eu te conheci nesse dia...

Chen o olhou desconfiado...

- S/N você se lembra de alguma coisa que aconteceu aquele dia? Baek perguntou

- Quase nada...

- Você se lembra de ter me visto?

- Eu te vi? Não me lembro...

- É, você me viu... Ele deu um pequeno sorriso

- Eu queria me lembra disso... Falei

“Eu espero que você jamais se lembre!” Ele pensou

- Cadê o Suho?

- Dormindo Chen...

- Sente-se, estou terminando de fazer o café... Baek falou

Alguns minutos depois os outros desceram, comemos e saímos...

(...)

Chegando ao hospital entrei com o Suho, Chen segurou o braço do Baek...

- Que história é essa que você a conheceu no dia que o Suho foi transformado?

- Até hoje você não reconheceu a S/N?

- Deveria?

- Lembra que naquela noite de terror quando você chegou em casa e viu aquela garotinha?

- Você só pode está de sacanagem, sério que é ela?

- Sério...

- Então porque você nunca disse nada até hoje? Afinal não foi você quem salvou a vida dela...

- Não comenta nada disso com o Suho e nem com o Sehun, já que ele não consegue ficar calado...

- Não se preocupa, não vou falar nada...

(...)

Eu estava na sala do Baek, Suho também estava lá, os dois discutiam uma cirurgia que fariam juntos...

Eu passava os resultados dos pacientes que eu tinha acabado de consultar para o computador, Suho me observava...

- Amor não é assim que se faz, você primeiro passa as informações para o lado direito e depois para o lado esquerdo você está fazendo ao contrário...

- Eu sempre faço assim...

- Mas está errado...

- Qual é a diferença?

- A diferença é que os resultados ficam mais organizados do jeito que eu falei...

- Mas é a mesma coisa...

- Não é, desse jeito que você faz está errado...

- Baekinho está errado do jeito que eu faço?

- Não, pode continuar fazendo assim, o Suho acha que porque ele faz algo de um jeito todos temos que fazer igual...

- Obrigada Baekinho...

Suho me olhou feio, dei de ombros e continuei fazendo do meu jeito...

- Baek a Hyojoo vai voltar a trabalhar aqui? Perguntei

- A Luizy está substituindo ela, e o contrato só acaba daqui alguns meses...

- Mas do jeito que a Hyojoo é, ela não vai se importar com isso, com certeza ela deve aparecer por aqui hoje... Suho falou

(...)

Fomos almoçar, olhei para o D.O e para o Chanyeol que estavam na mesa do lado...

- Sentem-se aqui com a gente... Chamei eles

- Vamos ficar aqui... D.O falou

Como o Lay estava com a gente, Chanyeol não quis se sentar lá, os dois estavam com raiva um do outro...

(...)

Kai passou o almoço todo reclamando que estava com dores nas costas, Sehun se ofereceu para fazer uma massagem mas ele não quis, saímos todos juntos do refeitório, estávamos conversando esperando dar nosso horário para voltar a trabalhar, a Hyojoo entrou no hospital e foi caminhando em direção a Luizy que conversava com outra médica, ao parar de frente da Luizy a Hyojoo acertou um tapa no rosto dela que a fez cair no chão...

- Ela mal chegou e já faz isso... Baek foi até elas

Lay também se aproximou e ajudou a Luizy a se levantar, sua boca pingava sangue...

- Posso saber porque você fez isso? Baek perguntou sério

- Porque ela é louca Baek! Lay falou

- Mês passado essa vadia deu uma entrevista onde fez todos entender que o meu Suho estava com ela, isso foi para você aprender a não mentir!

- Pensei que a namorada do Suho fosse a S/N e não você, afinal quem é você sua louca? Luizy perguntou

Hyojoo deu um sorriso de canto...

- Se você não se afastar dele eu te mato, e eu não estou brincando...

Ela veio em nossa direção e me olhou...

- Você viu o que eu fiz com aquela vadia? Com você eu vou fazer bem pior, só me aguarde S/N!

- Antes de você encostar um dedo nela, eu te mato! Suho falou

- Suho se você não for meu, também não vai ser de mais ninguém! Ela saiu

- Pessoal a Hyojoo está completamente maluca... Xiumin falou

- Ela sempre foi... Sehun falou

Olhei para a Luizy e vi sua boca toda cortada e sangrando, fiquei até com pena dela, me lembrei do dia que a Hyojoo fez a mesma coisa comigo...

- Mesmo depois de tudo que a Luizy fez você ainda fica com pena dela? Suho perguntou

- Como você sabe o que eu estava sentindo?

- Eu te conheço como a palma da minha mão...

- Seu metido...

- Sou um metido lindo...

- Não posso descordar... O beijei

- Agora eu vou indo, estou lotado de pacientes chatos, até mais tarde meu amor...

- Tchau meu carinho lindo...

Ele saiu e eu voltei para a sala do Baek...

(...)

NARRAÇÃO SUHO

Assim que saí do hospital fui para casa tomar banho, me arrumei e fui para a casa da S/N...

Fui até o quarto dela mas não a encontrei, ouvi sua voz vindo do quarto do Kai, fui até lá, quando cheguei na porta eles estavam com uma conversa bem estranha...

- Ohhhhh isso irmãzinha assim, faz assim, que delícia Ohhhhhhh... Ka gemia

- Para de se mexer que minha mão fica escorregando...

- Passa a mão mais forte, isso, assim desse jeito, não para, não para ohhhhh Hummmm...

- Aigoo Kai, respingou em mim, você sujou meu rosto...

- Desculpa, sujou seu cabelo?

- Não...

- Que gostoso S/N, faz de novo?

- Faço...

Entrei no quarto sem bater, o Kai estava deitado de costas e a S/N sentada do seu lado...

- O que vocês estão fazendo? Perguntei sério

NARRAÇÃO S/N

- Oi meu carinho...

- Não vem com essa de carinho, quero saber o que está acontecendo aqui!

- O Kai está com dor nas costas, estava fazendo uma massagem nele...

Os olhos do Suho ficaram vermelhos e sua respiração ofegante...

- Junmyoen não estávamos fazendo nada demais... Kai falou

- A minha namorada ficar fazendo massagem em você não é nada demais? Se você está com dor vai beber algum remédio porra!

- Calma carinho..

Fui até ele, a sua respiração estava toda descontrolada, até suas presas começaram a sair para fora, peguei em sua mão...

- Fica calmo... Passei a mão em seu rosto os olhos deles voltaram ao normal

Segurei em sua mão e fui para o meu quarto, ele se sentou na cama ainda ofegante, me sentei ao seu lado e o abracei...

- Fica calmo...

Eu beijava seu rosto, ele foi se acalmando, Suho se levantou e me olhou sério...

- Porque você foi fazer massagem nele?

- Oh meu amor ele estava com dor nas costas..

- Isso não é problema seu! O que respingou em seu rosto que você falou?

- Foi o a pomada para dor que eu passei nele...

Ele segurou minha mão e colocou no nariz sentindo o cheiro...

- Você disse que sua mão estava escorregando...

- A pomada fez minha mão ficar escorregadia... Me levantei e fiquei de pé em sua frente... Oh carinho, você sempre acha que eu estou te traindo, isso me machuca tanto... Comecei a chorar

- Desculpa, mas se coloca no meu lugar, eu chego aqui e escuto aquela conversa...

- Porque você não entende que eu te amo e sou fiel a você?!

Ele me abraçou...

- Desculpa, me desculpa...

Me soltei dos seus braços e me deitei virada para a parede, ele se deitou e ficou de conchinha...

- Me desculpa amor...

- Não, você acha que eu não te amo!

- Eu sei que você me ama, olha para mim por favor...

Não virei, ele levantou e se deitou em minha frente...

- Me perdoa, eu fiquei louco de ciúmes por você está fazendo massagem nele...

Franzi a sobrancelha...

- Você fica tão linda quando está brava...

- Aigoo!

Ele passou a mão em meu rosto...

- Me perdoa?

- Não...

- Aigoo meu amor, perdoa seu carinho...

- Aish...

Ele me abraçou e me olhou fofo...

- Só vou te perdoar porque eu te amo...

- Prometo me controlar e parar com isso...

- Não prometa o que você não vai cumprir Dr. Kim...

- Você também tem que parar de ficar conversando esse tipo de coisa que me faz entender tudo errado...

Passei a mão em seu rosto...

- Quer que eu faça massagem em você? Perguntei

- Eu quero... Ele falou manhoso tirou a camisa e virou as costas

Subi em cima dele, fui beijando suas costas, mordi sua orelha ele se arrepiou, comecei fazer a massagem...

- Vamos fazer amor vamos?

- Esqueceu que eu estou naqueles dias?

- Eu não me importo, vamos amor, te quero tanto...

- Aguenta só mais uns dias... Apertei bem suas costas

- Ohhhh isso é tão bom, aperta mais do lado esquerdo...

Fiz como ele pediu...

- Ohhhhhhh amor, que maravilha, que delícia...

- Se alguém chegar perto da porta vai pensar que estamos transando... Sorri

Ele sorriu, me puxou e me fez deitar em seu braço...

- Eu te amo S/N..

- Eu te amo mais...

- Não mesmo... Ele me beijou

- Sabe carinho, estou sentindo falta de uma coisa...

- O que?

- Das suas presas no meu pescoço...

- O Baek vai brigar comigo... Ele fez bico

- Ele não precisa saber...

- Tira a blusa...

Me sentei e tirei a blusa expondo meus seios, ele se sentou e começou a suga-los imediatamente, passei meus braços em volta do seu pescoço...

- Me morde, me morde por favor...

Ele afastou meus cabelos e cravou suas presas em mim, a cada dia eu estava mais viciada no Suho me mordendo...

- Ahhhhhh carinho, como isso é bom...

Ele ficou bebendo meu sangue lentamente por alguns minutos...

- Que os dias passem logo, estou louco para te foder...

- E eu estou louca para você me foder...Deitamos um virado para o outro e nos beijamos com vontade, entrei dentro do abraço dele e adormeci...


Notas Finais


Essas conversas dela com o Kai 😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂 Carinho tem a mente tão poluída


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...