História Downpour - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Wanna One
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Daehwi, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jihoon, Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kang Daniel, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Chanbaek, Hunhan, Jikook, Kaisoo, Namjin, Sulay, Taeyoonseok, Taoris, Xiuchen
Visualizações 20
Palavras 1.139
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Net


Kim Jongin

Quando me tornei um alfa sabia das reponsabilidades que viriam com o tempo. Passei por algumas coisas indesejadas como por exemplo o fato do filho dos Min ser um lúpus branco. Na época eu ainda não era transformado e o medo foi dele querer uma batalha pelo trono mas fiquei surpreso quando ele negou querer ser líder e apenas continuou vivendo sua vida afastado de nós, no interior perto da fronteira.

Eu, Chanyeol e Sehun crescemos juntos, sempre correndo pela aldeia. Como eles não tinham tanta cobrança puderam entrar na faculdade primeiro e estavam falando todos os dias sobre um professor legal que tinham. Eu fiquei curioso para saber quem era. Um ômega doce e gentil mas muito reservado com sua vida pessoal.

Esse ano foi quando pude sair do confinamento da aldeia para estar junto das pessoas e fiquei muito surpreso quando conheci o tal ômega. Meu lobo gostou muito dela e praticamente se apaixonou de cara. Eu nem sabia o que fazer. Ele era meu professor, mais velho, provavelmente até tem um alfa em sua vida. Contei ao meu omma e ele não se importou muito, disse apenas para eu não forçar as coisas pois ômega nenhum gosta disso e ainda mais sendo um herdeiro, devo tratar a todos com respeito.

Kyungsoo fez dos meus dias totalmente diferente. A paixão que eu senti nos primeiros dias apenas aumentou, mas logo a desilusão veio junto. Nunca ouvi falar sobre sua vida pessoal. Kyungsoo odiava quando alguém fazia perguntas indiscretas mas sempre se saiu bem delas. O que me deixava triste era o fato de que Sehun conseguia muito mais contato com ele do que eu. Sempre fui tímido demais para chegar em alguém e acabei optando por cartas que não fazia ideia se dava certo e nem se ele as lia.

-Pensando nele de novo? Desse jeito seu appa vai te suspender dos treinos. Ele tem observado e parece insatisfeito. -Chan murmurou. Ele também gostava de um professor mas diferente se mim, eles já se beijaram algumas vezes.

-Eu sei, mas não consigo parar de pensar naquilo que vi. -Na semana passada eu acabei por acidente encontrando Kyungsoo no pequeno parque que possuía ali e ele estava com uma criança que parecia muito consigo. Quando questionei tive a resposta que não queria ter. Era seu filho e isso só podia significar que ele tem um alfa. Meu coração se despedaçou em vários cacos.

-Você precisa se focar em outras coisas e quem sabe outra pessoa. O Kyungsoo não é o único ômega do mundo meu amigo. Tenha certeza de que você vai encontrar uma alma gêmea ou alguém que te faça feliz. -Suspirei. Meu lobo tinha que escolher alguém que já é comprometido?

-Eu vou tentar, mas não é nada fácil desistir de alguém que já criamos esse laço de paixão. Kyungsoo se tornou assim. -Chanyeol assentiu. Sabia muito bem do que eu estava falando. Nem todas as vezes temos escolhas sobre quem nosso coração escolhe. Os pensamentos são sempre muito mais fortes. A idade nunca foi motivo de olhar com problema para nada.

-Bom dia meninos. -Minseok, meu irmão mais velho apareceu junto com Luhan que tinha uma barriga já enorme. Eles eram um grande luz e esperança para essa matilha já que ambos são ômegas da linhagem mais fértil de lobos. Quando todos souberam que Luhan tinha um alfa ficaram irritados pois supostamente ele deveria ser do futuro herdeiro mas como crescemos juntos eu jamais conseguiria olhar Luhan com outros olhos, além de saber do amor que ele sente por Sehun desde que o filho dos Oh nasceu. Luhan vivia grudado na barriga da senhora Oh e cheirava o tempo todo deixando nítido que seriam almas gêmeas. Queria eu ter uma sorte dessas.

-Bom dia. O que vieram fazer aqui?

-Eu precisava andar um pouco e Minnie me acompanhou. A gravidez pesa muito mas o médico disse que se eu apenas ficar deitado poderia ser ainda pior e mais arriscado. Prefiro sair bem cedo e caminhar um pouco enquando Hunnie está na escola. Ele foi pedir dispensa das aulas ao professor Kyungsoo.

-Hm. Tenho certeza que ele vai conseguir. Sehun e o aluno com notas mais altas, ele não precisa ir em todas as aulas mais.

-Queria dar uma volta nas fronteiras. -Minseok murmurou. Olhei para Chanyeol que também parecia pensar o mesmo que eu. As chances de encontrarmos os professores eram grandes.

-Podemos ir com vocês. Não está perigoso mesmo. Depois que a guerra com aquela matilha do leste terminou temos escutado relatos dos vizinhos de que tem estado tudo bem.

-Sério mesmo? Então vamos. -Mudamos o rumo que estávamos para ir até as fronteiras. Estava me sentindo um pouco mais nervoso enquanto os garotos conversavam na frente.

-Espero que possamos vê-los. Já faz uma semana que não encontro Baekhyun nos corredores da faculdade, parece até que ele foge de mim.

-Eu não duvido disso meu amigo. Ele estava fugindo de você tem muito tempo.

-Fico pensando, será que ele foge de vergonha ou porque realmente não gostou de estar comigo? Será que ele tinha um alfa e eu acabei fazendo o que não deveria?

-Estamos ambos ferrados meu amigo. -Percebi que Luhan tinha se abaixado e quando observei melhor, tinha uma criança nas suas pernas. Deveria ter uns 4 anos, tinha os olhos escuros e pelo cheiro era um alfa. Ele estava cheirando Luhan e vi Minseok arregalar os olhos.

-Acho que sem querer Luhan encontrou o genro. -Minseok comentou risonho. -Coitado do Sehun.

-JINYOUNG, VOLTA AQUI. -Escutei alguém gritar e quando me dei conta Baekhyun pegou o menino. -Me desculpe por ele. É um mal educado. Se machucou?

-Ah, tudo bem. Ele não fez nada de mal, é só uma criança. -Baekhyun finalmente percebeu nossa presença e ficou meio travado. Uma outra criança estava se escondendo atrás dele e percebi que já tinha o visto. Era o filho do Kyungsoo. -Olá.

-Oi Baekhyun. -Chanyeol se pronunciou primeiro. -Hm. Tudo bem?

-Sim. Vocês estão bem distantes do centro. Estão procurando algo específico?

-Eu vim aqui atrás de algumas ervas e flores medicinais. Estou perto de ganhar meu filhote então dizem que aqui tem boas ervas para a recuperação.

-Ah sim, eu conheço algumas. Perto do rio é onde vai encontrar uma maior variedade e tem uma senhora que mora ali que pode te ajudar bastante, ela vende as melhores.

-A propósito, ahn... São seus filhos? Você parece mais novo que eu para ter filhos. -Luhan disse.

-Eu sou mais novo sim. Esse é meu afilhado, mas é como um filho já que eu o vi nascer e ajudo em sua educação, e esse alfa emburrado sim, é meu. -Sinto que escutei os cacos do coração de Chanyeol caindo igual o meu. Ele parecia perdido e viajando em um outro mundo. -Eu tenho que ir, foi um prazer conhecê-los.

-Ah, tudo bem.

-Mande lembranças ao professor Kyungsoo. -Comentei timidamente e ele riu.

-Pode deixar Jongin, mandarei.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...