História DoYu - (My boss's son) - Capítulo 65


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, Blackpink, Block B, Girls' Generation, Neo Culture Technology (NCT), Pentagon (PTG), Super Junior
Personagens Cl, Doyoung, Jaehyun, Jisoo, Johnny, Jungwoo, Kim Youngwoon, Lucas, Park Jungsu, Taeil, Taeyeon, Taeyong, Ten, Winwin, YangYang, Yeo One, Yuta, Yuto
Tags 2ne1, Blackpink, Blockb, Doyoung, Doyu, Gay, Girls'generation, Jaehyun, Jaeten, Jisoo, Johnny, Johntae, Jungsu, Jungwoo, Leeteuk, Lemon, Lucas, Luwoo, Nct, Nct127, Nct2018, Nctdream, Nctu, Pentagon, Romance, Superjunior, Taeil, Taeyeon, Taeyong, Ten, Wayv, Winwin, Yangyang, Yaoi, Yeoone, Yuta, Yuto, Yuwin
Visualizações 95
Palavras 737
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 65 - Cap. 65


Fanfic / Fanfiction DoYu - (My boss's son) - Capítulo 65 - Cap. 65

Sicheng levou todos ao aeroporto para se despedir de Yuta, mas antes que o mesmo pudesse ir de fato, Johnny e Taeyong lhe entregou o convite de seu casamento.

_ Meu pai eterno! Quando vocês ficaram noivos? - Indagou surpreso enquanto olhava cada detalhe de seu convite.

_ Já tem uns dias! Optámos por não fazer alardes e.. - Taeyong foi interrompido.

_ Claro! Porque se não fosse discreto, não seria vocês.. - Yuta arrancou um riso frouxo do casal.

_ Exatamente! Contamos com sua presença, a do Yuto e da babá. Sabemos que ela é como se fosse da família pra vocês. - Falou Johnny podendo ver um riso se abrir nos lábios do japonês.

_ Iremos! - Yuta os abraçou. _ Obrigado pelo convite, amo vocês.

_ Já que você está voltando pra Coréia mais cedo, será que você poderia levar o convite do Sr. Leeteuk? - Taeyong estendeu o convite. _ Não queria que o cuzão do filho dele fosse, mas temos que fazer certos sacrifícios as vezes.

_ É claro que eu levo. - Yuta pegou o convite guardando dentro de sua bolsa, juntamente com seu convite. _ Vou entregar nas mãos dele.

_ Obrigado, amigo! -Todos acabaram por abraçar o japonês num abraço em grupão.

E finalmente Yuta embarcou com destino a Coréia. Foi a viagem toda preocupado, não sabia como iria encontrar Doyoung depois do rolo que teve com Sicheng, mas uma coisa era fato e isso Yuta não duvidava, Doyoung ainda estava com raiva. Alguns horas se passaram e o japonês finalmente pode pisar em solo coreano, pediu um táxi e dentro de trinta minutinhos pode chegar finalmente em casa. Abriu a porta com sua chave reserva já podendo notar o clima pesado que aquela mansão tinha. Leeteuk estava aos berros com Doyoung, enquanto Yuto ouvia tudo do cômodo de baixo.

_ Yuto! - O mais novo se virou para trás indo sem tardar na direção de seu irmão, que agora trancava novamente a porta. _ Oii, bolinho.

Yuta falou num tom visivelmente chateado, pois podia ouvir o choro de Doyoung ecoar por toda a casa que estava em completo silêncio.

_ O papai apanhou de cinta.. - Susurrou o mais novo recebendo um acentir de Yuta.

_ Eu sei, amor! Shiii.. - Yuta falou num tom baixo recebendo um acentir do mais novo.

Yuta o puxou para o sofá, e ali esperaram Leeteuk parar com os gritos e descer para a sala. Pouco mais de dez minutos o mais velho desceu as escadas com uma cinta em mãos e com uma carinha fechada.

_ Oi, Yuta! - Abriu um riso sem jeito. _ Chegou agora?

_ A-ah.. Não! Tem uns dez minutos..

_ Desculpa a demora pra descer! O Yuto não quis dormir, quando contei que você estava chegando de viajem ele quis te esperar acordado.

_ Não tem problema, jajá vamos pra cama, né?! - Yuta sorriu fraco na direção de seu irmão.

_ Porquê o papai apanhou? - Yuto perguntou tão inesperadamente, que até Leeteuk ficou sem jeito pra dizer o porque tinha batido em Doyoung.

_ Não é assunto nosso, Yuto! Já escovou os dentes?! - Yuta viu o mais novo negar. _ Então vai escovar o dentes, eu já estou indo.

Yuto calçou seus chinelos e subiu para seu quarto. Leeteuk respirou profundamente e se sentou ao lado de Yuta no sofá.

_ O Doyoung anda tomando antidepressivos em alta quantidade.. - Yuta fez para Leeteuk uma carinha surpresa.

_ Eu já suspeitava, mas não tinha certeza. Você encontrou os remédios?

_ Não! Eu ainda não encontrei, mas eu bati nele até ele me falar que remédios eram esses. Comecei a desconfiar que fosse antidepressivos, porque ele não está querendo comer, anda inquieto, não está dormindo direito. E isso é visível, as olheiras deles estão cada dia mais fundas.

_ Ele falou o porque está tomando esses comprimidos?

_ Eu não entendi direito, porque ele estava chorando e estava enrolando a fala, mas parece que ele anda ansioso, se sentindo deprimido as vezes..

_ Ele anda tomando a qualquer hora e a qualquer momento, temos que achar esses remédios antes que ele acabe se matando.

_ Eu sei! Eu estou morrendo de medo, não sei onde ele colocou. Ele não quis me falar, mesmo debaixo de cassete.

_ Vamos encontrar esses remédios, Sr. Não se preocupe.. - Yuta tomou a liberdade de o abraçar afim de trazer consolo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...