História Dragon Ball - Despertar das Trevas - Capítulo 84


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Bra, Gohan, Goku, Pan, Vegeta
Visualizações 33
Palavras 1.217
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Meu deus que saudade eu estava de escreve isso aqui!
O título não tem nada a ver com o capítulo mas tem a ver com a volta da fic!
Espero que ainda tenha alguém lendo essa fic, por que eu apenas dei uma pausa pra minha cabeça e quero voltar com força total! Espero que gostem!

Capítulo 84 - Capítulo 84 Fim do Hiato!


Distante do local onde houve a luta de Bra, Goku, Vegeta e Gohan sentem o ki da garota desaparecer, Vegeta fecha seus punhos com força, Hitto apenas olha tentando entender o que tinha acabado de acontecer.

Goku – Vegeta... – Diz ele olhando para o príncipe do saiyajins.

Vegeta – Não tenha pena de mim Kakarotto! Nós sabíamos que isso poderia acontecer, e tenho certeza que ela não será a única a morrer!  - Diz ele tentando segurar sua fúria que sentia naquele momento.

Gohan – Não se preocupe senhor Vegeta, nós não vamos deixar que mais ninguém morra! Principalmente as...

Goku – Não seja inocente Gohan, Vegeta tem toda a razão em dizer isso. – Diz ele interrompendo o filho. – Ela foi apenas a primeira de nós. Mas não significa que não possamos trazer todos de volta depois.

Hitto continua observando, compreendendo que o ki que havia desaparecido seria de alguém ligado a eles, porem o assassino no 6º universo não demonstra nenhuma emoção, preferindo se manter calado.

Goku – Eu sei o quanto você ama as meninas. – Diz ele olhando para o filho. – Eu também amo as minhas netas. Mas caso aconteça o mesmo com elas, só nos restara torcer para que consigamos trazê-las de volta.

Mesmo contrariado, Gohan acaba aceitando que seu pai e Vegeta tinham razão.

Em outro local, Mihaila e os outros, com exceção de Lottus e Chaya também sentem o ki de Bra desaparecer, a saiyajin solta um forte rosnado entre os dentes enquanto balança a cauda violentamente.

Caulifla parecia não acreditar no que acabara de sentir, ela olha para Pan e vê a irmã de cabeça baixa, mas pode sentir uma pequena aura de fúria emanar da garota enquanto a mesma luta para manter o controle.

Mihaila – Já não basta uma assassina descontrolado, agora surgem ainda mais assassinos! – Diz ela olhando na direção em que sentiu o ki desaparecer.

Kaeshiyo – Isso é uma guerra, nós sabemos que isso ira acontecer a todo o momento. – Diz ela enquanto acaricia a cabeça de Korina que a abraçava assustada.

Brianne – Kaeshiyo, acho que isso não é momento para dizer algo assim! – Diz ela olhando a expressão de Pan. – Ela perdeu a melhor amiga...

Lottus – Esse ki que desapareceu, eu acho que já senti ele junto com vocês, mas não consigo reconhecer de quem é... – Diz o jovem saiyajin do 6º universo enquanto olha para as meninas esperando que elas o respondam.

Laguna – É daquela garota de cabelos azuis que você havia perguntado na primeira vez que nos encontramos...

A expressão do garoto se torna surpresa e logo em seguida triste, sua irmã Chaya coloca as mãos em seu ombro.

Lottus – Eu... Sinto muito por isso...

Caulifla – Pan, você sabe que nós ainda podemos...

Mihaila – Caulifla cala a boca... – Diz ela para a garota ao perceber que a expressão de Pan mudou para uma expressão mais nervosa assim que Caulifla começou a falar.

Caulifla – Ei, mas o que deu em você para me mandar calar a...

Pan – Caulifla, ela falou pra você ficar quieta! – Diz a irmã mais velha olhando para Caulifla, visivelmente irritada.

Mesmo estranhando o comportamento da irmã, ela percebe que deveria respeitar o que Pan estava sentindo naquele momento.

Azazel estava sentada de frente para Kyabe embora a garota estivesse se sentindo feliz por estar totalmente sozinha com o garoto, ela sentia certa preocupação. Ela havia notado a expressão de Kyabe se tornar mais tristes a alguns minutos, ele também não tinha falado mais nada desde que sua expressão mudou.

Azazel – Ei Kyabe, por que você está assim? Não está se sentindo bem?

O garoto se levanta e da alguns passos, a saiyajin também se levanta, ela balança a cauda de forma agitada enquanto olha para Kyabe sem entender o que estava acontecendo.

Azazel – Ei kyabe! Diga o que está acontecendo! Foi algo que eu fiz?!

Kyabe – Você... Não sentiu o ki desaparecendo não é mesmo?

Azazel – AH! Aquilo? Foi só alguém sendo assassinado pelo exercito de Demigra. – Ela fala sem sentir nenhum tipo de emoção. – olha, não precisa ficar dessa forma, mesmo que você conheça essa pessoa você está junto comigo agora lembra? E caso você esteja com medo, eu não vou deixar que Demigra fa...

Ela para de falar ao ver Kyabe voltando até ela e segurando seus braços fortemente.

Kyabe – Essa pessoa era minha irmã... Se você realmente amava sua irmã como diz, deveria entender o que eu estou sentindo agora...

Azazel – Ei! Eu não tinha como saber! E como você se atreve a tocar no assunto da minha irmã?! – Diz ela movendo os braços para que Kyabe a solte sem que precise usar a força, mas o garoto continuava a segurando firmemente.

Kyabe – Azazel... Eu...

Ele beija a saiyajin a pegando desprevenida, ele a solta e da alguns passos para trás deixando a garota de cabelos branco ainda mais confusa.

Azazel – K-Kyabe?! O que você está...

Kyabe – Eu... Eu não sei, minha cabeça está confusa! – Diz o garoto um pouco transtornado. – Eu... Sempre senti algo pela minha amiga Caulifla mas nunca tive coragem de dizer a ela, mas com a Mihaila aparecendo de repente  eu também comecei a sentir uma atração por ela me deixando confuso. E agora você, apesar de seu jeito psicopata, eu comecei a sentir algo bom em você e acabou chamando minha atenção. Eu não sei o que fazer, eu estou agindo por impulso!

O coração de Azazel acelera, não só pelo que Kyabe tinha acabado de falar, mas mais por ele ter mencionado o nome de outra garota que ela não tinha conhecimento. Ela olha de forma sombria para Kyabe, que sente um desconforto, perguntando a si mesmo o por que de ter dito aquilo na frente da saiyajin.

Azazel – Caulifla é? – Diz ela de uma forma sinistra, combinando com seu olhar atual. – É uma daquelas suas amiguinhas também? E aquela saiyajin também realmente faz parte disso...

Após algum tempo sem dizer nem fazer nada, Mihaila e todos os outros ouvem algumas risadas acima deles.

Mihaila, Pan e Caulifla são as primeiras a olharem para a direção das risadas e vêm quatro seres parado acima deles, o mais alto deles os olhava de braços cruzados sem demonstrar nenhuma emoção.

Caulifla – AH QUE MARAVILHA! Esquecemos que estávamos sendo seguidas e ficamos pensando na morte da bezerra!

Brianne – Bezerra? Mas não era da Bra?

Mihaila – Cala a boca idiota! A burrice passou pra você agora?!

Pan – Será que da pras dondocas pararem de falar asneiras e prestarem atenção no que está acontecendo?

Olhando com mais atenção, podia se ver que as quatro pessoas usavam o mesmo uniforme, um deles era um homem que usava uma boina e tinha uma parte da face mecânica. Junto também havia um homem coelha da cor roxa, o mais alto era um ser careca de cor acinzentada que emanava uma aura misteriosa. E o ultimo era um ser gordo de bigodes que encarava Kaeshiyo fixamente, a garota raposa fazia o mesmo.

Kaeshiyo – Toppo, até mesmo você está junto nisso... – Diz a garota sem parar de olhar o gordo.

A pequena Korina olha surpresa para a amiga.

Korina – Senhorita Kaeshiyo, você conhece esse homem?

Toppo – Então é verdade... Existe realmente uma traidora no 12º universo... Não sei como você pode ficar do lado de Gin mesmo depois do que ele fez com sua mãe e seu povo.


Notas Finais


Ai está, me desculpem por retornar com um capítulo parado, mas eu precisava mostrar as reações a morte da Bra.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...