História Dragon ball - Os novos guerreiros - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Visualizações 11
Palavras 2.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 31 - O ataque da familia perfeita


Fanfic / Fanfiction Dragon ball - Os novos guerreiros - Capítulo 31 - O ataque da familia perfeita

Ryudegan começou a voar, e foi na área quase oposta que os terráqueos estavam, então colocou a cabeça do 16 lá, com uma bela vista do torneio.

 

_ Oh 16… queria que você tivesse sido meu amigo… mas tudo que conseguiu foi ser um fura-olho. Agora que tudo foi resolvido, Ryudegan você pode… _ Cell dizia até notar que Ryudegan já tinha sumido. _ Ah, tudo bem, garoto, vou te deixar escolher de que forma eu vou matar seus amigos ali em cima. Prefere que eu faça eles se matarem usando o Kokoro, ou o elemento surpresa, que eles ainda terão a chance minúscula de sobreviver.

 

Gohan ainda estava um pouco em choque pelo ocorrido a alguns minutos, mas ele pensou bem e viu que Cell já estava até preparando o Kokoro, então ele escolheu…

 

_ ESPERE! O OUTRO! A SURPRESA! _ Gohan disse desesperado.

 

_ Ah, boa escolha garoto. _ Cell disse abrindo as asas. _ Eles farão o serviço muito bem.

 

_ O que? _ Gohan perguntou confuso.

 

De repente o ferrão de Cell começou a cuspir esferas azuis.

 

_ Senhoras e senhores, aparentemente o Cell está… fazendo uma das duas coisas que eu tenho certeza que não podemos mostrar na TV aberta. _ Jimmy disse com nojo.

 

_ Eu não entendo! Onde estão os ovos?! _ Piccolo perguntou e colocou a mão na boca.

 

_ Você fez isso comigo! _ Gritou Cell. _ Vocês todos fizeram isso comigo!

 

_ A vida... sempre encontra um caminho… _ Kuririn disse.

 

_ De me fazer vomitar! _ Vegeta disse ficando de joelhos e vomitando.

 

_ Ah, isso parece fácil, não entendo do que a Chichi estava reclamando. _ Goku disse.

 

_ Beleza então… ta bom. _ Cell dizia ofegante até seu ferrão que estava fechando se abrir de novo e logo fechar. _ Ah, que ótimo, vai ficar assim o resto do dia… Goku eu decidi que a sua insistência de me fazer lutar com sua cria deveria ser devolvida na mesma moeda. Então contemplem: MINHAS CRIANÇAS! Noriel, Damien, Travis, Curtis, Dale e Jonathan! Ah e é claro: Vegeta jr jr.

 

Haviam sete pequenas criaturas no chão se levantando, eram azuis e eram praticamente idênticas ao Cell.

 

_ É como se todos os meus pesadelos se fundissem em um só, se clonassem, fodido o clone e criado essas coisas! _ Vegeta disse limpando o vomito da boca.

 

_ Isso é… terrivelmente específico! _ Piccolo disse.

 

_ Papai arranjou uma brincadeira pra vocês. _ Cell disse para os seus filhos, o Noriel começou a rir, Travis estalou os ossos da mão, Curtis se posicionou mais à frente, Dale ficou dando pequenos pulinhos de animação, Jonathan ficou encarando os guerreiros Z, Vegeta jr jr ficou encarando o Vegeta, e Damien ficou olhando o Gohan. Mas depois de alguns segundos alguém pousou na frente dos pequenos Cells e um quase o atacou, mas era o Ryudegan, então Cell sorriu e disparou um raio de energia em Damien. _ Pronto Ryudegan, agora tem uma vaga pra você.

 

_ Agradeço senhor. _ Ryudegan disse se posicionando na frente dos pequenos Cells. 

 

Nenhuma das miniaturas de Cell pareceu se importar que Damien foi morto.

 

_ Como eu ia dizendo, lembrem-se de dividir os brinquedos… não saiam da vista do papai… e tragam-me os corpos. _ Cell disse sorrindo, então encarou o Goku. _ Mas acima de tudo divirtam-se! Sigam o titio Ryudegan.

 

Ryudegan sorriu muito mais, finalmente ia lutar de verdade, sem interrupções, então ele encarou o Goku.

 

_ O Goku é meu! O resto é todo de vocês. _ Ryudegan disse avançando contra Goku, sendo seguido pelos filhos do Cell.

 

_ Cells Juniores chegando! _ Goku disse se posicionando para lutar.

 

_ Nós não vamos chamar eles assim! _ Vegeta disse se transformando em super saiyajin, assim como Trunks.

 

Ryudegan chegou até o Goku, e os dois chocaram os seus antebraços, Goku estava um tanto assustado, até porque ainda estava desgastado pela luta com Cell, já Ryudegan estava muito empolgado.

 

Os Cells juniores estavam dando bastante trabalho, na verdade ninguém estava conseguindo dar conta deles.

 

Kuririn tentou dar um soco em Noriel, mas ele se esquivou pulando.

 

_ Você é muito lento! _ Noriel disse rindo.

 

_ Seu filho da puta azul! _ Kuririn disse indo pra cima dele novamente.

 

_ Eles não são uma gracinha? Minha pequena e linda família! Ah depois que eu terminar com esse planetinha inútil eu vou ter alguém pra me acompanhar enquanto destruo todo o espaço. Talvez eu tente conquistar Namekusei, e brincar de imperador por um tempinho. _ Cell disse assistindo a luta e sorrindo. _ Acho que esse é o Freeza em mim falando.

 

_ Então Goku, onde isso se encaixa no seu plano genial? _ Piccolo perguntou bloqueando um soco de Jonathan.

 

_ Bom, sabe aquele ditado? Todo mundo tem um plano até levar um soco na…! _ Goku dizia até Ryudegan atingir um soco na cara dele que o jogou no chão.

 

_ Eu pensei que você seria um desafio, Son Goku. Admito que isso está mais entediante do que pensei, mas que tal fazermos isso. _ Ryudegan disse segurando Goku pela cabeça e o fazendo olhar os Cells juniores atacando todo mundo. _ Vê? Isso é o que você fez, graças a você, não só eles vão morrer, mas também o seu querido Gohan.

 

_ E você? Acha que quando Cell vencer ele vai ficar agradecido e se tornar seu amigo. Se pensa isso você está muito enganado. _ Goku disse tentando se soltar do Ryudegan. _ O que ele vai fazer é te matar também.

 

_ RETIRE O QUE DISSE! _ Ryudegan gritou com raiva.

 

Goku então deu uma cotovelada na barriga de Ryudegan e em seguida um chute no lado direito do rosto, o jogando em uma montanha.

 

_ Por favor…! Eu retiro o que eu disse sobre meu poder oculto! Eu não quero lutar com você! Essa luta é do meu pai, não minha! Então eu estou implorando a você, faça eles pararem! Dê ao meu pai uma semente dos deuses e… _ Gohan dizia até ser interrompido.

 

_ E aí está! Isso ai mesmo…! Esse é o motivo de eu te desprezar! Você sabe o que todos eles têm em comum? _ Cell perguntou encarando a luta, sendo seguido por Gohan. _ Os saiyajins podem ser tolos, os humanos fracos, e os namekuseijins podem não pertencer a nada… Mas todos eles estão lá lutando! Não só pelas suas vidas, mas também por esse planeta inútil e sem valor!

 

E nesse momento Kuririn levou um chute de Noriel que o jogou no chão próximo ao Cell.

 

_ Viu? Até o Kuririn está dando o seu melhor! _ Cell disse apontando para o Kuririn.

 

_ Valeu por notar, eu realmente estou… _ Kuririn dizia até levar um chute nas costelas.

 

_ Mas nenhum deles tem essa característica que você tem de me fazer querer tanto vomitar. Você, Gohan, é um covarde! _ Cell disse com raiva.

 

_ Não…! Eu só sou pacifista! _ Gohan disse.

 

_ Um covarde que se dá tapinhas nas costas. Meus parabéns, tampinha, pode ficar orgulhoso ao lado dos corpos! _ Cell disse sorrindo de forma sarcástica.

 

Depois de alguns segundos na montanha, Ryudegan a explodiu.

 

_ Chega! EU DISSE CHEGA! EU VOU ACABAR COM VOCÊ! _ Ryudegan disse estendendo a mão direita para frente.

 

E de sua mão surgiu uma pequena esfera que começou a crescer cada vez mais, até ficar maior que a mão, mas quando estava prestes a disparar.

 

_ RYUDEGAN! _ Uma voz gritava ao longe. _ VENHA AQUI!

 

Ryudegan reconheceu a voz e desfez a esfera, era 16, então ele foi imediatamente para lá, então Goku começou a ajudar Piccolo contra o Jonathan.

 

Quando Ryudegan chegou ao local em que 16 estava, ele pode ver que 16 parecia irritado.

 

_ O que quer? _ Ryudegan disse segurando a cabeça.

 

_ Eu quero que você me leve até o Gohan. _ 16 disse.

 

_ O que? Mas por que? _ Ryudegan perguntou surpreso.

 

_ Eu só quero falar com ele. _ 16 disse, mas viu que Ryudegan não pretendia fazer isso. _ Por favor, Ryudegan, eu lhe peço, de amigo pra um amigo.

 

_ Isso é uma péssima escolha, 16. _ Ryudegan disse um pouco preocupado.

 

_ Pode até ser, mas é minha pra fazer. _ 16 disse olhando Ryudegan nos olhos. _ Por favor.

 

_ Você também fala essas coisas? _ Ryudegan perguntou e depois deu um suspiro. _ Tá bom.

 

_ Obrigado. _ 16 disse sorrindo.

 

Então Ryudegan segurou a cabeça do 16 de forma que ela ficasse de pé e de frente pra Gohan.

 

Indo para a luta, Travis estava com o Yamcha deitado no chão e ficava chutando a sua barriga.

 

“Travis com certeza está chutando a merda do Yamcha pra fora. Uh, sinceramente, ele não merece… hmmm, maaas continua engraçado.” Cell pensou.

 

_ EI! _ Gohan gritou, chamando a atenção de Cell. _ Eu vou… eu vou… arrancar a sua cabeça… e… umm… e… defecar… no seu almoço?

 

Cell deu um longo suspiro.

 

_ Agora você somente está envergonhando nós dois. É sério, o quão difícil é deixar um garoto de 12 anos puto da vida? Você deveria ter dado um chilique somente por eu ter pego seus brinquedos! Enquanto sua família e amigos é espancada, tudo que você faz é… chorar?! _ Cell disse ao notar que Gohan estava chorando. _ Agora você está chorando?! É SÉRIO?! Já deu, crianças guardem seus brinquedos, estamos indo embora.

 

_ Espera…! _ Gohan disse.

 

_ Sendo claro, eu quero dizer: Matem todos eles, pra eu detonar essa rocha estúpida e arranjar algo melhor pra fazer. Belo modo de perder a porra do meu domingo. _ Cell disse irritado.

 

_ E-espera… falta pouco pra eu chegar no limite… e vou… _ Gohan dizia até ser interrompido.

 

_ Tudo. Que você fala pra mim. Me deixa puto! Você teve sua chance garoto. E no final das contas… nem fez diferença! _ Cell disse.

 

_ ESPERA! _ Uma voz disse.

 

Foi 16, que estava sendo carregado pelo Ryudegan que agora já havia pousado próximo ao Gohan.

 

_ Isso, entregue nossa posição. _ Ryudegan disse sarcasticamente.

 

_ Ora, ora, ora, achei que eu tinha te mandado matar eles Ryude… _ Cell dizia até ser interrompido.

 

_ Gohan… _ 16 começou a dizer.

 

_ Tá bom, tá bom, então você fala com ele. _ Cell disse.

 

_ Vê se cresce. Você age como se fosse o único sofrendo. Mas creio que Trunks tem algumas história pra te contar, e tenho quase certeza que todas terminam com: “e então ele também morreu”. E antes que você comece a choramingar sobre seu pai… e de novo, eu entendo… pare para considerar que o meu pai fez de mim uma máquina de matar sem alma para matar seu pai. E isso não chega nem perto da tragédia completa de paternidade que é o Vegeta. _ 16 disse seriamente.  _ Cell tinha razão, você acha que é melhor que todos os outros. Mas aí está, o homem bom fazendo nada. E enquanto o mal triunfa, e o seu pacifismo rígido desaba em poeira manchada de sangue, a única vitória concedida a você é ter se mantido sincero aos seus princípios. Você foi um covarde… até o último choro. Do medo e do amor, eu não temo que irei morrer, mas que tudo que eu aprendi a amar, os pássaros e as coisas que não são pássaros… irão perecer comigo.

 

Então Cell começou a se aproximar do 16 nas mãos do Ryudegan.

 

_ Então por favor, pare de se conter. E hey, se nós conseguirmos sair dessa vivos, por favor pegue minha cabeça e bata no seu pai até ele mo… _ 16 dizia com um sorriso, até ter sua cabeça partida ao meio pela mão do Cell.

 

As peças do 16 caíram no chão, e mancharam as mãos do Ryudegan com o “sangue” do seu amigo, então ele caiu de joelhos e começou a procurar entre as peças.

 

_ Não não não não… _ Ryudegan repetia até achar um chip com a logo da patrulha vermelha e uma luz verde brilhante. _ Não se preocupe 16, eu vou dar um jeito.

 

Ryudegan preparava para colocar o chip no braço, mas quando a luz do chip se apagou, ele somente soltou o chip, abaixou a cabeça e começou a aparentemente chorar.

 

_ Ah Ryudegan, não precisa ficar tão triste, ele… quer dizer, eu ia dizer que ele foi para um lugar melhor, mas todos nós sabemos que ele não tinha alma. _ Cell disse rindo um pouco.

 

Ryudegan então levantou a cabeça e foi possível ver que seus olhos voltaram a ser pretos, e sua cara de tristeza foi substituída por uma de raiva.

 

Gohan também se irritou, tudo que 16 disse era verdade, ele não queria lutar já que achava que dava pra resolver aquela situação sem ser necessário lutar, e esse pensamento custaria a vida de todos ali… na verdade de toda a galáxia. 

 

O poder de Gohan começou a subir, o chão rachou e quebrou, as pedras começaram a flutuar, uma aura dourada surgiu ao redor de Gohan e seu cabelo ficou totalmente pra cima com somente uma mecha para baixo. E com lágrimas nos olhos, ele olhou com raiva para Cell, que ficou chocado com esse poder, assim como todos que estavam ali. 

 

Gohan finalmente conseguiu, ele superou os limites de um super saiyajin.

 


Notas Finais


Comentem o que acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...