História Dragon Ball - Uma Odisseia Através do Tempo - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 17, Androide Nº 18, Bardock, Bra, Bulma, Chichi, Gine, Gohan, Goku, Goten, Kakaroto, Kuririn, Mestre Kame, Nappa, Oolong, Pan, Personagens Originais, Piccolo, Pual, Raditz, Rei Vegeta, Shenlong, Trunks, Vegeta, Videl, Yamcha
Tags Dragon Ball Z, Drama, Família, Romance, Viagem No Tempo, Violencia
Visualizações 18
Palavras 3.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sci-Fi, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii pessoas lindas, é com muito amor que trago mais um capítulo <3 espero que gostem.
Boa leitura, nos vemos nas notas finais.

Capítulo 2 - O Passado de Bulla e Trunks


Gorin havia ficado extremamente assustada ao ouvir o imenso barulho, seguida do escuro aterrador que havia tomado a casa naquele momento.

- Gohan- ela gritou o nome do único em que confiava nas situações de perigo.

Já Goten ainda tentava entender tudo que acontecia, sentiu a mão de Trunks na sua e foi puxado pelo mesmo, assim, ficaram todos juntos enquanto sentiam uma presença, um ki forte mas que não saberiam a quem pertencia. Os maiores logo vieram de encontro aos outros, Gohan tentava acalmar sua irmã enquanto Bulla pensava em uma solução.

- Trunks você lembra onde fica o gerador da casa, não é?

- sim, mas eu não sei como ligar.

- ótimo eu vou contigo e ligamos.

- esperem é perigoso- Gorin tentou para-los- há um ki muito poderoso aqui por perto, estou sentindo.

- primeiro resolvemos o problema da energia, depois pensamos nisso.- falou bulla tentando acalmar a mais nova.

- sim, é melhor mantermos a calma, afinal fica bem mais perigoso com tudo escuro assim.- retrucou o mais velho.

- Gohan, cuide dos gêmeos e eu levo o Trunks comigo.

- certo, mas tenham cuidado vocês dois.

- vocês também- Trunks respondeu e seguiu sua irmã.

Os irmãos Briefs seguiram juntos, Trunks guiando Bulla até o local onde se encontrava o único gerador de luz, levavam o celular de Bulla consigo, ao qual se utilizavam da lanterna afim de guiar pela casa.

- maninha, não está preocupada com isso tudo?- Trunks quebrou o silêncio.

- apenas se destruirmos algo e a mamãe nos colocar de castigo.

- mas e sobre o que a Gorin estava falando?

- o ki alto? Eu não estou tão preocupada, confio no Gohan, ele é um dos sayajins mais poderosos que já vi.

- nós também somos poderosos.

- é assim que se fala- Bulla bagunçou os cabelos de Trunks enquanto falava, eles continuavam seguindo.

- já estamos chegando, lembro quando a mamãe vinha até aqui, nas vezes que o papai explodia a nave de gravidade- eles riram, esquecendo-se da tensão anterior.

Enquanto isso, os outros irmãos se mantinham alerta vigiando a casa, sentiam ainda o ki que havia aparecido mais cedo. Gohan começou a pressentir que aquela presença estava mais perto de si, tentando manter a calma chamou os menores para perto e logo soltou uma rajada de energia na direção da presença, a mesma desviou facilmente, o jovem sayajin ficou impressionado e ao mesmo tempo um medo bateu em si, pediu a seus irmãos que ficassem longe e se protegessem, assim partiu para cima do desconhecido, disferindo golpes que eram facilmente bloqueados. Os menores tentavam ver a luta de longe, desejando que seu irmão conseguisse conter o desconhecido, mas o que viam era que Gohan estava em desvantagem, o seu oponente era bastante habilidoso e nenhum dos gêmeos haviam visto ele antes. Gohan estava sem esperanças, sozinho e tendo que cuidar de todos, não sabendo quem era o seu oponente, mas ainda sim via algo de familiar no mesmo, era um sayajin que estava ali, não sabia ao certo o quem era, e se fosse algum dos guerreiros horríveis que já conheceu? Afinal de bons sayajins só lembrava-se dos que estavam na terra, incrivelmente neste seu pensamento encontrava-se Vegeta.

Bulla e trunks do outro lado da casa, não faziam ideia do que se acontecia, a garota havia localizado o gerador e como já estava habituada a concertar coisas no laboratório, diminuiu o problema causado pela explosão. Repentinamente Bulla paralisou, olhou para trás de si e Trunks também se encontrava assustado, ele também havia sentido o ki de Gohan aumentar, ainda assustada com o que poderia está acontecendo Bulla terminou de ajeitar o gerador, assim ligando o aparelho novamente, logo a energia estaria de volta, haviam salvado todos ou era o que achavam. Voltaram correndo, estavam preocupados principalmente com Gohan, mas enquanto seguiam notaram que a casa estava em completo silêncio, eles estranharam, afinal o que havia acontecido? Os irmãos se entreolharam confusos.

Enfim, chegaram a sala de encontro aos outros, as luzes acendiam de volta e a televisão ligava também, os gêmeos estavam a uma distância segura, notava-se um olhar medroso deles perante um local da sala, Bulla e Trunks seguiram seus olharem com ressentimento, a garota sentiu um calafrio ao ver quem lhe encarava, lágrimas rolaram pelo seu rosto no mesmo momento, ela não podia acreditar é claro que conhecia ele. Gohan estava ainda perplexo encarando o garoto a sua frente, havia parado de lutar, afinal Trunks não era seu inimigo e sim um amigo do futuro.

Bulla correu na direção do garoto alto de cabelos roxos e longos, seus olhos lacrimejavam e seu coração palpitava de forma que todos na sala sentiram seu ki aumentar, a garota achava que nunca iria ver novamente seu irmão, ele estava lá agora a poucos metros de si e ela estava pronta para abraça-lo com todas suas forças, era obvio agora, esse era o ki poderoso, ele que estava chegando para vê-la.

- Trunks!- ela abraçou o irmão fortemente, sendo correspondida com a mesma intensidade, a garota mau conseguia falar devido a emoção.

- como está minha irmãzinha?

Eles se abraçavam em meio a todos, os menores ainda ficaram mais confusos.

- esse garoto não parece o trunks?- perguntou Gorin.

- e tem o nome do Trunks- completou Goten.

O pequeno Trunks apenas cruzou os braços numa expressão negativa típica de seu pai, ele já sabia de toda a história. Enquanto isso, Gohan ria aliviado por confirmar que seu oponente era Trunks.

- meninos, esse sayajin veio do futuro e seu nome também é Trunks...- começou o primogênito.

- quer dizer que ele é o Trunks mais velho?- Goten encarava-o, procurando respostas

- claro que não- o pequeno Trunks entrou na conversa- eu só serei assim superficialmente quando for mais velho, mas nunca seria ele.- o garoto falou com desdém.

- não entendi bem, ele não é do futuro?- Gorin questionou.

Bulla finalmente acalmou-se, a garota ouvia atentamente a conversa dos outros, rindo com a confusão dos gêmeos, seu irmão mais novo já entendia do assunto, mas nunca haviam conversado sobre isso com os filhos mais novos de Goku.

- acho melhor explicarmos- ela terminou seu longo abraço com Trunks.

O Trunks mais velho se dirigiu para as crianças com um sorriso simpático cumprimentando-os, já imaginava que se tratava dos filhos mais novos de Goku.

- meu nome é Trunks Briefs.

- sou Goten e essa é minha irmã Gorin.

- é ótimo conhece-los, eu vim do futuro, mas não se enganem, não vim do seu futuro, afinal já salvamos a terra de Cell e dos andróides, não é?

- verdade- Goten lembrou da história que sempre ouvia de Gohan.

- o futuro dele não existe na nossa linha do tempo, já que mudamos tudo- o pequeno Trunks falava como se fosse a coisa mais óbvia do mundo, enquanto tentava não manter olhar com sua versão mais velha.

- agora entendi, mas se você não é nem ao menos desse tempo, como pode ser o irmão da Bulla?- questionava Gorin.

- sim, o irmão da Bulla é o nosso Trunks- Goten falou apontando para o amigo.

Bulla riu novamente, vendo os pequenos deduzirem.

-que tal comermos algo? Aposto que todos estão ainda mais famintos.- ela sugeriu, seria bastante confuso explicar a história as crianças.

- sim, preparamos ramen para todos, então venham e contaremos tudo a vocês.-chamou Gohan, os gêmeos seguiram entusiasmados, já Trunks ainda mantinha o olhar cerrado para sua cópia do futuro.

- o que?- os dois gritaram juntos.

- Goten e Gorin, não falem de boca cheia.

- Gohan, como não sabíamos? A Bulla não é como nós.- Goten falava assustado.

- claro que sou, só não sou desse tempo, eu nasci em outro futuro, e sim sou a irmã mais nova desse Trunks.

- então, quer dizer que somos mais velhos que você?- todos riram com o que Gorin havia falado.

- teoricamente, Bulla é a mais nova, mas digamos que ela usou uma trapaça- Gohan falava divertido.

- se no futuro tem outro Trunks, me diga, tem outro eu lá? Como eu estou mais velho?- Goten perguntava animado.

- isso é um assunto complicado... Goten no meu futuro, você ao menos nasceu, não temos nenhum sayajin lá.

Os gêmeos ficaram assustados.

- o que? nem ao menos o Gohan?

- não, os andróides acabaram com tudo.

- pois é- Bulla completou, lembrando-se de suas memorias de infância.

- por isso mesmo que a bulla mora aqui com vocês, o futuro, o meu futuro é perigoso, principalmente para os sayajins e seus descendentes, eu fui o único que sobrei.

Uma aura triste pairou sobre o local, todos se calaram lembrando da história triste que Trunks e Bulla carregavam consigo, os irmãos que fugiram de seu próprio tempo, de sua realidade, para o bem de todos.

- e porque você voltou? Lembra-se que estava sumido a anos?- o pequeno Trunks cortou o silêncio do local.

- sim, eu vim fazer algo muito importante aqui, preciso falar com a mamãe, para assim concertar minha máquina do tempo.

- ah então foi isso aquela explosão- concluiu Gohan.

- sim, eu tive que sair nas pressas do futuro... As coisas estão pior que nunca lá...

- você deixou minha irmã aqui sozinha por anos, volta agora e só tem isso a dizer?- Trunks falava irritado- o que veio fazer aqui? Trazer mais problemas como sempre? Estragar nosso tempo igual o seu?

- vamos comer e falar das novidades, não é todo dia que temos todos reunidos aqui não?- Bulla tentava tirar de assunto desesperadamente, sabia que seu irmão mais novo não simpatizava com o mais velho.

- sim, vamos conversar enquanto esperamos a sua mãe e seu pai chegarem- Gohan ajudou.

- eles saíram?

- sim foram a um prêmio, a mamãe é um gênio apesar de tudo, não?

Eles continuaram a conversa, falando sobre coisas banais do dia-a-dia e novidades na vida de cada um enquanto comiam. O pequeno Trunks se retirou da mesa, não suportava sua persona do futuro, ele que nunca havia respeitado os sentimentos de sua irmã, era culpa dele a Bulla sempre estar preocupada, sempre com saudades daquele idiota que não conseguiu nem proteger seus amigos de sua época, nem ao menos sua irmã. O garoto se dirigiu ao seu quarto afim de ficar sozinho, Goten olhou seu amigo sair de fininho, até pensou em segui-lo, mas saberia que o mesmo não queria falar quando estava assim, apenas mandou-lhe um olhar triste, falando assim que se importava com o mesmo, Trunks saiu.

Chegamos meninos!!- uma Bulma animada com um troféu em suas mãos, adentrava na casa, seguida de Vegeta.

Logo que sentiu o ki de seus pais, Bulla correu de encontro a eles, queria o mais rápido possível compartilhar a novidade.

- mãe, papai- veio a garota hiperativa correndo até eles.

- o que foi dessa vez?- Bulma encarava a garota, assustada com sua vinda repentina.

Vegeta sentiu um ki bastante familiar na casa, sorriu irônico, sabia de quem se tratava, e sabia o porque de sua filha estar tão animada.

- você vai amar ouvir essa, mulher.

- finalmente chegaram.

- o que aconteceu Bulla Briefs?- Bulma já preparava sua bronca, quando observou o garoto de madeixas roxas longas e olhos azuis vindo até ela.

A mulher sempre explosiva abaixou a guarda no instante, encarou sua filha e seu marido como se perguntasse: é ele mesmo?

- isso que aconteceu mãe, ele voltou.

Uma mãe feliz logo correu em direção a seu filho, abraçando-o, não imaginava como ele poderia está ali agora, esperava que nada de perigoso tivesse acontecido com o futuro novamente, mas de toda forma estava radiante por vê-lo.

- meu filho, você cresceu bastante Trunks- ela olhava ele orgulhosa, vendo o homem que havia se tornado.

- eu estava com muitas saudades mãe, e de você também pai.

- é bom te ver por aqui, garoto-Vegeta encarou-o com seu sorriso de lado.

- onde estão os outros?- Bulma perguntava animada.

- aqui tia Bulma- os filhos de Goku apareceram.

- Gohan, eu estou vendo que cuidou de tudo, como esperado de um garoto responsável como você, sem falar que o Trunks voltou- Bulma riu zombeteira.- assim vou chamá-lo toda vez que precisar.

- obrigado- ele sorriu sem jeito.

- enfim, está tarde e sua mãe vai mata-los, se chegarem essa hora, por isso podem dormir aqui.

- sério?- Bulla falou animada.

- sim, Bulla mas é dormir, e não passar a noite bagunçando.- a garota olhou emburrada para a mãe.- aposto que você também está exausto filho- bulma se dirigiu a Trunks.

- sim, vou descansar para amanhã já começarmos.

- aliás, o que você veio fazer aqui garoto?- Vegeta falou desconfiado.

- bom- começou o garoto do futuro- aconteceu muita coisa no meu tempo, e não foi nada bom, mas o que tenho que fazer agora de mais importante é concertar a máquina do tempo.

- perfeito, eu te ajudo amanhã filho, agora vá descansar, pode ficar em um dos quartos a casa é toda sua.

- muito obrigado mãe- eles trocaram um olhar carinhoso, olhar aquele que Trunks sentia muita falta.

- por falar nisso, onde está o Trunks?- Bulma perguntava sobre seu filho mais novo, notando a ausência do mesmo.

- ele já foi dormir faz um tempo.- respondeu Goten.

- ah que ótimo, eu estou cansada também- agora vou ir pro meu merecido sono de beleza, vem comigo Vegeta?

- não estou afim agora, pode ir na frente.

- como quiser, só tenha cuidado para não me acordar quando for dormir- ela deu um beijo curto em seu sayajin e seguiu para seu quarto.

Enquanto isso Bulla levava Trunks ao quarto em que ele poderia usar. A garota estava bastante satisfeita de tê-lo por perto, mau conseguia conter a ansiedade, mostrando tudo ao redor a Trunks que tentava responder com a mesma animação.

- aqui é um dos quartos de hóspede, já esta com tudo arrumado, e se quiser roupas eu posso pedir ao papai ou ao Gohan para emprestar.

- obrigado, mas eu estou bem- ele observava gentil a sua irmã- então, você conseguiu se dar bem aqui, não?

- sim- ela falava enquanto deitava na cama olhando para o teto, pensando em seus últimos anos naquele lugar- todos aqui são ótimos, até o pequeno Trunks, me perdoe se ele foi tão duro contigo hoje mais cedo.

- tá tudo bem, ele deve sentir ciúmes, sem falar que somos quase a mesma pessoa, não tem como ele gostar tanto de mim.- Trunks deitou ao seu lado.

- verdade, vocês são tão parecidos em tantas coisas, eu sentia muita falta sua, só de estar com ele... Enfim- ela parou de encarar o teto e olhou fixamente seu irmão.- como estão as coisas em casa?- o garoto desviou o olhar ao ouvir a pergunta.

- eu estou exausto Bulla, me desculpe mas queria dormir um pouco.

- T-Trunks, me desculpe, eu que fui muito precipitada, melhor você ir dormir, assim amanhã colocamos tudo em dia, o importante é que você está aqui agora.

- eu te amo irmãzinha, estava com muitas saudades- ele deu um beijo na bochecha da garota e ela se levantou, seguindo para fora do quarto.

- também te amo, durma bem Trunks.

Bulla saiu do quarto, andava pelos corredores da casa pensativa. Algo não estava certo com Trunks, ela não sabia o que era, mas tinha certeza que ele não estava bem, com certezas algo aconteceu no futuro. No instante em que ponderava Bulla passou perto do quarto em que Gohan e os gêmeos estavam se acomodando, o mais velho colocava seus irmãos para dormir, ela os observava sem ainda ter sido notada, Gohan ajeitava-se com os menores na cama, e contava-lhes histórias aleatórias, a maioria sobre a época em que treinava e participava de muitas aventuras com Goku, Bulla ouvia tudo, até que o mais velho se calou, então ela viu que os gêmeos haviam caído no sono, a mesma chamou a atenção de Gohan, que saiu do quarto de fininho, não acordando os outros.

- ainda não foi dormir?- ele falava esfregando os olhos, visivelmente estava quase dormindo junto dos outros.

- claro que não, está muito cedo e passamos tanto tempo cuidando dos nossos irmãos e com toda coisa do Trunks, que nem nos divertimos juntos.

- nisso você tem razão.

- o que acha de jogar um pouco? Só eu e você.- ela fazia seu olhar pidão para Gohan.

- amanhã tem aula Bulla, precisamos dormir cedo.

- só um pouco vamos, assim não vamos perder o jeito.

- tudo bem, mas só o bastante- ele seu rendeu, Bulla tinha o mesmo poder que sua mãe para convencer.

Vegeta estava comendo a quantidade de comida astronômica normal dos sayajins, quando viu o filho de seu rival e sua filha vindo ainda acordados e conversando animadamente. Depois de um tempo os dois se calaram percebendo a presença dele no local.

- Bulla sua mãe não falou que era pra ir dormir? E o que estão fazendo grudados essa hora?- Vegeta sentia o ciúme queimar dentro de si, ao ver Gohan tão próximo a sua filha.

- papai, eu vou ir dormir, mas antes eu e o Gohan vamos só jogar um pouco, sem fazer barulho e vamos acabar cedo, não é Gohan?

- hum?- ele olhava confuso tentando entender a situação- Ah sim, isso mesmo senhor Vegeta.- Gohan sentou- se ao lado de Bulla para assim iniciar a jogatina, mas foi fuzilado pelo olhar mortal do príncipe dos sayajins, entendendo o recado pôs- se mais distante da garota indo sentar do outro lado do sofá.

- pode ir dormir tranquilo papai- Bulla tentava ser simpática vendo a cara amarrada de Vegeta.

- humf- ele seguiu para a cozinha resmungando, terminou de comer e foi para o quarto que dividia com Bulma.Bulla suspirou aliviada ao ver que o pai havia ido.

- então, vamos começar?

- quanto antes começarmos, mais cedo eu ganho de você e vamos dormir.- Gohan falava enquanto a garota ria irônica aceitando do desafio.

- vamos lá filho de Kakaroto.- ela falava imitando o tom de voz de Vegeta, fazendo o garoto rir.

Vegeta seguia para seu quarto, estava bastante desconfiado sentia que não conseguiria dormir. O que faria Trunks aparecer tão repentinamente? O que houve no futuro? O garoto parecia tão tenso, apesar de está revendo todos, na sua visão ninguém havia percebido ainda, mas o príncipe dos sayajins sim, Trunks estava escondendo algo muito horrível e não importa como, ia fazer o garoto falar.


Notas Finais


O que será que incomoda tanto o Trunks? Será que Vegeta está certo em desconfiar do garoto?
No próximo capítulo teremos a primeira batalha dos nossos amados sayajins, espero que tenham gostado e cometem.
Kissus <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...