História Dragon Ball Assemble - Capítulo 64


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Androide Nº 17, Bardock, Bra, Brolly, Daishinkan, Freeza, Gohan, Goku, Goku Black, Goten, Kami-sama, Kuririn, Majin Boo, Marron, Nappa, Oob (Uub), Pan, Personagens Originais, Piccolo, Raditz, Rei Vegeta, Tarble, Tenshinhan, Trunks, Turles, Vegeta
Tags Bra, Dragon Ball, Dragon Ball Af, Dragon Ball Gt, Dragon Ball Super, Dragon Ball Z, Goku, Goten, Mirai Trunks, Pan, Trunks, Uub, Vegeta, Yamoshi, Zaiko
Visualizações 17
Palavras 2.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shounen, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


No capítulo anterior, Kraad, escondido em uma caverna junto de Kogeta, utiliza o potencial dos ensinamentos de Soba para regenerar o tecido de seu tronco e criar um novo braço a partir dele, com sucesso. Mestre e discípulo fortalecem seus laços, quando Ize chega com sua armada de clones de Son Goku, para exterminá-los.

Kraad e Kogeta, movidos pelas palavras finais de Soba, exterminam a horda de clones, com Kogeta atingindo o Nível Três do Super Saiyajin. Ize revela o último clone, o qual mantinha Futara, filho do antigo Rei Yardrat, Pibara, aprisionado. Ize dá sua ordem final, quando Son Goku perfura a cabeça de Futara, o matando, sem que Kraad e Kogeta pudessem fazer alguma coisa.

Eles atacam ferozmente, com Kraad arrancando a cabeça do clone final e Kogeta combatendo Ize, quando o Arcosiano invoca três Supernovas dos céus. Já sem forças para lutar, Kraad pega o corpo de Futara em seus braços e Kogeta ativa o teletransporte guiado pela energia de Pibara, com ambos retornando ao Planeta Yardrat ao fracassar em sua missão.

Pibara os cura e revela que Soba o deixara uma mensagem antes de partir, de que eles eram os destinados a ser os maiores mestres da Arte do Espírito da história, ao ultrapassar o nível dos deuses! Enquanto Pibara termina o treinamento de Kogeta e Kraad, no Planeta Pinich, Dezessete, sob o Oitavo Ato do Gladiador, marcha rumo ao local onde seu mestre obtivera sua queda!

Capítulo 64 - Capítulo 64 - As Duas Faces do Gladiador! Lapis e Yamoshi!


Fanfic / Fanfiction Dragon Ball Assemble - Capítulo 64 - Capítulo 64 - As Duas Faces do Gladiador! Lapis e Yamoshi!

Android Dezessete, o discípulo de Yamoshi que atingira o nível do deuses, estava prestes a chegar ao local onde seu mestre travava sua batalha. Seguindo o sinal de fumaça e destruição, ele se via de armadura verde fluorescente, que percorria seu peitoral, tronco e pernas, com um coldre de flechas acoplado as costas e um arco reluzindo em sua mão esquerda. As magníficas asas duplas se abrem, revelando novamente as faces do anjo. As asas plainam, quando Dezessete vê a silhueta do Deus Macaco, imponente sob uma rocha:

--- E assim, Yamoshi, o Deus dos Saiyajins... - Sun Wukong portava um bastão de energia rosa  - ...fora morto! - uma grande cratera se via formada em frente ao pedestal o qual o Ultra Saiyajin se encontrava - Tudo me leva a crer que a vitória é certa! Ou não? - ele olha para cima, diretamente nos olhos de Dezessete - Então você é o amado discípulo de que ele tanto falava? - de pelagem marrom, crina que descia até a cintura, olhos dourados e feições símias, com seu rabo de macaco a se agitar e peles de animal amarradas a cintura, o Deus Macaco indaga 

--- Yamoshi-Sensei... - Dezessete abre suas asas duplas, guiando o arco com sua mão esquerda e preparando a flecha de energia - Sua morte não será em vão... - a flecha dispara a toda velocidade, quando Sun Wukong gira o bastão em torno de si e atinge a flecha, a partindo ao meio 

--- Huhuhahaha! Muito fraco... - Sun Wukong salta em direção ao local onde Dezessete estava, prestes a desferir um golpe de alta potência com seu bastão de energia, quando algo abre uma grande fenda no solo, rompendo em energia dourada e o atingindo direto no queixo, lançando-o para o alto - Não pode ser... 

--- Yo, Lapis-Kun... - Yamoshi, o Gladiador da Lamentação, dá um leve sorri, disparando contra seu maldito filho, o qual era lançado pelo impacto - Hooaaaaaaa! - uma foice gigante se forma em sua mão, reluzindo em tons dourados - Lamentação Infernal! - o golpe de foice é desferido, causando uma rajada de energia que consome o corpo de Wukong - Agora, Lapis-Kun... - Yamoshi agarra Sun Wukong pela crina, o gira no ar e o lança a toda velocidade rumo ao chão - Ele é todo seu!

--- Flecha de Radiação Delta... - a magnífica flecha é lançada, rompendo o ar com um som de lançamento de fogos de artifício, colidindo com a figura do Deus Macaco, o atingindo direto no peito - Yamoshi-Sensei... - o Gladiador da Lamentação se coloca ao lado de seu pupilo num piscar de olhos - Por que foi nos matar de susto desse jeito? Todos pensavam que você estava morto! 

--- Eu tive que ocultar minhas energias para me esconder dele... do contrário eu estaria mesmo morto! Hahaha! - de cabelos dourados que arrastavam abaixo de seus pés, possuindo caninos afiados no rosto agora mais fino e tomado por olhos verdes, o Gladiador da Lamentação se via de tronco nu, com seu losango preto no peito, vestindo uma calça de mesma cor - Não podemos nos distrair, Lapis-Kun... ele já deve estar voltando a si... 

O corpo de Sun Wukong jazia com uma flecha cravada no peito. O Deus Macaco vertia sangue, admirando os céus, sob os quais nuvens começavam a se formar. Um brilho prateado começa a tomar conta de seu corpo, em uma nova ressurreição. Ele se levanta, contorcendo suas articulações, quando a pelagem símia adere a cor prateada. De crina que descia até a cintura, ele ganha uma estatura pouco maior, com seus braceletes e adereços de batalha ganhando um tom escuro. De olhos azuis, ele contempla as silhuetas de mestre e discípulo, prontas para uma nova batalha:

--- Obrigado, discípulo de Yamoshi! Finalmente atingi meus Noventa Porcento! - Sun Wukong invoca duas machadinhas de energia azul, que repousavam sob ambas as mãos - Podem me chamar de Oozaru, o Macaco Celestial... aquele que irá mandá-los para conhecer seu criador! - ele corre pelo terreno destruído, rompendo o solo por onde passava, quando rebate com suas machadinhas as flechas lançadas por Dezessete - Esses truques não irão mais adiantar! - ele some de vista e aparece entre mestre e discípulo, guiando o machado ao pescoço de ambos 

Yamoshi cira uma pressão de ar, movendo a mão de Wukong para o lado e desviando do fio do machado, logo em seguida puxando a crina do mesmo e impedindo que ele atingisse Dezessete. Sun Wukong dá um mortal para trás e termina com seu pé enterrado na cabeça de Yamoshi, num grande estalar que guia o Gladiador de costas ao chão. O machado segue a seu destino, quando três flechas são disparadas, com o mesmo sendo guiado junto do segundo machado para destruí-las.

As flechas são dissipadas, quando a Lamentação Infernal faz seu curso, com a foice atingindo em cheio as costelas de Wukong, mandando o Símio Celeste como um míssil ao horizonte, onde seu corpo espatifa uma montanha em lascas de rocha. O vulcão mais próximo entre em erupção, quando a essa altura os céus eram tomados por nuvens negras, anunciando a tempestade que estava por vi. Sun Wukong se levanta dolorido, embora nenhum ferimento grave fora causado pelo golpe da foice demoníaca de Yamoshi. Ao guiar sua mão direita para cima, agora livre de sua machadinha, ele invoca:

--- Canhões Múltiplos do Símio Celeste... - milhares de tiros de energia azul atravessam as nuvens, partindo como uma saraivada de flechas, rumo a Dezessete e Yamoshi - Tremam sob os poderes de um Deus...

--- Deixe isso comigo, Yamoshi-Sensei... - Dezessete puxa seu coldre de flechas e o lança para o alto, controlando as flechas de energia verde por meio da telecinesia, empunhando seu arco e carregando a energia das mesmas - Disparo Final... Flechas do Sacrifício! - as vinte flechas se tornam milhares, marchando rumo a chuva de tiros de energia azul, quando a colisão ocorre

Uma reação em cadeia termina em um farfalhar de explosões, que permeava por todo o campo de batalha. Sun Wukong atravessa o ritual de destruição, sob posse de um único grande machado de energia azul. Yamoshi revela novamente sua foice dourada, partindo em direção ao seu filho, quando o choque ocorre:

--- Whaaa... - o machado parte a foice em pedaços, com a grande lâmina afundando no tronco de Yamoshi, que cospe sangue em grande quantidade - Seu maldito...

--- Yamoshi-Sensei!! - Dezessete plaina em alta velocidade com suas asas e se joga contra Sun Wukong, que retira o machado do interior de seu pai para um último ataque - Seu desgraçado! Eu vou matar você! - ele envolve o corpo de Sun Wukong com suas asas duplas e se joga junto dele contra o chão, causando uma explosão de energia verde que se alastra por quilômetros - Yamoshi-Sensei... - Dezessete se levanta cambaleante, correndo rumo ao corpo de seu mestre 

--- Eu vou ficar bem, Dezessete... - o brilho esverdeado toma conta do corpo de Yamoshi, que se ergue de braços abertos - Os Cem Porcento de meu potencial total finalmente foram ativados... - as asas duplas de energia verde fulguram, quando a armadura verde se instaura em seu corpo - O Gladiador do Sacríficio... - de cabelos negros que iam abaixo dos ombros e olhos verdes, ele manipula seu arco, que fazia contraste com o coldre de flechas em suas costas 

--- Yamoshi-Sensei... - Dezessete via a si mesmo na figura de seu mestre - Sua Forma Final... é igual a minha... - Sun Wukong se levanta, estalando os ossos após o último impacto 

--- Lapis-Kun... somos As Duas Faces do Gladiador! Uma mesma entidade que se alojou nos corpos de dois grandes guerreiros, ligados por seus laços inquebráveis! - Yamoshi aterrissa ao lado de Dezessete - Juntos iremos acabar com meu maldito filho, o qual não tem mais salvação... 

--- Então o velho revelou seus Cem Porcento, hein? - Wukong, com uma grande ferida no ombro, tinha sangue escorrendo de uma ferida na testa - Sabia que eu estava acima de você, "querido pai"... - o machado de batalha é invocado novamente - Vamos terminar logo com isso, pois creio que a essa altura já conseguimos o que queríamos! - uma grande esfera de energia azul é gerada a partir do machado, quando a face de um gigantesco Oozaru se forma espiritualmente atrás de Wukong - Essa é... a Fúria Final do Símio Celeste!

--- Só conseguiremos sair ilesos desse ataque se agirmos juntos, Lapis-Kun... - Yamoshi retira duas flechas de seu coldre, concedendo uma a Dezessete - Devemos convergir a energia para um único ponto... - ambos carregam a flecha de energia verde em seu arco, apontando para uma partícula de energia que Yamoshi demarcara no vácuo do espaço - Os Gladiadores, cansado das batalha, se unem mais uma vez para combater a Fera liberta pelo inimigo... - as asas de ambos se abrem, consumidas em energia - Agora!! 

As flechas são lançadas, atingindo o alvo, quando da pequena partícula, um colossal canhão de energia verde é lançado, colidindo com a esfera divina de energia azul. A disputa de poderes segue sem limites, com as veias do corpo de Sun Wukong saltando do corpo, assim como Dezessete e Yamoshi faziam força ao portar seus arcos, a ponto de sangrarem pelo nariz:

--- Haaaaaaaaa!! - Dezessete libera toda sua fúria, ao ampliar ainda mais o canhão de energia - Yamoshi-Sensei... - ele agora se acalma, virando o rosto para seu metre - A vitória é nossa! - ele sorri, quando a Flecha de Duas Faces rompe a esfera de Wukong e consome seu corpo, o partindo em pedaços, terminando em uma explosão que ativa o vulcão local por completo 

--- Tudo o que resta agora são seus Cem Porcento! - Yamoshi sorri, quando lascas de rocha incandescente caem dos céus, devido a fúria da natureza - Ainda creio que esse planeta consiga sobreviver a essa batalha, Lapis-Kun... assim como nós iremos! - os pedaços de Wukong se uniam no ar pela última vez, no despertar de seus poderes totais - Não podemos baixar a guarda nem ao menos por um segundo, pois a fera final se coloca diante de nós... 

De cerca de dois metros e meio, o guerreiro de músculos expandidos se via com uma crina branca que arrastava ao chão. De longos chifres escuros que brotavam da vesta, ele revela olhos dourados em fundo negro, assim como um peitoral nu marcado por dez pequenos losangos pretos. Seus membros aderiram a cor preta, como se uma malha colante o envolvesse e em sua cintura, peles de animal continuavam amarradas. Ele cerra os  punhos e encara ambos com o rosto levemente inclinado:

--- A Fera dos Salões Eternos... os Cem Porcento de meu poder... - Sun Wukong, já irreconhecível, some de vista, atingindo um chute duplo de alta potência, lançando os corpos de Dezessete e Yamoshi em extremidades opostas - Hahahaha! - ele desferia tiros de energia branca pelos dedos, bombardeando os extremos do campo de batalha e perfurando os corpos de ambos 

--- Voem, flechas! Marchem para seu destino! - Yamoshi utiliza da telecinesia e guia todas as flechas de energia verde para o alto - Flechas do Sacrifício! - a revoada de flechas parte rumo ao seu alvo, quando Wukong agita seus longos cabelos, os quais se colocam como uma teia em frente ao seu corpo, segurando o impacto das flechas e as inutilizando - Vigie suas costas, filho... - Yamoshi sorri, quando Dezessete se revela com ambas as mãos concentrando energia em uma esfera que faiscava em relâmpagos 

--- Oferenda de Colisão!! - a esfera atinge as costas de Sun Wukong, o impulsionando em uma parede de vácuo, terminando numa explosão seca - Uraaaaaaaa!! - Dezessete e Yamoshi criam lâminas de energia verde em suas mãos e desferem o corte, atingindo o pescoço de Wukong, de forma que dois pequenos cortes são abertos em sua pele 

--- Acharam que minha cabeça iria rolar? - Wukong jazia de pernas e costas arqueadas, com seus olhos virados um para cada lado, em uma visão periférica - Não podiam estar mais enganados... - os tiros são disparados dos indicadores da Fera, um atingindo Yamoshi direto no lado esquerdo do peito e outro atingindo o estômago de Dezessete - Caiam, Gladiadores! A Fera dos Salões Eternos jamais deixará que descansem em seu refúgio de paz.

Dezessete cai de joelhos, cuspindo sangue, quando Yamoshi se vê boquiaberto. O Android sorri para seu mestre, quando o mesmo se esvai em lágrimas:

--- Então durante todo esse tempo... - Yamoshi sente a barreira se dissipar em torno de seu coração, revelando-o ileso - Você estava me protegendo. Como naquela vez... - Yamoshi se lembra da barreira que Dezessete criara em torno de seu coração em sua luta contra Ize - Por que, Lapis-Kun?

--- Por que você é o Deus dos Saiyajins... você deve liderar todos na guerra final... - Dezessete, de armadura partida, se levanta cambaleante, quando recebe um golpe de alta potência no rosto, afundando em meio a uma cratera - Whaa... - ele vomita sangue, quando Sun Wukong desfere uma sequência de golpes contra os ferimentos em seu estômago - Sobreviva... Yamoshi...Sensei... - Yamoshi se via sem reação, quando um súbito vestígio de sanidade se passa em sua mente

Yamoshi crava sua espada nas costas de Wukong, o impulsionando para frente. A lâmina não consegue o perfurar, então o Gladiador do Sacrifício utiliza seus punhos para desferir soco de alta potência, na tentativa de quebrar seus ossos. Wukong vira seus cabelos, se desvencilhando das garras de Yamoshi e se coloca na disputa de golpes. Ambos vão desviando e atingindo um ao outro no rosto, quando Wukong baixa subitamente sua cabeça e crava seus chifres no tronco de Yamoshi, partindo sua armadura em pedaços:

--- E aqui jaz o corpo de Yamoshi, o Deus dos Saiyajins! - suspenso sob os chifres de Wukong, o corpo de Yamoshi sangrava, retornando a sua forma base - Aqui jaz o corpo de meu maldito pai... - Wukong abre os braços, batendo no próprio peito, no ritual de vitória da Fera dos Salões Eternos, quando o Android de tronco desfigurado avança para sua investida final

Correndo pelos campos destruídos, flashes de toda sua jornada se passavam em sua mente. O pequeno Lápis se encontra com o ermitão recluso dentro de uma caverna, ao qual ele estaria ligado pelo resto da vida. Vertendo sangue, as asas duplas do Oitavo Ato se abrem novamente, quando Dezessete gera uma última lâmina de energia. Ele salta, com Wukong ainda em seu ritual de vitória, partindo os chifres da fera, liberando o corpo de Yamoshi, o qual cai ao chão.

O olhar de triunfo de Wukong é transfigurado num olhar de surpresa, quando ele olha para o lado, livrado de seu transe egoísta e contemplando Dezessete arrancando os chifres do corpo de Yamoshi, cobrindo os locais com suas barreiras. Ele vira o rosto para o lado, sem conseguir compreender o que tudo aquilo significava... Sem compreender o laço entre mestre e discípulo:

--- Lapis-Kun... fuja... você não irá conseguir... - Yamoshi não conseguia se mover devido aos ferimentos, ao mesmo tempo que Wukong caminhava em direção a eles - Lapis-Kun... viva e lute por mim...

--- Não, Yamoshi-Sensei... - Dezessete dá um leve sorriso, caminhando em direção a Sun Wukong, como se o mundo se passasse em câmera lenta - O senhor é quem deve fazer isso... - suas asas se agitavam ao vento - E lembre-se uma coisa... - Sun Wukong ruge, correndo em direção a Dezessete, o qual murmura suas palavras - Eu sempre arranjo um jeito de voltar... - Dezessete ruge, avançando contra Sun Wukong, quando o Android se agarra ao tronco da Fera, lhe envolvendo com suas asas e disparando aos céus 

Sun Wukong socava sua cabeça com todas as forças, tentando se livrar de seu corpo, em vão. O Oitavo Ato do Gladiador, o Último Sacrifício, finalmente revela seu significado. O clarão verde que se forma aos céus dissipa a escuridão das nuvens negras, quando a explosão catastrófica ocorre. Dezessete partira para o além vida, em seu último ato, destruindo a fera e deixando uma missão final para seu mestre. 

--- Lapis-Kun... - Yamoshi admirava a beleza da destruição, quando a face do jovem Lapis se passa em sua mente - ...Obrigado... - as lágrimas de sangue escorriam, quando o brilho se dissipa e pequenas partículas caem dos céus - Eu liderarei a todos na guerra final... e então me encontrarei com você novamente... nos Salões da Eternidade...

                                                                                     ...

Em Memório de Lapis-Kun, o Gladiador Divino, mais conhecido como Android Número Dezessete...


Notas Finais


O Quarto Ato do Arco Ultra Saiyajin se revela: Fusão da Desolação!
Aguardem!

Até a Próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...