História Dragon Ball Y A Nova Saga - Capítulo 52


Escrita por:

Postado
Categorias Dragon Ball
Tags Dragon Ball
Visualizações 49
Palavras 2.097
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aproveitem shirororororororororo

Capítulo 52 - Episódio 52: O Totem Da Perdição


Fanfic / Fanfiction Dragon Ball Y A Nova Saga - Capítulo 52 - Episódio 52: O Totem Da Perdição

Loy. como em todas as manhas, saiu da varanda e correu para a cozinha, quando chagava lá ela dava uma longa olhada para a cadeira mais próxima da pia e mais uma vez ele não estava ali. Triste e cabisbaixa ela andou até a perna de cadeira e começou a arranha-la lentamente enquanto chorava uivando de tempos em tempos. Aquele ritual triste se tornou o despertador de Talita. Que não estava em um estado nem um pouco melhor que o de sua cachorra.

Ouvindo sua cadelinha ela levantou da cama e colocou roupas comuns, foi até a cozinha e começou a acariciar a cabeça de Loy que nem assim parava de uivar.

- Eu sei menina, também sinto falta dele, mas não se preocupe é hoje que mudamos isso para sempre. Ele nunca mais vai fugir de nós - ela fez um sorriso falso imaginando que poderia enganar o cachorro quando realmente queria enganar a si mesma.

Talita saiu de sua casa e como haviam combinado todos estavam reunidos na frente da casa de Gohan com suas roupas de batalha, Darack já em sua forma final estava usando uma espécie de casaco marrom e em sua cintura sua espada parecia bem diferente, como se ele tivesse feito algumas melhorias nela. Diana estava usando uma armadura de batalha semelhante a de Vegeta, Gust, Nanki e Kahlia também usavam a mesma roupa, mas a deles tinham uma espécie de insígnia no peito com um símbolo desconhecido, Mai estava usando um sobretudo camuflado padrão do exercito, Gohan e Pan tinham Gis muito parecidos com o de Goku, que não estava ali e Videl usava roupas justas para melhorar seus movimentos.

Eles haviam combinado de não informar a ninguém mais o que tinha acontecido e pediram a Trunks que ficasse no universo tomando conta caso algo de muito ruim viesse a acontecer, ou algum ser alienígena tentasse destruir o planeta novamente. Pontualmente Bills surgiu do outro lado da rua com Whis ao seu lado, ambos um tanto quanto apreensivos.

- Algo muito terrível aconteceu? - perguntou Bills

- Você sabe o que aconteceu - disse Videl - Tem poder para vigiar nossas vidas se quiserem.

"Hum, alguém está de mau humor - percebeu o deus"

- Bom temos uma boa e uma má noticia - disse Bills - primeiro a boa, não vamos impedir vocês de resgatarem a alma sombria dentro do Gorote, parece que as coisas boas que ele vem fazendo o fizeram ganhar a simpatia de Daishinkan-sama, e a ruim, o grupo de pessoas que libertou Goro...

- White! - disse Gohan irritado - O nome dele é White!

- C-certo. - disse Bills surpreso com aquela atitude de Gohan que sempre estava bem calmo - O grupo de pessoas que libertou White são como ele, todos tiveram seus corpos roubados por uma alma criada por "X" e depois tomaram os corpos de volta. Para tomar seus corpos de volta eles precisam ir até a dimensão CenT09 e criar um totem de poder, com isso a alma sombria é destruída para sempre. Vocês tem aproximadamente umas três horas a partir de agora para impedi-los, esse é o tempo para a criação do totem.

- Como chegamos a dimensão CenT09? - perguntou Kahlia massageando sua mão esquerda já ferida pelo uso excessivo daquele estranho anel.

- Não é algo que o Anel De Centros possa fazer - disse Bills e Kahlia se surpreendeu por ele saber o que aquele anel era, mesmo não sendo do decimo primeiro universo corrompido - para chegar a essa dimensão vocês precisam do poder de um Demônio, mais alguém com o poder de teletransporte.

- Onde vamos... - Nanaki ia perguntar, mas Talita foi mais rápida.

- O Cérbero... - disse ela - é a nossa única chance?

- Sim - disse Bills - nem deuses podem andar por aqueles lugares. Existem criaturas habitando aquele lugar, criaturas muito poderosas, lembrem-se muito bem disso. Eles são demônios fortes demais para serem mantidos no inferno com os demais. Zen'Oh criou essa dimensão para exilar esses demônios e não os deixar se fortalecerem mais.

- Certo - disse Videl sem dar a mínima - vamos começar a agir.

Ignorando Bills completamente eles foram para o quintal da casa dela e Kahlia começou a procurar as dimensões com o seu ki sombrio e o anel. A tal dimensão CenT09 era muito distante, ao olhar para as coordenadas presentes no anel ela pode constar que a dimensão estava há muitos parsecs de distancia do universo mais distante, aquela dimensão estava muito além do limite de jurisdição do decimo segundo universo.

- Merda... - murmurou Kahlia

- E então? - perguntou Talita - dá pra chegar lá?

- Mesmo com seu cachorrão eu não tenho certeza... - disse ela mordendo uma unha - mesmo que eu consiga vou ficar esgotada e apagar por pelo menos uma hora. 

- Vamos te cobrir - disse Darack - não se preocupe, se conseguir nos levar até lá já é o suficiente.

Kahlia olhou para ele um pouco irritada, ela queria lutar, queria poder provar que já estava forte o suficiente para ajudar os amigos, provar que podia pagar a divida por ser salva de Tocrev, mas naquele momento se quisesse salvar seu amigo ela teria que colocar tudo isso de lado e fazer o que era certo.

- Tudo bem... Talita, sua mão - pediu e Talita colocou a mão esquerda sobre a direita dela - Prometa-me... - ela fez um corte na mão de Talita para que um pouco de seu sangue se espalhasse por sua mão - que vocês vão todos voltar em segurança... - o sangue da princesa começou a brilhar na mão de Kahlia e assumiu um tom preto - e tragam o Gorote de volta... - ela começou a suar. E levantou as mãos de onde um ki enorme começou a emanar, suas mãos começaram a queimar e soltar uma fumaça vermelha. - Não vou aceitar nenhum que não seja o que eu conheci...

- Certo! - disseram todos ao mesmo tempo

No segundo seguinte se abriu uma rachadura no espaço diante deles, era uma quebra de dimensão quase perfeita. Ela abriu os braços e a rachadura aumentou cada vez mais e então Kahlia desmaiou. Darack a pegou no colo e seguiu para dentro do portal com todos os outros em seu encalço.

- Escutem - disse Bills do lado de fora do portal e apenas Mai e Nanaki se viraram para escutar - Não será tão difícil derrota-los, o que vocês verdadeiramente devem se preocupar é em como convencer o Gorote a voltar.

- Ele não vai precisar ser convencido - disse Gohan sem parar de andar em direção ao portal - se for necessário vou  amarra-lo a traze-lo de volta até que volte a pensar racionalmente.

E mais nenhuma palavra foi dita...

 

1 hora após a fuga de White e Green

 

- E então - disse White dentro da dimensão de Green - para onde você está me levando?

A dimensão era uma espécie de cratera lunar gigantesca, era como se eles estivessem respirando na lua, uma lua muito maior que o satélite natura da Terra.

- Você realmente não se lembra de mim? - perguntou Green um pouco mais séria do que da ultima vez que a tinha encontrado - isso é um pouco triste, pensei que iria esperar por mim do mesmo jeito que esperei por você.

- Infelizmente não - disse ele com um sorrisinho pretencioso - eu me lembraria de conhecer alguém como você. Me lembraria todos os dias, esculpiria suas belas curvas no mármore talhado e depois pintaria...

Ela suspirou e sorriu.

- Pode não se lembrar de mim, mas você não mudou nada desde a ultima vez em que nos vimos, só você consegue me fazer sorrir com essas suas imbecilidades.

- Que coisa cruel para se dizer, mas em que ocasião nós nos conhecemos? - ele perguntou colocando sua mão no ombro dela e a fazendo parar de andar.

Ela o encarou por um tempo mantendo seus olhos sob controle para não se entregar as fortes emoções que estava sentindo.

- Éramos... amigos no paraíso - disse ela - eu morri bem jovem na minha outra vida e você me encontrou na entrada do mundo de Enma Daioh, ele estava decidindo se eu ia ou não para o limbo e você interferiu e brigou com ele. Como você era uma alma nova que nunca tinha ocupado um corpo ele ofereceu a você um acordo...

White ergueu uma sobrancelha curioso.

- E aí?

- Você podia encarnar pela primeira vez ou esperar outra vez na fila para cuidar de mim... Você preferiu cuidar de mim - ela desviou o olhar - se eu consegui uma chance de voltar foi graças a você.

White desviou o olhar um pouco envergonhado.

- Bem... é o que eu teria feito mesmo, eu sou o melhor.

- Sim, você é - disse ela - ficamos juntos uns dez anos humanos no paraíso e então chegou a nossa vez de encarnar, mas enquanto estávamos indo para nossos corpos mortais nós vimos as almas sombrias de "X" adentrar nossos receptáculo, eu estava morrendo de medo, mas você usou o poder que estava juntando no paraíso para destruir a alma sombria do meu corpo e eu pude nascer normalmente e depois de bater minha cabeça em um acidente eu recuperei minhas memorias. Estive procurando você desde então, mas o planeta dos saiyajin onde eu estava foi atacado por um verme chamado Frieeza, já era a segunda vez que ele fazia isso, da primeira vez foi o planeta do mortal mais poderoso, o tal de Son Goku, mas depois ele continuou perseguindo os saiyajin e explodiu o novo planeta que estávamos começando a colonizar. Quando fugi com uma nave eu perdi o seu rastro novamente. 

- Espera, espera. Quem é esse tal de "X"?

- Não sabemos, mas foi ele que criou... - ela olhou para a barriga de White - O desgraçado dentro do seu corpo. Mas quando eu o procurei ele tinha ido para o decimo primeiro universo corrompido e se tornou forte demais para eu subjuga-lo com apenas meu poder, eu estava fraca demais depois da explosão do novo planeta Vegeta e fui obrigada e me conservar em uma pedra de gelo para fugir, depois de ficar alguns anos congelada eu acordei por causa de Grey que me encontrou em uma das expedições cientificas dela. Ela era a primeira saiyajin cientista que eu conheci, e então desenvolvemos uma cura para essa coisa dentro de você. Achamos Zolken, que também tinha uma alma sombria dentro dele e testamos a cura, foi um sucesso completo e agora eu posso te salvar - ela olhou para ele com brilho no olhar... parecia tão feliz.

- Bom, parece que você teve bastante trabalho... - disse ele coçando a cabeça

Ela o abraçou.

- valeu a pena - disse ela - Agora você está aqui comigo e eu posso encostar em você com nossos corpos mortais... Só de pensar naquela princesa vadia encostando em você... - o ki dela se tornou sombrio e assustadoramente grande - Me diga White - a voz dela se tornou igualmente assustadora - aconteceu algo entre o demônio e ela?

"Esse ki... - pensou White - Ela é mais forte que o super saiyajin sombrio 2 dele".

- Não, ela nunca parecia a vontade pelo que me lembro de assistir - disse White forçando uma risada - deixou ele na mão todas as vezes.

- Isso é bom - disse ela sem mudar o tom de voz e dando uma rasteira nele que caio no chão e ela se sentou em cima dele - eu estive me guardando todo esse tempo esperando por você... se não tivesse feito o mesmo eu ficaria decepcionada. Quando eu for vê-la novamente eu vou mata-la... Aquela princesa de merda...

- V-você quer mesmo fazer isso aqui mesmo? - perguntou ele pela primeira vez se sentido envergonhado, ele geralmente gostava de deixar os outros constrangidos, mas não gostou de sentir o mesmo - Aqui é...

- A minha dimensão de transporte, ninguém entra aqui sem minha permissão, não se preocupe ninguém vai nos ouvir. - ela sorriu como ele, maliciosamente - e então, eu te esperei por anos. Por quanto mais tempo você vai me deixar esperando.

White engoliu todo o seu nervoso e voltou a sua forma normal maliciosa e a agarrou.

- Se o que diz é tudo verdade, nem mais um segundo, é melhor que não se arrependa...

 


Notas Finais


Pronto surgiu a primeira Yandere do DBY kkkkkkkkkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...