História Dragon Cry - Capítulo 79


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Acnologia, Alzack, Angel, Aquarius, Bacchus Groh, Bisca Connell, Brandish μ, Cana Alberona, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Kyouka, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Natsu Dragneel, Silver Fullbuster, Ultear Milkovich, Wendy Marvell, Zeref
Tags Dragoncry, Gale, Nalu, Otp, Rhysmeuamor
Visualizações 485
Palavras 2.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ooooie.
Obrigada por terem se juntado a nós :
lalafil
Ero-Cook
Nico-Yazawa
Jeniiferfefa
DarkLucy
AisaNyah
Capita-Meliodas
ByByvavavoom
Machinyah
Nashi_Dargneel2

Capítulo 79 - Magias, magias e mais magias !


Como estará Happy ? Pensei. Ele era um homem, mas que por um infortúnio do destino, mais precisamente, Kronos, ficara preso na forma dum tigre desde então. Natsu devia saber a aparência dele, afinal ambos se encontraram no momento da busca do meu rosado,pouco depois dele ser amaldiçoado por Angélica e se encontrarem na busca de Natsu,sendo assim, eles desenvolveram uma certa conexão que só ele e Happy entendiam.

Já estávamos chegando em casa. A manhã parecia calma e isso me mantinha desconfiada do que poderia ter acontecido e acontecia algo na nossa ausência.

_Todo mundo tem magia agora.-disse o sabido, mas para reafirmar o que fizemos. Ainda me impressionava todo o acontecido.

_Sim e não.-Natsu me disse.-lembra se do que eu lhe disse certa vez.-me encarou.

_O que ?-tentei me lembrar.

_Todos tem magia, mas nem todos possuem a capacidade de conseguir usá-la.

_Sim, eu me lembrei. Então quer dizer que uma porção considerável de pessoas não terão nenhuma mudança.

_Exatamente.

_E minha família, como eles estarão ?-desejava saber.-eu preciso ir vê-los,Natsu. Quem sabe meu pai, Angel e... Ultear, sejam magos agora ! Eu preciso ir ajudá-los.

_Está certa, além de que temos de ir à cidade ver como as coisas estão.-acelerou o passo.-Gildarts fica aqui em casa com os recém magos, caso tenha, e o resto de nos vai conosco para ajudar.

_Está bem.

O andar deu lugar a corrida.

 

*

Passamos pelo banco debaixo do carvalho velho, e dessa distância já ouvíamos o burburinho dentro de casa, nos entreolhamos e voamos até lá dentro e quando botamos o pé na casa, vimos do que se tratava. Levy e Maia riam sem parar, enquanto borboletas voavam para todos os lados e Gajeel comia alguns talheres de ferro. Evergreen cutucava o que parecia ser Elfman transformado em pedra e Mirajane e Lissana estavam transformadas em metade humano e metade animal.

Bacchus levava os punhos para todos os lados, parecendo bêbado e Cana tentava controlá-lo, agarrando seus braços. Jellal estava sentado num canto, assustado e Erza com ele. Gildarts gargalhava extremamente impressionado e animado ao desmoronar a lareira se nem ao menos ter encostado nela. Asuka assistia Daniel voando no teto, tentando agarrar algo que o colocasse no chão. Alzack,Bisca e estavam sentado no sofa, só assistindo.

_NATSU, LUCY !-gritaram ao nos verem.

_Mas que loucura !-falei.

Parecia que eles acabaram de descobrir suas magias.

_Acabamos de descobrir a nossa magia, Lu.-Levy me disse.-olha o que eu posso fazer: "solid script- borboletas''

E então várias borboletas saíram da palavra borboleta que pairava no ar.

_E essa ilusão.-Maia chamou a minha atenção para duas crianças correndo ao redor dela.-parecem reais, mas não são.

Ela estalou os dedos e elas se foram. Bom, ao menos ela tinha controle da sua magia, assim como Levy que já descobrira os dizeres para libertar um feitiço de sua magia.

_Mas a libertamos ontem à tarde.-Natsu disse sem entender.

_Bem, fora agora a pouco que notamos algo diferente.-Gajeel mordeu um garfo.-Que delícia de talher.-mordeu outro pedaço.-nunca pensei que algo assim fosse gostoso.

_Ei, alguém pode me dar uma mão?-Daniel pediu.

_Me desculpe, Dan, mas eu não consigo te alcançar.-Lissana se queixou.-e eu estou tão estranha.

_E eu ? Pareço um demônio.-Mirajane estava prestes a chorar.

_Minha nossa nossa nossa.-sussurrei.

_Onde está o Rogue.-Natsu buscou o rosto do amigo.

_Foi para casa ver a Yukino.-Respondeu Daniel, lá de cima.-quando ele viu o que poderia estar acontecendo, correu para lá.

_Ele fez certo.

Fui até Lissana.

_Que fofura, você está parecendo uma coelhinha.-falei.-olha essas orelhinhas.

Ela riu. Riu para não chorar.

_Como é que a gente controla isso ?

Eu não sabia ao certo, mas eu tentaria ajudá-los.

_Pai, pare de destruir as coisas.-Wendy o repreendeu.-Daqui a pouco o senhor derruba a parede.

_Me desculpe, mas é que é tão emocionante.-sorriu.-isso é experimentar magia.

Ele nunca fora capaz de usar magia, já que não tinha descendência de dragão, apenas as filhas, graças a herança genética da mãe delas, Eileen.

_Fiquem calmos.-pedi.-tentem se acalmar e assim a magia em cada um de vocês vai se acalmar também.

_Oh, Elfman, o que eu fiz ?-se lamentava a mulher.- o que esses olhos fazem é terrível.

Evergreen estava com os olhos fechados, evitando fazer com os outros o que fizera com o marido.

_Não se culpe.-fui até ela.-se você fez isso, consegue desfazer, eu tenho certeza.

Ela tocou a estátua que era Elfman.

_Você consegue. Se concentre.

A jardineira apertou os olhos, se concentrando.

_Meu Deus !

Elfman exclamou, voltando a ser ele mesmo. Respirou fundo, como se estivesse segurando o fôlego.

_Cuidado, eu posso transformá-lo de novo.

_Espera, e se usar os óculos. Você estava sem quando me transformou em pedra.

_Onde, cadê, me dê ele. Ah, está na cozinha. Vá lá buscar para mim,Elf.

Elfman saiu dali indo até a cozinha,correndo.

_Se acalmem, pessoal.-esse era o segredo.

Daniel foi se acalmando, e quando mais calmo ficava, mais ele descia do teto.

_Isso pessoal, está funcionando.

 

*

Cerca de meia hora depois, todos voltaram ao nomal e continham a magia sob controle. Lissana e Mirajane não estavam mais transformadas. Levy e Maia não criavam mais nada nem Evergreen empedrava o marido e Daniel mantia os pés no chão. Gildarts se conteve e não desmoronava mais nada feito uma criança .Bacchus ficou sobrio, o que me fez pensar que sua magia era a sua alma, combinando perfeitamente com ele e Cana. Só Gajeel que ainda continuava a desgustar os talheres e qualquer coisa que fosse ferro. Uma esquisitice sem tamanho. Jellal não tinha mostrado sua magia, mas era certo que ele se tornou uma mago.

Com tudo sob controle, decidi ir até a casa do meu pai e irmã ver tudo o que acontecia por lá. Já que Gildarts estava tão eufórico quanto os outros, decidimos deixar Erza contendo todos na casa. Então eu,Natsu, Wendy e Cana partimos para a cidade. Iríamos nos dividir. Eu tomaria conta de casa e toda a região oeste, enquanto Natsu cobriria, o norte, mas também iria falar com o prefeito da cidade para convocar todos o líderes para uma reunião e esclarecer tudo o que acontecia .Wendy o leste e Cana o sul. As pessoas não os conheceriam, inclusive Natsu, já que ele estava na sua forma humana. Porém eu imagino que as pessoas confusas darão ouvidos aqueles que querem ajudá-los.

Já na entrada da cidade, tomamos com duas pessoas perdidas, sem saber o que fazer. Uma contorcia alguns ramos de mato, para la e cá e a outra estava sentada, com as mãos na cabeça. Natsu desceu, não deixando que fossemos junto. Ele tocou o ombro da moça sentada, falando gentilmente com ela. Ela se acalmou e o rapaz que retorcia as árvores parou para ouvir Natsu. Ele assentiu e os dois saíram dali caminhando, indo, provavelmente, para casa.

Um quarteirão depois, uma mulher controlava a água da fonte para toda a rua, inundando-a. O rosado pulou da carruagem, assustando a mulher, que acabou por encharcar Natsu. Ela riu, mas logo viu o que fez e pediu muitas desculpas. Ambos conversaram por alguns minutos e então ela entrou em casa. O rosado usou sua magia do fogo, e logo estava seco.

 

*

Natsu parou a carruagem em frente a minha antiga casa, uma outra carruagem estava ali e já imaginei de quem seria. Sai, dando até logo à Wendy e Cana.

_Tenha cuidado.-falei para Natsu.

_Você também.

Acenei para ele e as duas e antes que os visse dobrar a esquina, já entrava em casa. A porta estava aberta e eu podia ouvir a conversa lá dentro. Duas vozes que arrepiavam os pelos do braço.

_Isso é magnífico.-dizia Ultear.

_Com certeza.-seu marido concordou.

_Mas e aquele que não souberem controlar isso, usando para o mal.-meu pai estava preocupado.

_Fique tranquilo, pai. As coisas serão o mesmo, só que com um diferencial.

Cheguei à sala, assustando todos ali.

_LUCY !-Angel gritou ao me ver e vindo correndo.- Meu Deus, você sumiu ! Onde esteve ? Quem te sequestrou ?-ela me abraçou forte e nisso escutei o seu choro.-Você está bem ?

_Estou sim.-senti eu rosto umedecer.-estou bem,Angel.

Angel. Quando ela me abraçou, senti uma certa conexão com ela que nunca senti, como se Angel fosse mais que a minha irmã. Tínhamos algo em comum. Será que...

_Oh, minha filha.

Papai me abraçou também, tão emocionado quanto.

_Ficamos tão preocupados. Ninguém sabia onde estava, nem quem fez isso.

_Não fomos nós.-Ultear se defendeu.

_Eu sei.-falei.- foi outra pessoa.

_Quem ?-meu pai quis saber.

_Com certeza foi por causa da fera dela.-Ultear espetou.

Cerrei os olhos para ela.

_Quem foi,Lucy ?

_Bem, é uma longa história.-enxuguei o rosto.-Eu vim saber se estão bem, já que, bem... a magia voltou.

Deliora sorriu e Ultear também.

_Você quer saber se somos magos ?-fez bico.-Bem, apenas papai que não despertou nada de diferente.-olhou para ele.-e você, descobriu alguma coisa ?

_Ela despertou.-Angel disse.- e parecido com a minha, não é,Lucy? Eu senti, quando te abracei.

_Eu também senti.

_E o que é isso ?

_Como se ela fosse saber.-Ultear riu.

_Magia Celestial.-falei.- e eu sei mais do que você pode saber, Ultear.-fitei minha irmã mais velha.

_Ora ora. E qual o motivo disso ?-provocou.

_Eu e Natsu e libertamos.

_Ahahahahahhaa.-a gargalhada suprimiu o espanto de papai e Angel, assim como o de Deliora.-como se eu fosse acreditar.

_Isso fica ao seu critério.

_Como, como isso é possível?-meu pai queria saber.-Vamos, me conte a verdade.

_Bem, Deliora me ensinou a controlar a minha, já que ele sempre teve uma certa afinidade com magia.-Ultear comentou, sem que ninguém tenha perguntado.

_Vamos nos sentar, é uma longa história e tudo começa quando eu fui sequestrada.

Cada um tomou um assento. Pigarreei, antes de começar :

_Quem me sequestrou foi Angélica, uma antiga amante de Natsu.

_O quê?-meu pai se levantou.-eu vou lá agora quebrar a cara dele.

_Eu sabia que tinha o dedo dele nessa história.-Ultear interrompeu.- ainda ele teve a audácia de invadir a nossa casa.

Segurei o braço do meu pai.

_Não pai, ele não teve culpa. Se acalme, eu vou explicar tudo.

_Mas..

_Deixa eu explicar...

Ele se sentou, mas ficu emburrado. Respirei fundo e voltei a contar a história, desde o princípio.

_Angélica é uma bruxa má.

_O que, como pode existir ?-Ultear protestou.-humm, deixa, já entendi.

Ela fez cara de pensativa, acariciou a barriga e se aquietou.

Voltei a contar, falando da minha estadia como sua prisioneira, do que ela fazia comigo, arrancando suspiros revoltados e murros no braço do sofá e mesa de papai e Angel. Falei também da história das bruxas, contando tudo o que eu soube por Angélica.

_Essa parte é mesmo necessária ?-Ultear indagou.

_Olha, Ultear, se você não quiser ouvir, nos dê licença.

_Eu só quero saber se faz diferença isso o que você passou e se tem relação com a libertação da magia ?

_Tem uma certa ligação.

_Viu, diz sim ou não, oras.

A ignorei, contando a história para aquele que realmente queriam saber o que aconteceu comigo, papai e Angel. Ultear e seu marido ficaram apenas ouvindo a nossa conversa.
Contei sobre a dica da mulher de como resolver o enigma da maldição de Natsu, da vinda de Alexandra com a sua suspeita e de quando eu fiquei presa na casa dela e Acnologia, seu esposo. Alei das intensões deles e das joias, ambas, as falsas e aquelas que realmente eram a chave para o fim do aprisionamento da magia.

_Então era para isso que eles serviam.-Angel disse, boquiaberta.-minha nossa.

Continuei, dizendo sobre Kronos e aquele mundo mágico, do que ele disse e o que fizemos. E a maldição que Natsu que eu finalmente quebrei.

_Então ele é uma humano normal agora ?-Ultear indagou.

_Sim, sem nada daquela forma, a não ser que queira.

_Huuumm.

E então cheguei no ontem, quando derrotei Alexandra e eu e Natsu enfim distribuímos a magia com todos.

_Vocês devem ter ficado tão poderosos.-Angel comentou, totalmente admirada.

_Que trouxas. Se fosse eu e Deliora, iríamos ficar com ela toda para nós. Dividir é para os tolos.

_Eu acredito, Ultear, nem precisa repetir que eu acredito.

Ela virou o rosto, abanando a cabeça.

_Deixa eu ver  as suas chaves ?.Angel pediu.

Eu as coloquei na minha roupa. Tirei e entreguei nas mãos dela.

_Minha nossa, eu sinto tanta magia vir daqui. Chame-o um.-pediu.

_Eu não sei se devo, pois eu ainda não firmei um contrato com eles.

_Vamos, chame logo um, Lucy.-Ultear disse.-ou esta com medo de não atenderem o seu chamado ?

_Não quero incomodá-los.

_Talvez você precise se um incentivo. Que tal sua magia contra a minha ?

_Você não se preocupa com o seu bebê ?

_Ele vai ficar bem.

_Eu não vou fazer isso.

Ultear se levantou, com sangue nos olhos. Ela levou a mão na minha direção e quando estava prestes a fazer uma besteira, um brilho dourado saiu das mãos de Angel, onde estava as minhas chaves.

_Não faça isso, dama.

Loki apareceu, segurando as mãos da minha irmã.

_Minha senhorita não pretende lutar contigo.

Ultear cambaleou até o sofá, e despencou ali.

_Obrigada,Loki.

Então ele se foi.

_Isso foi incrível ! Onde posso encontrar essas chaves ?

_Eu não sei, todas foram presente e pelo o que sei, todas estão espalhadas pelo mundo, principalmente as de ouro.

_E existem outras ?

Veio algo na minha mente, um conhecimento adquirido quando eu fiquei fascinada nas chaves, graças à Aquarius, no dia em que a encontrei no lago.

_Há as moedas do anjos, mas elas são terríveis, já que ela tiram anos de vida do usuário. Existia as de prata, mas também as distintas de bronze. Além das misteriosas do zodíaco chinês e o zodíaco dos elementos.

_Já sei, vou buscar as do zodíaco chinês.-disse animada.

Era uma boa ideia.

_Vamos fazer uma reunião com toda a cidade. E todos os reinos. Eu e Natsu, assim como nossas primas vão ajudar quem precisar, além de que resolvemos abrir as portas da nossa casa para guiar as pessoas que estão confusas.-falei.

_Sera que vai dar certo ?-meu pai disse.

_Eu sei que sim.

Me levantei.

_Eu tenho de ir. Preciso ajudar as pessoas da vizinhança.-avisei.

_Pode ser perigoso.

_É a minha responsabilidade.

_Eu vou com você.-Angel me seguiu.

Não iria recusar. Fomos até a porta, deixando papai e os outros dois.

_Tenham cuidado.-ele pediu.

_Vamos ter.

Saímos na rua e vi Natsu vir até mim, sorridente.

_As pessoas estão se acalmando.-contou Natsu.

_Sem querer ser abusada, Lucy, mas ele é tão lindo, -Angel elogiou, me fazendo sorrir.

_Eu sei.

_Vamos, tem algumas pessoas logo ali na esquina.-ele nos chamou.

_Vamos lá.


Notas Finais


Eu, depois de um tempo, realmente gostei de um capítulo que escrevo ahushauhs
Ri muito da parte deles la na mansão descobrindo a magia deles.
Bem, como eu disse no capítulo anterior, voltarei em dezembro, graças aos estudo e férias ajashas

Bye, fiquem bem até o nosso próximo encontro.Desejo muuuito vê-los aqui, heim.
Até mais o/.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...