História Dragon tail Guild - Interativa - Capítulo 53


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Personagens Originais
Visualizações 10
Palavras 763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Adicinha quem teve compromisso a noite? Eu mesma! Mas nada que eu não possa dar um jeito ;3

Aí está o bônus de vocês! Aproveitem!

Capítulo 53 - A última guerra



Em terra seca, todos estavam em clima de guerra. Um portão abriu. Um enorme dragão apareceu. Era Octarius. Todos em posição de combate,exceto Nashi, que estava inconsciente, e Kuro, que cuidava da rosada. Sem conversa, eles começaram a lutar.
Seiko lançou uma névoa de veneno no enorme dragão, seguida por Asuna, que usou uma magia de aumento de habilidades em todos. Sua mancha subiu até o pescoço. Yami usou a magia de Dragon Slayer e atacou o Dragão nas asas. Koji Usou suas auras e jogou em Octarius, e Akayla, logo atrás, Jogava bolas de luz no dragão das trevas. Os demais corriam contra o tempo. Em 20 minutos tudo mudaria. Era matar ou morrer, e todos optaram derrotar Mary. O tempo estava passando cada vez mais rápido
- Pessoal! Fazem quase 10 minutos e ele não tem nem um aranhão! _ Thanatos gritou.
- Ele também não ataca... _ Observou Yami.
- Não abaixem a guarda! _ Disse Kuro levantando para lutar.
Octarius deu seu primeiro ataque em Akayla, que foi jogada para perto de Asuna. A maga foi em direção a amiga. 
- Asuna... _ Akayla Sussurou ao ver uma mancha no pescoço da sua companheira.
- Tentarei te curar! _ Asuna usou a magia. Akayla viu a mancha se expandir enquanto era curada.
- Octarius... Ele é feito de trevas, certo?
- Sim... De acordo com meu conhecimento, ela é escuridão.
- B-Bem... Minha magia é de luz... Sabe, se Lency estivesse aqui poderíamos usar Union Fusion...
- Union Fusion só funciona com magos que tem uma relação próxima. Não sei como é a sua com ele, mas provavelmente não seria forte se não tivessem sentimentos fortes.
- Entendo... Asuna! Eu me lembrei de algo! Você já ouviu falar de Darkness Extermination?
- Aquela magia que elimina trevas da família Watson? Eu acho que já presenciei. Ela custa a vida de um mago e serve para sugar toda a escuridão de alguém. Espera... Esse não é seu sobrenome? Akayla Wattson?
- Pretendo usar essa magia...
- É loucura! Conseguiremos vencer sem isso!
- Quanto tempo temos? 
Asuna Sussurou: "8 minutos..." Akayla levantou e foi a luta. O clima ficou tenso. Asuna e Seiko usaram Union Fusion, mas foi em vão. Faltam 3 minutos. 
- Asuna, minha querida, por que está com eles? _ Perguntou Mary. 
- São meus amigos! _ Asuna gritou.
- Pense: você quer mesmo salvá-los? Então vamos fazer um acordo!
- Diga... _ A albina Sussurou abaixando o rosto.
- Uma vida por outras... Lembra?
Seiko apareceu e repreendeu Asuna.
- É loucura! 
- Eu uso o Darkness Extermination! Não faça isso!
- Pessoal... Me perdoem! _ Ela disse soltando lágrimas. 
- NÃO! Asuna! Não aceite! _ Seiko gritou.
Octarius pegou Asuna
- Morra! _ Octarius gritou. Asuna pegou uma lâmina e cortou os seus enormes cabelos que o enorme monstro usava para segura-la. A albina caiu no chão, Mary começou a sugar a alma da pequena. Agora aos olhos de todos, morta. Um terremoto surgiu e começou a criar fendas na terra. Uma aura azul surgiu em todos os colegas da guilda que entraram na dimensão. O dragão se transformou em pó.
- Alguém! Peguem a Asuna!
Seiko gritava freneticamente. Sua melhor amiga, em seu pior estado, era empurrada para dentro de uma das rachaduras que o terremoto criou. Uma luz iluminou todos, que agora, estavam na OverWorld.

*Cena bônus*
- P.O.V's Asuna 
Senti meu corpo cair no chão. Meu cabelo longo que deixei crescer a anos agora era parte da terra. Cada um dos meus músculos doem. Senti algo como um soco na minha barriga. Mary sugava minha vida. Se eu morresse, ela também morreria. Por que ela pediu isso? Será que ela sentiu pena de mim? Passei tanto tempo demonstrando amor que ela foi capaz de amar também?Queria chorar. Gritar! Grite, Asuna! Por que não consigo? Minha visão está embaçada. Mesmo assim, viro minha cabeça para cima e vejo meus amigos. Eles estão voltando. E eu estou morrendo. Quero pedir desculpas à Seiko por não poder ajudá-la, implorar o perdão de Hankai por ter vindo, pedir a Mestra que poupasse os outros pela minha irresponsabilidade... Doi. Foi muito. Minha culpa. Mas eles estão bem e isso é o que importa, afinal, quem liga para uma flor murcha quando todo o resto do jardim está colorido? Mas não posso pedir desculpas. Eu vou morrer, portanto, pessoal, quero pedir algo: Sejam felizes, e aproveitem a vida que vocês tem e tanto temem. Minha visão começa a escurecer. Uma pena não poder ser feliz com vocês... Amigos...
 


Notas Finais


Pessoal que me mandam mensagem: não estou podendo responder por pv, por favor, envie mensagens diretamente no perfil.


Infelizmente a luta não foi muito épica... Explico em um especial..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...