História Dramarama (Vkook Taekook) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Amizade, Amor, Bangtan Boys, Beyond The Scene, Bts, Gay, Infância, Jimin, Jungkook, Kook, Lgbt, Suga, Taehyung, Taekook, Vkook, Voltar No Tempo, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 116
Palavras 1.074
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiin. Se vc estiver se perguntando "Dramarana?" "O relogio do MV do Monsta X"?... É que eu vi o Mv e me inspirei. -q
Bem, mas aviso que o monsta x não fará parte, ok? Vamos la.

Capítulo 1 - 5 anos atrás. - O começo.


Fanfic / Fanfiction Dramarama (Vkook Taekook) - Capítulo 1 - 5 anos atrás. - O começo.

Há 5 anos atrás, eu e Jungkook tinhamos 14 anos. Estavamos jogando um jogo multiplayer na qual Jungkook havia baixado e eu resolvi baixar tambem.

No começo o jogo era chato, sem graça, até que peguei o jeito. Em uma semana eu viciei naquele jogo, e eu comecei a me estressar sempre que perdia. 

Era jogo de tiro, onde jogamos com varios outris jogadores, de varios paises diferentes. Lembro-me que Jungkook implorava para me tirar do celular, inventava desculpas para mim ficar junto a ele, mas eu nunca dava bola. 

De qualquer forma, Jungkook nunca deixou de me visitar. Todo dia ele estava em minha casa, mesmo que eu ficasse apenas no celular.

-Tae!! Vamos andar de bicicleta, hoje esta um sol tão bom. Olhe.- Jungkook diz abrindo a cortina se meu quarto.

-É, é, falta matar mais dois aqui.- Digo concentrado no jogo.

-Quando você mata-los, vai soltar esse celular?- Pergunta se sentando ao meu lado na cama.

Eu estava muito concentrado, nem o respondi. Jungkook se deitou na cama, olhando para o teto e assoviando enquanto me esperava. 

-Ah não!- Grito após perder o jogo.- Esse desgraçado esta trapaceando. - Dou socos na cama.

-Vamos agora?.- Jungkook se levanta, animado.

-Vai la. Eu tenho que mata-lo, aish!- Digo voltando a jogar.

-Não!- Jungkook grita, pegando o celular da minha mão. - Ja cansei de ficar sozinho, parece que você me trocou por esse celular.

-Cala a boca!- Digo.-Me devolve esse celular, agora.

-Primeiro prometa que vai ir andar de bicicleta comigo.-Jungkook diz com o celular atrás das costas.

-Só quando ele descarregar.- Digo.

Jungkook olha para o celular, estava 15% de bateria, prestes a descarregar.

-Ok.- Ele Diz sorrindo, voltando a se deitar na cama.

Passam-se alguns minutos e o celular apita, avisando estar 5%, corri para coloca-lo no carregador ao lado da cama, e continuei jogando.

-Não vale!- Diz Jungkook. - Ele não vai descarregar nunca.

-Aish, outro dia a gente brinca. - Digo bastante concentrado.

-Não, Taehyung!- Jungkook diz puxando o celular da minha mão. Colocando-o dentro de suas calças -Agora pegue.

Eu não via graça naquilo, só de lembrar que eu poderia morrer no jogo, eu ficava mais estressado ainda.

-Me devolve isso, Jungkook.- digo ja bravo.

-Não. Olha, esse celular ta muito quente, ele vai explodir se você continuar mexendo - Diz com os braços cruzados.

Não tive escolha a não ser colocar minhas mãos por dentro da calça de Jungkook, porem ele empurra minha mão.

-Não vai mexer.- Diz JK.

Ouço o celular dando uma vibrada, descarregando. Jungkook da uma risada e cruza as pernas.

-Que agonia.- Diz tirando o celular das calças.

-Olha oque você fez, descarregou!- Digo bravo. -Vou ter que jogar tudo denovo. Só faltava matar 3 garotos.

-Agora vamos andar de b...

-Cala a boca e sai daqui. Vai andar sozinho, idiota.- Digo colocando o celular pra carregar.

-É só um jogo, Tae..- Diz Jungkook.

-"É o um jogo, Tae".- O imito. - Você não é nada perto desse jogo.

O olhar de Jungkook se entristesse, ja senti un arrependimento dali, mas eu continuava bravo com Jungkook.

Kook saiu correndo o meu quarto, colocando a mão no rosto, choramingando.

-Tia, liga pro meu pai vir me buscar.- Ouço Jungkook falando com uma voz de choro.

-O que aconteceu, anjo?- Minha mãe Pergunta.

-Nada, nada.. Só liga, por favor.- Jungkook diz.

Minha mãe liga para o pai de JK. Ele chega logo em seguida. Eu senti uma vontade de impedi-lo, mas ele ja estava entrando no carro. Observei-o pela janela, estava totalmente triste. Ele olha para a janela do meu quarto, me vendo totalmente. Disfarço fingindo estar olhando para outro lugar.

Observo o carro andando e indo cada vez mais longe, eu queria impedi-lo, vê-lo partir assim é a pior coisa. Me senti um inutil naquele momento, bati na cama, joguei os travesseiros no chão e abafei meu choro na blusa que Jungkook deixara ali, sentindo seu cheiro.

-Filho, você brigou com o Jk?- Minha mãe entra no quarto.

-Sim. - Digo com o rosto coberto com a blusa de Jk.

-Eu sabia que esse jogo iria te deixar assim. Ele disse que você o ama mais que qualquer coisa e que  você não o trocaria por um jogo. Parece que ele se enganou, né.- Minha mãe diz saindo em seguida.

Acabei dormindo ali mesmo, sentindo o cheiro de JK. 

Acordo horas depois, com minha mãe desesperada.

-Tae! Acorda, pelo amor de Deus.- Ela diz me balançando.

-O que foi?- Pergunto ainda com sono.

-Jungkook sofreu um acidente. Ele esta no hospital, vamos vê-lo.- Ela diz.

Pulei da cama assustado, o sono acabou na hora. Vesti a blusa de Jungkook e fui com minha mãe até o hospital. No meio do caminho, vi o carro do pai de Kook, todo amassado por outro carro. As lagrimas sairam derrepente, ja pensando no pior.

Cheguei no hospital e o vi todo ensanguentado, aquilo me deu um aperto no coração. Minha mãe quase desmaia de tanto chorar. O pai de Kook estava em outra sala, mas preferi ficar com JK ali. 

Percebi que sua cabeça havia um corte profundo, me assustando completamente.

O monitor cardiaco funcionava normalmente, oque me deixava totalmente aliviado.

Não demora muito, passam- se alguns longos minutos, minhas lagrimas, por mais que eu chorasse, elas não se secavam nunca, estavam sempre escorrendo.

Resolvi sair de perto de Kook e ir ver o pai dele. O pai de Kook estava bem, seus olhos estavam abertos, porem estava sem um braço e havia quebrado as pernas.

Corri para falar com ele.

-Oi, Oi! Que bom que esta bem.- Digo enchugando as lagrimas. -O que aconteceu?

-Oi, Tae.. - Ele me responde com dificuldade. -Eu estava tentando alegrar Kook, comecei a cantar as musicas dele. E então foi quando vimos um carro na contra mão. Eu tentei desviar mas havua um carro do meu lado, então acabei batendo. Kook esta bem?

-Aparentemente est....

Não termino de falar, ouço um "Piiiiii" vindo de uma sala. Vejo todos os medicos correndo. Será que vem do quarto do Kook? Corri muito, ja chorando cada vez.

Ja era. Vi o monitor cardiaco com uma linha reta, apitando. Desabei em chorar. Aquilo não podia ser real, não podia!! 

Corri e abracei Kook com força, enquanto os medicos tentavam reanimalo com aqueles maquinas de choque, porem não dava mais. Kook não mostrou sinal de que voltaria. Sujei-me do sangue dele, aquilo não era nada para mim, eu continuei o abraçando, por mais que eu me sujasse.

Desde ai, nunca mais fui o mesmo. Choro todas as noites lembrando de Jk, eu me sinto culpado, sinto que eu deveria ter impedido isso, eu o quero de volta, quero poder brincar com ele, segura-lo pelas mãos e não soltar mais.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!! Ate o proximo♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...