História Dramarama (Vkook Taekook) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Amizade, Amor, Bangtan Boys, Beyond The Scene, Bts, Gay, Infância, Jimin, Jungkook, Kook, Lgbt, Suga, Taehyung, Taekook, Vkook, Voltar No Tempo, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 107
Palavras 1.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - O numero misterioso.


Fanfic / Fanfiction Dramarama (Vkook Taekook) - Capítulo 4 - O numero misterioso.

Eu não consegui entender oque estava acontecendo. Eu demaiei e estou em um sonho? Isso é algum tipo de lembrança? Seja la oque for, esta muito real. Consigo sentir a maciez da minha antiga cama. Mas nada era mais importante do que JK. 

Me levantei da cama rapidamente, eu estava meio tonto e com uma leve ânsia. Corri até Jungkook, gritando por seu nome.

-Jungkook! Jungkook!!!- Grito enquanto descia as escadas. Consegui sair de casa. Jungkook havia acabado de entrar no carro. Estava prestes a sair. Porem fui mais rapido, e passei em frente ao carro, fazendo-o parar.

-O que isso, garoto?- Minha mãe grita brava e preocupada ao me ver em frente ao carro. -Quer morrer atropelado? 

Eu estranhei um pouco quando ouvi um "garoto" saindo de sua boca. 

Corri para a janela do carro e bati duas vezes, até Jungkook abrir. Me emocionei ao ver aquele rosto tão de perto, depois de tanto tempo. Suas lagrimas escorriam uma atrás das outras, deixando seu rosto todo avermelhado. Aquilo era inacreditavel. Jungkook estava ali, ali ao meu lado, olhando em meus olhos, em carne e osso.

-M-me desculpe!- Digo sentindo lagrimas escorrerem em meu rosto.

-Você disse que eu não sou nada perto do seu jogo. - Diz enchugando as lagrimas. 

Ouvi-lo mais uma vez, era algo que acelerava meu coração por completo. Senti ainda mais vontade de chorar ouvindo aquela doce voz de choro, a voz que se calou durante anos.

-Eu me arrependo! Você é melhor do que aquele jogo. Fique comigo.- Digo chorando bastante.

Vejo em seu rosto, surgir um pequeno sorriso que me alegrou tambem. Aquilo era o paraiso.

Abrir minha mão para que Jungkook a segurasse, para mim sentir suas mãos macias mais uma vez. Porem tudo estava ficando escuro. Kook, mamãe e o pai de Kook iam sumindo cada vez mais. Eu não podia partir assim. Eu precisava impedi-lo de ir. Gritei, gritei, e gritei pelo nome de JK. 

-Taehyung!! - Ouço a voz de Yoongi enquanto me balançava. Levantei assustado. A ultima vez que me acordaram assim, foi quando Kook morreu, desde então, tenho trauma disso. 

Meus olhos estavam embaçados nos primeiros segundos em que acordei, depois foi melhorando. 

-O que foi? O que foi? - Pergunto assustado.

-Você estava gritando enquanto dormia. Estava gritando o nome do seu amigo. E esta suando, e chorando. O que você tem?- Pergunta.

Eu realmente estava todo suado, senti as lagrimas escorrendo ainda pelos meus olhos. 

-Eu.. Tive um sonho... Um sonho com JK.- Digo me sentando na cama.

-Serio? Esse relogio esta amaldiçoado. Me da isso.- Yoongi diz abrindo sua mão. Percebi então, que o relogio estava em minha mão o tempo todo. Mas como assim? Como eu dormi e não percebi? E por quê tive esse sonho com Kook? Há algo escondido atrás desse relogio. Então acho que seria melhor eu achar o verdadeiro dono e perguntar sobre.

-Não.- Recuso a dar o relogio. -Preciso saber sobre ele.

-Para com isso. - Diz. - Isso é apenas um relogio mal feito e antigo.

-Eu vou achar o dono e vou perguntar sobre isso. - Digo saindo do quarto.

Tomei banho, me vesti e continuei analizando aquele relogio. Pensei em fazer o mesmo processo de antes, mas nada aconteceu. Tentei varias e varias vezes, mas ainda nada.

Após um longo tempo, vi que havia um adesivo totalmente discreto atrás do relogio. Eu nunca perceberia aquele adesivo, se não não fosse por uma simples pontinha que decolava. O adesivo era da mesma cor que o relogio, por isso estava tão discreto.

Removi esse adesivo, e vi alguns numeros. Parecia numero telefonico. Como ja era tarde, dormi para amanha tentar ligar.

Acordo 2 horas antes de ir ao trabalho. Yoongi dormia "igual a uma pedra", Kook sempre dizia isso de mim quando ele dormia na minha casa.

Eram 8 Horas da manhã, a primeira coisa que fiz foi ligar o celular e anotar o numero, logo apertar em "ligar.". Chamava, chamava e chamava mas ninguem atendia, tentei muitas vezes. Ja até pensei em desistir, só que eu me lembrava de Kook para poder ter forças e continuar. 

Finalmente, depois de quase uma hora, alguem atende com uma voz rouca e seria.

-Alô?- Pergunta.

-Oi, Oi.- Digo ansioso. - Você é dono desse relogio estranho?

-Vejo que você o encontrou, não? E se conseguiu me ligar, demorou bastante analisando o relogio. - Diz.

-Sim.. Eu quero que me diga oque é esse relogio, por favor. Eu apertei em uns botões e acabei dormindo, logo tive um sonho com meu melhor amigo. - Digo falando um pouco rapido.

-Você ja o usou?- Pergunta assustado. 

-Usei?- Pergunto sem entender.

-Esse não é um simples relogio. - Diz. -Esse relogio existe há mais de anos. Com ele, você volta no tempo. Mas ele não funciona com qualquer um.

Eu estava super perdido, não consegui entender. 

-O que? Me explica melhor.- Digo.

-O que esta acont...- Yoongi acorda.

-Shhh.- Digo. Yoongi logo sobe na cama de cima, sentando-se ao meu lado. Ouvindo atentadamente minha conversa.

-Esse relogio te capacita a voltar no tempo.- O homem continua. - Porem, ele não funciona com qualquer um. Por exemplo: Se seu amigo morreu de doença, ou algo do tipo, o relogio não funcionará, porquê não é você que escolhe o destino, então as mortes assim é algo "normal". Mas, se alguem morreu de forma injusta, te fazendo sofrer muito, isso ja pode fazer com que o relogio funcione, para que você possa salvar essa pessoa, e impedi-la de algum ato que ela fizera no passado, que causou a morte.

Um pouco confuso, mas pelo oque entendi, o relogio só funciona se for alguma morte injusta, que dê para ser salva, como por exemplo, suicidios, homicidos, acidentes etc. Mas o relogio não funciona se a morte for algo que não dê para salvar, como por exemplo, doenças, velhice, etc. 

-Quer dizer que o relogio só te leva pro passado pra salvar alguem?- Pergunto.

Yoongi mostrava visivelmente uma expressão de quem não estava entendendo absolutamente nada.

-Sim. - O homem responde. - Você só tem 2 chances para salva-lo, e você ja disperdiçou uma.

-O-o que?- Pergunto triste. - Eu não fiz nada. Derrepente eu desapareci e acordei agora no presente.

-Você deve sempre estar com o relogio bem perto de você. Isso é como uma conexão, o relogio conecta você com o passado, te fazendo permanecer la.- O homem diz.

-E... e... Ontem eu tentei voltar no passado, mas eu não consegui. - Digo.

-Não funciona 2 vezes no mesmo dia. - Responde. -Você terá que esperar o dia seguinte, no caso, hoje.

Eu estava feliz, mas triste tambem, eu tinha apenas uma chance, e se eu for um estupido mais uma vez, eu não vou aguentar mais, não irei ter razões para viver nesse mundo. Então é agora ou nunca.

-O relogio irá te trazer de volta assim que você completar sua meta. Quando conseguir salvar a pessoa que quer, o relogio te trará ao presente. Pois você não poderá viver tudo denovo, então quando você voltar ao presente, a pessoa que você salvara, estará ao seu lado. Até mais. - Diz, logo desligando na minba cara.

Fiquei ainda mais ansioso com aquilo, eu estava maluco para ter Kook de volta comigo. Yoongi, por mais que não tenha entendido nada, ele não estava nada satisfeito.

-Você vai acreditar nele?- Yoongi Pergunta. 

-Por que não? Eu vi o efeito desse relogio.- Digo.

-Por que um estranho iria te atender falando um monte de Blablabla e depois desligaria do nada? Isso é trote. - Diz cruzando seus braços

-Você não viu oque esse relogio faz.-Digo serio. - Eu causei tudo, então eu preciso salvar Kook e seu amigo, Jimin.

-Taehyung, para com isso. - Yoongi coloca suas mãos em meus ombros. - Acorde, Olhe para a realidade, sei que é triste, mas eles estão M-o-r-t-o-s, e isso ja faz mais de anos. Não há nada alem de ossos naqueles caixões, Jimin e Jungkook estão em outro lugar agora. Então acorda! Eles não vão voltar. - Lagrimas escorrem do rosto de Yoongi.

Segurei minhas lagrimas, era como se houvesse um bolo em minha garganta, e se eu abrisse a boca, eu começaria a chorar. Fechei meus olhos, respirando fundo e me acalmando.

-Não.- Digo. - Eu sei oque eu vi. Aquilo era real e eu vou tentar denovo. Agora. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...