História Dramione e Gitt - O jogo do prazer - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Blásio Zabini, Draco Malfoy, Gina Weasley, Hermione Granger, Luna Lovegood, Theodore Nott
Tags Bluna, Dramione, Gitt
Visualizações 264
Palavras 1.655
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - A proposta


Fanfic / Fanfiction Dramione e Gitt - O jogo do prazer - Capítulo 4 - A proposta

Eu tenho que fazer coisas da minha maneira, querido. Você deve apenas deixar.(Consideration - Rihanna)

 

Pov Hermione :

Acordei na manhã seguinte, evitei conversar com Gina, sábia que ela iria me encher de perguntas se eu falasse. E eu realmente não estava afim de tocar nesse assunto, tomei um banho rapido, coloquei meu uniforme e desci as escadas, fui parada quando encontrei Gina, Nott e pansy parados na porta da biblioteca.

— Hermione, estavamos esperando por você. -  Nott me encarou sorrindo.

Fixei meu olhar para ruiva e ela me lançou um olhar de quem não sabia de nada, Pansy e Nott me esperando?! Ai tinha coisa.

— Oque querem?! Sejam rápidos porquê tenho muita coisa para fazer...- respondi encarando os dois

— Nos acompanhe. - Pansy disse e começou a andar na frente junto com Nott, eu e Gina vinhamos atrás os seguindo. Andamos por um minutos até entrarmos no salão comunal da sonserina totalmente vazio. Meus olhos escorregou por todo local, até parar na mesa de centro, e lá estava o loiro sentado no sofá com suas pernas apoiadas na mesinha de centro. Corei na mesma hora, ainda não conseguia encarar o mesmo desde de ontem. Nott estendeu a mão para eu Gina sentarmos no sofá, e logo em seguida Pansy e Nott se sentaram no sofá na nossa frente, ao lado de draco.

— Bem...- pegarreei - Oque desejam? - tentei parecer mais normal o possível.

— Estamos planejando uma festa, mais não uma festa qualquer...uma festa de três dias com três temas diferentes. - Começou Pansy - Então, pensamos em pedir ajuda para você, que é mais experiente em assuntos trouxas, e Gina por causa suas ajudas nas festas da Grifinoria...não são tão boas como a da Sonserina, mais dá pro gasto, até porquê a ajuda que você dava ficava incrivel.

— E porquê acharam que eu aceitaria? - Gina perguntou cruzando as pernas e olhando para os três.

— Porquê você é minha melhor amiga, e melhores amigos ajudam uns aos outros. - Nott respondeu a ruiva com um sorriso em seu rosto, fazendo a garota revirar os olhos.

— Isso é uma completa trapaça Theodore! - ela bufou pelo nariz, fazendo o mesmo rir

— Okey, digamos que nos aceitacemos. Oque ganhariamos com isso? - eu perguntei ergueendo minhas sombrancelhas.

— Vocês serão convidadas exclusivas. - Respondeu Malfoy - Séria o minimo que poderiamos fazer depois de nós ajudar a planejar toda a festa. - Respirei fundo e comecei a pensar, estava quase pronta para dizer não quando olhei para a ruiva ao meu lado, que me encarava com aquele sorriso Weasley que ninguém conseguiria dizer não.

— Tudo bem, vamos ajudar vocês a planejar essa festa de vocês. - Suspirei me arrependendo das palavras que sairam da minha boca. - Vocês ja tem algo em mente? 

— Ainda não, resolvemos perguntar para vocês, assim que vocês aceitassem. - Pansy disse como se tivesse quase certeza que aceitariamos.

— Bem, oque acham de colocar uma coisa mais animada na primeira noite de festa? - perguntei esperando alguma reação dos mesmo, e nada

— Oque acham de fanstasia? É legal e todos iriam se divertir, vocês sabem como o pessoal gosta de escolher essas coisas. - Gina respondeu fazendo os três a olharem curiosos.

— Não sei...acho que não seria uma boa ideia. - Nott disse meio para atrás.

— Confie em Gina Nott, ela sabe oque faz. - eu respondi o tranquilizando. - Como Pansy disse, todas as festas que Gina ajudava a organizar ficava incrivel.

— Não sabia que você frenquetava festas Granger! - Malfoy se manifestou novamente com um sorriso debochado nos labios.

— Não preciso frequentar tal lugar para saber que foi bom Malfoy! Os alunos comentam. - respondi desviando o olhar do mesmo

— Então você não vai vir para festa? - Pansy me olhou interrogativa, quando fui abrir minha boca para responder Gina me interrompeu.

— Mais é claro que ela vai. - gina respondeu por mim - E malfoy ? - a ruiva o chamou, fazendo o mesmo a olhar - Saiba que Hermione frenquenta festas, mas não que isso seja da sua conta não é mesmo?! Mais vamos deixar claro. - ela respondeu sorrindo e os encarando - Podemos terminar esse assunto depois? Tenho assuntos a tratar.

— Amanhã, aqui no mesmo horario? - perguntou pansy.

— Bem, - eu suspirei colocando meu cabelo de lado - Amanhã eu tenho um monte de pergaminhos para fazer, podemos resolver esse assunto no final do d....- fui interrompida de repente.

— De quem é esse chupão? - obviamente Nott perguntou, tinha que perguntar. 

Todos da sala direcionaram o olhar para mim. É claro que ele tinha que pergunta. Não podia esperar, não podia manter para si mesmo...Não, ele tinha que ser indiscreto. Eu o olhei como se quisesse mata-lo, mais não era bem ele que eu queria estar matando apenas com um olhar. Era o garoto, sentado ao seu lado no sofá. Se fingindo de inocente.

— Continuand...- fui interrompida mais uma vez.

— É da escola? - Nott, mais uma vez Nott - É claro que deve ser da escola. - ele riu da sua propia pergunta.

Respirei fundo para não jogar os livros que tinha trazido comigo do quarto. - Se poderem resolver esse assunto no final do dia, nos procure. - Respondi rapidamente me levantando do sofá e indo em direção a porta sala, ouvindo Gina começar a pedir para ficar a sos com Theodore. Sorri, sabia que por mais que Nott fosse o melhor amigo de Gina, ela não iria deixar ele me fazer vergonha e ficar por isso mesmo.

Pov Gina :

Encarei o garoto em minha frente, ele estava de braços cruzados me encarando com um sorriso em seus labios, o maldito sorriso que fazia as garotas da escola se jogarem aos seus pés. Tirei aqueles pensamentos de minha cabeça e o fitei.

— Theodore Nott, me dê um motivo para não mata-lo?! - eu disse colocando minhas mãos em minha cintura.

— Porquê você iria querer me matar ? - o cinico de Nott perguntou sorrindo.

— Ora, não se faça de desentedido. - falei seria, mais o garoto não tirou o sorriso do rosto, mas me olhava de uma forma interrogativa - Pela vergonha que fez minha melhor amiga passar. - respondi começando um movimento frenético com o pé. - Me dê apenas um motivo para não mata-lo!

— Porquê você é minha melhor amiga também? - ele respondeu ainda de braços cruzados e sorrindo.

— Não venha com chantagens Theodore! - o reepreendi.

— Você fica muito provocante falando meu nome - ele disse de repente - diga de novo.
 
Bati meu pé irritada no chão, Nott quando queria ele sabia ser irritante e ao mesmo tempo provocativo, suspirei pesadamente quando uma idea tomou conta da minha cabeça.   Sorri maliciosamente vendo o castanho estremecer com meu olhar, fui me aproximando lentamente do meu melhor amigo, que me lançava um olhar interrogativo. Sentei-me em seu colo, colocando minhas pernas de cada lado de sua cintura. 

— Nott... - O chamei manhosa em seu ouvido, sentido o mesmo estremecer. Coloquei minhas mãos volta de seu pescoço e comecei a rebolar em seu colo lentamente, o olhando fixamente nos olhos. Sem beija-lo, continuei me movimentar lentantamente vendo Nott abrir a boca e soltar um gemido baixo e rouco, e em seguida suas mãos voarem para minha cintura. O garoto se impulsionou para me beijar, mas eu apenas coloquei meu dedo em sua boca fazendo um negativo com a cabeça.

Sem parar de fazer movimentos em seu colo, eu comecei a dar mordidinhas em seu pescoço, fazendo-o arfar baixinho em meu ouvido, as mãos de Nott apertaram minha cintura e eu ja podia sentir sua ereção em minha intimidade, confesso que eu mesma ja estava ficando excitada com minha propia tortura. Mas mesmo assim continuei me movimentando em seu colo, soltando gemidos provocativos em seu ouvido.

Puxei os cabelos do moreno e sorri ao sentir ele apertar minha cintura, fazendo-me sentir sua ereção melhor. Cheguei perto de seu rosto, roçando meus labios nos seus. Mais sem o beijar sussurei.

— Agora...- eu rebolei provocativamente pela ultima vez - Fique ai duro. - eu me levantei de seu colo, vendo Theo me olhar increndulo - Isso é oque você merece pela vergonha que fez Hermione passar.

Respondi por fim me virando em direção a sala, antes de sair olhei uma ultima vez para o garoto que continuava no sofá sentado me olhando com incredulidade. Joguei um beijo no ar e fechei a porta atras de mim.

— Isso vai ter volta Ginevra! - Ouvi Nott gritar e sorri andando.

Eu precisava achar Hermione e lhe perguntar sobre o misterioso chupão em seu pescoço. Eu precisava também de um banho gelado, creio que Nott também precise de um. Depois do estado que o deixei. Lembrando do rosto do garoto, gargalhei novamente, caminhando sozinha no corredor vazio.

Quando eu estava prestes a virar o corredor para o salão comunal da Grifinoria senti um corpo se chocando-se ao meu, me fazendo cair de bunda no chão com tudo. levante-me o olhar para encarar o garoto e o xinga-lo de todas as formas possiveis. Quando notei que era Harry, sim. O mesmo Harry que tinha me feito de gato e sapato. 

— Me desculpe - ele sorriu, e estendeu a mão para mim.

Eu o olhei com raiva, e me levantei. Arrumando minha saia e passando pelo garoto, o ignorando completamente. Quando estava prestes a dar o proximo passo senti uma mão me puxar novamente para trás, me fazendo o encarar.

— Ora Ginevra, você não pode me ignorar para sempre - ele sorriu - Era apenas uma brincadeira.

Puxei minha mão com força das suas me virando e saindo dali e o deixando para trás. ele realmente achava que meus sentimentos era brincadeira?! Estupido, eu nunca vou parar de ignora-lo, nunca vou perdoa-lo por aquela humilhação que ele me fez passar no final do ano passado, todos rindo de minha cara. A ingênua Weasley, a garota que caiu no papo do melhor Amigo de seu irmão....Harry idiota Potter.


Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...