História Dramione-The awakening of a love... - Capítulo 55


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Astoria Greengrass, Bellatrix Lestrange, Blásio Zabini, Cho Chang, Daphne Greengrass, Dino Thomas, Draco Malfoy, Fred Weasley, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Jorge Weasley, Lilá Brown, Lucius Malfoy, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Narcissa Black Malfoy, Neville Longbottom, Pansy Parkinson, Rúbeo Hagrid
Tags Amor, Bluna, Comedia, Dramione, Harry Potter, Romance
Visualizações 477
Palavras 2.061
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiii.
Boa leitura.
{Eu juro solenemente não fazer nada de bom...}

Capítulo 55 - A aposta (parte 2)


Fanfic / Fanfiction Dramione-The awakening of a love... - Capítulo 55 - A aposta (parte 2)

*P. O. V Draco*

Hermione estava pegando pesado com minha pessoa. Achei que o short era o pior mas não estava nem perto.

De manhã ela estava demorando a mais no banheiro para irmos tomar café só a vi quando ela entrou no meu quarto após eu sair so banho me mandando usar o colar yin que os pais dela deram, estranhei mas quando ela saiu do banheito eu entende.

- O que achou?

Weasley fêmea me paga.

É ela realmente avia mudado a roupa de Herms. Encurtou bastante a saia ( nem tanto assim porque tenho certeza que Hermione não deixou), a blusa a estava com uma botões a mais abertos e o sutiã realçava seus seios. Ele ali sou o cabelo e deixou que caísse em uma franja e o pior, o calar de yang dela estava caindo direto nos seios.

- O que achou?

- Eu não vou falar nada com você Hermione.

- Ainda.

- É melhoer vc não estar com essa roupa quando der 13:30 porque se não você vai escutar.

- Que medo.

- Vamos logo tomar café.

Hermione recebeu alguns olhares exagerados, eu os fuzilei com os olhos até que tirassem os olhos dela, a melhor parte era que ela era minha.

- Ta todo mundo te olhando.

- Você liga?

- Não, desde que saibam que essa d.... - parei na hora.

- Essa o que?

- Essa linda garota é minha.

- Passou perto ein.

- Não sei do que estava falando.

Hermione sorriu.

- Não ligo pra nenhum desses olhares, so os seus, você sabe.

- Eu sei meu amor.

Dei um beijo em sua cabeça.

- Ótimo então vamos, to morta de fome.

Ela foi me puxando na frente e eu tive que olhar pra sua bunda, meu Deus eu não devia ter feito essa aposta.

- Roupas de puta Granger.

- Peguei suas roupas emprestadas Greengraas.

Nem Astória a fez parar, ela se sentou na Sonserina de novo e foi pegando sua salada de frutas.

- Como está indo Draco? Pela roupa da Mione você ainda não perdeu.

- Não vou perder.

- Draco? Minha boca sujou, você quer limpar? - Hermione disse fazendo uma voz totalmente sexual.

Blas e Luna começaram a rir.

- Hermione!

- Beleza eu limpo sozinha. - Ele escorregou o guardanapo pela boca, mas parecia estar mais sensualisando do que limpando.

- Herms.

Isso é padecer no paraíso.

Ainda bem que a primeira aula não era com ela, mas na despedida Hermione me beijou de uma forma que eu quase fiquei em problemas.

- Tchau tchau. - É claro que ela ficou com vergonha do que fez, é ver ela tímida não ajudou em nada.

- Tchau.

- Vamos logo Draco.

Eu e Blas fomos para a aula de herbologia com a corvinal.

Tínhamos que identificar espécies com o microscópio e anotar, era em dupla então fiquei com Blasio.

- Como foi que você chegou nessa situação?

- Ela me desafiou e eu aceitei.

- Penso que o prêmio final deve ser otimo pra você ter aceitado.

- É sim. Nunca pensei que passar um dia sem falar bobagem fosse tão difícil.

- Você ja fala atoa, com ela te ajudando piorou.

- É.

Ele suspirou.

- Cara sei que você ta com problemas mas...

- Pode falar.

- Queria pedir Luna em casamento sabe. Eu sei que ela ta esperando isso d o final do ano ta ai. Depois é mais complicado.

- O que deu nesse povo que todo mundo vai casar. Saudade de nossos tempo de cafajeste.

- Jura?

- Mentira, Hermione supri tudo.

- A mesma coisa com Luna.

- Olha não sou bom nisso, mas Hermione é, vou falar com ela é a gente traça um plano.

- Obrigado.

- De nada. Mas mantém a língua quieta pra não estragar a surpresa.

- Ta.

- Por falar em quieto, o que deu em jeff? Nem vejo ele mais.

- Ele pediu Amanda em casamento no mesmo dia que Maike pediu Gina só que ele fez tudo sozinho.

- Nem conta.

- É os dois estão estranhos.

- Olha la a aliança.

Blas apontou e vi Jeff ao lado de Maike com a aliança.

- Depois falo com ele.

Jeff vai casar. Estou começando a achar que passei o vírus do casamento porque não é possível.

- Parabéns.

- Acho que agora so falta Blas.

- Aquele la não demora muito não.

Ele foi falar com Amanda e eu segui para a sala, queria chegar mais cedo e sentar bem na frente assim Hermione não ia fazer gracinha.

Senti alguém me puxando quando entrei na sala, Hermione me preensou a parede e me beijou.

Não queria corresponder mas não resisti, passei minha mãos em volta da cintura dela e a aproximei de mim.

- Você é tão...

- Tão o que Draco?

- tão... - O professor pigarreou e eu a soltei.

- Bom dia pra vocês. 

- Bom dia.  - Herms disse inocente.

Eu fiquei atordoado um tempo e ela me puxou para a última carteira.

- São dez e meia, não fica contando vantagem ainda posso te tentar bastante.

Engoli seco.

E ela me tentou.

Enquanto o professor passava os exercícios, Hermione deslizou pena por sua boca, seu rosto, pescoço e início dos seios. Era impossível não olhar. Ela mordia os lábios e os umidecia com a língua.

- Para com isso!

- Perde a aposta que eu paro, assim eu provo que você realmente é um pervertido e não consegue passar um dia sem falar bobagens.

- Mas eu consigo.

- Então atura isso.

Ela falou e sorriu malvada.

Olhei para frente, é fácil Draco, so não olhar.

Funcionou, pelos primeiros 10 minutos até que ela achou algo de diferente para me atiçar.

Hermione pegou minha mão que estava solta e colocou em sua perna.

Senti meu corpo todo estremecer.

Graças a Deus depois de uns 15 minutos a aula finalmente acabou eu dei um pulo e me levantei.

Hermione apenas ria.

- Não vou falar nada com você Hermione.

- Otimo porque eu quero mesmo é comer.

Ela se sentou na sonserina outra vez.

- Já perdeu Draco?

- Quase. - Hermione disse.

- Não vou perder e aturar rosa.

- A não vai perder?

- Não.

- Não desistir?

- Não mesmo.

- Ta bom. Luna me passa uma banana e mel.

- Que?

- Não fica olhando Blasio- Luna disse entregando o mel e banana para Hermione.

- Draco eu estou te dando apoio mas virado pra cá - ele disse virando de costa para Hermione.

Hermione molhou a banana no mel e começou a come-la lentamente.

Ainda bem que o salão estava vazio e quem estava lá não prestava a atenção.

- O que acha Draco?

- Que vou chorar.

- São 12 dia Draco, falta pouco - Blas disse virado claro que ele está rindo do meu desespero.

- Onde vai Hermione?

- No dormitório, você vem?b

Homem tem duas cabeças a de baixo me mandou ir, a de cima disse pra ficar.

- Isso não se faz.

- Vem ou não?

- Não, não vou

-Beleza.

E ela saiu.

Não encontrei com ela depois disso mas respirei aliviado quando o relógio bateu 13:30 eu ganhei e teria ganhado mais facilmente se Hermione não ficasse me provocando.

-Ganhou?

- Ganhei.

- Nem foi difícil, ne?

- Foi, foi difícil sim, aliás nem sei como consegui.

Encontrei Hermione no corredor, ela avia voltado com seu uniforme normal. Fiquei feliz, gostava mais dela assim. Mas não a perdoei, puxei ela para a parede e a beijei com vontade, aliás eu queria era sair dali pra ficar com ela de verdade.

- Você é tão deliciosa

- Oi pra você também Draco.

- Oi.

- Ganhou.

- Exatamente

- Foi divertido sair do modo tímida por um tempo nem acredito que fiz aquelas coisas.

- Nem eu. Aula?

- Aula.

Suspirei.

- O que foi?

- Eu queria mesmo é sair daqui.

- Pra que?

- Pra vocêbcolocar aquela roupa de novo e eu te falar tudo que eu pensei e fazer tudo que eu queria fazer.

Ela corou.

- Ue, agora corou?

- Aquela Hermione foi so durante a aposta.

- Que bom gosto mais dessa.

- Gosta?

- Gosto. Apesar da outra ter um seios e um bumbum bem legal.

- Ei!

-A esqueci, é o seu bumbum e seus seios.

-Draco!

- Será que você pode por aquela saia ou aquele short e virar pra mim como você vez aquele hora outra vez?

- Malfoy.

- Você ficou uma delícia de short. Podia usar mais vezes.

Ela bufou.

- Vamos logo pra aula.

- Ta ne.

- Pervertido.

- Hummmm repeti isso.

- O que?

- Você sabe o que.

- Pervertido?

Eu a beijei

- Adoro quando me chama assim - susserei em seu ouvido e senti seus corpo estremecer.

- Pa-para com isso Draco.

- Minha vez de te provocar.

- Me provoca andando pra aula entao.

Hermione me puxou para as masmorras ja que a aula e do professor Slugornm.

- Já fizemos varias poções do amor, agora vamos fazer a mais poderosa amortentia.

Fácil demais.

- Mas, vocês vão ter que escolher um parceiro e a tomar. - A turma reclamou. Tinha Hermione, ainda bem

- Minerva concordou que seria uma boa forma de de vocês restarem suas resistências a poções. Escolham um parceiro ou eu escolho. A medida que terminarem podem sair da sala, já que isso é um teste avaliativo. E é claro que vocês podem tomar o antídoto assim que acabarem.

- Não fomos avisados.

- Isso mesmo senhor Gregory, um teste avaliativo surpresa.

Hermione pegou minha mão. Já era uma dubla.

Vários casais foram se formando na sala.

Fiquei com pena de Blasio ja que ele não poderia fazer com Luna. Ele acabou com Astória.

Fazer a amortentia era fácil, não era uma poção complicada. Acabei junto com Hermione.

- Ótimo senhor Malfoy e senhorita Granger, terminaram. Que cheiro tem?

- As damas primeiro. - disse com um sorriso debochado.

- Engraçadinho. Bom... tem cheiro de frescor da manhã, eucalipto, banho recém tomado, agua gelada, lavanda e baunilha - Ela disse pausadamente. - Tem seu cheiro Draco.

Aquela poção com certeza deixou ela meio grog porque ela me abraçou de repente.

- Certo, certo, senhor Malfoy?

- Tem cheiro de chuva de verão, lareira, morango, ameixa, sorvete e rosas particularmente vermelhas. Exatamente seu cheiro Herms.

- Excelente! Agora provém a poção um do outro .

Hermione me entregou uma taça com sua poção e eu a entrei uma taça com a minha.

- Tem gosto de pétalas de roas com mel. - Falei.

- Baunilha com leite - Ela disse.

Ficar sobe o efeito da amortentia, foi estranho, como se Hermione fosse fugir de mim a qualquer momento. Então peguei sua sua mão e entrelacei nossos dedos. Alguma coisa em mim precisava desesperadamente de Hermione e não suportaria a ideia de vela longe, Hermione chegou mais perto de mim e eu sorri para ela.

- Perfeito, magnífico, os dois estão exatamente sobe o efeito da amortentia, e como estão apaixonados o poder dela duplica, penso que qualquer pessoa que ficar entre os dois vai arrumar problemas.

Realmente, estava pronto para atacar qualquer pessoa que tocasse me Hermione.

- 20 pontos para sonserina e grifinoria, pela maravilhosa poção, agora vamos aos outros. Querem tomar o antídoto?

Nos dois pegamos o frasco transparente e tomamos.

Devo dizer que não senti muita diferença.

- Vamos Draco?

- Boa sorte Blasio.

Já que tínhamos um bom tempo antes da próxima aula eu e Hermione fomos até nosso dormitório.

- Tenho cheiro de rosas?

- Tem. Você me lembra muito uma rosa.

- A é? Por que?

- Totalmente frágil apesar dos espinhos que te cercam e muito bonita.

- Obrigado. Sabe, todos aqueles cheiros que eu falei, são frescos porém aconchegantes. É assim aue me sinto com você fresco, calmo e totalmente aconchegante. - Herms dise passando a mão em meu pescoço e aproximando seu rosto do meu.

- Que bom saber isso. Sabe a gente tem um bom tempo antes da próxima aula...

- Humm

- Então...

- Eu sei o que você quer Draco.

- Eu sei, poço?

- Nunca foi de pedir.

- Eu te amo, sabia Hermione Malfoy?

- Sabia senhor Malfoy. Eu também te amo.


Notas Finais


Obrigado por ler.
{Mal feito, feito}


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...