1. Spirit Fanfics >
  2. Drarry >
  3. O Fim de uma longa batalha.

História Drarry - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem novamente pela demora kkk mas vamos lá rsrsrs gente tem coisa que tá realmente no filme e tbm tem coisa criada, n estranhem kkkk

Capítulo 21 - O Fim de uma longa batalha.


Fanfic / Fanfiction Drarry - Capítulo 21 - O Fim de uma longa batalha.

    A guerra estava declarada, todos os bruxos superiores estavam em seu posto, criaram uma grande barreira protetora ao redor de Hogwart mesmo que não aguente tanto serve de um bom atraso, os alunos mais novos estavam em um alojamento dentro das paredes da escola, já os que alunos mais velhos estavam apenas na espera do sinal de ataque 

Harry estava ciente de tudo que aconteceria, ele sabe que no fim será apenas ele é Voldemort, cara a cara como alguns anos atrás, só que dessa vez definitivamente um deverá morrer

Finalmente o campo de proteção foi quebrado e agora sim a guerra se iniciou, tudo o que se era visto era comensais e bruxos lutando um contra o outro, magias sendo lançado de um lado ao outro

Harry e Draco se dirigiram ao alojamento para ver onde Ron e Hermione estavam, ele precisava deles, seus amigos para lhe dar força 

Ron- HARRY 

Harry- RON, HERMIONE graças a Deus estam bem 

Hermione- por enquanto Harry, estás paredes não iram aguentar para sempre, e também temos que lutar, nossa família e amigos estão lá fora lutando por nós, temos que achar um jeito de destruir Voldemort 

Harry- temos que acabar com a última horcrux

Ron- pensei que tivéssemos acabado com todas 

Draco- a cobra 

Ron e Hermione se entreolharam

Draco- eu escutei Voldemort falando que ela era muito importante para sua vitória 

Ron- como vamos destruí-la? Se a espada sumiu? 

Harry- eu tenho um plano, mas eu preciso que vocês confiem em mim e não parem por nada 

Ron, Hermione e Draco podiam sentir que algo estava errado 

Harry- eu irei sozinho 

Draco- NÃO 

Harry- me escuta, Ron e Hermione vocês vão tentar atrair a cobra para longe de Voldemort e Draco Draco você sabe o que fazer 

Draco não sabia o que Harry quis dizer com isso, mas antes de poder rebater sua ideia ele já havia partido 

A destruição estava evidente em toda parte, os corredores não são mais os mesmos, aquela alegria e rodadas agora transformada em ruínas e po, Ron e Hermione estavam fazendo o que Harry pediu estavam destruindo a cobra, eles sabiam que ela gostava de brincar com as presas e usaram isso contra ela mesma 

Enquanto isso na parte de fora do castelo estava um caos todos os bruxos e comensais lutando entre si, até que todos os comensais pararam, sim Voldemort estava ali, de pé gargalhando com todo o caos, agora bruxos estavam reunidos de um lado e os comensais do outro 

Voldemort- meus caros comensais esse dia será grandioso, eu matarei Harry Potter e junto dele todos de hogwarts, mas antes quero me saborear com todas essas carinhas carregadas de destreza, quero ver como serão seus últimos momentos 

Dumbledore apareceu rapidamente e juntou-se aos bruxos 

Dumbledore- você se acha no direito de se denominar vitorioso, pois eu digo que não, você não sairá vitorioso dessa batalha 

Voldemort- hora hora hora olha se não é o nosso querido diretor, pois bem eu digo é que você será o primeiro a morrer está noite pelas minhas mãos 

Apontou sua varinha para Dumbledore  e antes que pudesse  lanças qualquer feitiço foi interrompido pelo grito dos bruxos, e lá estava Hagrid carregando algo em seus braços 

Voldemort- mas o que temos aqui 

Hagrid- Harry Potter está .... está ....

Voldemort- mas o que 

Voldemort olhou mais de perto e viu Harry Potter nos braços de Hagrid, o corpo estava pálido e gélido, com aparência bem debilitada 

Voldemort agora estava com um sorriso enorme em sua boca

Voldemort- HARRY POTTER ESTÁ MORTO 

todos os comensais assim como o lorde começaram a rir alto 

Todos os bruxos puderam ver Harry nos braços de Hagrid e começaram a chorar 

Voldemort- agora vamos parar com essa baboseira, chegou o momento de vocês morrerem

Voldemort virou de costas para o corpo de Harry e foi caminhando para os bruxos, quando ganhou uma distância considerávelmente grande pode ver uma pessoa que o chamou atenção 

Lá estava Draco de joelhos, segurando a varinha de Harry e chorando 

Voldemort- Draco Malfoy devo dizer que você foi uma grande decepção para mim, lhe dei o privilégio de estar ao meu lado e você o jogou no lixo, mas para não dizer que seu lorde não é benevolênte eu te darei uma chance de se juntar novamente a mim 

Voldemort esticou uma mão para que Draco a segurasse 

Draco- sim eu sei que o decepcionei, e sei que sua benevolência é algo que qualquer comensal deseja 

Voldemort- isso mesmo, venha 

Draco levantou e agora todos estavam espantados pois não acreditavam que depois de tudo Draco ainda seria fiel ao Lorde das trevas 

Draco- mas tem só uma coisa que você não sabe, EU NUNCA DEIXARIA O MEU CONJUGUE POR NADA DESSE MUNDO 

Disse jogando a varinha de Harry em direção de Hagrid 

Voldemort- mas o que....

Harry havia se levantado e pegou a varinha no ar 

Voldemort- ATAQUEM E MATE TODOS 

e a luta novamente começou, agora Harry estava com a varinha apontada para Voldemort 

Voldemort- vamos Harry, vamos terminar oq começamos a muito tempo

E assim se seguiu Harry lançava algumas magias e Voldemort retrucava , cada vez mais forte 

Ron e Hermione agora não sabiam mais oq fazer, já estavam tempo demais distraindo a cobra, eles não sabiam como matá-la

Harry- AVADA KEDAVRA 

Voldemort retribuiu o msm feitiço, por suas varinhas serem irmãs, suas forças acabam por iguais 

Voldemort- Harry Potter o menino que fez seus pais e amigos morrerem para que possa sobreviver, sabe até eu não teria coragem pra tanta maldade hahaha você faz como se sua vida valesse mais que qualquer um aqui 

A magia de Harry estava diminuindo, o emocional era algo que Voldemort sabia mexer muito bem 

Harry- VOCÊ NÃO SABE O QUE É TER AMIGOS, E TODOS QUE MORRERAM POR MIM ESTAVAM FAZENDO O QUE MAIS SABIAM QUE ERA AMAR 

A Magia de Harry estava mais forte, agora todas as almas estava ao seu redor, de sua mãe, seu pai, seu tio e todos aqueles que o acompanharam e morreram

pais de Harry- TE AMAMOS MEU FILHO

agora todas as almas se juntaram ao Harry 

Voldemort- não pode ser 

Harry- EU TENHO AMOR 

           AMIGOS 

           FAMÍLIA 

           TUDO O QUE VOCÊ NUNCA TEVE E NUNCA TERÁ 

Voldemort- você nunca irá me matar, a cobra está viva   

Voldemort fez um som chamando a cobra 

Voldemort- nunca me derrotara 

Na hora de que a cobra estava chegando perto de Voldemort, Neville aparece com a espada de horcrux 

Voldemort- NÃOOOOOO

a cobra agora está morta

Harry- chegou seu momento, deste dia em diante você só fará parte dos meus pesadelos 

Harry- AVADA KEDAVRA

Voldemort- NÃ.....

Foi se desfazendo em pó, o lorde das trevas agora não passava de mero pó 

Todos os comensais começaram a fugir, finalmente tudo estava acabado, a paz reinará 

Draco- HARRY

Harry estava muito machucando e acabou caindo de joelhos no chão 

Draco- meu amor vencemos, tudo ficará bem 

Disse o abraçando, lágrimas agora escorriam de suas faces, estavam livres para criarem seus bebês em paz.


 

        // ALGUMAS SEMANAS DEPOIS //

Tudo estava finalmente se arrumando, Harry e Draco ainda não foram buscar os bebês pois estavam cuidando de seus ferimentos, estavam angústiados por não estarem com eles 

Enfermeira- vocês estão liberados 

Harry- sério?

Enfermeira- sim rsrs 

Harry olhou para Draco com seus olhos brilhantes

Draco- vamos busca-los agora 

Harry pulou nos braços de Draco e o depois o puxou 

Correram pelos corredores ainda em reconstrução

Dumbledore já sabi dos planos dos alunos então não estava preocupado com a saída deles para o mundo trouxa 

Hermione- Harry, Draco onde estão indo com tanta pressa ? 

Harry- vamos buscar os bebês 

Ron- aí meu Deus 

Harry- estou tão feliz 

Ron e Hermione abraçaram Harry com toda a felicidade do mundo 

Hermione- venha também Draco, você merece 

Draco- não não to de boas aqui 

Hermione olhou com aquela cara que sempre olha 

Draco- estou brincando 

Sim todos se abraçaram algo que nunca imaginamos ver ainda mais sendo o Draco 

Ron- que bom que as coisas mudam rsrs 

Harry- simmm, eu amo vocês, mas tem dois seres que eu amo ainda mais é que estão nos esperando 

Hermione- vão logo rsrs 

Os dois correram para a estação e foram em direção ao mundo trouxa, e depois a casa de sua tios 

         // NA CASA DOS TIOS//

TOC TOC 

tia- sim 

A porta foi aberta no mesmo instante

Tia- Harry meu querido, que saudades eu estava de você 

Disse o puxando para um abraço caloroso

Tia- entre vamos 

Harry e Draco entram, os olhos curiosos procurando os bebês 

Tia- você deve estar ansioso para ver os bebês, depois de tanto tempo 

Harry- muito 

Tia- mas antes me diga quem é esse rapaz tão bonito 

Harry- tia esse é Draco Malfoy meu marido 

A tia olhou confusa 

Harry- a mulher que deu à luz aos bebês era apenas barriga de aluguel

Inventou novamente 

Tia- entendo, muito prazer ao conhecê-lo 

Draco- digo o mesmo 

Deu um sorriso simpático 

Tia- venham vamos para o quarto 

Eles a seguiram e param de frente a uma porta 

Tia- bom vou deixá-los a sós 

Draco- obrigado 

Os dois entraram e lá estavam os dois bebês deitadinho nos berços dormindo, parecendo dois anjinhos 

Harry agora chorava e abraçou Draco 

Draco- eu sei meu amor, mas não se preocupe agora estamos livres 

Disse dando um beijo em sua bochecha 

Draco- eu tenho uma surpresa para você 

Harry olhou com uma cara de confusão 

Os dois agradeceram aos tios por cuidarem dos bebês e por tudo que fizeram, pegaram os bebês e apagaram suas memórias e lhes deram sua antiga personalidades e partiram 


          //  A SURPRESA //

Harry- vamos Draco eu quero ver 

Draco- calma, que estamos chegando, continue com os olhos fechados e me deixe te direcionar 

Draco direcionava Harry com o carinho de bebê, até que parou

Draco- pronto, agora pode olhar

Harry abriu os olhos e não acreditou no que viu, uma casa enorme, muito bonita 

Harry- mas...

Draco- essa é a nossa casa, vamos viver aqui e criar nossos dois lindos filhos 

Harry- não acredito que você fez isso 

Disse com um sorriso largo e emocionado 

Harry- hoje é o dia do choro rsrs estou tão feliz, eu te amo Draco 

Draco- também te amo muito 


E assim se conclui a história desse amor guerreiro e subestimado.

 




Notas Finais


Bom gente chegamos aos finalmente rsrs foi muito bom escrever essa história ( eu sei que eu demoro para escrever kkkk mas é que inspiração é complicada pra mim), espero que vcs tenham gostado assim como eu rsrs mas isso n quer dizer que vai acabar de vez né kkk eu ainda lançarei uns dois extras rsrs/ espero que nossa trajetória seja ainda mais longa nos próximos livros rsrs ahhh quase ia me esquecendo me indiquem algumas ideias para novas história :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...