História Drarry-Popularidade - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter, Life Is Strange
Personagens Alvo Dumbledore, Blásio Zabini, Draco Malfoy, Harry Potter, Hermione Granger, Maxine Caulfield, Nathan Prescott, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Ronald Weasley, Victoria Chase
Tags Draco Malfoy, Drarry, Harry Potter, Howguarts, Life Is Strange, Romance
Visualizações 232
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente novo capítulo, espero que gostem. Leiam as notas finais e deixem comentário xoxo
Itálico-Sonho
Negrito-Lembrança
Negrito+Itálico- diferenciar texti

Capítulo 4 - Revelação e amiga de infância


Fanfic / Fanfiction Drarry-Popularidade - Capítulo 4 - Revelação e amiga de infância

Nathan estava saindo do vestiário dos garotos no ginásio, havia terminado seu treino matinal. Já haviam passado algumas semanas após terem combinado o plano, mas ninguém ainda sabia como iriam tirar as fotos sem ninguém perceber. Prescott se lembrou do baile de halloween, talvez pudesse ajudar.

Finalmente chegou no dormitório da Soncerina, que ficava ao lado do da Grifinória. A sala comum estava decorada com tons de verde, e era bastante chique.

-Finalmente, Nathan. - Draco disse ao ver o amigo.

-Ainda bem que você chegou, estavamos discutindo o plano, alguma ideia? - perguntou Blasio.

-Não, mas podiamos usar o baile de halloween a nosso favor. - disse Nathan enquanto se sentava numa poltrona próxima da lareira.

Um flash do passado passou pela mente de Victoria.

-Nathan... Você lembra da Rachel? - olhava fixamente para o garoto. - E da Kate..?

Nathan olhava para a garota, como se estivesse lendo a mente dela, se lembrando da história. Os outros 3 suportavam um olhar confuso.

-Não quero fazer isso de novo, você lembra o que aconteceu?

-Fazer de novo o quê? - pergunrou Pansy confusa.

Nathan deu um longo suspiro. Baixou a voz e disse:

-Eu droguei uma garota...



O barulho na cantina era imenso, a maior parte dos alunos estavam preocupados com as provas que viriam na próxima semana, incluindo Hermione.

-Mione porque você não relaxa um pouco? Ainda falta uma semana para as provas. - disse Ron comendo enquanto via entre brechas dos livros, a mão de Hermione escrevendo sem parar.

-Ron, a matéria tá muito difícil. É melhor estudar se não quiser-mos desapontar nossos pais no final do semestre. - disse Hermione afastando alguns livros da mesa.

Ron apenas encolheu ombros. Enquanto isso, Harry olhava, desconfiado, para a mesa do lado, onde se costumavam sentar os Soncerinos irritantes.

-Pessoal, vocês não acham estranho os mal amados não estarem aqui? - perguntou a Ron e Hermione.

-Ah, devem tá fazendo alguma coisa, importante é que não tão sendo irritante com a gente. - respondeu Ron.

-É verdade Harry, será que eles estão fazendo alguma coisa contra nós? - Hermione lembrou. - Além disso, Ron não foi você que disse que ouviu a tal Victoria falar do plano.

Caiu a ficha para o Ron.

-Verdade, eles podem ta fazendo alguma coisa.

Após terminarem de comer se levantaram e sairam em direção ao dormitório da Grifinória.

-Vocês dois vão estudar certo? - Hermione disse antes de subir para o dormitório.

-Claro!! - Ron deu um soquinho em Harry que fez um sinal afirmativo com a cabeça.

Hermione revirou os olhos e subiu.

Os dois garotos foram para o dormitório dos rapazes.

-Daqui pudemos ver a sala comum da Socerina. - Harry colocou as duas mãos junto ao vidro. - Sabia!! Luzes acesas!! Todo mundo da Soncerina estava almoçando, menos eles.

-Acha que devemos ir lá?

-Não Ron, é muito arriscado,podem nos ver, mas temos de ficar atentos. Agora vamo fazer o que a Hermione disse. Estudar. - Harry tirou as mãos do vidro e foi até a mochila. - Amanhã há muitas aulas de revisões, temos de ter todas as dúvidas tiradas.

Ron deu um suspiro de aborrecido mas acabou por concordar.



-Meu deus... - foi a reação de Pansy, após Nathan contar toda a história (gente, se vocês nunca jogaram life is strange, eu recomendo ai vão saber o que Nathan contou pra eles) com algumas modificações a seu favor claro.

-Eu já tinha ouvido falar de Arcadia Bay, mas pensei que fossem lendas Americanas. - Blasio estava igualmente chocado.

-Drogar uma garota, e gravar videos dela... Mas você fez sobre pressão.

-Sim Draco, sobre pressão daquele fotógrafo maluco. Mas eu juro que mudei.

-Tudo bem, a gente entende que é passado e você é diferente hoje.

-Por favor não contem a ninguém. - implorou Victoria.

-Não se preocupe Vic, esse assunto morreu aqui. - Pansy confortou a garota.

-De qualquer forma, não podemos fazer isso tem de haver outro jeito.

O sinal tocou e os Soncerinos foram para as aulas de revisão



Após algumas aulas de revisão, Draco havia recebido uma chamada de sua amiga de infância, Eva. Era a única descendente de uma família amiga dos Malfoy. Brincavam juntos na infância, ela era na altura a única amiga de Draco, por quem ele sentia um grande amor, de amigos claro. Eva estava viajando numa cidade do outro lado de Inglaterra num trabalho de sonho e por isso não poderia visitar sua família, nem os Malfoy, regularmente.

Draco pegou no telefone feliz de ter recebido a sua chamada e atendeu.

Eva: Draco é você?

Draco: Certa como sempre Eva.

Eva: Você não imagina o quanto sinto falta de você.

Draco: Claro que imgino, também tenho saudades.

Eva: Não vai precisar sentir mais saudades, estou indo para aí de trem.

Draco: É sério??!! Meu deus não acredito!!

Eva: Pode acreditar, e trago um presente para meu amigo de infância favorito.

Draco: Cê sabe que eu sou curioso. Oque é??

Eva: Vai ter que esperar. É que infelizmente não vou poder estar aí com minha família e vocês no Natal, pois meu trabalho é puxado.

Draco: Ah eu queria que você estivesse.

Eva: Não se preocupa, vou estar aí algumas semanas após o halloween.

Draco: Eu espero que sim. Olha, meus amigos estão me chamando, tenho de ir.

Eva: Tudo bem, vê se tira boa nota quero ficar orgulhosa.

Draco: Claro. Eu vou te encher de orgulho.

Se despediram, Draco desligou a chamada e foi contar para os amigos, radiante.

O resto do dia foi pensando no presente de Eva. Talvez fosse roupa da Gucci, não já dera isso a ele no ano passado. Talvez fosse uma coisa feita por ela, afinal Eva tinha muita aptidão para as artes. Praticamente todos os quadros do seu quarto foram feitos por ela.

Blasio percebeu o olhar distante e perdido do amigo, durante a aula de ciência, e deu um tapinha no rosto dele.

-Tá acordado cara. - brincou o amigo.

-Tô, tava pensando num negócio.

-Tabom. - ironizou. Blasio.


As aulas haviam terminado, os alunos já estavam em seu dormitório. Draco estava tomado um banho de incenso de rosa. Calmo e tranquilo, até se lembrar de algo de repente.

Eu sempre estarei aqui, quando você precisar. Não se preocupe. Estarei com você.

Seu corpo havia-se arrepiado, não se lembrara do sonho há muito tempo, mas a voz continuava familiar.

Saiu da banheira, se secou e vestiu sua roupa de dormir. Nathan e Blasio já estavam dormindo e Draco tentou fazer o mesmo. E quando finalmente adormeceu, algo veio em sua mente.

Um campo verde cheios de margaridas que brilhavam á luz do sol. Eva e Draco estavam correndo, saltando e brincando, duas crianças inocentes. Eva tinha um cabelo castanho curto e olhos cor ambar. Ela sorria para o garoto mas de repente a imagem corta para um trem em movimento.

Draco acorda com o barulho do despertador. Sentindo que algo estava errardo


Notas Finais


Oque acharam gente? Conclusoe do capitulo.
Nathan drogou gente no passado.
Trip de ouro anda desconfiado dos Soncerinos.
Eva amiga de infância de Draco ira d se encontrar com ele.
Nao se esqueçam de comentar, tchau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...