1. Spirit Fanfics >
  2. Dream >
  3. Você não pode fazer isso

História Dream - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


oi gente espero que gostem...

Capítulo 16 - Você não pode fazer isso


Fanfic / Fanfiction Dream - Capítulo 16 - Você não pode fazer isso

Chloe povs

Acordei cedo no outro dia, mas mamãe já tinha saído, como era segunda e teria aula, resolvi fazer um café para mim e Harry antes de ir para escola. Me levante fui até o banheiro, fiz minhas higienes matinais, e tomei um banho. Sai do banheiro fui direto para o closet, peguei uma calça jeans escura, uma blusa branca normal, vesti uma jaqueta de couro e calcei meu vans.

 Desci as escadas indo em direção a cozinha, fui até o fogão preparar umas panquecas e logo depois arrumei a mesa, escuto barulhos vindo da escada logo depois vejo Harry entrar na cozinha.

- Bom dia pequena -  diz ele chegando mais perto e me dando um selinho.

- Bom dia, fiz panquecas – disse ele assentiu com a cabeça e logo se sentou na mesa eu sentei sem sua frente.

- Vou ter que ir para a escola, e provavelmente depois da aula eu fique para conversar com Luke – digo bebendo um pouco do meu café – tem problema para você ficar por aqui sozinho? Minha mãe também só chega de noite ela passa o dia no trabalho-

- Não tem problema nenhum, vou ter que resolver algumas coisas da viagem também- diz Harry e me levanto indo ate a pia lavar algumas coisas sujas.

- Deixa que eu lavo- Harry diz me abraçando e me virando para ele e me beijando logo em seguida.

- Tudo bem- digo  separando o beijo quando nos falta ar – ate mais tarde, qualquer coisa me liga- digo e saio da cozinha.

Pego minha mochila no sofá, a chave do carro na mesinha perto da porta e saio em direção a garagem, entro no carro e sigo rumo a escola, hoje ia ser um dia bem cheio.

 

...

 

-VOCÊ OQ ?- grita Lucy quando conto para ela que vou morar em Londres com Harry.

- Meu deus Lucy, não grita, os meninos podem escutar – digo fechando meu  armário e indo ate o refeitório com Lucy para encontrar os meninos.

- Porque não me falou antes? – diz Lucy puxando meu braço me fazendo parar de andar e lhe encarar.

- Eu cheguei a essa conclusão ontem a noite, você é a primeira pessoa a quem eu conto, e Lucy eu não vou sumir, você pode ir me visitar sempre nas férias ou ate mesmo depois que acabar o ensino médio pode ir fazer faculdade lá comigo- digo lhe encarando e vejo seus olhos marejarem – não chora- digo lhe puxo para um abraço.

- Tudo bem, mas nem pense que vai se livrar de mim- disse secando as lagrimas que caiam em seu rosto.

- Não vou e nem quero, vamos, mas não comenta nada com os meninos agora, ainda vou contar a eles- seguimos até o refeitório e logo avisto a mesa onde os meninos estão sentados, me aproximo e percebo que Luke não está lá.

- Cade o Luke? – pergunta Lucy se sentando ao lado de Ash e eu me sento na frente deles, no meio de calum e mike.

- Ele ficou na sala de música, falou que não estava com fome- diz Ash

- você falou com ele ?- perguntou Mike.

- Não, ele ainda está estranho ?- pergunto preocupada, Luke não é de fazer essas coisas ou ficar assim.

- Sim e muito- diz Calum.

Me levanto sem falar nada indo atrás de Luke na sala de música. Entro na sala e vejo que Luke está tocando uma música no piano que eu não reconheço, fico escorada na porta observando ele cantar. Luke tem um incrível talento de me acalmar com sua voz, me trazer paz, não é atoa que viramos aqui nessa sala de música.

Luke termina de tocar, mas ainda   não percebe minha presença ali, bato palmas me aproximando dele e ele leva um susto.

- Oque você está fazendo aqui? – pergunta ele se levantando e vindo até minha direção.

- Vim te procurar, você não estava com os meninos – digo e entro na sala me sentando em uma das cadeiras que tem ali, Luke se aproxima mas continua de pé me olhando com uma cara de raiva – ta tudo bem ?- pergunto e o mesmo revira os olhos.

- Sim ta tudo bem, se é só isso já pode ir- diz e se dirige de novo ate o piano me ignorando totalmente.

- Luke eu to falando sério, o que você tem? Tu anda muito estranho principalmente comigo- digo me sentando ao seu lado no banco do piano

- Não é nada- diz ele ríspido, seguro sua mão e seu olhar vai ate a mesma depois me olhando nos olhos.

- Eu te conheço, sabe que não consegue mentir pra mim- lhe dou um abraço e Luke demora para corresponder o mesmo, mas logo depois corresponde.

- Ta  bom eu vou te contar, as não aqui, podemos sair para almoçar depois da escola e eu  te conto- diz Luke partindo o abraço e me dando um beijo na testa

- Tudo bem, te espero na saída- me levanto e saio da sala.

 

...

 

O sinal da aula tinha acabado de tocar, guardo minhas coisas na mochila e saio da sala indo ate o meu carro e vejo Luke escorado no mesmo.

- Eu não vim de carro hoje, podemos ir juntos? –

- Claro- digo e entro no carro, sendo seguida por Luke.

Seguimos o caminho todo em silencio até o restaurante, estacionei o carro e descemos indo ate o restaurante ainda sem dar nenhuma palavra. Entramos e nos sentamos em uma mesa que tinha perto da janela, logo a garçonete faz nossos pedidos e sai nos deixando sozinhos.

- Pode começar a falar já – digo encarando Luke, o mesmo olhava distraído pela janela.

- Lembra do dia que você nos contou sobre seus sonhos com aquele menino? -  Luke tira seu olhar da janela e me encara apoiando os braços na mesa.

- Sim mas oque isso tem haver ?-

- Então... eu não sei como te contar- Luke passa as mão pelo cabelo preocupado – desde aquele dia eu comecei a perceber que sentia algo por você, só de pensar em você com outro garoto que não seja eu me da raiva, e quando eu vi você e o Harry nas férias aquilo foi horrível para mim, eu não queria admitir pra mim mesmo, ficava colando na minha cabeça que esse sentimento não era verdade e que só estava confundindo as coisas - Luke fala calmamente olhando em meus olhos - no dia que você chegou toda molhada e teve que dormi comigo, você adormeceu em meu peito enquanto eu fazia carinho em seus cabelos, e foi ali que eu  percebi... eu te amo Chloe – Luke termina de falar e me encara e eu fico sem reação com oque ele acaba de falar.

A moça trás nosso pedindo e sai, deixando e Luke sozinhos de novo, começo a comer sem dar nenhuma palavra. Ainda não consigo acreditar que Luke gosta de mim, é muita informação para digerir, mas eu  não sinto o mesmo por ele, não mais, não desse jeito.

- Luke... é, eu não sei oque te dizer- digo fazendo o mesmo prestar atenção no que e digo – se isso foi a um ano atrás com certeza eu estaria pulando em pescoço e lhe dando vários beijos, mas agora é diferente... – digo e o mesmo me encarando não entendendo

- Porque é diferente? Só porque Harry está aqui? Você nem o conhece direito-

- Luke eu tenho que te contar uma coisa- digo e seguro sua mão que esta  em cima da mesa- Harry é o garoto dos meus sonhos, era com ele que eu  sonhava esse tempo todo, e por coincidência do destino ele também sonhava comigo esse tempo todo, e... – começo a gagueja e Luke tira sua mão da minha- eu vou me mudar para Londres daqui uma semana com ele – digo e Luke me encara chocado com os olhos arregalado.

- Mas Chloe, você nem o conhece direito, você não pode fazer, não pode me deixar... não vai, fica aqui comigo me da uma chance- diz Luke com lagrimas nos olhos

- Eu não te amo desse jeito, eu amo ele, e não importa o que você eu já tomei minha decisão- digo por fim e Luke se levanta jogando o dinheiro na mesa, mas antes de sair ele me encara e diz

- Não pense que eu vou desistir de você assim, porque eu não vou- disse e sai do restaurante muito rápido antes que eu possa dizer alguma coisa.

Eu ainda não consigo acreditar nas coisas que ele acabou de me dizer, se fosse a um ano atrás talvez nada disso tivesse acontecendo, mas eu não sinto mais o mesmo por ele, já tenho decisão e nada vai fazer eu mudar de ideia, nem mesmo Luke. Eu vou para Londres com Harry... só espero não me arrepender dessa decisão depois.


Notas Finais


por hoje é isto me digam oque estão achando e ate o próximo... Ass: Lari


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...