História Dream- Imagines Kpop - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, BLANC7, EXO, Got7, Seventeen
Visualizações 36
Palavras 2.650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Encontro Perfeito. -Choi YoungJae (GOT7)


Fanfic / Fanfiction Dream- Imagines Kpop - Capítulo 2 - Encontro Perfeito. -Choi YoungJae (GOT7)

-Youngjae? -Mark perguntou o olhando, mas Youngjae nem se deu conta de que falavam com ele- Youngjae? Youngjae você está bem? 

-Ah! Am? Sim. Que? Oi? -Youngjae disparou a falar olhando para os lados.

-Você está bem Hyung? Sei lá, hoje você está tão desligado... -Yugyeom perguntou encarando o mais velho.

-Está pensando nela? -Jaebum perguntou animado.

-Não. É que eu... é... -o garoto respirou fundo- sim, estou pensando nela... -ele falou por fim.

-Nela quem? -Bambam e Jackson falaram juntos, então se olharam e começaram a rir.

-Youngjae está caidinho de amores por S/N... -Jaebum falou deitando no colo de Mark que estava sentado ao seu lado, no sofá.

-S/N? Aquela da maquiagem? -Jinyoung perguntou o encarando rápido.

-Sim, é ela, e eu não estou caidinho de amores por ela. -Jae protestou. 

-Está sim! -todos falaram juntos e caíram na gargalhada. 

-Está tão na cara assim que eu gosto dela? -Youngjae perguntou deixando se formar um biquinho fofo em seus lábios e coçando a nuca.

-Sim, está muito na cara que você gosta dela Hyung. -BamBam falou sem olhar o mais velho, estava mais preocupado em tirar uma boa foto para os seus fãs.

-Então o que eu faço?

-Se declare pra ela ué. -Jinyoung se pronunciou.

-Como eu faço isso, eu tenho tanta vergonha... - ele falou sorrindo fofo.

-Faça uma dancinha bem sexy. Não há garota que resista a uma dança sexy. -Yugyeom falou.

-Se-sexy? Eu não sei ser sexy. -Youngjae falou arregalando os olhos.

-Isso mesmo, ele não sabe ser sexy. -Jackson riu.

-É, ele é mais para uma garotinha fofa. -Bambam concluiu.

-Que tal uma serenata? -JB sugeriu sem olhar o mais novo, estava brincando com seus próprios dedos enquanto recebia o carinho que Mark distribuía em meio os seus cabelos.

-Fale a ela o quanto você gosta dela e o quanto você quer que ela seja sua namorada. -Jinyoung gesticulou enquanto o olhava.

-Mas e se ela não sentir o mesmo por mim? -Youngjae perguntou preocupado.

-Não se preocupe. Apenas faça o que Jinyoung Hyung falou. -Yugyeom falou piscando para o mais velho e depois pegou seu celular e começou digitar algo.

[...]

-Você gosta dele? -Hae Won perguntou.

-Sim, eu gosto mas... -S/N respondeu cabisbaixa.

-Mas o que S/N? -a garota perguntou.

-E se ele não gostar de mim como eu gosto dele?

-Não se preocupe, tenho certeza de que Youngjae Oppa também gosta de você e... -a garota ia falando mas recebeu uma mensagem e olhou para S/N com um sorriso de quem estava aprontando algo.

-O que foi Unnie? -S/N perguntou inocente.

-Vá se arrumar. -Hae ordenou.

-Me arrumar? Pra que?

-Apenas faça o que eu digo. -a garota deu uma piscadela para a mais nova e saiu comemorando.

[...]

A Hae Won mandou mensagem para Yugyeom para confirmar se Youngjae estava pronto. Yugyeom confirmou.

Na hora certa e no local marcado, S/N estava lá, a garota, linda como sempre, estava com um vestido preto e rodado na altura do joelho, maquiagem simples que se resumia em apenas rímel e um brilho labial sabor morango.

Passou-se dez minutos, quinze, vinte e nada de Youngjae chegar.

S/N já estava frustrada, estava sozinha, com frio e faltava pouco pra não chorar, então ela virou de costas, respirou fundo, e quando ia dar o primeiro passo pra voltar pra casa, ouviu alguém a chamando.

-S/N! -Youngjae chegou cansado, e quando a alcançou, colocou as mãos no joelho tentando acalmar a respiração- me desculpe pelo atraso, eu... -ele respirou fundo- eu tive uns problemas... -ele caminhou até ela colocando sua mão em seu peito ainda tentando respirar melhor.

-Você me fez esperar por uma hora Oppa. -a garota falou de um jeito fofo, manhoso.

-Desculpe-me, ainda podemos ter o nosso encontro?

-Não, já é muito tarde, vou ir pra casa. -a garota falou se virando de costas e começando a caminhar lentamente.

-Espere! -Youngjae falou elevando a voz para que ela escutasse, então caminhou rapidamente em passos largos até chegar perto da garota- pelo menos posso te levar até em casa?

-Hm... -a garota fingiu pensar- Ok. Só espero que nenhuma fã descontr... -S/N não pode nem terminar de falar.

-YOUNGJAE-OPPA! OPPA! OPPA! EU TE AMO OPPA! YOUNGJAE-OPPA EU TE AMO! -várias garotas brotaram do nada correndo e gritando frases do gênero para Youngjae.

S/N acabou por ser jogada de lado pelas garotas, e Youngjae sufocado por elas.

-S/N... eu... -Youngjae tentou falar, mas as garotas só o sufocavam cada vez mais com pedidos incessantes por "selcas" e autógrafos.

-Noite frustrante demais pra mim. -S/N reclamou baixinho enquanto arrumava seu vestido- Tchau Youngjae. -ela falou mesmo sabendo que ele não estava a escutando, e saiu andando rumo a sua casa.

É, parece que o relacionamento entre ela e Youngjae havia acabado sem nem mesmo começar. 

[...]

-Ah, a S/N não vai me querer mais. -Youngjae choramingou agarrado a uma almofada.

-Claro que vai querer, a culpa não foi sua. -JB consolou o mais baixo com um sorriso fofo.

-Claro que foi, ele podia ter saído do dormitório mais cedo. -BamBam afirmou.

-Ou ido de carro. -Yugyeom continuou, os mais novos estavam adorando ver todo aquele drama do mais velho.

-Não piorem a situação vocês dois, seus pirralhos. -Mark falou jogando uma almofada em cada um.

-Eles estão certos. A culpa é minha. -Youngjae chorou mais.

-E se você tentar de novo? -Jackson propôs.

-É, aí a gente faz dar tudo certo, você vai de carro, e vai sair um pouco mais cedo também, eu falo com a S/N, você só vai precisar se arrumar e chegar no horário. -Jinyoung sorriu animado.

[...]

-S/N? -Jinyoung falou batendo na porta do camarim.

-Pode entrar. -a garota falou, ela estava sentada num canto da sala brincando com a cor de algumas bases.

-O que está fazendo aí sentada no chão? -Jinyoung riu.

-Eu estava testando umas tonalidades de bases e aí eu...

-Mas o seu horário de serviço já acabou. O que continua fazendo aqui? -o garoto falou se sentando ao lado dela.

-Uh? -ela o olhou- estava pensando numas coisas... -sorriu fraco.

-E uma dessas coisas por acaso se chama Youngjae? 

-Talvez...

-Você gosta dele não é mesmo? -ele perguntou e a garota apenas assentiu- então que tal dar uma segunda chance a ele? 

-Eu não sei Jinyoung, as vezes tenho a impressão de que nós dois nunca vá dar certo. -ela falou meio cabisbaixa.

-Oh meu Deus, não fale isso. Vocês dois vão dar certo sim. -Jinyoung a repreendeu.

-Como é que você tem tanta certeza, Jinyoung? -ela o olhou cruzando os braços.

-Por que eu sou o dono da razão. Agora vá para a sua casa, tome um banho e se arrume, fique mais bonita do que você já é. Esteja pronta as oito, Youngjae irá buscá-la, vocês vão sair, terão um ótimo encontro, vão namorar, casar e eu vou ser o padrinho de casamento, e padrinho dos seus filhos também -Jinyoung disparou a falar- uffa. Cansei. -ele riu fazendo a garota rir também.

-Pera, deixa eu ver se entendi, você quer que eu vá me arrumar pra sair com o Youngjae de novo?

-Exatamente. -ele falou se levantando.

-E é pra eu estar pronta as oito?

-Exatamente.

-E ele vai me buscar?

-Exatamente.

-E no meio do caminho vai me largar por um bando de fãs loucas.

-Exatamen... Não, pera, isso não.

-Vai sim, que nem ele fez da última vez. -ela falou cruzando os braços e fazendo um biquinho fofo.

-Não vai não, S/A. -Jinyoung sorriu docemente se abaixando na frente dela- vamos fazer assim, se esse encontro der errado, você pode me bater amanhã. Ok? -ele falou levantando o seu dedo mindinho para selar a promessa.

-Ok. -ela falou entrelaçando o seu mindinho ao dele.

[...]

-SETE HORAS. HORA DE SAIR. -Yugyeom gritou para que seus Hyungs pudessem escutar mesmo dentro do quarto.

-Ok. -Jinyoung gritou de volta.

-O carro está pronto? -Mark perguntou. 

-Carro pronto, Senhor. -Jackson falou batendo continência e se segurando para não rir.

-Você pegou as alianças? -JaeBum perguntou ao mais novo.

-Peguei sim, Hyung. -YoungJae confirmou mostrando a caixinha, e logo depois a guardando dentro do bolso de novo.

-BamBam, você pegou as flores que eu pedi? -JinYoung perguntou.

-Mas é claro, você acha que eu poderia me esquecer? -BamBam falou mostrando o lindo buquê de flores amarelas e brancas que ele havia comprado para que Youngjae entregasse para S/N.

-Então está tudo pronto, anda logo para que você não se atrase. -Jinyoung falou o puxando pelo braço até a garagem, e todos os outros cinco foram junto.

-Ok. Tchau, me desejem sorte. -Youngjae falou os olhando.

-Vai dar tudo certo. -Yugyeom falou.

-Fighting. -todos gritaram juntos levantando a mão direita fechada em punho.

[...]

S/N estava inquieta, estava ansiosa, antes mesmo das oito horas ela já estava pronta, e agora estava ela, andando pra lá e pra cá desejando que a hora do relógio passe logo.

-Sete e quarenta e dois? Ainda? Droga. -a garota reclamou sozinha então ouviu a campainha tocar e sem querer soltou um sorriso. -Já vai.

Ela correu até o espelho, mexeu nos cabelos, passou um brilho labial e arrumou o vestido e voltou correndo pra porta.

-Ah, oi, nossa você chegou cedo. -ela falou abrindo a porta e tentando não parecer nervosa.

-Uh? Sério? Eu achei que ia acabar chegando atrasado. -ele também não queria parecer nervoso.

-Bem, vamos? -a garota falou após um segundo de silêncio.

-Ah, eu trouxe isso pra você. -ele falou mostrando o buquê de flores que até agora ele estava segurando atrás de suas costas.

-Uau, são lindas Youngjae, mas é que eu... ATCHIM. -ela não conseguiu terminar a frase- eu sou alérgica... ATCHIM! A flores... ATCHIM! 

-Oh, me desculpe, eu não sabia. -ele falou tirando as flores de perto dela, ele foi até a calçada e vendo que uma moça iria passar, ele deu o buquê a ela- A senhora aceita este buquê de flores? -Youngjae falou se curvando.

-Mas é claro que sim, obrigado jovem rapaz. -a Senhora de cabelos brancos pegou o buquê e saiu sorrindo enquanto cheirava as flores.

S/N ficou parada na porta observando o rapaz, e relembrando por que ela gostava tanto dele.

[...]

-Oh, que restaurante bonito. -S/N falou adentrando o local acompanhada de Youngjae. 

-É realmente bonito, estou impressionado. -ele falou olhando em volta- Não o conhecia.

-Uh? Como você fez as reservas então? -ela o encarou rápido e depois voltou olhar a decoração.

-Foi o JinYoung-Hyung. -ele riu sem graça coçando a nuca.

-Jinyoung sempre teve bom gosto. -ela riu.

-Choi Youngjae-Ssi, S/N/C-Ssi? -O garçom perguntou e Youngjae assentiu- por favor, me sigam. 

O garçom os guiou até a mesa, S/N parecia uma criança, seus olhos brilhavam adimirando tudo, e os olhos de Youngjae brilhavam observando a garota. A mesa que Jinyoung havia escolhido para eles era ao lado da janela e tinha uma visão linda, só não mais bonito que o sorriso de Youngjae olhando a garota.

[...]

-S/A, eu preciso te contar algo. -Youngjae falou após um tempo.

-Ah, pode falar Youngjae-Oppa. -a garota o encarou de uma forma inocente.

-Bem, desde que você entrou na empresa, a primeira vez que eu te vi, foi um momento mágico, mesmo que você tenha derramado café na minha camiseta branca, -ele riu- eu gostei do seu jeitinho, do seu modo de agir, de pensar, você é encantadora e eu... -ele falou já pegando a caixinha de alianças no bolso, mas foi interrompido.

-Youngjae? Você por aqui? Nossa cara, quanto tempo. -Taehyung, um amigo de Youngjae apareceu- Oh, e quem é essa garota? -ele falou olhando para a S/N.

-Oh meu Junhui do céu, é o Taehyung do BTS, aqui na minha frente. -a garota falou baixinho- eu vou morrer.

-Oi Tae, essa daqui é a S/N, uma amiga minha. -Youngjae falou desanimado, poxa Tae, você tem que aparecer logo agora que eu iria a pedir em namoro? Youngjae pensou.

-Só amigos? Hum, você está com cara de quem está gostando dela. -Taehyung falou o encarando com os olhos semi cerrados.

-Eu? É que... -Youngjae ia falando enquanto Taehyung, pegou uma cadeira da mesa ao lado e se sentou junto a eles.

-Mas esquecendo isso... como é que está a vida? -Tae falou pegando um daqueles pãezinhos que ficam em cima da mesa nos restaurantes.

-Ah, está tudo bem. -Yongjae falou o encarando. S/N ainda estava paralisada, afinal, ele era seu bias do BTS.

-Oh, eu também estou bem, estou mais do que bem, estou num mar de rosas. -Tae falou brincando com os próprios dedos. 

Vinte minutos depois, e mesmo gostando muito do Taehyung, e tendo o maior respeito pelo grupo, Choi Youngjae estava quase estrangulado o mais velho.

E mesmo Taehyung sendo o bias da garota, e um dos sonhos dela era exatamente conhecer ele, ela queria que aquele momento fosse só ela e Youngjae, mais ninguém, ela só queria aproveitar com o garoto o qual ela gostava.

Quando Youngjae decidiu levar a garota para outro lugar, o telefone dela tocou.

"Alô? Sim. Oh meu Deus, por que você não me falou antes? Já estou indo pra casa Unnie." S/N falou e logo após bloqueou o celular.

-Me desculpe Youngjae-Oppa, Taehyung-Ssi, mas terei que ir pra casa, Hae Won passou mal, e agora terei que ir pra casa cuidar dela. -ela falou se levantando da mesa e arrumando o vestido.

-Uh? Eu te levo pra casa então. -Youngjae falou enquanto ia se levantando.

-Não, pode deixar, Oppa, eu pego um táxi, aproveite a companhia de Taehyung-Ssi. Com licença. Annyeonghaseyo. -ela falou se curvando e saindo do local.

-Hum. Obrigado V Hyung. -Youngjae falou emburrado e Taehyung o olhou confuso.

-Eu? O que eu fiz?

[...]

Ao chegar ao dormitório, Youngjae encontrou os outros membros assistindo um filme.

-Ihhh, pela cara eu acho que algo deu errado. -JB falou o olhando.

-O que aconteceu? S/N não aceitou o pedido de namoro? -BamBam perguntou.

-Não, será que alguma Ahgase descobriu e contou para as outras e todas elas foram no restaurante? -Yugyeom continuou.

-Não, melhor, as ahgases não suportaram a ideia do Youngjae Hyung saindo com uma garota então ela se juntaram e bateram na S/N-Noona. -Kunpimook falou divertidamente e pronto, aquilo já estava virando uma teoria de MV de kpop.

-Não foi nada disso. -O garoto falou se jogando no sofá de braços cruzados.

-Então o que foi? -Jinyoung perguntou.

-V-Hyung apareceu no restaurante bem na hora em que eu estava me declarando.

-E o que ele fez? -Jackson perguntou.

-Nada, ficou lá falando e falando, e quando eu ia chamar a S/N pra irmos pra outro lugar, Hae Won ligou pra ela, e S/N foi pra casa.

-Um encontro casual não deu certo, um num restaurante chique também não, agora só temos uma escolha. Fazer o encontro aqui. -Mark falou pensativo.

-Exatamente, nós vamos fazer dar tudo certo. -Jinyoung falou animado.

-Aish, eu já ouvi essa frase antes. -Youngjae falou olhando o mais velho com um ar de reprovação.

[...]

-Posso te bater agora ou depois? -S/N falou chegando perto de JinYoung.

-Ah me desculpe. -ele riu sentindo os fracos tapas de S/N.

-Você me prometeu. -ela falou o abraçando por fim- Por que tudo entre eu e Youngjae é sempre tão difícil? Quero apenas poder ama-lo em paz e poder sentir o amor dele de volta, mas parece que sempre tem alguém pra estragar tudo. Acho que não podemos ficar juntos. -S/N falou e deixou que as lágrimas rolassem por seu rosto.

Ela realmente o amava, desde a primeira vez que o viu ali nos corredores da empresa, sentiu algo diferente por ele.

Jinyoung não sabia o que falar apenas retribuiu o abraço e acariciou os cabelos da mais nova, quando criou coragem pra falar algo, Youngjae o interrompeu.

-Hyung, será que poderia me deixar sozinho com S/N um pouco? -O mais novo perguntou de forma tímida.

-Mas é claro. -O mais velho sorriu e soltou S/N, que enxugava o rosto desesperadamente para que Youngjae não a visse daquele jeito.

-Queria te pedir desculpas. -Youngjae falou de forma tímida com as mãos nos bolsos da calça- eu gosto de você, mas as vezes parece que tem sempre alguém contra eu e você ficarmos juntos, tentei fazer algo especial e luxuoso num restaurante, mas percebi que só será especial se estivermos juntos, então, lá vai. -O garoto respirou fundo- S/N, quer namorar comigo? -As bochechas dele estavam coradas e S/N estava achando aquilo adorável.

-E-eu... é claro que eu aceito. -ela falou o abraçando forte, o mais velho retribuiu o abraço e os dois ficaram por um tempo ali apenas sentindo o perfume um do outro.

-Prometo que ninguém nunca mais vai estragar os nossos planos. -ele falou deixando um selar demorado nos lábios de S/N.


Notas Finais


Oin.. desculpa a demora, espero que tenham gostado.•♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...