História Dreams of hell - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Visualizações 9
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O começo do fim


Meus passos curtos e pesados em círculos ecoavam pelo escritório do meu pai.

  - Eu não quero ir para essa escola - Repeti

  - Mas vai, chega Katherine. Está sendo metida!! - Ele brigou

  - Chega? Porquê agora? Me entenda, eu tenho meus amigos - Parei de andar em círculos para ir até ele e encara-lo.

  - E vai fazer novos, além disso, não gosto muito daquele tal do Evan. Na verdade o único que se salva é o Kentin e a Myla.

  - Isso é um castigo, papai, está sendo injusto. Tudo isso por uma suspensão?

  - Teve sua escolha Katherine, jamais lhe disse para usar drogas!!

  - Argh, eu já disse que não usei drogas. Foi a Cléo!! 

  Sempre essa maldita Cléo, tão inútil.

  - Ah claro, foi ela que comprou àquelas duas bebidas que estão na geladeira?

  - Sou maior de idade, isso é algo permitido!! - Respondi olhando para o lado!! 

  - Kath... - Ele suspirou - Você vai para a nova escola sim. Semana que vem você entra.

  - Ótimo, não tenho direito algum de discutir não é? Maravilha - Ironizei

  Meu pai se aproximou de mim saindo da sua cadeira e tocou meus cabelos loiros, eu ainda o encarava.

  - Não, não tem!! - Ele deu um sorriso malandro.

  - Isso é o Uó!! - Reclamei

  - Ainda existe essa palavra? - Jonas parou para pensar.

  Dei um soquinho no ombro dele e ri, esse é o idiota do meu pai!! Sai da sala meio irritada, fui para o meu quarto percorrendo o longo corredor até chegar. Peguei meu celular e disquei o número do Evan, mas ouvi o toque dele no meu quarto, quando olhei vi ele parado esticando o celular que tocava!!

  Desliguei a ligação e dei uns passos até ele.

  - Evan, eles... Meu pai, ele quer que eu mude de escola!! 

  - O que? É minha culpa não é? Seu pai sempre me odiou!! - Ele choramingou, vi sua mão pegar fogo, literalmente.

  - Calma, se acalma. - Falei segurando seu rosto.

  Ele respirou fundo e sua mão parou de pegar fogo, me separei dele e fui até minha cama me sentando com pernas de índio e encarei minhas mãos brincando com elas!!!

  - E você vai?

  - Não tenho escolha. 

  - É claro que tem, fuja comigo.

  - Fugir? Me diga, com que dinheiro? Como sobreviveremos? Como pretende se manter? Sejamos sinceros, ambos não temos dinheiro, você é órfão e meus pais não me dão dinheiro sem motivo!! 

  - Para que dinheiro? Eu te amo, isso é quê importa. Eu já te disse umas mil vezes e você? 

  - Eu? - Ele nunca tinha me perguntado isso - Eu... Eu não te amo suficientemente para ter coragem de abandonar tudo. Não lhe amo o suficiente para sobreviver apenas com amor!! 

  Eu sabia que estava sendo egoísta, mas era hora de pensar em mim, se não pensasse, meu futuro estaria ferrado!! 

  - Isso... Isso é um término? 

  - Acho que sim!! - Mordi meu lábio

  Ele abaixou sua cabeça e veio na minha direção, eu abaixei a cabeça e coloquei minhas mãos no rosto.

  Eu achei que ele fosse me dar um abraço, pois sempre falamos que se terminamos seríamos adultos e não crianças. Mas ele sacou uma arma na cintura e apontou para mim, o olhei assustada vendo seu sorriso macabro!! Fechei meus olhos esperando o barulho de tiro, mas não ouvi nada, quando eu olhei não havia ninguém no meu quarto.

  - Ahhhh, eu estou precisando de sorvete. - Me deitei na cama olhando para o teto.

    [...] --> Escola nova ~ Manhattan, 07:24

  Estava sentada no jardim pensando se ia a aula, eu não estava muito afim mas não tinha uma escolha agradavel, ficar aqui sem fazer nada é pior do que ficar na sala sem fazer nada.

  - Daqui a pouco vai começar as aulas, já deveria estar na sala. - Uma voz masculina ecoou pelo jardim.

  - Deveria... Exatamente, eu deveria, não devo!! 

  - É... Sou o Armin Van!! 

  - Katherine Medsson!! Me chama de Kath.

  - Muito prazer Kath. 

  Ele fez uma referência que me fez dar risada, ótimo, um palhaço na escola... Não vou mentir, adoro!!!

  - Que sala você é? - Ele perguntou

  - Hum... 2°C!! - Olhei em um papel.

  - Mesma sala que meu irmão, venha. - Eles pegou meu braço, me puxou para que eu levantasse e me levou para a sala de aula no colo.

  - Dá pra me soltar? Não tô afim de ser alvo de fofocas na escola!!

  - Porque seria?

  - Talvez por estar no colo de alguém que só sei o nome e acabei de conhecer?

  - Prazer, sou Armin, tenho 19 anos, sou popular, tenho um irmão gêmeo chamado Alexy que tem cabelo azul e que entro na escola tarde por isso está no segundo ano, e sou um homem religioso que só durmo com a mulher depois do casamento.

  - Ah - Segurei o riso - HAHAHAHAHAHA, Homem religioso? HAHAHAHAHAHA, Tá bom... Acredito muito!! 

  - Oras, achei que essa mentira colasse... - Ele riu - Talvez eu tenha mentido sobre isso, é melhor do que dizer que eu dormi com a maioria das meninas dessa escola.

  Ele me desceu do seu colo e eu o encarei, essa frase... AHHH.

  - Você tá sendo amigável comigo por que quer transar comigo? - Me irritei

  - Eu? Imagina , e se tivesse? - Ele ousou.

  - ARGH, VOCÊS SÃO TODOS IGUAIS.  

  Sai de lá o mais rápido possível, maldito!! 

  - Olá, sou a Rosalya!!. - Uma platinada falou entrando na minha frente

  - Sou a Megan. - Uma ruiva

  - Alexy - Um azulado, se for verdade é o irmão do Armin

  - Maya - Uma morena

  - Katherine, me chamem de Kath.

  - Kath como, Kaite ou Keith. - A Maya

  - Keith é melhor, bom estou atrasada para a aula então...

  Elas disseram "Ok" e foram juntos comigo até minha sala, graças a Deus o quarteto eram da minha sala!!

  " Tempo, tempo, tempo. Preciso de tempo, cabeça de bagre. Preciso de um relógio, cabeça de vento. Tempo, tempo, tempo!! "


Notas Finais


Eai? Vcs gostaram? Comentem o que acharam que isso me ajuda muito. Bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...