1. Spirit Fanfics >
  2. Drink , tudo junto e misturado >
  3. Carona

História Drink , tudo junto e misturado - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


A imagem não é de minha autoria

Capítulo 4 - Carona


Fanfic / Fanfiction Drink , tudo junto e misturado - Capítulo 4 - Carona

Narrando :

Quem que tinha se afastado mesmo ? É...

Ah tá !

Seguinte :

Marco Diaz correu se trancar no banheiro , ele escorou na parede encarando seu reflexo no espelho , o rosto rubro , os olhos brilhantes e a mão em sua boca trêmula . 

- como pode ter sido tão bom ?- questionou-se auto o suficiente para que tom no lado de fora da porta respondesse .

- o motivo foi por ser comigo - disse calmo girando a maçaneta da porta  - nem mesmo Harry Potter resistiria - disse na brincadeira.

Ele entrou no banheiro trancando a porta mesmo sabendo que se não prestasse atenção eles voltariam para a plataforma .

- vou te mostrar como se beija projeto de homem - disse rouco .

- o que ?- Marco se desespera tentando abrir a porta mas tom o impede .

- não , nem pense nisso - disse - vai ser só um beijo prometo .

Mesmo com a promessa nosso desesperado Marco responde.

- eu já adorei o anterior não precisa corrigi-lo! 

Escutando suas palavras o garoto fica rosa tanto quanto os cabelos de tom em seus frente , escondeu seu rosto com as mãos gemendo de frustração .

- arg ! 

Tom deixou que ele abaixasse a mão no seu próprio tempo e quando o menor o fez sem aviso tom atacou os lábios alheios pedindo passagem com a língua ,Marco ao sentir isso seu afasta dele recusando o beijo .

- Tom , eu tenho namorada !- reclama o iludido .

- star não é sua namorada mais Marco - paciente como o cão tom ataca novamente os lábios de Marco que o afasta quase que na porrada - Marco não faz isso comigo - pede manhoso - achei que estivesse gostado lá na cabine ...

- a..aquilo ... Foi bom mas... - ele negou com a cabeça fiel em star , destrancou a porta e saiu percebendo que sua cabine estava vazia .

- Marco - tom seguia ele - me dá uma chance , me dá um motivo para não dar uma chance ! Eu quero você ! 

Ao escutar suas palavras Marco se vira com as mãos na cintura .

- não não quer ! Você quer algo para aliviar isso que se tem nas pernas !- grita .

Tom olha para baixo notando só agora seu amiguinho acordado , mas o que pudia fazer , caso não saibam Marco tem as curvas tão lindas que cabe em um vestido .

- eu... Não tenho nada a declarar sobre isso - diz quase rindo de si próprio.

- o que vocês ainda fazem aqui ?- questiona alguém atrás deles .

Ao olharem ambos tem vontade de chorar , não era ninguém mais ou ninguém menos que Draco Lúcio Malfoy , o loiro encarava os dois com severidade tal como o professor que ele tanto amava fazia , estava simplismente deslumbrante , os cabelos arrumados para trás , os lábios meio rosados e a pele pálida . Nós representando Tom começa a procurar algo para Draco autografar e Marco do nada corre abraça-lo .

- aaaaaaaaah eu sou seu fã !!!- grita ele contra o estômago de Draco .

O loiro de nada entende e se tratando de alunos imaginou que os dois só estavam tentando escapar de algo ao lado de fora . Pouco ligando para o que quer que seja Draco os expulsa do trem .

Já ao lado de fora do trem o grupo que os esperavam enfrentavam seus próprios problemas .

- eles estão demorando muito - star desespera - o que aconteceu para Marco correr do vagão ?

- é , vocês não nos contaram - comenta Mabel.

- não foi nada de mais - scorp diz encobrindo que tudo aconteceu .

Dipper estava tão impaciente quanto antes ele queria entrar em hogwarts , queria andar por aqueles corredores , ter aulas , ter namoricos infantis , lutar contra dragões .

- o que fazem aqui ? 

O grupo encarou o professor e Dipper quase morre afogado com sua saliva .

- pinetree ? Tá tudo bem ?

Bill acaricia as costas do menor estranhando completamente o comportamento do cuiroso Pines , ele não estava tipicamente curioso , estava ansioso e um tanto com medo .

- Potter - vociferou Dipper se aproximando - Harry Potter ! 

Ele gesticulou insesprecivo na direção do professor .

-aaaaaaaaah- Mabel pulou no lugar .

- gato - disse Jana - mui gato.

Então a doida da Jana se aproximou de Harry que recuou um passo com um pouco de receio .

- alguém para essa louca !- alb disse com tanto medo quanto Harry - é do meu pai que ela tá falando ! 

Bill segurou Jana pela gola do uniforme.

- olha mas ela tem razão viu - surgiu tom na conversa - com todo respeito seu pai é um gato .

Realizando um sonho Drarry, Star e Mabel viram Draco gostoso malfoy se aproximar deles com Marco encantado pela história relatada por um dos personagens do livro , seus olhos brilhavam com mais luzes que o da Star ao encarar uma barra de chocolate .

- e então salvou o mundo - disse Draco ao chegar um pouco mais próximo do grupo de alunos .

- mas a marca continua ?- questiona Marco procurando o braço certo de Draco .

O loiro puxa um dos braços para si e fecha os olhos sentindo um leve ódio lhe inflar o coração.

- é uma marca ... Ela é feita para toda eternidade. 

Marco Diaz faz um bico fofo e cruza os braços ao dizer.

- nada é eterno ! Ah um modo de tirar isso daí , um modo que ainda não sabemos ...

Tom avança em Marco para agarra-lo por ser tão fofo mas assustando a ele , o grupo de alunos e até o próprio Marco quem o abraça é draco perguntando baixinho por que Marco foi para sonserina se seu coração é da grifinoria .

Marco riu afagando as costas do loiro que por sinal virou seu amigo naquele momento . O melhor dia da vida de Marco até ele se virar e ver que estavam próximos ao castelo que tanto sonhou em ver .

- hog...hog...

Timidamente Dipper puxa Bill para perto de si e indica para o loiro se abaixar um pouco .

- isso aqui não é uma das suas ilusões é ?- questiona .

- pior que não - Bill estende a mão e tenta retirar fogo dela mas nada .- tô sem magia .

- isso não é bom - Dipper deduz .

- por que ?- questiona Bill .

- se você não tem poderes pode morrer tanto quanto eu e este universo não é cem por cento seguro .

Bill selou levemente os lábios na cicatriz de Dipper que ficou vermelho cereja .

- ficaremos be...

E antes que falasse o "m" da palavra Marco surta legal.

-HOGWARTS ! ESTAMOS NA MELHOR E MAIS FORTE ESCOLA DE BRUXOS DA HISTÓRIA! EU VOU IR LA E QUERO TODOS NA MINHA COLA POIS NAO VOU MAIS PERDER TEMPO ESPERANDO VOCES ! - seu olhar era de um cachorro louco .

Tom babava nele , Bill parecia espantado com a aldacia do humano , Mabel e Star susurravam algumas coisas .

- bruxo esperto - disse Harry ao Marco que notou o que fazia e virou outra cereja . - mas como iria daqui até lá se perdemos a carona ? 

E de fato eles não tinham como chegar a não ser que fosse a pé , Marco como estava cansado observou a floresta próxima e sem haviso correu para lá , na escuridão cantarolou hello belamente torcendo para que ninguém escutasse .

No topo da árvore Marco observou o que lhe observava , uma bela ave ele diria isso se conseguisse ver como ela era .

- Oi amiguinha , desculpa eu... Eu preciso de ajuda ... 

Nem mesmo março sabia se daria certo ou não , ouviu alguns gritos desesperados e se afastou para trás trazendo o animal consigo .

- mas não é só eu que preciso de ajuda ... - comentou ficando vermelho - somos em muitos .

Na pouca luz que vinha da plataforma Marco reparou que o animal encantado estava bem mais próximo dele que antes e dessa vez o mais elegante que pode se curvou perante o bichinho plumado que se curvou a ele e ao se levantar não viu apenas um mais vários , encantado como estava sorriu fazendo os bichinhos granarem.

No grupo de desesperados Harry escutou o barulho dos nichos e se espantou .

- são arpias - disse alto olhando pela primeira vez para draco - Dray tem arpias aqui ?

- isso está me assustando também Potter - disse indo até seu filho - elas estão próximas e Diaz está lá .

Foi só falar em Marco que o garoto aparece cantarolando sobre uma arpia alta que dança alegrimente , sendo seguida por várias outras. 

- um bando de arpias! - alb exasperado encantado .

As demais arpias se aproxima de Dipper e parecem dencar a eles .

- cante também Dipper - Marco ri - é isso que elas querem .

- cantar ?- Dipper o olha - mas não sei nenhuma música legal !

Uma arpia castanha se aproxima de Dipper o olhando de lado , como no livro Dipper se reverência e a areia também sendo seguida pela mesma melodia que Marco cantou .

- está eu conheço !- Dipper sorri cantarolando também .

- vamos controla-la Dipper - diz Marco fazendo sua arpia andar um pouco mais .

- como eles ...- Harry perguntaria se uma arpia não invadisse seu espaço pessoal e o levantasse do chão .

Não sendo o único todos do grupo estavam sob arpias onde duas ficaram sozinhas e bailavam no ritmo da melodia .

- Marco ... Eu tenho medo de altura - Dipper diz agarrando mais na arpia que abra as assas brincando com Dipper ao rebolar a parte de trás e dar pulinhos fazendo ele rir .

- calma pequeno - Marco alizar suas costas - confie nelas .

- muita coragem para um sonserino !- draco brinca .

- coragem que eu não tenho !- exasperado Dipper - por favor não me deixe cair nuvem ! 

- nuvem ?- todos perguntam ao mesmo tempo .

- é o nome da arpia horas ! 

As arpias levantam vôo em direção a escola com Marco e Dipper na liderança do voo .



Notas Finais


Continua


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...