1. Spirit Fanfics >
  2. Dríope e a flor de Lótus >
  3. Dríope e a Metamorfose

História Dríope e a flor de Lótus - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Coração atolado enterrado na lama.
Um dia virei uma flor de Lótus

Capítulo 1 - Dríope e a Metamorfose


Fanfic / Fanfiction Dríope e a flor de Lótus - Capítulo 1 - Dríope e a Metamorfose

    Dríope era uma bela jovem de um vilarejo seu jeito doce e gentil dispertou paixões em diferentes homens, o único que conseguiu o seu coração foi o belo Andraemon muitos dizia que ambos fazia um belo casal.

    Dríope se apaixonou loucamente por Andraemon não demorou muito pra eles se casarem e construírem uma família, pois eles era um casal que estava felizes e a felicidades aumentou quando Dríope descobriu que estava grávida, ela radiava felicidade por onde passava mesmo com as dificuldade que os recém casados via enfrentando. Com a descoberta da gravidez da esposa Andraemon passou a trabalhar muito mais para poder sustentar sua esposa e seu filho pois ele não quer que lhe falte nada.

   Meses foram passando Andraemon estava no mar pescando pra levar o sustento pra sua família, e Dríope se ocupava em montar o quarto do seu bebê do jeito que podia, mesmo estando no Mar Andraemon mandava dinheiro pra sua esposa ir comprando algo pra comer e coisa parar bebê, nove meses se passou Dríope deu à luz a um belo menino, a jovem mãe contava com a ajuda de sua irmã Lole que lhe ajudava a cuida do bebê, um mês após o nascimento do seu filho Andraemon volta pra casa e fica extremamente emocionado por ver seu filho pela primeira vez.

 Com o nascimento de seu primeiro filho Andraemon não queria sabe de trabalho ele só queria curtir o filho, mas ele não podia se dar o luxo de ficar em casa agora mais do que nunca precisava ter dinheiro então passou a trabalhar em pequeno serviço fazendo de tudo assim ele não iria ficar muito longe podendo assim curtir seu filho sem precisar ficar meses em alto mar. Como sempre passava o dia sozinha com seu filho Dríope gostava de caminhar senti o ar puro mas próximo do vilarejo tinha um bosque que muitos dizia que tinha criaturas assustadora, Andraemon sempre ao sair pra trabalhar alertava Dríope nunca se aproximar do bosque já que ele tinha medo das histórias que o povo contava sobre aquele bosque.

   Certo dia Dríope saiu com seu filho pois ele iria completar 4 meses estava muito animada então ela decidiu ir até o bosque junto com sua irmã Iole e enquanto caminhavam pela margem de um rio avistaram muitas flores, as duas mulheres olharam uma pra outra então Dríope diz pra lole ei irmã o que você acha da gente leva umas flores dessa flores pra enfeitar a casa pra festinha de hoje a noite.

    Apesar de saberem que os bosques pertenciam às ninfas alseídes são as mais formosa das ninfas, protegeu um campo de amapolas da fúria e dos raios de Zeus. Mesmo assim elas tiveram a ideia de colher flores, e assim elas fez Carregando o filho no colo, Dríope viu perto da margem do rio um lótus que crescia, repleto de flores cor de púrpura.

  Dríope ficou encantada o quão era belo era aquela flor, lole tentou fazer a irmã colher outra flores pois estava sentindo um mal pressentimento com relação aquela flor, após arrancar a flor ninfas furiosas saíram da margem do rio e tentaram agarrar Dríope então ela quis fugir mas imediatamente sentiu que não podia mover seus pés que começaram a enraizar-se no solo. Aos poucos foi sentindo que seu corpo se tornava endurecido como madeira.

    Lole apavorada pegou o fribell e ficou observando chocada com o que estava acontecendo com sua irmã em total desespero ela começou a grita pelo Andraemon, Iole contemplava o triste destino de sua irmã que aos poucos se metamorfoseava numa árvore. As ninfas dizia que esse era o castigo pra quem ousa arrancar algo que pertence alguém já que ela arrancou a flor ceifando do jardim só que a flor não era uma simples flor, era a ninfa Lótis que foi metamorfoseada quando fugia de um perseguidor. 

   Andraemon estava se aproximando e ele ficou chocado ao ver que sua amada se transformando em uma árvore, as últimas palavras de Dríope foram direcionadas à sua irmã com lágrima nós olhos ela diz pra lole tomar conta de seu filho recomendando que ele fosse cauteloso ao andar pelas margens do rio ao colher flores, pois em cada moita de arbustos poderia haver uma ninfa enfeitiçada... Após se transforma em uma árvore Andraemon criou seu filho com a ajuda de Lole e lhe disse que sua mãe é uma bela árvore que tem na margem do rio do bosque, ele deu o nome de Lótus.

 Sua mãe era a mas bela era como uma flor, sua semelhança seria uma flor rara, exótica, linda e repleta de espiritualidade sua beleza límpida e pura cheia de carinho e amor, por fazer uma escolha errada agora és uma árvore não se engane achando que minha amada se tornou fraca mesmo sendo uma flor rara és dona de uma força sobrenatural uma diva com forças divinas. Que vive plena em meio a uma multidão de flores eu jamais esquecerei da Dríope uma flor com rosto de menina uma menina com corpo de árvore que tinha um coração gigante, mas ela se foi, mais que deixou sua marca e sempre deixará saudades no meu humilde coração!


Notas Finais


Espero que tenha gostado dessa oneshot.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...