História Drogo e o mistério irrelevante (Is It Love) - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Personagens Drogo, Lorie, Nicolae, Peter
Tags Atração Pelo Sobrenatural, O Mistério Irrelevante
Visualizações 46
Palavras 1.447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 40 - Conversa com o Sebastian Jones


Mas aquele é o Sebastian Jones!Meu, meu professor de mitos e lendas.O mesmo que está ficando com a minha irmã!Meu Deus!Ele está nu, no meio da noite, em um lago!!

Esse cabelo liso molhado pregado em sua nuca e seus músculos tão definido pingando água!Só de olhar ele já me deixa pirada!!

Observo Sebastian saindo lago com seu lindo e delicioso corpo escultural dos deuses!Eu aprecio a vista visivelmente deslumbrada, o tamanho do seu Jones júnior me dá muitas idéias.É por isso que Lisa gosta tanto dele!

Eu tô aponto de ir até aquele homem e beber cada gota que escorre de seu corpo.Para, para, para!!Você já gosta de Bartholys de mais, e agora você está excitada pelo "namorado" da sua irmã??Não!Se segura, você não é mais uma adolescente imatura, que não sabe escolher com quem que você quer ficar!

Suspiro levemente pronta para dar as costas para aquele lindo homem nu irresistível.Mas piso em um maldito e desprezível galho, fazendo um barulho perceptível à uns trezentos metros.

Merda, merda!Me fudi!!

É com a minha tentativa de fugir que falho miseravelmente, chamando a atenção de Sebastian.

Sebastian: Tem alguém aí??  -Eu me agacho e fico em silêncio.

Ferrou!E se ele me descobrir aqui??

Sebastian: Emilly, está tudo bem?Você perdeu algo?  -Eu pulo com a fala repentina do professor Jones, e viro para ele balançando minha calça pra sair à terra.

Emilly: Eu tô!... E você, também estava dando um paceio?  -Ele veste uma calça de moleton preta, mas ainda fica sem camisa.

Sebastian: Você não estava me espionando, estava??  -Ele me olha com um olhar curioso e divertido.

Em partes sim, mas o que eu queria ver eu já vi!Então é uma boa hora para sair de fininho.

Emilly: Eu tenho que ir já está tarde, eu não quero que Nicolae e os outros fiquem preocupados comigo.   -É um pouco verdade, isso não dá pra negar.

Sebastian: Entendo... Mas o que fez você vir na floresta à essa hora da noite?Está tarde, e não é hora de uma garota como você ficar na floresta a essa hora, e ainda mais em uma lua cheia.Alguns animais poderiam tentar de atacar no meio da floresta, tenha cuidado!   -Sebastian fala com um olhar zombeteiro, depois ri.

Emilly: É, você tem razão!Obrigada.É... Boa noite!   -Dou as costas pra ele e começo a andar, mas ele gentilmente coloca a mão sobre meu pulso e me para.

Sebastian: Me deixe apenas acompanha-la?  -Ele me pede com um olhar doce e gentil.

Como eu poderia recusar??Claro que eu aceito!Se você quiser me seguir até o quarto, eu também ficaria satisfeita!

Emilly: Hum... Pode ser, mas eu só queria avisar à eles mesmo.Eu acho que vou dormir na casa da Lisa.Talvez você queira dormir lá também.   -Caminho ao seu lado com os braços cruzados.

Sebastian: A oferta é tentadora, mas tenho que recusar.Tenho muitas provas para corrigir, e fica meio difícil, sabe??  -Olho para ele e afirmo com a cabeça de uma forma compreensível.

Emilly: Eu não sei como é, não sou professora.  -Ele me olha curiosamente após me dar um leve sorriso de lado.

Sebastian: É claro.Eu sou um idiota mesmo!  -Ele fala passando a mão em seu cabelo.

Emilly: Eu acho que eu me perdi na floresta.Pra falar a verdade, estava aqui procurando Drogo.  -Falo com zero intusiasmo.

Sebastian: Vocês não estão mais juntos??  -Eu olho para ele por uns segundos, depois desvio o olhar.

Emilly: Nós nunca ficamos oficialmente juntos, então não tem como nós separarmos.É complicado, nossa relação não está tão bem assim.Pra dizer a verdade, nunca esteve!   -Falo olhando pro céu pensativa.

Sebastian: Entendo... Mas e os irmãos dele?O Peter!Ele é bem inteligente, até diria um gênio.Toca muito bem, um ótimo amigo, tira notas máximas, isso é muito bom!Eu até diria que essa família é a família perfeita!   -Rio da fala de Sebastian.

Ele tá louco!Está longe dessa família de vampiros ser normal, ainda mais a família perfeita!Se ele morasse na mesma casa, tendo que cuidar da peste da Lorie todo o santo dia.Ele pensaria duas, três vezes, antes de falar isso.

Sebastian: Do que você está rindo??   -Ele olha para mim desconfiado.

Emilly: De você!A família Bartholy está longe de ser perfeita. -Olho para cima e depois para o olhar divertido de Sebastian.

Sebastian: Com sua chegada ela se tornou perfeita.  -Suas bochechas coram e ele disfarça caminhando em minha frente.

É impressão minha ou ele acabou de me cantar?Não, ele não fez isso!Talvez foi no momento, ele deixou escapar.

Emilly: Está chegando... - Sebastian fica de frente pra mim e pega minha mão.

Sebastian: Emilly, eu tenho que te dizer algo.Eu não posso quardar isso só pra mim, ele confiou em mim.Me pediu que eu te contasse.Você é...   -No momento em que Sebastian ia me revelar algo importante, Peter corre em nossa direção.

Peter: Emilly, Sebastian Jones?   -Peter para do meu lado e seus olhos recaem sobre nossas mãos, eu imediatamente solto minha mão.

Emilly: O que você está fazendo aqui Peter??  -Olho para ele confusa esperando sua resposta.

Peter: Eu vim procurar você, o Drogo sumiu depois voltou sem você.Eu até liguei para Lisa, mas ela falou que você não estava lá.   -Eu rio.

Emilly: Mas eu não vou para a mansão.Eu vou para casa da Lisa.  -Digo e começo a caminhar, Peter e Sebastian corre atrás de mim.

Sebastian: Eu vou passar na casa da Lisa, eu posso te acompanhar.  -Peter estreita os olhos e levanta uma sobrancelha.

Peter: Eu estou de carro.Pode deixar que eu te levo.Ou você quer ir pra mansão??

Minha visão fica turva, as palavras de Peter e Sebastian rodam na minha cabeça como redemoinho, e ficam cada vez mais altas.

Emilly: PARA!!!SILÊNCIO... por favor...   -Eu agacho no chão tapando os ouvidos.

Peter: Emilly, o que foi??Por quê você está gritando?Você está bem?Está passando mal?Me responda por favor...  -Peter se agacha em minha frente.

Sebastian: Emilly... Emilly... Fala comigo.  -Sebastian se agacha do lado de Peter.

Emilly: Por favor não.Eu prometo que vou fazer tudo que você quiser.Só não machuque ela e ele.Eu te imploro, eu prometo à você que eu vou dar espaço...   -Peter me pega no colo e caminha comigo até seu carro e me coloca no banco dos passageiros.

Peter: Vai ficar tudo bem, eu vou te levar pra casa não se preocupe.   -Ele passa as mãos no meu cabelo e me abraça.

Emilly: Obrigada Peter...  -Falo em seu ouvido e depois mordo sua orelha.

Peter: O que você está fazendo??  -Peter me olha assustado.É quando eu percebo que eu estou com a mão em seu membro ainda por baixo da calça.

Emilly: Me desculpa, eu não sei o que deu em mim.  -Viro-me para ficar de frente ao acento e de costas para Peter.

Fecho meus olhos pensando no que eu fiz e começo a chorar silenciosamente, me perguntando: "O que está acontecendo comigo?".

Escuto a voz de Peter e de Sebastian em uma leve discussão.

Peter: O que você está fazendo com ela?  -Escuto Peter falar com a voz alterada.

Sebastian: Ela estava na floresta, perdida.Então resolvi ajuda-la.  -Sebastian fala baixo e calmamente.

Peter: E por quê ela estava na floresta?  -Indaga Peter quase irritado.

Sebastian: Ela me respondeu vagamente.Mas talvez ela esteja procurando algo...   -Sebastian diz confuso.

Ele não falou a verdade, por quê?Ele sabia, mas preferiu não contar.

Peter: Então eu vou nessa.Obrigado por ter acompanhado ela.Mas se Nicolae saber que você está ao redor da mansão à noite, você vai arrumar sérios problemas.   -Peter fala em seu ouvido, a que pode se dizer 'ameaça' e Sebastian afirma com a cabeça e vai embora, olhando para Emilly dentro do carro.

Peter entra no carro e acaricia minha cabeça.Eu relaxo e pego no sono.Acordo com Peter me pegando no colo e minutos depois estou no meu quarto deitada na cama.Pego no sono, mas logo acordo e vejo Peter sentado na poltrona dormindo.

Emilly: Peter...  Peter...  -Falo baixo chamando seu nome para ele acordar, quando ele finalmente acorda ele coça o olho e me pergunta.

Peter: Você quer alguma coisa?Uma água ou quer que eu prepare algo pra você?  -Eu nego com a cabeça e falo virando para o seu lado um pouco encolhida.

Emilly: Você vai cansar de ficar nessa posição, deita aqui.  -Falo baixinho, fechando os olhos lentamente.Segundos depois Peter está em minha frente com a cabeça por cima do braço direito e com o braço esquerdo ele faz movimentos na minha cabeça e em meu cabelo com a mão.

Eu mais uma vez pego em um sono profundo.



Notas Finais


O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...